Ajuda para hoje, esperança para amanhã 

O Quebra-Cabeça Profético da Bíblia—Você Pode Resolvê-lo?

Você está aqui

O Quebra-Cabeça Profético da Bíblia—Você Pode Resolvê-lo?

Login or Create an Account

With a UCG.org account you will be able to save items to read and study later!

Sign In | Sign Up

×

Alguma vez você já tentou montar um quebra-cabeça com centenas de peças?

Por si só, as várias formas e cores tornam quase impossível saber como elas se encaixam. Você pode ser capaz de separar todas as de bordas retas e montar o quadro, mas não teria nenhuma ideia da verdadeira imagem do quebra-cabeça.

Mas se tivemos uma imagem da suposta aparência dele—ou uma parte—então, poderemos começar a separar as peças e entender como se encaixam.

A profecia bíblica é revelada em peças de diferentes formas e cores, por isso ela é alvo de todo tipo de especulação. No entanto, a Bíblia contém algumas imagens panorâmicas que mostram como as peças proféticas se encaixam.

Um dos quebra-cabeças proféticos mais enigmáticos da Bíblia

Uma dessas imagens proféticas surgiu em uma visão de um rei babilônico há quase dois mil e quinhentos anos. Essa visão está registrada no livro bíblico de Daniel.

Essa profecia abrange eventos que já aconteceram, mas também prediz as manchetes de nosso mundo atual!

A história de Daniel começa mostrando-o como um jovem adolescente vivendo em Judá. Sua família tinha uma posição social importante. Quando os poderosos guerreiros da Babilônia, hoje na área do Iraque, invadiram Judá, em 605 a.C., eles levaram os jovens mais brilhantes de Judá para ser instruído no estilo de vida babilônico. E Daniel estava entre aqueles jovens deportados para essa terra tão estranha e exótica.

Nabucodonosor, rei da Babilônia, teve um pesadelo horrível. Ele reuniu todos os seus magos e astrólogos e exigiu que lhe dissessem o significado daquele sonho. Mas antes eles tinham que descrever aquele sonho. Quando não puderam fazê-lo, o rei ameaçou executá-los.

Nessa altura, alguns dos assessores de Nabucodonosor disseram-lhe que um jovem judeu chamado Daniel tinha um dom divino. Então, Daniel foi convocado. Ele orou e Deus lhe revelou o sonho de Nabucodonosor—todos os detalhes e significado.

A visão de Nabucodonosor

A revelação do significado dessa visão é a base para se compreender o Oriente Médio e, subsequentemente, a história e a profecia do fim dos tempos. Os capítulos seguintes de Daniel e Apocalipse simplesmente dão mais detalhes dessa visão. Daniel descreveu essa visão dramática ao rei da Babilônia:

“Tu, ó rei, estavas vendo, e eis aqui uma grande estátua; essa estátua, que era grande, e cujo esplendor era excelente, estava em pé diante de ti; e a sua vista era terrível. A cabeça daquela estátua era de ouro fino; o seu peito e os seus braços, de prata; o seu ventre e as suas coxas, de cobre; as pernas, de ferro; os seus pés, em parte de ferro e em parte de barro.

“Estavas vendo isso, quando uma pedra foi cortada, sem mão, a qual feriu a estátua nos pés de ferro e de barro e os esmiuçou. Então, foi juntamente esmiuçado o ferro, o barro, o cobre, a prata e o ouro, os quais se fizeram como a pragana das eiras no estio, e o vento os levou, e não se achou lugar algum para eles; mas a pedra que feriu a estátua se fez um grande monte e encheu toda a terra” (Daniel 2:31-35 Daniel 2:31-35 31 Tu, ó rei, na visão olhaste e eis uma grande estátua. Esta estátua, imensa e de excelente esplendor, estava em pé diante de ti; e a sua aparência era terrível. 32 A cabeça dessa estátua era de ouro fino; o peito e os braços de prata; o ventre e as coxas de bronze; 33 as pernas de ferro; e os pés em parte de ferro e em parte de barro. 34 Estavas vendo isto, quando uma pedra foi cortada, sem auxílio de mãos, a qual feriu a estátua nos pés de ferro e de barro, e os esmiuçou. 35 Então foi juntamente esmiuçado o ferro, o barro, o bronze, a prata e o ouro, os quais se fizeram como a pragana das eiras no estio, e o vento os levou, e não se podia achar nenhum vestígio deles; a pedra, porém, que feriu a estátua se tornou uma grande montanha, e encheu toda a terra.
Almeida Atualizada×
).

No sonho de Nabucodonosor aparecia uma imagem vívida de uma estátua gigante. Vamos analisar esses cinco elementos diferentes dessa imagem do sonho de Nabucodonosor e começar a entender seu significado.

Deus mostrou a Daniel que a visão daquela estátua tinha a forma de um homem com cabeça, braços, tronco e pernas. Primeiramente, Daniel descreveu a aparência da estátua. A cabeça da imagem era trabalhada em ouro fino. O peito e os braços eram de prata—um material menos valioso que o ouro. A barriga e as coxas da estátua eram de bronze. E, finalmente, as pernas e os pés da imagem eram feitos de uma mistura de ferro e argila.

Daniel, então, anunciou ao rei que Deus havia lhe revelado esse sonho, que era divinamente inspirado. Ele explicou a esse atônito rei que a imagem era uma profecia de quatro impérios sucessivos.

A explicação do sonho

“Este é o sonho; também a interpretação dele diremos na presença do rei. Tu, ó rei, és rei de reis, pois o Deus dos céus te tem dado o reino, e o poder, e a força, e a majestade. E, onde quer que habitem filhos de homens, animais do campo e aves do céu, ele tos entregou na tua mão e fez que dominasses sobre todos eles; tu és a cabeça de ouro. E, depois de ti, se levantará outro reino, inferior ao teu, e um terceiro reino, de metal, o qual terá domínio sobre toda a terra” (Daniel 2:36-39 Daniel 2:36-39 36 Este é o sonho; agora diremos ao rei a sua interpretação. 37 Tu, ó rei, és rei de reis, a quem o Deus do céu tem dado o reino, o poder, a força e a glória; 38 e em cuja mão ele entregou os filhos dos homens, onde quer que habitem, os animais do campo e as aves do céu, e te fez reinar sobre todos eles; tu és a cabeça de ouro. 39 Depois de ti se levantará outro reino, inferior ao teu; e um terceiro reino, de bronze, o qual terá domínio sobre toda a terra.
Almeida Atualizada×
).

Segundo nosso atual conhecimento da história, sabemos que o Império Babilônico foi de fato seguido por três outros impérios.

Entender o contexto histórico dessa sucessão imperial é terminante para entender o que o livro de Daniel está nos dizendo hoje sobre a profecia bíblica.

Depois de descrever a visão e o sonho de Nabucodonosor, Daniel explicou individualmente cada parte da estátua. Ele disse que a cabeça de ouro representava o próprio Nabucodonosor e o império babilônico. Esse império existiu entre 605-539 a.C.

Em 539, ele foi repentinamente subjugado pelo Império Persa. Assim significando que o peito e os braços de prata do sonho de Nabucodonosor representavam o Império Persa.

O Império Persa por sua vez foi destruído pelo Império Grego, representado pela barriga e coxas de bronze da estátua. O Império Grego foi uma grande potência no mundo antigo entre 332 a.C. a 63 a.C.

Agora, esses três reinos—Babilônia, Pérsia e Grécia—são mencionados pelo nome no livro de Daniel. Mas não o quarto reino. Mas seguindo o padrão da profecia em que cada reino é imediatamente sucedido pelo próximo, então podemos descobrir a identidade do quarto império. O Império Greco-macedônio foi suplantado por Roma.

Uma profecia para o futuro

A seguir, a descrição profética de Daniel acerca do quarto império: “E o quarto reino será forte como ferro; pois, como o ferro esmiúça e quebra tudo, como o ferro quebra todas as coisas, ele esmiuçará e quebrantará. E, quanto ao que viste dos pés e dos artelhos, em parte de barro de oleiro e em parte de ferro, isso será um reino dividido; contudo, haverá nele alguma coisa da firmeza do ferro, pois que viste o ferro misturado com barro de lodo.

“E, como os artelhos eram em parte de ferro e em parte de barro, assim por uma parte o reino será forte e por outra será frágil. Quanto ao que viste do ferro misturado com barro de lodo, misturar-se-ão com semente humana, mas não se ligarão um ao outro, assim como o ferro se não mistura com o barro” (Daniel 2:40-43 Daniel 2:40-43 40 E haverá um quarto reino, forte como ferro, porquanto o ferro esmiúça e quebra tudo; como o ferro quebra todas as coisas, assim ele quebrantará e esmiuçará. 41 Quanto ao que viste dos pés e dos dedos, em parte de barro de oleiro, e em parte de ferro, isso será um reino dividido; contudo haverá nele alguma coisa da firmeza do ferro, pois que viste o ferro misturado com barro de lodo. 42 E como os dedos dos pés eram em parte de ferro e em parte de barro, assim por uma parte o reino será forte, e por outra será frágil. 43 Quanto ao que viste do ferro misturado com barro de lodo, misturar-se-ão pelo casamento; mas não se ligarão um ao outro, assim como o ferro não se mistura com o barro.
Almeida Atualizada×
).

O quarto reino é o Império Romano—mas é muito importante compreender que essa parte da profecia ainda não foi completamente cumprida. Esse quarto império do segundo capítulo de Daniel é uma importante peça do quebra-cabeça profético que nos conduz ao quinto elemento. E diz respeito a eventos futuros!

Agora vamos dar uma olhada no quinto, e mais importante, elemento dessa profecia:

“Mas, nos dias desses reis, o Deus do céu levantará um reino que não será jamais destruído; e esse reino não passará a outro povo; esmiuçará e consumirá todos esses reinos e será estabelecido para sempre. Da maneira como viste que do monte foi cortada uma pedra, sem mãos, e ela esmiuçou o ferro, o cobre, o barro, a prata e o ouro, o Deus grande fez saber ao rei o que há de ser depois disso; e certo é o sonho, e fiel a sua interpretação” (Daniel 2:44-45 Daniel 2:44-45 44 Mas, nos dias desses reis, o Deus do céu suscitará um reino que não será jamais destruído; nem passará a soberania deste reino a outro povo; mas esmiuçará e consumirá todos esses reinos, e subsistirá para sempre. 45 Porquanto viste que do monte foi cortada uma pedra, sem auxílio de mãos, e ela esmiuçou o ferro, o bronze, o barro, a prata e o ouro, o grande Deus faz saber ao rei o que há de suceder no futuro. Certo é o sonho, e fiel a sua interpretação.
Almeida Atualizada×
, grifo do autor).

Quem são os reis dessa profecia?

Observe—esses são os reis dos últimos dias do Império Romano. E aqui diz que eles são destruídos na segunda vinda de Jesus Cristo!

O último renascimento do Império Romano, quando Cristo vier com poder e glória

Vamos dar uma olhada novamente nas palavras inspiradas de Daniel sobre os pés da estátua. Os dez dedos dos pés representam dez reis. Daniel disse que nos dias desses dez reis é que Cristo voltará para estabelecer o Reino de Deus na Terra.

Esta profecia é de vital importância para o tempo que antecede a segunda vinda de Jesus Cristo!

A profecia bíblica revela que haverá uma tentativa de restaurar o Império Romano. E essa união irá envolver dez reis. Ela terá a força e o poder do Império Romano, mas a fraqueza de não ser realmente uma união completa. Pois, haverá desacordo sobre identidades e culturas nacionais.

Essa peça do quebra-cabeça profético nos recomenda manter uma estreita vigilância sobre os eventos que acontecem na Europa.

Agora vamos ao livro de Apocalipse, onde o apóstolo João registra as profecias dos acontecimentos que levam ao retorno de Jesus Cristo. Essas profecias dão detalhes sobre o tempo predito no sonho de Nabucodonosor. Veja como João descreveu o retorno de Cristo:

“E vi o céu aberto, e eis um cavalo branco. O que estava assentado sobre ele chama-se Fiel e Verdadeiro e julga e peleja com justiça. E os seus olhos eram como chama de fogo; e sobre a sua cabeça havia muitos diademas; e tinha um nome escrito que ninguém sabia, senão ele mesmo. E estava vestido de uma veste salpicada de sangue, e o nome pelo qual se chama é a Palavra de Deus. E seguiam-no os exércitos que há no céu em cavalos brancos e vestidos de linho fino, branco e puro. E da sua boca saía uma aguda espada, para ferir com ela as nações; e ele as regerá com vara de ferro e ele mesmo é o que pisa o lagar do vinho do furor e da ira do Deus Todo-Poderoso. E na veste e na sua coxa tem escrito este nome: REI DOS REIS E SENHOR DOS SENHORES” (Apocalipse 19:11-16 Apocalipse 19:11-16 11 E vi o céu aberto, e eis um cavalo branco; e o que estava montado nele chama-se Fiel e Verdadeiro; e julga a peleja com justiça. 12 Os seus olhos eram como chama de fogo; sobre a sua cabeça havia muitos diademas; e tinha um nome escrito, que ninguém sabia sabia senão ele mesmo. 13 Estava vestido de um manto salpicado de sangue; e o nome pelo qual se chama é o Verbo de Deus. 14 Seguiam-no os exércitos que estão no céu, em cavalos brancos, e vestidos de linho fino, branco e puro. 15 Da sua boca saía uma espada afiada, para ferir com ela as nações; ele as regerá com vara de ferro; e ele mesmo é o que pisa o lagar do vinho do furor da ira do Deus Todo-Poderoso. 16 No manto, sobre a sua coxa tem escrito o nome: Rei dos reis e Senhor dos senhores.
Almeida Atualizada×
).

As peças proféticas da imagem do segundo capítulo de Daniel nos mostram uma pedra destruindo o quarto império. Essa pedra, indubitavelmente, é Jesus Cristo!

O que isso significa para você

Você e eu vivemos em uma sociedade corrompida e perversa, onde sempre falham todas as tentativas humanas de governar com justiça e bondade. Vivemos em um mundo de violência, guerras, pobreza, crimes, famílias desestruturadas e bilhões de pessoas vivendo sem propósito e significado.

Se você deseja que sua vida seja preenchida pelo propósito de Deus, então terá que fazer alguma coisa. Você deve se preparar para o retorno de Seu Filho para estabelecer o Seu Reino aqui na Terra.

Então o que você precisa fazer?

Antes de tudo, você deve se arrepender de seus pecados. E terá que fazer mais do que simplesmente aceitar Jesus como seu Salvador. Evidentemente, não há salvação sem o sacrifício de Jesus Cristo, que pagou a pena de morte que todos nós merecemos diante de nosso Deus justo.

Mas, geralmente, nos esquecemos de que o compromisso de viver cada aspecto da vida por toda a palavra de Deus e obedecer aos Seus Mandamentos é uma chave vital. Lemos aqui em Apocalipse que Jesus Cristo vai voltar como Rei dos reis e Senhor dos senhores! E, quando isso ocorrer, Ele vai se reunir com aqueles que já O reconhecem e Lhe obedecem como Seu Rei!

Hoje, existe um cristianismo vazio, que aceita Jesus como Salvador e, em seguida, continua rejeitando-O como Rei por não obedecer a Suas palavras. De fato, esse é o cristianismo totalmente falso que impera no mundo!

Assim, por conseguinte, você deve se preparar para o quinto elemento descrito por Daniel—o Reino de Deus—e se comprometer diariamente a viver pelos valores e leis desse Reino vindouro. Comece a pedir, todo dia, a Deus para guiar seus passos. Estude a Bíblia para descobrir como conduzir sua vida. Você pode se surpreender ao ver que muito do que lhe ensinaram acerca dos ensinamentos de Jesus Cristo é totalmente diferente do que Ele ensinou.

O cristianismo autêntico é uma aventura repleta de propósito. E isso envolve compromisso diário, obediência e viver conforme as regras de nosso Rei vindouro. Isso diz respeito a, como antecipação ao Seu retorno, confiar na bondade de Deus, mesmo em tempos difíceis.

Viver obedecendo a Seu Rei

O caminho de vida de nosso futuro Rei não tem nada a ver com essa religião imoral, morna e apática de hoje em dia. Deus não vai aceitar nada menos do que o compromisso absoluto com Ele e Seu Reino.

Grande parte da profecia da estátua do sonho de Nabucodonosor já foi cumprida. E isso nos transmite uma sensação de confiança na autenticidade da profecia bíblica. Ademais, isso ainda serve para nos fazer entender que as futuras profecias do Reino de Deus também vão se cumprir.

Deus está chamando pessoas para se afastarem deste mundo perverso. Você tem esta oportunidade de ouvi-Lo e se preparar para a vinda do Rei dos reis e Senhor dos senhores. Não deixe passar esta oportunidade. Peça a Deus que abra sua mente e coração para a Sua verdade!

Como você vai reagir diante dessa gloriosa oportunidade?

Será que você vai conseguir montar esse quebra-cabeça e mudar a sua vida e se motivar para entregá-la a Deus?

Você está disposto a comprometer o seu tempo, esforço e recursos para ser preparado para esse futuro revelado por Deus?

Ou será que você vai virar as costas para o que Deus está lhe oferecendo?

A decisão é sua! BN