Ajuda para hoje e esperança para o amanhã! 

Os Inimigos da Fé

Os Inimigos da Fé

Alguma vez você já se perguntou por que não vemos mais evidências de fé? Jesus Cristo identificou quatro tendências que prejudicam a fé quando Ele repreendeu alguns usando a frase: “Homens de pequena fé”. Abaixo vemos algumas dessas ocasiões:

• Preocupação. Jesus disse que Deus tomaria conta de nossas necessidades, advertindo: “Não andeis ansiosos . . . Ora, se Deus veste assim a erva do campo [esplendidamente], que hoje existe e amanhã é lançada no forno, quanto mais a vós outros, homens de pequena fé? Portanto, não vos inquieteis . . . buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas” (Mateus 6:25-33 Mateus 6:25-33 [25] Por isso vos digo: Não estejais ansiosos quanto � vossa vida, pelo que haveis de comer, ou pelo que haveis de beber; nem, quanto ao vosso corpo, pelo que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o alimento, e o corpo mais do que o vestuário? [26] Olhai para as aves do céu, que não semeiam, nem ceifam, nem ajuntam em celeiros; e vosso Pai celestial as alimenta. Não valeis vós muito mais do que elas? [27] Ora, qual de vós, por mais ansioso que esteja, pode acrescentar um côvado � sua estatura? [28] E pelo que haveis de vestir, por que andais ansiosos? Olhai para os lírios do campo, como crescem; não trabalham nem fiam; [29] contudo vos digo que nem mesmo Salomão em toda a sua glória se vestiu como um deles. [30] Pois, se Deus assim veste a erva do campo, que hoje existe e amanhã é lançada no forno, quanto mais a vós, homens de pouca fé? [31] Portanto, não vos inquieteis, dizendo: Que havemos de comer? ou: Que havemos de beber? ou: Com que nos havemos de vestir? [32] (Pois a todas estas coisas os gentios procuram.) Porque vosso Pai celestial sabe que precisais de tudo isso. [33] Mas buscai primeiro o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.
Almeida Atualizada×
, ARA).

• Medo. Estando em um barco no meio de uma tempestade, os discípulos acordaram Jesus e Lhe pediram que os salvassem de se afogar. Ele respondeu: “Por que temeis, homens de pequena fé? Então, levantando-se, repreendeu os ventos e o mar, e seguiu-se uma grande bonança” (Mateus 8:23-26 Mateus 8:23-26 [23] E, entrando ele no barco, seus discípulos o seguiram. [24] E eis que se levantou no mar tão grande tempestade que o barco era coberto pelas ondas; ele, porém, estava dormindo. [25] Os discípulos, pois, aproximando-se, o despertaram, dizendo: Salva-nos, Senhor, que estamos perecendo. [26] Ele lhes respondeu: Por que temeis, homens de pouca fé? Então, levantando-se repreendeu os ventos e o mar, e seguiu-se grande bonança.
Almeida Atualizada×
).

• Dúvida. Pedro viu Jesus andando sobre as águas do Mar da Galileia e perguntou se ele poderia fazer o mesmo. Jesus convidou-o para juntar-se a ele, e Pedro, também, começou a caminhar sobre a água. “Mas, sentindo o vento forte, teve medo” e começou a afundar (Mateus 14:30 Mateus 14:30Mas, sentindo o vento, teve medo; e, começando a submergir, clamou: Senhor, salva-me.
Almeida Atualizada×
). E Cristo, “estendendo a mão, segurou-o e disse -lhe: Homem de pequena fé, por que duvidaste?” (Versículo 31).

• O raciocínio humano sem entendimento espiritual. Jesus advertiu a Seus discípulos: “Acautelai-vos do fermento dos fariseus e saduceus” (Mateus 16:6 Mateus 16:6E Jesus lhes disse: Olhai, e acautelai-vos do fermento dos fariseus e dos saduceus.
Almeida Atualizada×
). Ele estava advertindo-os contra os ensinamentos errados desses líderes religiosos (versículo 12), mas os discípulos inicialmente pensaram que Ele estava falando sobre a fermentação do pão físico, uma vez que não trouxeram qualquer pão com eles (versículo 7). Jesus respondeu: “Por que arrazoais entre vós, homens de pequena fé, sobre o não vos terdes fornecido de pão?” (versículo 8). Então, Ele disse que não teriam perdido seu ponto de vista se tivessem mantido em mente que Ele poderia prover, milagrosamente, pão físico se houvesse uma necessidade, como já o havia feito para alimentar milhares de pessoas em duas ocasiões (versículos 9-11).