Ajuda para hoje e esperança para o amanhã! 

Você Está Se Preparando Para O Retorno de Cristo?

Você está aqui

Você Está Se Preparando Para O Retorno de Cristo?

Login or Create an Account

With a UCG.org account you will be able to save items to read and study later!

Sign In | Sign Up

×

Era o fim do mundo! Dezenas de milhares de pessoas acreditavam que Jesus estava prestes a retornar. Os agricultores soltaram seus animais, as pessoas, literalmente, jogaram seu dinheiro fora, milhares se reuniram em igrejas e casas e acamparam no campo, antecipando-se ao evento mais dramático da história.

À medida que caía a noite, a empolgação e a ansiedade aumentavam. Os crentes cantavam hinos, oravam e conversavam uns com os outros sobre como seria o céu. À medida que se aproximava da meia noite, a sensação de expectativa era quase insuportável.

Então, a meia-noite chegou e passou. Confusas e aturdidas, as pessoas esperaram as primeiras horas do amanhecer revelarem que Jesus não havia retornado.

A data era 22 de outubro de 1844. O evento ficou conhecido como a Grande Decepção, e guarda algumas lições para aqueles que ainda estão esperando o retorno de Cristo.

Você está esperando o retorno de Jesus Cristo? Você está lutando para viver corretamente a vida cotidiana, mantendo o foco em Seu retorno? Como você está se preparando?

A Grande Decepção

Podemos aprender muito com aqueles que passaram pela Grande Decepção, especialmente por seu equívoco sobre a profecia bíblica e os acontecimentos que levarão à segunda vinda de Cristo.

Aqueles que esperavam a chegada de Cristo, ou o advento, em meados do século dezenove ficaram sendo conhecidos como adventistas. Era um grande movimento religioso que atravessava as fronteiras denominacionais. O resultado foi devastador para muitos daqueles que estavam prevendo o retorno de Cristo.

Um crente frustrado, Henry Emmons escreveu:

“… E o amado Jesus não veio — esperei toda a manhã da quarta-feira e eu estava bem de saúde como sempre, mas depois de doze horas comecei a sentir-me fraco, e antes do escurecer eu precisava de alguém para me ajudar no meu quarto, pois minha força natural rapidamente me abandonou, e eu fiquei prostrado por dois dias sem nenhuma dor ou doença” (citado por George Knight, A Febre do Milênio e o Fim do Mundo , 1993, pp. 217-218).

Outro crente desapontado, cuja fé foi destruída, foi Hiram Edson. Ele disse:

“Nossas melhores esperanças e expectativas foram arruinadas. E um espírito de choro veio sobre nós como nunca antes havia experimentado. Nem a perda de todos os amigos terrenos poderia ser comparada a isso. Choramos e choramos até o dia amanhecer” (citado por Knight, p. 221).

Muitos dos que criam que Jesus retornaria simplesmente voltaram para suas antigas vidas. Alguns perderam completamente sua fé. Outros pesquisaram as Escrituras para descobrir o que havia dado errado.

Se aquelas pessoas envolvidas com a Grande Decepção tivessem mais compreensão profética sobre o que a Bíblia ensina acerca do retorno de Cristo, elas saberiam que isso não aconteceria em outubro de 1844.

O que a profecia bíblica diz sobre a segunda vinda?

Vejamos algumas profecias sobre a segunda vinda de Cristo. Um lugar importante para começar é a chamada “profecia de Jesus do Monte das Oliveiras”, registrada em Mateus 24.

Aqui temos a descrição, frequentemente, citada do que Jesus disse que aconteceria antes do retorno dEle: “Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino; e haverá fomes e terremotos em vários lugares. Mas todas essas coisas são o princípio das dores” (Mateus 24:7-8 Mateus 24:7-8 7 Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino; e haverá fomes e terremotos em vários lugares. 8 Mas todas essas coisas são o princípio das dores.
Almeida Atualizada×
).

Ao longo da história, as pessoas presenciaram guerras, fome e epidemias de doenças e afirmaram que o retorno de Jesus era iminente. Muitos europeus na Idade Média observaram a Peste Negra, os problemas econômicos, a fome e as guerras intermináveis e concluíram que o retorno de Cristo estava surgindo no horizonte.

Mas uma declaração específica de Jesus fornece informações importantes sobre a época antes de Seu retorno. Lemos isso nos versículos 21-22: “Porque haverá então uma tribulação tão grande, como nunca houve desde o princípio do mundo até agora, nem jamais haverá. E se aqueles dias não fossem abreviados, ninguém se salvaria [vivo]; mas por causa dos escolhidos serão abreviados aqueles dias”.

Porém, esse colapso mundial de guerras, fome, pandemias de doenças e desastres naturais não ocorreram em 1844. Na verdade, é mais fácil aceitar a visão dos europeus na Idade Média que, diante da devastação da Peste Negra, pensavam que estavam vivendo no tempo do fim. Mas nem mesmo os eventos horríveis como as pragas, as guerras e a fome, que arrasaram toda a Europa naqueles dias sombrios, podem ser comparados aos desastres da Profecia do Monte das Oliveiras.

Colapso e caos mundial

Aqui está um ponto em que os envolvidos na Grande Decepção interpretaram mal: O retorno de Cristo será precedido de catástrofes globais .

O mundo em que eu e você vivemos hoje não tem precedentes na história. O poder destrutivo das armas nucleares e biológicas, a rapidez com que as doenças podem se espalhar através do transporte de massa, a preocupante economia global em que um evento em certa parte do mundo pode afetar a todos, a concentração de milhões de pessoas em cidades superpovoadas e suprimentos alimentares limitados — tudo isso aponta para condições que precedem aquela que Jesus anunciou como inédita em toda a história humana.

Aproxima-se o tempo comumente conhecido como a Grande Tribulação, no qual o mundo será mergulhado em caos e violência e a humanidade estará à beira da aniquilação total.

A Profecia do Monte das Oliveiras e o livro de Apocalipse mostram que durante esse período de desastre global, as pessoas em toda a terra — das cidades superpovoadas às terras agrícolas de áreas muito remotas — verão Jesus Cristo vindo no céu. Esse será o evento mais dramático e alarmante da história.

Uma resistência feroz a Jesus Cristo

Segundo o livro de Apocalipse, os exércitos se reunirão para repelir essa invasão extraterrestre. O que nos leva ao segundo ponto em que as pessoas da Grande Decepção não compreenderam: Os seres humanos resistirão ferozmente a Jesus Cristo, quando Ele retornar .

O apóstolo João registra sua visão acerca desse evento em Apocalipse 19: “E vi o céu aberto, e eis um cavalo branco; e o que estava montado nele chama-se Fiel e Verdadeiro; e julga a peleja com justiça. Os seus olhos eram como chama de fogo; sobre a sua cabeça havia muitos diademas; e tinha um nome escrito, que ninguém sabia senão ele mesmo. Estava vestido de um manto salpicado de sangue; e o nome pelo qual se chama é o Verbo de Deus.

“Seguiam-no os exércitos que estão no céu, em cavalos brancos, e vestidos de linho fino, branco e puro. Da sua boca saía uma espada afiada, para ferir com ela as nações; ele as regerá com vara de ferro; e ele mesmo é o que pisa o lagar do vinho do furor da ira do Deus Todo-Poderoso” (versículos 11-15).

João recebeu uma visão incrível — Cristo em toda a Sua glória, brilhando como o sol, destruindo os exércitos reunidos contra Ele!

Agora nos deparamos com uma questão que fugiu à memória daquelas pessoas da Grande Decepção: Onde esses exércitos se reunirão para lutar contra Cristo?

Preparando-se para o retorno de Jesus Cristo

O movimento adventista de 1844 não era uma denominação, mas um movimento ecumênico. Metodistas, Batistas, Presbiterianos e outros participantes não ficaram apenas desanimados quando Jesus não retornou, mas alguns deles se viram ridiculizados pelos vizinhos. Em Nova Iorque, alguns salões adventistas foram destruídos.

Onde eles erraram no cálculo?

Isso nos leva a uma terceira profecia, que é fundamental para entender a segunda vinda de Cristo: Jesus vai retornar ao Monte das Oliveiras para estabelecer o Reino de Deus na Terra.

Os crentes da Grande Decepção pensavam que Cristo iria levá-los ao céu e destruir, imediatamente, a terra com fogo. Mas uma importante passagem do Antigo Testamento que, quando combinada com a Profecia do Monte das Oliveiras e o livro de Apocalipse, nos mostra uma imagem clara do retorno de Cristo. Veja o que ela diz:

“Eis que vem um dia do SENHOR, em que os teus despojos se repartirão no meio de ti. Pois eu ajuntarei todas as nações para a peleja contra Jerusalém…Então o SENHOR sairá, e pelejará contra estas nações, como quando peleja no dia da batalha. Naquele dia estarão os seus pés sobre o monte das Oliveiras, que está defronte de Jerusalém para o oriente” (Zacarias 14:1-4 Zacarias 14:1-4 1 Eis que vem um dia do Senhor, em que os teus despojos se repartirão no meio de ti. 2 Pois eu ajuntarei todas as nações para a peleja contra Jerusalém; e a cidade será tomada, e as casas serão saqueadas, e as mulheres forçadas; e metade da cidade sairá para o cativeiro mas o resto do povo não será exterminado da cidade. 3 Então o Senhor sairá, e pelejará contra estas nações, como quando peleja no dia da batalha. 4 Naquele dia estarão os seus pés sobre o monte das Oliveiras, que está defronte de Jerusalém para o oriente; se o monte das Oliveiras será fendido pelo meio, do oriente para o ocidente e haverá um vale muito grande; e metade do monte se removerá para o norte, e a outra metade dele para o sul.
Almeida Atualizada×
).

Aqui descobrimos exatamente o local onde Jesus Cristo vai voltar — ao Monte das Oliveiras e a Jerusalém. Será fora de Jerusalém que os exércitos se reunirão para lutar contra o Príncipe da Paz. Zacarias 14 revela que Cristo não destruirá a Terra, mas estabelecerá o reino de Deus em Jerusalém para governar todas as nações deste planeta.

Decepção e desilusão

As pessoas envolvidas no movimento adventista de meados do século 19 poderiam ter evitado esse erro se tivessem entendido apenas essas três profecias bíblicas (e há muitas outras).

Após a Grande Decepção, eles voltaram para a vida cotidiana. Mas não foi fácil. Eles lutaram com sua fé. Muitos tinham encerrado seus negócios, tirado os filhos da escola e vendido seus imóveis. Eles enfrentaram o desprezo dos vizinhos. Refazer a vida foi uma luta difícil.

Aqueles que sofreram na Grande Decepção não foram os únicos que esperavam o retorno de Cristo e ficaram desiludidos quando isso não aconteceu.

Então, como nós, aqueles que ainda estão esperando o estabelecimento do Reino de Deus na Terra, continuam enfocados nesse futuro enquanto vivem em uma sociedade secular e, cada vez mais, antibíblica? Como permanecer focado ao lidar com os assuntos cotidianos da família, do trabalho, das finanças e do estresse do mundo moderno?

Passos para manter-se focado e engajado

Aqui estão três passos que você pode seguir para manter o foco no futuro de Deus enquanto se mantém envolvido na vida diária:

Expectativa

Quando Jesus completou oito dias de nascido, seus pais o levaram ao templo em Jerusalém para ser circuncidado. Chegando lá, eles encontraram um ancião que esperava, ansiosamente, a vinda do Messias. Seu nome era Simeão. Deus revelou a Simeão que ele veria o Messias antes de morrer. Quando José e Maria trouxeram Jesus para o templo, Simeão sabia que Deus havia cumprido a Sua promessa.

Simeão caminhou até eles, pegou o bebê Jesus em seus braços e louvou a Deus, dizendo: “Agora, SENHOR, despedes em paz o Teu servo, segundo a Tua palavra; pois os meus olhos já viram a Tua salvação, a qual Tu preparaste ante a face de todos os povos; luz para revelação aos gentios, e para glória do Teu povo Israel” (Lucas 2:29-32 Lucas 2:29-32 29 Agora, Senhor, despedes em paz o teu servo, segundo a tua palavra; 30 pois os meus olhos já viram a tua salvação, 31 a qual tu preparaste ante a face de todos os povos; 32 luz para revelação aos gentios, e para glória do teu povo Israel.
Almeida Atualizada×
). Simeão é um exemplo de alguém que esperava a primeira vinda do Messias.

Eu e você vivemos em uma época maravilhosa. Vivemos entre os dois grandes eventos de salvação — a primeira vinda de Jesus Cristo, como Redentor para a humanidade, e Sua segunda vinda para estabelecer o Reino de Deus na Terra. Compreender o nosso tempo na história é imprescindível para nossas vidas.

Quando enfrentamos as injustiças e os sofrimentos da vida cotidiana, devemos lembrar que chegará o momento em que Cristo virá ao Monte das Oliveiras para trazer misericórdia e justiça, erradicar a pobreza e a violência e levar a humanidade para Deus. Você pode experimentar essa esperança e antecipar esse futuro. E você só pode manter essa expectativa agora, de forma correta, através da oração diária e do estudo da Bíblia. Essa expectativa aumenta através da comunicação diária com Deus.

Preparação

A segunda vinda é muito mais do que apenas uma boa ideia de um futuro fantasioso. Você precisa se preparar espiritualmente para esse evento. O que você aprender da Bíblia deve ser praticado ativamente em sua vida diária.

Jesus ensinou: “Bem-aventurados aqueles servos, aos quais o senhor, quando vier, achar vigiando… Sabei, porém, isto: se o dono da casa soubesse a que hora havia de vir o ladrão, vigiaria e não deixaria minar a sua casa. Estai vós também apercebidos; porque, numa hora em que não penseis, virá o Filho do homem” (Lucas 12:37-40 Lucas 12:37-40 37 Bem-aventurados aqueles servos, aos quais o senhor, quando vier, achar vigiando! Em verdade vos digo que se cingirá, e os fará reclinar-se � mesa e, chegando-se, os servirá. 38 Quer venha na segunda vigília, quer na terceira, bem-aventurados serão eles, se assim os achar. 39 Sabei, porém, isto: se o dono da casa soubesse a que hora havia de vir o ladrão, vigiaria e não deixaria minar a sua casa. 40 Estai vós também apercebidos; porque, numa hora em que não penseis, virá o Filho do homem.
Almeida Atualizada×
).

Essa é uma advertência severa de Jesus Cristo. Muitas pessoas vão acreditar em Seu retorno, mas não estarão preparadas para isso .

Vamos encarar os fatos. Será que você está vivendo um estilo de vida pseudocristão; um pouco de Natal, um pouco de Domingo de Páscoa, um pouco de música gospel, mas, sinceramente, quando se trata de como está o seu matrimónio, de suas farras nas sextas à noite, de como obedece e adora a Deus diariamente, você é diferente do não cristão que mora ao seu lado?

Se isso o descreve, o retorno de Cristo vai surpreendê-lo. Está na hora de você acordar, vigiar e preparar-se . Está na hora de uma grande mudança em sua vida espiritual! .

Proclamação

O que quero dizer com proclamação?

Eu não estou dizendo que você deve ir de porta em porta tentar converter todos os seus vizinhos. Mas se você está realmente esperando e se preparando para o retorno de Cristo, então, sua própria conduta deve evidenciar que você é um cidadão do futuro Reino de Deus.

Você não pode esconder sua luz sob um vasilhame. Devemos, através do nosso exemplo cristão, proclamar o retorno de Cristo até Ele chegar ao Monte das Oliveiras.

Temos que desenvolver o caráter de Cristo. Temos que estar fazendo as coisas que Ele fez. O apóstolo Paulo disse: “Sede meus imitadores, como também eu o sou de Cristo” (1 Coríntios 11:1 1 Coríntios 11:1Sede meus imitadores, como também eu o sou de Cristo.
Almeida Atualizada×
). Precisamos olhar para nós mesmos e dizer: “Onde eu estou? Será que realmente estou me preparando para estar com Cristo? Então, seria melhor agir como Ele, agora, se eu tenho a intenção de estar lá com Ele”.

Proclamamos que cremos no retorno de Jesus Cristo pelo nosso exemplo. Como você vive a sua vida? Qual é a sua mentalidade? Como você trata os outros? Você é um discípulo de Jesus Cristo? Você está demonstrando o fruto do Espírito listado em Gálatas 5:22-23 Gálatas 5:22-23 22 Mas o fruto do Espírito é: o amor, o gozo, a paz, a longanimidade, a benignidade, a bondade, a fidelidade. 23 a mansidão, o domínio próprio; contra estas coisas não há lei.
Almeida Atualizada×
— Amor, alegria, paz, paciência, amabilidade, bondade, fidelidade, mansidão e domínio próprio?

Devemos ser pessoas justas que se esforçam para obedecer a Deus e amar nossos semelhantes, desenvolvendo um caráter justo e fazendo essas obras em nossas próprias vidas, assim refletindo a Palavra de Deus, Sua lei e ensinamentos. Quando fizermos isso, o resto cuidará de si mesmo, e estaremos preparados para encontrar Jesus Cristo em Seu retorno.