Ajuda para hoje e esperança para o amanhã! 

A Bíblia no Mundo Moderno

Você está aqui

A Bíblia no Mundo Moderno

Toda sua informação prestada deveria ser sempre útil? Devemos desconsiderar todos os outros livros e considerar a Bíblia como a única fonte confiável de conhecimento sobre qualquer assunto?

Alguns vêem a Bíblia desta maneira, pensando nela como a fonte completa de todos os conhecimentos importantes, um livro ou enciclopédia completa. A Bíblia, no entanto, não faz tal alegação. Ela mantém silêncio sobre a maioria dos milhares de temas. A educação completa deve incluir o estudo de muitos assuntos―saúde, negócios, economia, ciências e história―que não são detalhados na Bíblia. A Palavra de Deus não discute todos os aspectos do conhecimento humano. Ela, no entanto, destaca-se sobremaneira quando o assunto é no reino espiritual.

Importantes descobertas da humanidade

Através dos tempos, pessoas capazes e talentosas―tanto crentes da Bíblia como céticos―adquiriram experiência e conhecimento em muitas disciplinas. Algumas têm realizado experimentos científicos. Outros registraram o que o homem aprendeu por tentativa e erro. Através da simples observação muitos descobriram ou reconheceram a existência das leis naturais que governam o universo. A pesquisa deles ajudou-nos a compreender nosso mundo.

Por exemplo, os pesquisadores descobriram a existência de princípios de saúde que regem o funcionamento do nosso corpo. Eles contribuíram muito a esse campo de conhecimento para a longevidade humana.

Os obras escritas dos homens são úteis, mas temos de entender que a Bíblia preenche um vazio que nenhum outro livro pode preencher―ela revela o propósito para o qual os seres humanos foram criados. Embora muitos outros livros contenham grãos de sabedoria, esse livro revela como nenhum outro a sabedoria e entendimento inspirado da mente do próprio Deus.

Esse livro contém verdades eternas que não poderíamos descobrir sozinhos. Quando entendemos o verdadeiro significado espiritual da Bíblia, todos os outros livros perdem todo o brilho. Ao ler e aplicar o seu conhecimento revelado, podemos colher benefícios imensuráveis ​​agora e para sempre. “A piedade para tudo é proveitosa, tendo a promessa da vida presente e da que há de vir” (1 Timóteo 4:8 1 Timóteo 4:8Pois o exercício corporal para pouco aproveita, mas a piedade para tudo é proveitosa, visto que tem a promessa da vida presente e da que há de vir.
Almeida Atualizada×
).

A Bíblia é o presente de Deus para a humanidade, a autoridade absoluta e juiz supremo do comportamento humano e da moralidade. Ela revela a maneira como a humanidade deve andar (Salmos 119:105 Salmos 119:105Lâmpada para os meus pés é a tua palavra, e luz para o meu caminho.
Almeida Atualizada×
), como ensinado pelo Ser que criou o homem (Gênesis 1:26-27 Gênesis 1:26-27 [26] E disse Deus: Façamos o homem � nossa imagem, conforme a nossa semelhança; domine ele sobre os peixes do mar, sobre as aves do céu, sobre os animais domésticos, e sobre toda a terra, e sobre todo réptil que se arrasta sobre a terra. [27] Criou, pois, Deus o homem � sua imagem; � imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou.
Almeida Atualizada×
).

Ela revela o modo de vida que traz felicidade. Como o rei Davi, o autor de muitos dos Salmos, escreveu: “Bem-aventurado o varão que não anda segundo o conselho dos ímpios . . . Antes, tem o seu prazer na lei do Senhor, e na sua lei medita de dia e de noite . . . tudo quanto fizer prosperará” (Salmos 1:1-3 Salmos 1:1-3 [1] Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores; [2] antes tem seu prazer na lei do Senhor, e na sua lei medita de dia e noite. [3] Pois será como a árvore plantada junto �s correntes de águas, a qual dá o seu fruto na estação própria, e cuja folha não cai; e tudo quanto fizer prosperará.
Almeida Atualizada×
). Aqui, Davi refere-se à lei de Deus como revelada na Bíblia e como a maneira correta de viver.

Que tipo de livro é a Bíblia?

Que tipo de instrução de Deus a humanidade precisa? Quando Deus criou a humanidade, Ele incutiu em nós um elevado grau de inteligência, curiosidade e capacidade de aprendizagem. Ele deu a cada um de nós uma mente que pode coletar e armazenar conhecimento e passá-lo para as gerações seguintes. Com o tempo os seres humanos passaram a usar essa inteligência para observar, descrever, descobrir e construir. As pessoas têm usado suas mentes para registrar grandes quantidades de conhecimento.

Deus não precisava nos dar um livro que continha informações que seríamos capazes de aprender por conta própria. Em vez disso, Deus nos deu uma mente com a qual poderíamos adquirir e desenvolver conhecimento útil em abundância. O que precisávamos era um livro que contivesse informações que não seria possível descobrir sozinhos―conhecimento que precisa ser divinamente revelado.

Essa é a informação transmitida por Deus. E é justamente o que a Bíblia provê. Ela é um livro de verdades espirituais. Mas também contém informações sobre o mundo material. O desdobramento das verdades espirituais de Deus para a realidade, se passa em ambientes reais para os seres humanos, de cenários físicos e entre acontecimentos históricos reais.

A Bíblia, então, nos fornece uma grande quantidade de conhecimento tanto físico quanto espiritual. Ela relata a informação de cunho material do mesmo modo que é disposto no mundo físico. Isso nos dá informações sobre o funcionamento da sociedade organizada. Ela aborda os princípios básicos de sucesso em questões profissionais e financeiras. Ela transmite orientações de nutrição e saúde.

A Bíblia descreve muitos tipos de relacionamentos pessoais. Aborda princípios de saúde psicológica e mental. Ela provê informações elementares no tocante às ciências físicas. Mas não trata especificamente de qualquer uma dessas áreas, porque Deus nos deu a capacidade de buscar saber desses assuntos por conta própria.

A harmonia da Bíblia com a ciência

A palavra ciência significa conhecimento, derivado do latim scientia, que vem de scire, “saber”.

A gama de conhecimento científico da humanidade é impressionante, mas devemos entender os limites de nosso conhecimento. Talvez o exemplo mais vívido da capacidade do homem em ampliar o conhecimento é encontrado no que se conhece como “Lei de Moore”, batizada assim graças ao co-fundador da Intel, Gordon Moore. Essa lei diz que o poder de processamento dos computadores dobraria, pelo mesmo custo, em cada período de dezoito a vinte e quatro meses.

A Lei de Moore demonstra a capacidade do homem para multiplicar o conhecimento de forma exponencial. A medida que uma nova informação é coletada, registrada, verificada, analisada e comparada, o conhecimento prévio deve ser reavaliado à luz das novas descobertas. As teorias científicas de longa data, assumidas como fato geralmente se desmoronam diante de novas descobertas.

Embora não seja um livro de ciência, a Bíblia contém conhecimento científico. A informação compreendida na Bíblia é verdadeira e confirmável, e se harmoniza―uma vez que todos os fatos são conhecidos―com o conhecimento científico. Jesus Cristo disse em oração a Deus Pai: “A tua palavra é a verdade” (João 17:17 João 17:17Santifica-os na verdade, a tua palavra é a verdade.
Almeida Atualizada×
). O apóstolo Paulo observou que Deus não pode mentir (Tito 1:2 Tito 1:2na esperança da vida eterna, a qual Deus, que não pode mentir, prometeu antes dos tempos eternos,
Almeida Atualizada×
). Se estas afirmações forem corretas, então, devemos esperar nada mais que a exatidão das Sagradas Escrituras.

Ao examinarmos a precisão da Bíblia, veremos que quando a Palavra de Deus fala devemos ouvir. Embora alguns céticos nunca ficarão plenamente satisfeitos, veremos que a Bíblia tem provado ser confiável e verdadeira para aqueles dispostos a ver objetivamente todas as evidências. A Bíblia se harmoniza com o verdadeiro conhecimento. As aparentes contradições na Bíblia são apenas isso―somente aparência. Toda a prova científica ainda não foi descoberta pelo homem. Ainda há muito a ser aprendido.

Em algumas áreas de análise científica, a evidência material simplesmente não existe mais, ou as partes mais importantes ainda não foram encontradas. Isto é verdade, especialmente na arqueologia. Muitos eventos descritos na Bíblia ocorreram antes que a humanidade tivesse desenvolvido registros escritos confiáveis e duradouros, além disso outros eventos ocorreram antes mesmo de o ser humano existir. Os registros históricos por si só não podem comprovar nem refutar a veracidade dos eventos registrados nas Escrituras. Veremos, no entanto, que as evidências descobertas até o presente se harmonizam e confirmam partes do registro bíblico.

Do mesmo modo, cientistas e leigos continuarão a examinar as evidências no nosso mundo físico e no registro científico. E a medida eles fazem isso, a harmonia entre as Escrituras e a ciência vai tornando-se cada vez mais evidente.