Ajuda para hoje e esperança para o amanhã! 

A Lei de Deus e a Nova Aliança

Você está aqui

A Lei de Deus e a Nova Aliança

Ele responde: "Não cuideis que vim destruir a lei ou os profetas; não vim ab-rogar, mas cumprir [na verdade, 'preencher ao máximo', significando explicar ou expressar totalmente]. Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem [e obviamente ainda não passaram], nem um jota ou um til se omitirá da lei sem que tudo seja cumprido.

"Qualquer, pois, que violar um destes menores mandamentos e assim ensinar aos homens será chamado o menor no Reino dos céus; aquele, porém, que os cumprir e ensinar será chamado grande no Reino dos céus" (Mateus 5:17-19 Mateus 5:17-19 [17] Não penseis que vim destruir a lei ou os profetas; não vim destruir, mas cumprir. [18] Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, de modo nenhum passará da lei um só i ou um só til, até que tudo seja cumprido. [19] Qualquer, pois, que violar um destes mandamentos, por menor que seja, e assim ensinar aos homens, será chamado o menor no reino dos céus; aquele, porém, que os cumprir e ensinar será chamado grande no reino dos céus.
Almeida Atualizada×
).

Observe como Hebreus 10:16-17 Hebreus 10:16-17 [16] Este é o pacto que farei com eles depois daqueles dias, diz o Senhor: Porei as minhas leis em seus corações, e as escreverei em seu entendimento; acrescenta: [17] E não me lembrarei mais de seus pecados e de suas iniqüidades.
Almeida Atualizada×
resume a Nova Aliança: "Esta é a aliança que farei com eles, depois daqueles dias, diz o Senhor: Porei no seu coração as minhas leis e sobre a sua mente as inscreverei, acrescenta: Também de nenhum modo me lembrarei dos seus pecados e das suas iniquidades, para sempre" (ARA). Isto está perfeitamente consistente com aspalavras de Cristo. As leis de Deus não foram anuladas sob a Nova Aliança; estão escritas em nossos corações e mentes para que possamos obedecê-las melhor.

A nova aliança não se tornou necessária porque as leis incluídas na Antiga Aliança eram inadequadas ou defeituosas. Em vez disso, a Nova Aliança foi necessária porque, como diz em Hebreus 8:8 Hebreus 8:8Porque repreendendo-os, diz: Eis que virão dias, diz o Senhor, em que estabelecerei com a casa de Israel e com a casa de Judá um novo pacto.
Almeida Atualizada×
: “Deus, porém, achou o povo em falta" (NVI). A culpa foi da natureza do próprio povo (versículos 7-9)—o fato de que os seres humanos são hostis às leis de Deus, em vez de terem um espírito disposto e obediente (ver Romanos 8:5-8 Romanos 8:5-8 [5] Pois os que são segundo a carne inclinam-se para as coisas da carne; mas os que são segundo o Espírito para as coisas do Espírito. [6] Porque a inclinação da carne é morte; mas a inclinação do Espírito é vida e paz. [7] Porquanto a inclinação da carne é inimizade contra Deus, pois não é sujeita � lei de Deus, nem em verdade o pode ser; [8] e os que estão na carne não podem agradar a Deus.
Almeida Atualizada×
).

O que as pessoas precisam mudar é o coração, não as leis que definem o pecado—sendo o pecado a violação da lei de Deus (1 João 3:4 1 João 3:4Todo aquele que vive habitualmente no pecado também vive na rebeldia, pois o pecado é rebeldia.
Almeida Atualizada×
). Tal mudança no coração só é possível quando as pessoas recebem o Espírito de Deus. É por isso que o foco da Nova Aliança está em providenciar a forma e os meios para que os pecados sejam perdoados e as pessoas possam receber o Espírito Santo.

Também é por isso que o sacrifício de Cristo é um foco central. Durante sua última refeição com os apóstolos, na noite antes de ser crucificado, "tomou um cálice e, tendo dado graças, o deu aos discípulos, dizendo: Bebei dele todos. Porque isto é [representa] o meu sangue, o sangue da nova aliança, derramado em favor de muitos, para remissão de pecados" (Mateus 26:27-28 Mateus 26:27-28 [27] E tomando um cálice, rendeu graças e deu-lho, dizendo: Bebei dele todos; [28] pois isto é o meu sangue, o sangue do pacto, o qual é derramado por muitos para remissão dos pecados.
Almeida Atualizada×
, ARA).

Além disso, certamente não somos perdoados de graça por desobedecer a Deus apenas para que possamos continuar a desobedecê-Lo! Claramente as leis de Deus continuam em vigor. Deus pretende inscrevê-las de forma indelével em nossas emoções e pensamentos, em nossos corações e mentes. A diferença agora é que essas leis devem ser escritas em nossa própria maneira de pensar.

É por isso que os membros da Igreja de Deus Unida seguem o exemplo de Cristo, guardando os mandamentos de Deus de acordo com a sua completa intenção, como explicado no sermão da montanha, dado por Cristo em Mateus 5-7. (Para entender mais sobre por que obedecer aos mandamentos de Deus é tão importante, não deixe de baixar ou pedir o nosso guia de estudo gratuito Os Dez Mandamentos. Para entender a verdade bíblica sobre a Nova Aliança, leia nosso outro guia de estudo gratuito A Nova Aliança: A Lei de Deus Foi Abolida?)