Ajuda para hoje e esperança para o amanhã! 

Aqueles Que Morrem Sem Conhecer a Jesus Cristo

Você está aqui

Aqueles Que Morrem Sem Conhecer a Jesus Cristo

“Naquele mesmo tempo, estavam presentes ali alguns que lhe falavam dos galileus cujo sangue Pilatos misturara com os seus sacrifícios.  E, respondendo Jesus, disse-lhes: Cuidais vós que esses galileus foram mais pecadores do que todos os galileus, por terem padecido tais coisas? Não, vos digo; antes, se vos não arrependerdes, todos de igual modo perecereis. E aqueles dezoito sobre os quais caiu a torre de Siloé e os matou cuidais que foram mais culpados do que todos quantos homens habitam em Jerusalém? Não, vos digo; antes, se vos não arrependerdes, todos de igual modo perecereis” (Lucas 13:1-5 Lucas 13:1-5 [1] Ora, naquele mesmo tempo estavam presentes alguns que lhe falavam dos galileus cujo sangue Pilatos misturara com os sacrifícios deles. [2] Respondeu-lhes Jesus: Pensais vós que esses foram maiores pecadores do que todos os galileus, por terem padecido tais coisas? [3] Não, eu vos digo; antes, se não vos arrependerdes, todos de igual modo perecereis. [4] Ou pensais que aqueles dezoito, sobre os quais caiu a torre de Siloé e os matou, foram mais culpados do que todos os outros habitantes de Jerusalém? [5] Não, eu vos digo; antes, se não vos arrependerdes, todos de igual modo perecereis.
Almeida Atualizada×
).

Os detalhes não são claros. Aparentemente alguns judeus foram cruelmente assassinados, no templo em Jerusalém pelos soldados Romanos, durante uma cerimônia religiosa. Em outra ocasião uma torre desmoronou e matou algumas pessoas. Ambos os acidentes são exemplos de mortes do acaso de pessoas inocentes. Jesus diz que estas pessoas não eram de forma alguma piores que outras. Simplesmente aconteceu que estavam no lugar errado e na hora errada.

Casos semelhantes estão sempre acontecendo. Ficamos perturbados quando as vidas de crianças são ceifadas por acidentes, crimes ou doenças. Meneamos a cabeça com espanto quando um avião cai, uma casa se incendeia, uma bomba explode um centro comercial, um local de negócio ou uma escola. As vítimas dessas tragédias estavam no lugar errado e na hora errada; Deus não as escolheu para serem punidas. Como disse Salomão, todos nós estamos sujeitos às incertezas do tempo e do acaso  (Eclesiastes 9:11-12 Eclesiastes 9:11-12 [11] Observei ainda e vi que debaixo do sol não é dos ligeiros a carreira, nem dos fortes a peleja, nem tampouco dos sábios o pão, nem ainda dos prudentes a riqueza, nem dos entendidos o favor; mas que a ocasião e a sorte ocorrem a todos. [12] Pois o homem não conhece a sua hora. Como os peixes que se apanham com a rede maligna, e como os passarinhos que se prendem com o laço, assim se enlaçam também os filhos dos homens no mau tempo, quando este lhes sobrevém de repente.
Almeida Atualizada×
).

A vida e a morte são arbitrárias?

Nos capítulos anteriores descobrimos que Deus tem um tremendo propósito para a nossa vida física e temporária: nos preparar para a eterna vida espiritual que Ele deseja nos dar. Aqueles que, nesta vida, creem em Jesus Cristo e demonstram a sua dedicação pelo seu modo de viver receberão  o dom da vida eterna numa ressurreição que ocorrerá quando Ele regressar à Terra.

No exemplo citado, Jesus frisou (Lucas 13:3-5 Lucas 13:3-5 [3] Não, eu vos digo; antes, se não vos arrependerdes, todos de igual modo perecereis. [4] Ou pensais que aqueles dezoito, sobre os quais caiu a torre de Siloé e os matou, foram mais culpados do que todos os outros habitantes de Jerusalém? [5] Não, eu vos digo; antes, se não vos arrependerdes, todos de igual modo perecereis.
Almeida Atualizada×
) que a vida e a morte não têm nenhum propósito a não ser que nos arrependamos e busquemos Seu Reino. Mas que dizer dos que viveram, fizeram o seu melhor e morreram sem a oportunidade de fazer essas escolhas e compromissos? Suas vidas e mortes casuais foram sem propósito? Não há esperança ou promessa para eles? Não lhes será dada igual oportunidade para receberem o dom da vida eterna?

As Escrituras demonstram indubitavelmente que Deus leva a sério as Suas promessas. Pedro diz que a vontade de Deus é que todos eventualmente se arrependam: “O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia; mas é longânimo para convosco, não querendo que alguns se percam, senão que todos venham a arrepender-se” (2 Pedro 3:9 2 Pedro 3:9O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia; porém é longânimo para convosco, não querendo que ninguém se perca, senão que todos venham a arrepender-se.
Almeida Atualizada×
). Este versículo nos assegura que Deus não se omitirá. Mas também nos indica que algumas pessoas estavam pensando que Deus é indiferente e incoerente.

Nem todos são chamados agora para a salvação

Às vezes os discípulos de Jesus se sentiam confusos e frustrados por causa dos Seus métodos de ensino. Eles Lhe perguntaram porque falava para outras pessoas em parábolas em vez de ser mais direto. Ele disse-lhes: “Porque a vós é dado conhecer os mistérios do Reino dos céus, mas a eles não lhes é dado” (Mateus 13:11 Mateus 13:11Respondeu-lhes Jesus: Porque a vós é dado conhecer os mistérios do reino dos céus, mas a eles não lhes é dado;
Almeida Atualizada×
).

Hoje, muitos ficariam chocados se entendessem o que Jesus estava dizendo aqui. Está claro que Ele tinha a intenção de oferecer a salvação a todas as pessoas nesta era. Ademais, a Sua mensagem só seria entendida por alguns nesta era.

Então, Jesus citou uma profecia de Isaías que previa que as pessoas teriam as mentes fechadas e seriam incapazes de receberem os Seus ensinamentos ou de entenderem quem Ele era. E explicou: “Mas bem-aventurados os vossos olhos, porque vêem, e os vossos ouvidos, porque ouvem” (versículo16). Aqui podemos ver uma diferença entre os discípulos, que nesta altura tinham pelo menos alguma fé e entendimento, e o resto do povo que não tinha nada.

No tempo de Jesus, as pessoas tentaram frequentemente definir quem Ele era. Ele era um rabi? Ele era o Elias ou o João Batista profetizado? Ele era um impostor, um falso messias? Ou era o verdadeiro Messias?

Em certa ocasião Jesus perguntou aos discípulos quem eles pensavam quem Ele era; “Simão Pedro, respondendo, disse: Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo. E Jesus, respondendo, disse-lhe: Bem-aventurado és tu, Simão Barjonas, porque não foi carne e sangue quem to revelou, mas meu Pai, que está nos céus” (Mateus 16:15-17 Mateus 16:15-17 [15] Mas vós, perguntou-lhes Jesus, quem dizeis que eu sou? [16] Respondeu-lhe Simão Pedro: Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo. [17] Disse-lhe Jesus: Bem-aventurado és tu, Simão Barjonas, porque não foi carne e sangue que to revelou, mas meu Pai, que está nos céus.
Almeida Atualizada×
).

Deus é quem dá o entendimento

Jesus ensinou aos Seus discípulos que Deus tem que dar discernimento espiritual. Ninguém pode vir a Jesus se Deus Pai não “o trouxer” (João 6:44 João 6:44Ninguém pode vir a mim, se o Pai que me enviou não o trouxer; e eu o ressuscitarei no último dia.
Almeida Atualizada×
).

A princípio, Deus trabalhou com a nação de Israel, estabelecendo uma relação com os israelitas através da Antiga Aliança. Mas como nação eles violavam continuamente esse acordo e finalmente rejeitaram o próprio Cristo. E como o Seu próprio povo O rejeitou, as promessas da Nova Aliança, a qual Jesus veio estabelecer, foram agora oferecidas aos povos de todas as nações.

Paulo tinha isto em mente quando, na sua carta à igreja em Roma, se dirigiu aos religiosos judeus (um segmento do povo de Israel) e aos gentios. Paulo, em Romanos 11:8 Romanos 11:8como está escrito: Deus lhes deu um espírito entorpecido, olhos para não verem, e ouvidos para não ouvirem, até o dia de hoje.
Almeida Atualizada×
, parafraseando Isaías 29:10 Isaías 29:10Porque o Senhor derramou sobre vós um espírito de profundo sono, e fechou os vossos olhos, os profetas; e vendou as vossas cabeças, os videntes.
Almeida Atualizada×
, disse: “Deus lhes deu [a Israel] espírito de profundo sono: olhos para não verem e ouvidos para não ouvirem, até ao dia de hoje.”

Paulo estava explicando que até mesmo a maioria do povo de Israel permanecia espiritualmente cega (Romanos 11:7 Romanos 11:7Pois quê? O que Israel busca, isso não o alcançou; mas os eleitos alcançaram; e os outros foram endurecidos,
Almeida Atualizada×
). Em Efésios 4:17-18 Efésios 4:17-18 [17] Portanto digo isto, e testifico no Senhor, para que não mais andeis como andam os gentios, na verdade da sua mente, [18] entenebrecidos no entendimento, separados da vida de Deus pela ignorância que há neles, pela dureza do seu coração;
Almeida Atualizada×
, Paulo mostra que os gentios compartilham igualmente desta cegueira espiritual, que é quase universal.

Em Romanos 11:2-4 Romanos 11:2-4 [2] Deus não rejeitou ao seu povo que antes conheceu. Ou não sabeis o que a Escritura diz de Elias, como ele fala a Deus contra Israel, dizendo: [3] Senhor, mataram os teus profetas, e derribaram os teus altares; e só eu fiquei, e procuraram tirar-me a vida? [4] Mas que lhe diz a resposta divina? Reservei para mim sete mil varões que não dobraram os joelhos diante de Baal.
Almeida Atualizada×
Paulo citou outro precedente semelhante no Antigo Testamento. O fiel profeta Elias pensava que era o único homem vivo que não foi seduzido pela falsa adoração ao deus Baal. Mas Deus revelou a Elias que tinha reservado outros que também permaneceram fiéis como ele. Deste exemplo, Paulo retirou uma lição importante: “Assim, pois, também agora neste tempo ficou um resto, segundo a eleição da graça” (versículo 5).

‘Um resto’ é simplesmente um rastro, um vestígio remanescente. E a ‘eleição’ que Paulo menciona refere-se somente a uma pequena parte da humanidade. Claramente, Deus tem revelado que nesta era só chamará alguns para a salvação. Veja como Jesus explica isto: “Entrai pela porta estreita, porque larga é a porta, e espaçoso, o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela; E porque estreita é a porta, e apertado, o caminho que leva à vida, e poucos há que a encontrem” (Mateus 7:13-14 Mateus 7:13-14 [13] Entrai pela porta estreita; porque larga é a porta, e espaçoso o caminho que conduz � perdição, e muitos são os que entram por ela; [14] e porque estreita é a porta, e apertado o caminho que conduz � vida, e poucos são os que a encontram.
Almeida Atualizada×
).

Deus não segue este processo, para que Ele assim possa excluir das Suas promessas à maior parte da humanidade. Na verdade, Deus escolheu este método para poder extender as Suas promessas a todos. “Porque Deus encerrou a todos debaixo da desobediência, para com todos usar de misericórdia” (Romanos 11:32 Romanos 11:32Porque Deus encerrou a todos debaixo da desobediência, a fim de usar de misericórdia para com todos.
Almeida Atualizada×
).

Paulo reconhece que este processo, à primeira vista, pode parecer ilógico, mas em Sua sabedoria Deus sabe exatamente o que está fazendo. Nós não estamos em posição de aconselhar a Deus como deve ser feito para realizar o Seu plano: “Ó profundidade das riquezas, tanto da sabedoria, como da ciência de Deus! Quão insondáveis são os seus juízos, e quão inescrutáveis, os seus caminhos! Porque quem compreendeu o intento do Senhor? Ou quem foi seu conselheiro? Ou quem lhe deu primeiro a ele, para que lhe seja recompensado? Porque dele, e por ele, e para ele são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente” (Romanos 11:33-36 Romanos 11:33-36 [33] Ó profundidade das riquezas, tanto da sabedoria, como da ciência de Deus! Quão insondáveis são os seus juízos, e quão inescrutáveis os seus caminhos! [34] Pois, quem jamais conheceu a mente do Senhor? ou quem se fez seu conselheiro? [35] Ou quem lhe deu primeiro a ele, para que lhe seja recompensado? [36] Porque dele, e por ele, e para ele, são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém.
Almeida Atualizada×
).

Como Deus criou a vida, Ele tem a autoridade de tirá-la e de restaurá-la. Ele tem o poder de disponibilizar a oportunidade para a salvação no tempo que bem escolher―seja nesta era ou numa era ainda por vir.

O futuro Reino de Deus

Consideremos novamente uma escritura citada no fim do capítulo anterior. “E vi tronos; e assentaram-se sobre eles aqueles a quem foi dado o poder de julgar. E vi as almas daqueles que foram degolados pelo testemunho de Jesus e pela palavra de Deus, e que não adoraram a besta nem a sua imagem, e não receberam o sinal na testa nem na mão; e viveram e reinaram com Cristo durante mil anos. Mas os outros mortos não reviveram, até que os mil anos se acabaram. Esta [a ressurreição no início dos mil anos] é a primeira ressurreição” (Apocalipse 20:4-5 Apocalipse 20:4-5 [4] Então vi uns tronos; e aos que se assentaram sobre eles foi dado o poder de julgar; e vi as almas daqueles que foram degolados por causa do testemunho de Jesus e da palavra de Deus, e que não adoraram a besta nem a sua imagem, e não receberam o sinal na fronte nem nas mãos; e reviveram, e reinaram com Cristo durante mil anos. [5] Mas os outros mortos não reviveram, até que os mil anos se completassem. Esta é a primeira ressurreição.
Almeida Atualizada×
).

João está escrevendo aqui sobre a mesma ressurreição que Paulo se referiu em 1 Coríntios 15 e em 1 Tessalonicenses 4, chamando-a de a “primeira” ressurreição. Visto que é chamada a primeira e não simplesmente ‘a’ ressurreição, deve haver pelo menos mais uma ressurreição. Ele também declara que o resto dos mortos viverá depois dos mil anos.

Vejamos o que os participantes da primeira ressurreição farão durante este período de mil anos (geralmente conhecido como o milênio, do latim referente a “mil anos”).

Daniel 7 apresenta uma visão profética geral da história da humanidade, numa série de breves descrições de grandes impérios (babilônico, persa, grego e romano) que dominariam o Oriente Médio desde o tempo de Daniel em diante. Esses domínios são respectivamente representados por um leão, um urso, um leopardo e por um “terrível e espantoso” animal.

Por fim, Cristo regressa e instaura o Reino de Deus para sempre, o qual jamais será conquistado. “Eu estava olhando nas minhas visões da noite,  e eis que vinha nas nuvens do céu um como o filho do homem; e dirigiu-se ao Ancião de Dias, e o fizeram chegar até ele. E foi-lhe dado o domínio,  e a honra, e o reino, para que todos os povos, nações e línguas o servissem; o seu domínio é um domínio eterno, que não passará, e o seu reino, o único que não será destruído” (Daniel 7:13-14 Daniel 7:13-14 [13] Eu estava olhando nas minhas visões noturnas, e eis que vinha com as nuvens do céu um como filho de homem; e dirigiu-se ao ancião de dias, e foi apresentado diante dele. [14] E foi-lhe dado domínio, e glória, e um reino, para que todos os povos, nações e línguas o servissem; o seu domínio é um domínio eterno, que não passará, e o seu reino tal, que não será destruído.
Almeida Atualizada×
).

A profecia continua: “Estes grandes animais, que são quatro, são quatro reis, que se levantarão da terra. Mas os santos do Altíssimo receberão  o reino e possuirão o reino para todo o sempre e de eternidade em eternidade” (versículos 17-18).

O mundo transformado

Jesus Cristo regressará à Terra com poder e autoridade. Ele estabelecerá o Reino de Deus, substituindo os reinos humanos influenciados por Satanás,  o diabo. Satanás, que engana o mundo inteiro (Apocalipse 12:9 Apocalipse 12:9E foi precipitado o grande dragão, a antiga serpente, que se chama o Diabo e Satanás, que engana todo o mundo; foi precipitado na terra, e os seus anjos foram precipitados com ele.
Almeida Atualizada×
), será retirado de cena (20:1-3). “Os santos do Altíssimo”—todas as pessoas fieis a Deus ressuscitadas aquando do Seu regresso—reinarão com Jesus sobre a Terra. Cristo assistido pelos ressuscitados para a vida eterna no Seu regresso, encherá a Terra do conhecimento de Deus “como as águas cobrem o mar” (Isaías 11:9 Isaías 11:9Não se fará mal nem dano algum em todo o meu santo monte; porque a terra se encherá do conhecimento do Senhor, como as águas cobrem o mar.
Almeida Atualizada×
).

Os apóstolos ensinaram que Jesus regressará e restabelecerá a nação de Israel. Então, Ele também oferecerá o dom da salvação e da vida eterna a toda a humanidade. O apóstolo Tiago disse em Atos 15: “E com isto concordam as palavras dos profetas, como está escrito: Depois disto, voltarei e reedificarei o tabernáculo de Davi [a casa real de Israel], que está caído; levantá-lo-ei das suas ruínas e tornarei a edificá-lo. Para que o resto dos homens busque ao Senhor, e também todos os gentios sobre os quais o meu nome é invocado, diz o Senhor, que faz todas estas coisas” (Atos 15:15-17 Atos 15:15-17 [15] E com isto concordam as palavras dos profetas; como está escrito: [16] Depois disto voltarei, e reedificarei o tabernáculo de Davi, que está caído; reedificarei as suas ruínas, e tornarei a levantá-lo; [17] para que o resto dos homens busque ao Senhor, sim, todos os gentios, sobre os quais é invocado o meu nome,
Almeida Atualizada×
).

Aqui, Tiago está citando Amós, profeta do Antigo Testamento, que então descreve as condições que existirão depois de Jesus restabelecer a nação de Israel. Veja o que Deus revela em Amós, começando com as palavras mencionadas por Tiago em Atos:

“Naquele dia, tornarei a levantar a tenda de Davi, que caiu, e taparei as suas aberturas, e tornarei a levantar as suas ruínas, e a edificarei como nos dias da antiguidade; para que possuam o restante de Edom [vizinho adversário national do Israel da antiguidade] e todas as nações que são chamadas pelo meu nome, diz o senhor, que faz estas coisas.

“Eis que vêm dias, diz o senhor, em que o que lavra alcançará ao que sega, e o que pisa as uvas, ao que lança a semente; e os montes destilarão mosto, e todos os outeiros se derreterão. E removerei o cativeiro do meu povo Israel, e reedificarão as cidades assoladas, e nelas habitarão, e plantarão vinhas, e beberão o seu vinho, e farão pomares, e lhes comerão o fruto. E os plantarei na sua terra, e não serão mais arrancados da sua terra que lhes dei, diz o Senhor, teu Deus” (Amós 9:11-15 Amós 9:11-15 [11] Naquele dia tornarei a levantar o tabernáculo de Davi, que está caído, e repararei as suas brechas, e tornarei a levantar as suas ruínas, e as reedificarei como nos dias antigos; [12] para que eles possuam o resto de Edom, e todas as nações que são chamadas pelo meu nome, diz o Senhor, que faz estas coisas. [13] Eis que vêm os dias, diz o Senhor, em que o que lavra alcançará ao que sega, e o que pisa as uvas ao que lança a semente; :e os montes destilarão mosto, e todos os outeiros se derreterão. [14] Também trarei do cativeiro o meu povo Israel; e eles reedificarão as cidades assoladas, e nelas habitarão; plantarão vinhas, e beberão o seu vinho; e farão pomares, e lhes comerão o fruto. [15] Assim os plantarei na sua terra, e não serão mais arrancados da sua terra que lhes dei, diz o senhor teu Deus.
Almeida Atualizada×
).

Em linguagem poética, Amós descreve uma bela gravura da prosperidade e paz que as nações gozarão depois da vinda de Jesus!

Todos aprenderão o caminho de Deus

Quão maravilhosas são as bênçãos físicas de abundância e segurança prometidas por Deus e ainda muito maior é o propósito que Ele está preparando. Tudo que é físico é temporário, incluindo a prosperidade física do milênio e até mesmo a vida humana. Deus tem muito mais para oferecer do que simplesmente uma vida física confortável.

O profeta Jeremias não fala apenas de uma restauração física (Jeremias 31:1-4 Jeremias 31:1-4 [1] Naquele tempo, diz o Senhor, serei o Deus de todas as famílias de Israel, e elas serão o meu povo. [2] Assim diz o Senhor: O povo que escapou da espada achou graça no deserto. Eu irei e darei descanso a Israel. [3] De longe o Senhor me apareceu, dizendo: Pois que com amor eterno te amei, também com benignidade te atraí. [4] De novo te edificarei, e serás edificada ó virgem de Israel! ainda serás adornada com os teus adufes, e sairás nas danças dos que se alegram.
Almeida Atualizada×
), mas também da restauração espiritual que Jesus Cristo levará a cabo quando regressar: “Eis que dias vêm, diz o senhor, em que farei um concerto novo com a casa de Israel e com a casa de Judá. Não conforme o concerto que fiz com seus pais, no dia em que os tomei pela mão, para os tirar da terra do Egito, porquanto eles invalidaram o meu concerto, apesar de eu os haver desposado, diz o senhor. Mas este é o concerto que farei com a casa de Israel depois daqueles dias, diz o senhor: porei a minha lei no seu interior e a escreverei no seu coração; e eu serei o seu Deus, e eles serão o meu povo” (Jeremias 31:31-33 Jeremias 31:31-33 [31] Eis que os dias vêm, diz o Senhor, em que farei um pacto novo com a casa de Israel e com a casa de Judá, [32] não conforme o pacto que fiz com seus pais, no dia em que os tomei pela mão, para os tirar da terra do Egito, esse meu pacto que eles invalidaram, apesar de eu os haver desposado, diz o Senhor. [33] Mas este é o pacto que farei com a casa de Israel depois daqueles dias, diz o Senhor: Porei a minha lei no seu interior, e a escreverei no seu coração; e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo.
Almeida Atualizada×
).

Lembremos das palavras de Tiago em Atos 15. Ao falar da nação de Israel, ele diz que o Deus promete: “Levantá-lo-ei das suas ruínas e tornarei a edificá-lo. Para que o resto dos homens [a humanidade] busque ao Senhor” (versículo 17). Esta restauração física e espiritual vai se estender de Israel e de Judá a todo o mundo. Deus pretende usar os israelitas para expandir as Suas promessas a toda a humanidade (Gálatas 3:26-29 Gálatas 3:26-29 [26] Pois todos sois filhos de Deus pela fé em Cristo Jesus. [27] Porque todos quantos fostes batizados em Cristo vos revestistes de Cristo. [28] Não há judeu nem grego; não há escravo nem livre; não há homem nem mulher; porque todos vós sois um em Cristo Jesus. [29] E, se sois de Cristo, então sois descendência de Abraão, e herdeiros conforme a promessa.
Almeida Atualizada×
).

A obra mais importante que Jesus Cristo executará nessa altura será a restauração espiritual, oferecendo o dom da salvação a todo o mundo. Não haverá pessoas confusas com políticas mundiais porque Jesus governará sobre todas as nações (Apocalipse 11:15 Apocalipse 11:15E tocou o sétimo anjo a sua trombeta, e houve no céu grandes vozes, que diziam: O reino do mundo passou a ser de nosso Senhor e do seu Cristo, e ele reinará pelos séculos dos séculos.
Almeida Atualizada×
; Daniel 7). Na Terra, não haverá mais confusão religiosa, porque Deus abrirá as mentes de todas as pessoas e as conduzirá para Jesus Cristo (Ezequiel 36:26-27 Ezequiel 36:26-27 [26] Também vos darei um coração novo, e porei dentro de vós um espírito novo; e tirarei da vossa carne o coração de pedra, e vos darei um coração de carne. [27] Ainda porei dentro de vós o meu Espírito, e farei que andeis nos meus estatutos, e guardeis as minhas ordenanças, e as observeis.
Almeida Atualizada×
; Isaías 11:9 Isaías 11:9Não se fará mal nem dano algum em todo o meu santo monte; porque a terra se encherá do conhecimento do Senhor, como as águas cobrem o mar.
Almeida Atualizada×
; Joel 2:27-28 Joel 2:27-28 [27] Vós, pois, sabereis que eu estou no meio de Israel, e que eu sou o Senhor vosso Deus, e que não há outro; e o meu povo nunca mais será envergonhado. [28] Acontecerá depois que derramarei o meu Espírito sobre toda a carne; vossos filhos e vossas filhas profetizarão, os vossos anciãos terão sonhos, os vossos mancebos terão visões;
Almeida Atualizada×
).

Aqui é onde aqueles da primeira ressurreição desempenham um papel vital no plano de Deus. Aqueles que ressuscitarem à gloriosa vida espiritual e eterna ao regresso de Cristo, reinarão com Ele na Terra como reis e senhores, ajudando-O a ensinar a verdade à humanidade (Apocalipse 5:10 Apocalipse 5:10e para o nosso Deus os fizeste reino, e sacerdotes; e eles reinarão sobre a terra.
Almeida Atualizada×
; 19:16; 20:6; Isaías 30:20-21 Isaías 30:20-21 [20] Embora vos dê o Senhor pão de angústia e água de aperto, contudo não se esconderão mais os teus mestres; antes os teus olhos os verão; [21] e os teus ouvidos ouvirão a palavra do que está por detrás de ti, dizendo: Este é o caminho, andai nele; quando vos desviardes para a direita ou para a esquerda.
Almeida Atualizada×
).

E o quanto àqueles que nunca conheceram realmente a Deus?

Até agora, temos visto que a salvação é oferecida a algumas pessoas nesta era―antes do regresso de Jesus para governar o mundo. Também vimos que depois da sua vinda Ele oferecerá a salvação à humanidade em geral.

Mas, como perguntamos antes, o que acontecerá com todas as pessoas que morreram sem nunca serem chamadas à salvação? Este grupo representa a maioria de todas as pessoas que já viveu. Qual é o seu destino eterno?

João disse que os que não ressuscitaram no regresso de Jesus (“os outros mortos”), viverão outra vez depois do milênio: “Mas os outros mortos não reviveram, até que os mil anos se acabaram” (Apocalipse 20:5 Apocalipse 20:5Mas os outros mortos não reviveram, até que os mil anos se completassem. Esta é a primeira ressurreição.
Almeida Atualizada×
).

Alguns versículos mais adiante se encontra mais uma descrição do cenário desta ressurreição: “E vi um grande trono branco e o que estava assentado sobre ele, de cuja presença fugiu a terra e o céu, e não se achou lugar para eles. E vi os mortos, grandes e pequenos, que estavam diante do trono, e abriram-se os livros.

“E abriu-se outro livro, que é o [Livro] da Vida. E os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras. E deu o mar os mortos que nele havia; e a morte e o inferno [grego: hades, a sepultura] deram os mortos que neles havia; e foram julgados cada um segundo as suas obras” (Apocalipse 20:11-13 Apocalipse 20:11-13 [11] E vi um grande trono branco e o que estava assentado sobre ele, de cuja presença fugiram a terra e o céu; e não foi achado lugar para eles. [12] E vi os mortos, grandes e pequenos, em pé diante do trono; e abriram-se uns livros; e abriu-se outro livro, que é o da vida; e os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras. [13] O mar entregou os mortos que nele havia; e a morte e o hades entregaram os mortos que neles havia; e foram julgados, cada um segundo as suas obras.
Almeida Atualizada×
).

Jesus falou de um tempo futuro de julgamento quando todos entenderiam os Seus ensinamentos. Ele descreveu um tempo durante o qual pessoas de todas as gerações viverão e serão julgadas ao mesmo tempo: “Então, começou ele a lançar em rosto às cidades onde se operou a maior parte dos seus prodígios, o não se haverem arrependido, dizendo: Ai de ti, Corazim! Ai de ti, Betsaida! Porque, se em Tiro e em Sidom fossem feitos os prodígios que em vós se fizeram, há muito que se teriam arrependido com pano de saco grosseiro e com cinza. Por isso, eu vos digo que haverá menos rigor para Tiro e Sidom, no Dia do Juízo [julgamento], do que para vós.

“E tu, Cafarnaum, que te ergues até aos céus, serás abatida até aos infernos [hades]; porque, se em Sodoma [a cidade depravada que Deus destruiu] tivessem sido feitos os prodígios que em ti se operaram, teria ela permanecido até hoje. Porém eu vos digo que haverá menos rigor para os de Sodoma, no Dia do Juízo [julgamento], do que para ti” (Mateus 11:20-24 Mateus 11:20-24 [20] Então começou ele a lançar em rosto �s cidades onde se operara a maior parte dos seus milagres, o não se haverem arrependido, dizendo: [21] Ai de ti, Corazin! ai de ti, Betsaida! porque, se em Tiro e em Sidom, se tivessem operado os milagres que em vós se operaram, há muito elas se teriam arrependido em cilício e em cinza. [22] Contudo, eu vos digo que para Tiro e Sidom haverá menos rigor, no dia do juízo, do que para vós. [23] E tu, Cafarnaum, porventura serás elevada até o céu? até o hades descerás; porque, se em Sodoma se tivessem operado os milagres que em ti se operaram, teria ela permanecido até hoje. [24] Contudo, eu vos digo que no dia do juízo haverá menos rigor para a terra de Sodoma do que para ti.
Almeida Atualizada×
).

Os antigos pagãos rebeldes mencionados aqui, viveram e morreram sem terem a oportunidade de aprender a verdade acerca de Deus e do Seu plano para oferecer o dom da vida eterna através de Jesus Cristo. Observe que Jesus diz que eles teriam se arrependido se tivessem tido a oportunidade que tiveram as cidades de Sua época. Então seria justo que eles nunca recebessem tal oportunidade?

Noutros exemplos semelhantes, Jesus refere-se ao antigo povo de Nínive, à rainha do Sul (de Sabá), do tempo de Salomão, e também a Sodoma e Gomorra, sendo estes exemplos típicos da perversidade (Mateus 10:14-15 Mateus 10:14-15 [14] E, se ninguém vos receber, nem ouvir as vossas palavras, saindo daquela casa ou daquela cidade, sacudi o pó dos vossos pés. [15] Em verdade vos digo que, no dia do juízo, haverá menos rigor para a terra de Sodoma e Gomorra do que para aquela cidade.
Almeida Atualizada×
; 12:41-42). Deus não tolera perversão nem iniquidade, mas é evidente que ele não terminou Seu trabalho nas vidas dessas pessoas da antiguidade. Para isso será necessário que sejam ressuscitados—voltem a viver de novo—e que finalmente venham a ser instruídos nos caminhos de Deus.

Jesus estava descrevendo um período de tempo durante o qual pessoas de todas as eras passadas―pessoas mortas há muito tempo da antiga cidade assíria de Nínive e a “rainha do Sul”, citada na Bíblia, que viveu durante o tempo de Solomão―se levantarão ao lado daquelas pessoas da geração de Cristo e viverão na mesma época. Juntas, elas conhecerão a verdade sobre quem é Cristo e o propósito da vida. Pessoas de gerações diferentes da de Jesus ficarão espantados pelo fato de o povo do Seu tempo tê-Lo rejeitado.

Uma ressurreição à vida física

Sabemos, pelo profeta Ezequiel, que os que fazem parte dessa ressurreição não serão transformados em seres espirituais imortais, como aqueles da primeira ressurreição, mas, a princípio, serão novamente restaurados à vida física, em carne, mortal. Ezequiel descreve uma visão relativa a este espantoso acontecimento futuro—uma ressurreição num vale de ossadas humanas (Ezequiel 37:1-7 Ezequiel 37:1-7 [1] Veio sobre mim a mão do Senhor; e ele me levou no Espírito do Senhor, e me pôs no meio do vale que estava cheio de ossos; [2] e me fez andar ao redor deles. E eis que eram muito numerosos sobre a face do vale; e eis que estavam sequíssimos. [3] Ele me perguntou: Filho do homem, poderão viver estes ossos? Respondi: Senhor Deus, tu o sabes. [4] Então me disse: Profetiza sobre estes ossos, e dize-lhes: Ossos secos, ouvi a palavra do Senhor. [5] Assim diz o Senhor Deus a estes ossos: Eis que vou fazer entrar em vós o fôlego da vida, e vivereis. [6] E porei nervos sobre vós, e farei crescer carne sobre vós, e sobre vos estenderei pele, e porei em vós o fôlego da vida, e vivereis. Então sabereis que eu sou o Senhor. [7] Profetizei, pois, como se me deu ordem. Ora enquanto eu profetizava, houve um ruído; e eis que se fez um rebuliço, e os ossos se achegaram, osso ao seu osso.
Almeida Atualizada×
).

O profeta observou enquanto os ossos ressecados pareciam se juntar novamente em forma de esqueleto, depois se cobriram de carne e se levantaram como uma grande multidão de pessoas ressuscitadas (versículos 8-10). Estas pessoas representam as multidões de israelitas da antiguidade, os quais Deus vai levantar das suas sepulturas para lhes dar o Seu Espírito (versículos 12-14).

No entanto, está claro que serão mais do que apenas os israelitas que estarão presentes nesta ressurreição. Quando juntamos esta profecia com as declarações de Cristo acerca da ressurreição dos antigos pagãos na mesma época daquelas cidades judaicas do Seu tempo―e com a declaração de João em Apocalipse 20:5 Apocalipse 20:5Mas os outros mortos não reviveram, até que os mil anos se completassem. Esta é a primeira ressurreição.
Almeida Atualizada×
de que aqueles que não foram ressuscitados na primeira ressurreição, voltarão a viver de novo no fim do milênio (no fim dos primeiros mil anos do reinado eterno de Jesus), torna-se claro que não são somente os israelitas e sim pessoas de todas as nações de eras passadas que voltarão a viver nesta ressurreição.

Nessa ocasião, eles serão restaurados somente a uma vida mortal porque ainda não tiveram a oportunidade de escolher o caminho de salvação eterna através de Cristo e não demonstraram compromisso com Deus. Uma vez restaurados à vida, eles finalmente terão essa primeira oportunidade.

Ao fim do milênio, todos os que ainda não tinham sido incluídos nas fases anteriores do plano de Deus, vão se apresentar perante Ele. Nessa altura, em Apocalipse 20:12 Apocalipse 20:12E vi os mortos, grandes e pequenos, em pé diante do trono; e abriram-se uns livros; e abriu-se outro livro, que é o da vida; e os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras.
Almeida Atualizada×
os “livros” (Biblia em grego) são “abertos”, o que evidentemente se refere aos livros da Bíblia, que serão abertos ao entendimento dessas pessoas (comparar Lucas 24:32 Lucas 24:32E disseram um para o outro: Porventura não se nos abrasava o coração, quando pelo caminho nos falava, e quando nos abria as Escrituras?
Almeida Atualizada×
). Pela primeira vez em suas vidas, elas serão guiadas ao entendimento correto da Palavra de Deus―os ensinamentos da Bíblia. Através desse ensinamento Deus lhes oferecerá a oportunidade de receber a vida eterna.

Note que “abriu-se outro livro, que é o [Livro] da Vida” (Apocalipse 20:12 Apocalipse 20:12E vi os mortos, grandes e pequenos, em pé diante do trono; e abriram-se uns livros; e abriu-se outro livro, que é o da vida; e os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras.
Almeida Atualizada×
; ver também Filipenses 4:3 Filipenses 4:3E peço também a ti, meu verdadeiro companheiro, que as ajudes, porque trabalharam comigo no evangelho, e com Clemente, e com os outros meus cooperadores, cujos nomes estão no livro da vida.
Almeida Atualizada×
). Eles serão julgados por suas obras, tal como todas as gerações anteriores.

O julgamento acontece ao longo do tempo

O que significa ser julgado neste contexto? Quando forem ressuscitadas, as pessoas serão imediatamente recompensadas ou condenadas, segundo  o que tinham feito no passado, antes de entenderem a verdade de Deus?

O julgamento é mais do que a decisão final para galardoar ou condenar. O julgamento é um processo que leva tempo e que culmina, por fim, numa decisão final.

Como vimos previamente, Jesus abordou o fato de que há mais de uma ressurreição quando disse: “Vem a hora em que todos os que se acham nos túmulos ouvirão a sua voz e sairão: os que tiverem feito o bem, para a ressurreição da vida; e os que tiverem praticado o mal, para a ressurreição do juízo [ou do julgamento]” (João 5:28-29 João 5:28-29 [28] Não vos admireis disso, porque vem a hora em que todos os que estão nos sepulcros ouvirão a sua voz e sairão: [29] os que tiverem feito o bem, para a ressurreição da vida, e os que tiverem praticado o mal, para a ressurreição do juízo.
Almeida Atualizada×
ARA).

A tradução e o significado mais comum da palavra grega krisis (traduzida aqui neste versículo como juízo ou condenação―dependendo da versão utilizada), é julgamento. Esta palavra refere-se ao processo de avaliação e não ao ato de condenação ou punição.

O dicionário expositório completo das palavras do Antigo e do Novo Testamento de Vine define esta palavra como “o processo de investigação, o ato de distinguir e separar . . . um julgamento, uma passagem de julgamento de uma pessoa ou coisa” (1985, pg. 119). Krisis é tipicamente distinto do termo krima, que se refere à “sentença proferida, um veredito, uma condenação, a decisão resultante de uma investigação” (ibid.).

Em Apocalipse 20:12-13 Apocalipse 20:12-13 [12] E vi os mortos, grandes e pequenos, em pé diante do trono; e abriram-se uns livros; e abriu-se outro livro, que é o da vida; e os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras. [13] O mar entregou os mortos que nele havia; e a morte e o hades entregaram os mortos que neles havia; e foram julgados, cada um segundo as suas obras.
Almeida Atualizada×
, a palavra para “julgados” é uma forma do verbo relacionado krino, que significa “separar, selecionar, escolher” (ibid., p. 336). Esta referência pode significar tomar uma decisão final como também pode denotar o processo de avaliação que acontece antes de se chegar a uma decisão―tal como certamente denota, quando consideramos que o julgamento de Deus para as pessoas acontece ao longo do tempo.

E como vimos anteriormente, aqueles que são chamados nesta vida, e respondem ao chamado e acreditam em Deus, vão receber a vida eterna ao retorno de Jesus Cristo. Estes não serão submetidos a uma avaliação durante o milênio nem depois (João 5:24 João 5:24Em verdade, em verdade vos digo que quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna e não entra em juízo, mas já passou da morte para a vida.
Almeida Atualizada×
). Porque eles estão sendo julgados agora (1 Pedro 4:17 1 Pedro 4:17Porque já é tempo que comece o julgamento pela casa de Deus; e se começa por nós, qual será o fim daqueles que desobedecem ao evangelho de Deus?
Almeida Atualizada×
). Este julgamento presente é um processo em curso, para aqueles chamados por Deus que aceitaram fielmente à Sua verdade e produziram fruto ao longo do tempo (João 15:2-8 João 15:2-8 [2] Toda vara em mim que não dá fruto, ele a corta; e toda vara que dá fruto, ele a limpa, para que dê mais fruto. [3] Vós já estais limpos pela palavra que vos tenho falado. [4] Permanecei em mim, e eu permanecerei em vós; como a vara de si mesma não pode dar fruto, se não permanecer na videira, assim também vós, se não permanecerdes em mim. [5] Eu sou a videira; vós sois as varas. Quem permanece em mim e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer. [6] Quem não permanece em mim é lançado fora, como a vara, e seca; tais varas são recolhidas, lançadas no fogo e queimadas. [7] Se vós permanecerdes em mim, e as minhas palavras permanecerem em vós, pedi o que quiserdes, e vos será feito. [8] Nisto é glorificado meu Pai, que deis muito fruto; e assim sereis meus discípulos.
Almeida Atualizada×
; Gálatas 5:22-23 Gálatas 5:22-23 [22] Mas o fruto do Espírito é: o amor, o gozo, a paz, a longanimidade, a benignidade, a bondade, a fidelidade. [23] a mansidão, o domínio próprio; contra estas coisas não há lei.
Almeida Atualizada×
)―ou recusaram esse chamado (2 Pedro 2:20-22 2 Pedro 2:20-22 [20] Porquanto se, depois de terem escapado das corrupções do mundo pelo pleno conhecimento do Senhor e Salvador Jesus Cristo, ficam de novo envolvidos nelas e vencidos, tornou-se-lhes o último estado pior que o primeiro. [21] Porque melhor lhes fora não terem conhecido o caminho da justiça, do que, conhecendo-o, desviarem-se do santo mandamento que lhes fora dado. [22] Deste modo sobreveio-lhes o que diz este provérbio verdadeiro; Volta o cão ao seu vômito, e a porca lavada volta a revolver-se no lamaçal.
Almeida Atualizada×
).

Quando Jesus regressar Ele recompensará cada um segundo as suas obras (Mateus 16:27 Mateus 16:27Porque o Filho do homem há de vir na glória de seu Pai, com os seus anjos; e então retribuirá a cada um segundo as suas obras.
Almeida Atualizada×
), isto é, de acordo com os bons frutos resultantes de uma atitude e caráter amadurecidos ao longo do tempo. Muitas as escrituras descrevem os resultados que Deus espera de nossas vidas (ver Romanos 12; Colossenses 3-4, Efésios 4-6; Tiago 2:20-24 Tiago 2:20-24 [20] Mas queres saber, ó homem vão, que a fé sem as obras é estéril? [21] Porventura não foi pelas obras que nosso pai Abraão foi justificado quando ofereceu sobre o altar seu filho Isaque? [22] Vês que a fé cooperou com as suas obras, e que pelas obras a fé foi aperfeiçoada; [23] e se cumpriu a escritura que diz: E creu Abraão a Deus, e isso lhe foi imputado como justiça, e foi chamado amigo de Deus. [24] Vedes então que é pelas obras que o homem é justificado, e não somente pela fé.
Almeida Atualizada×
; Apocalipse 22:14 Apocalipse 22:14Bem-aventurados aqueles que lavam as suas vestes [no sangue do Cordeiro] para que tenham direito � arvore da vida, e possam entrar na cidade pelas portas.
Almeida Atualizada×
).

Deus cuida do nosso coração, de nossos mais íntimos pensamentos e motivações. Ele vê nosso coração e o que realmente somos (1 Samuel 16:7 1 Samuel 16:7Mas o Senhor disse a Samuel: Não atentes para a sua aparência, nem para a grandeza da sua estatura, porque eu o rejeitei; porque o Senhor não vê como vê o homem, pois o homem olha para o que está diante dos olhos, porém o Senhor olha para o coraçao.
Almeida Atualizada×
). Deus espera que imitemos a Jesus Cristo em tudo que pensamos e falamos (Filipenses 2:5 Filipenses 2:5Tende em vós aquele sentimento que houve também em Cristo Jesus,
Almeida Atualizada×
; 1 Pedro 2:21 1 Pedro 2:21Porque para isso fostes chamados, porquanto também Cristo padeceu por vós, deixando-vos exemplo, para que sigais as suas pisadas.
Almeida Atualizada×
). Quem for como Cristo, será genuíno. As nossas ações externas—conduta e obras—refletem o coração, o íntimo da pessoa. Todos nós seremos julgados por nossas ações habituais porque estas demonstram o que seremos (2 Coríntios 5:10 2 Coríntios 5:10Porque é necessário que todos nós sejamos manifestos diante do tribunal de Cristo, para que cada um receba o que fez por meio do corpo, segundo o que praticou, o bem ou o mal.
Almeida Atualizada×
). O modo como vivemos— como tratamos os outros e respondemos às leis de Deus—refletirá o que cremos e valorizamos, demonstrando assim se estamos em harmonia com os caminhos de Deus ou não.

Os mesmos padrões e oportunidade

Eventualmente todos serão igualmente julgados “porque Deus há de trazer a juízo toda obra e até tudo o que está encoberto, quer seja bom, quer seja mau” (Eclesiastes 12:14 Eclesiastes 12:14Porque Deus há de trazer a juízo toda obra, e até tudo o que está encoberto, quer seja bom, quer seja mau.
Almeida Atualizada×
).

Ser julgado de acordo com as obras não implica ganhar o dom da salvação. Simplesmente, isso quer dizer que uma pessoa demonstra por sua vida que crê em Jesus Cristo e que deseja fazer a vontade do Pai (Mateus 7:21 Mateus 7:21Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus.
Almeida Atualizada×
). Uma pessoa que viva esse compromisso demonstrará naturalmente em sua vida os resultados positivos dessa escolha e desse modo de viver (Gálatas 5:22-23 Gálatas 5:22-23 [22] Mas o fruto do Espírito é: o amor, o gozo, a paz, a longanimidade, a benignidade, a bondade, a fidelidade. [23] a mansidão, o domínio próprio; contra estas coisas não há lei.
Almeida Atualizada×
; Tiago 2:14-26 Tiago 2:14-26 [14] Que proveito há, meus irmãos se alguém disser que tem fé e não tiver obras? Porventura essa fé pode salvá-lo? [15] Se um irmão ou uma irmã estiverem nus e tiverem falta de mantimento cotidiano. [16] e algum de vós lhes disser: Ide em paz, aquentai-vos e fartai-vos; e não lhes derdes as coisas necessárias para o corpo, que proveito há nisso? [17] Assim também a fé, se não tiver obras, é morta em si mesma. [18] Mas dirá alguém: Tu tens fé, e eu tenho obras; mostra-me a tua fé sem as obras, e eu te mostrarei a minha fé pelas minhas obras. [19] Crês tu que Deus é um só? Fazes bem; os demônios também o crêem, e estremecem. [20] Mas queres saber, ó homem vão, que a fé sem as obras é estéril? [21] Porventura não foi pelas obras que nosso pai Abraão foi justificado quando ofereceu sobre o altar seu filho Isaque? [22] Vês que a fé cooperou com as suas obras, e que pelas obras a fé foi aperfeiçoada; [23] e se cumpriu a escritura que diz: E creu Abraão a Deus, e isso lhe foi imputado como justiça, e foi chamado amigo de Deus. [24] Vedes então que é pelas obras que o homem é justificado, e não somente pela fé. [25] E de igual modo não foi a meretriz Raabe também justificada pelas obras, quando acolheu os espias, e os fez sair por outro caminho? [26] Porque, assim como o corpo sem o espírito está morto, assim também a fé sem obras é morta.
Almeida Atualizada×
).

Deus dará tempo suficiente aos que ressuscitarem depois do milênio para provarem pelas suas ações e decisões que creem verdadeiramente em Jesus Cristo como seu Salvador e para que voluntariamente se submetam ao Seu caminho de vida, renunciando a sua própria vontade―assim como Ele dá esse período de tempo àqueles que são chamados hoje em dia.

Quando Satanás, o arqui-enganador, for removido permanentemente no fim do milênio (Apocalipse 20:10 Apocalipse 20:10e o Diabo, que os enganava, foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde estão a besta e o falso profeta; e de dia e de noite serão atormentados pelos séculos dos séculos.
Almeida Atualizada×
), aqueles que fazem parte desta segunda ressurreição, a ressurreição geral que seguirá o milênio, finalmente terão as suas mentes, que antes estavam fechadas, abertas para a verdade do plano de Deus. Eles, então, terão a oportunidade de decidir se vão ou não fazer a vontade do Pai.

Depois de terem tido os olhos espirituais abertos e receberem a revelação desta verdade, então eles serão julgados de acordo com as suas obras, segundo a sua resposta a esse novo entendimento. E terão a mesma responsabilidade que outros tiveram nos estágios anteriores do plano de Deus. Eles terão a oportunidade de desenvolver sua fé em Jesus Cristo e de demonstrar a sua crença e dedicação consoante a maneira que viverem.

É preciso esclarecer que a segunda ressurreição não é uma segunda chance para a salvação. Pelo contrário, aqueles que fazem parte dessa ressurreição receberão a sua primeira e única oportunidade de realmente conhecer e servir a Deus.

As pessoas, dessa ressurreição, que permanecerem fiéis a Deus, no final, serão levantados à glória para se juntar àquelas da primeira ressurreição― sendo também transformados em seres espirituais imortais para viverem para sempre com Deus, como Sua família divina em Seu Reino.

O plano de Deus, assim como Ele prometeu, é um plano perfeito e completo―e é totalmente imparcial e justo. De acordo com o Seu plano, Ele eventualmente oferecerá o dom da salvação a todos quantos viveram (Efésios 1:9-10 Efésios 1:9-10 [9] fazendo-nos conhecer o mistério da sua vontade, segundo o seu beneplácito, que nele propôs [10] para a dispensação da plenitude dos tempos, de fazer convergir em Cristo todas as coisas, tanto as que estão nos céus como as que estão na terra,
Almeida Atualizada×
).

E aqueles que rejeitarem a oferta de salvação?

Infelizmente, alguns, por escolha própria, não vão querer se desenvolver no caminho de vida de Deus—eles não receberão esse maravilhoso dom de vida eterna. Ao descrever o destino deles, João escreve: “a morte e o inferno foram lançados no lago de fogo. Esta é a segunda morte. E aquele que não foi achado escrito no Livro da Vida foi lançado no lago de fogo” (Apocalipse 20:14-15 Apocalipse 20:14-15 [14] E a morte e o hades foram lançados no lago de fogo. Esta é a segunda morte, o lago de fogo. [15] E todo aquele que não foi achado inscrito no livro da vida, foi lançado no lago de fogo.
Almeida Atualizada×
).

A segunda morte é a destruição absoluta da qual não haverá ressurreição. O lago de fogo irá consumir totalmente aqueles que sejam lançados nele. Isso está de acordo com a profecia de Malaquias 4:1-3 Malaquias 4:1-3 [1] Pois eis que aquele dia vem ardendo como fornalha; todos os soberbos, e todos os que cometem impiedade, serão como restolho; e o dia que está para vir os abrasará, diz o Senhor dos exércitos, de sorte que não lhes deixará nem raiz nem ramo. [2] Mas para vós, os que temeis o meu nome, nascerá o sol da justiça, trazendo curas nas suas asas; e vós saireis e saltareis como bezerros da estrebaria. [3] E pisareis os ímpios, porque se farão cinza debaixo das plantas de vossos pés naquele dia que prepararei, diz o Senhor dos exércitos.
Almeida Atualizada×
, que diz que o ímpio será finalmente destruído pelo fogo e transformado em cinzas.

Quem são aqueles que não foram encontrados no Livro da Vida? Lembre-se que nessa ocasião Deus terá dado a todos que tenham vivido a oportunidade de receber e aceitar o dom da vida eterna, representado nestes versículos pela inscrição do nome no Livro da Vida. O fato de não ter seus nomes inscritos nele foi porque essas pessoas escolheram, por suas próprias ações e decisões, ser excluídas.

João continua, demonstrando que aqueles que são lançados no lago de fogo são pecadores que não se arrependeram: “Mas, quanto aos tímidos,  e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos fornicadores,  e aos feiticeiros, e aos idólatras e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago que arde com fogo e enxofre, o que é a segunda morte”  (Apocalipse 21:8 Apocalipse 21:8Mas, quanto aos medrosos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos adúlteros, e aos feiticeiros, e aos idólatras, e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago ardente de fogo e enxofre, que é a segunda morte.
Almeida Atualizada×
).

Isso não quer dizer que todas as pessoas que nunca foram culpadas de qualquer uma dessas coisas serão destruídas pelo fogo na segunda morte, pois pode Deus nos perdoar sempre quando nos arrependemos. Ao contrário, as pessoas descritas aqui são incorrigíveis e perversas―aquelas que no final, embora elas tenham sido ensinadas o caminho de Deus e, a princípio, tenham aceitado, ainda persistem em seus pecados―recusando-se a se arrepender e continuam rejeitando completamente a Deus e à Sua salvação (Hebreus 6:4-8 Hebreus 6:4-8 [4] Porque é impossível que os que uma vez foram iluminados, e provaram o dom celestial, e se fizeram participantes do Espírito Santo, [5] e provaram a boa palavra de Deus, e os poderes do mundo vindouro, [6] e depois caíram, sejam outra vez renovados para arrependimento; visto que, quanto a eles, estão crucificando de novo o Filho de Deus, e o expondo ao vitupério. [7] Pois a terra que embebe a chuva, que cai muitas vezes sobre ela, e produz erva proveitosa para aqueles por quem é lavrada, recebe a bênção da parte de Deus; [8] mas se produz espinhos e abrolhos, é rejeitada, e perto está da maldição; o seu fim é ser queimada.
Almeida Atualizada×
; 10:26-31).

Deus não forçará ninguém a aceitar o Seu caminho. Se uma pessoa, voluntariamente, escolhe não se arrepender, rejeitando a Deus e a Seu plano para a vida eterna, essa pessoa será julgada de acordo com as suas ações e será destruída. Isto é um ato de misericórdia, pois tal pessoa só traria infelicidade perpétua para si mesma.

Os incorrigíveis serão atormentados eternamente?

Ser destruído não significa continuar vivendo como uma alma imortal. Como já foi dito, ‘ser destruído’ significa que vão ser transformados em cinzas―e deixar de existir absolutamente.

Já vimos que o homem é mortal. A morte é comparada a um sono profundo, a um estado de inconsciência. Uma das razões pelas quais Deus nos deu uma vida física temporária foi porque se não escolhermos aceitar os termos, as condições e os requisitos da vida eterna, a nossa vida pode ser misericordiosa e definitivamente extinta.

Muitas pessoas acreditam que há um inferno em fogo eterno ou um estado de tormento espiritual no qual as pessoas más são torturadas eternamente. Mas o ensino bíblico simplesmente não transmite nada que o pareça.  O nosso Deus é um amoroso e misericordioso Pai que não quer entregar ninguém a esse destino.

Nessa conhecida passagem, Paulo nos diz: “Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus, nosso Senhor” (Romanos 6:23 Romanos 6:23Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus nosso Senhor.
Almeida Atualizada×
). A vida eterna é um dom que Deus dá a quem fizer parte de Sua família para sempre. A morte da qual não há esperança de uma ressurreição está reservada para os que rejeitam a oferta de Deus da vida eterna no Seu Reino. Eles não viverão em tormento para sempre. Pelo contrário, aqueles que, no final, se recusarem a andar nos caminhos de Deus e não quiserem receber esse dom, simplesmente deixarão de existir.

Aprendemos anteriormente que esta vida na carne humana é temporária para todos (Eclesiastes 3:2 Eclesiastes 3:2Há tempo de nascer, e tempo de morrer; tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou;
Almeida Atualizada×
; Hebreus 9:27 Hebreus 9:27E, como aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo depois o juízo,
Almeida Atualizada×
). Toda pessoa que cumprir o propósito da vida física ressuscitará com um corpo composto de espírito para receber o dom da vida eterna. Aqueles que nunca foram chamados voltarão a viver, mediante uma ressurreição, para uma existência física restaurada e serão julgados. Assim receberão a sua primeira e única oportunidade para a vida eterna. Aqueles que rejeitem o sacrifício de Jesus Cristo e a vida eterna, que vem através desse sacrifício, serão lançados no lago de fogo (Apocalipse 20:15 Apocalipse 20:15E todo aquele que não foi achado inscrito no livro da vida, foi lançado no lago de fogo.
Almeida Atualizada×
).

Jesus advertiu que alguns farão parte desse grupo de pessoas. Ele disse que os justos receberiam a vida eterna, mas que os ímpios teriam o castigo eterno (Mateus 25:41-46 Mateus 25:41-46 [41] Então dirá também aos que estiverem � sua esquerda: Apartai- vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o Diabo e seus anjos; [42] porque tive fome, e não me destes de comer; tive sede, e não me destes de beber; [43] era forasteiro, e não me acolhestes; estava nu, e não me vestistes; enfermo, e na prisão, e não me visitastes. [44] Então também estes perguntarão: Senhor, quando te vimos com fome, ou com sede, ou forasteiro, ou nu, ou enfermo, ou na prisão, e não te servimos? [45] Ao que lhes responderá: Em verdade vos digo que, sempre que o deixaste de fazer a um destes mais pequeninos, deixastes de o fazer a mim. [46] E irão eles para o castigo eterno, mas os justos para a vida eterna.
Almeida Atualizada×
). Repare que Jesus não disse que o que for condenado será torturado eternamente. Ele disse que o castigo é eterno (versículo 46, versão Almeida Revista e Atualizada, Nova Versão Internacional e Bíblia na Linguagem de Hoje)―isto é, a morte eterna, a segunda morte, aquela em que a pessoa deixa de existir e ter qualquer consciência, uma morte da qual não há ressurreição (Apocalipse 20:14 Apocalipse 20:14E a morte e o hades foram lançados no lago de fogo. Esta é a segunda morte, o lago de fogo.
Almeida Atualizada×
).

Há quem pense que tal destino seja muito cruel, mas Deus, ao fim de contas, é o Criador da vida. Ele tem a autoridade e o poder de extinguir a vida de quem decidir rejeitar o seu propósito divino na vida.

Além disso, a morte final do incorrigível e perverso em um lago de fogo (Malaquias 4:1-3 Malaquias 4:1-3 [1] Pois eis que aquele dia vem ardendo como fornalha; todos os soberbos, e todos os que cometem impiedade, serão como restolho; e o dia que está para vir os abrasará, diz o Senhor dos exércitos, de sorte que não lhes deixará nem raiz nem ramo. [2] Mas para vós, os que temeis o meu nome, nascerá o sol da justiça, trazendo curas nas suas asas; e vós saireis e saltareis como bezerros da estrebaria. [3] E pisareis os ímpios, porque se farão cinza debaixo das plantas de vossos pés naquele dia que prepararei, diz o Senhor dos exércitos.
Almeida Atualizada×
) é um ato de justiça e de misericórdia da parte de Deus. Pois, permitir que os corruptos continuassem a viver incorrigivelmente numa rebelião eterna, causaria a eles mesmos e, aos outros, grande dor e angústia. Por isso, Deus não lhes dará a vida eterna com esse triste estado mental nem os atormentará eternamente. Em vez disso, o corpo e a alma  (o ser físico da pessoa, incluindo a vida e a consciência) serão completamente destruídos (Mateus 10:28 Mateus 10:28E não temais os que matam o corpo, e não podem matar a alma; temei antes aquele que pode fazer perecer no inferno tanto a alma como o corpo.
Almeida Atualizada×
).

Para saber mais sobre o que a Bíblia diz sobre o fogo do inferno e o destino do ímpio impenitente, não deixe de ler “A Visão Bíblica do Inferno” que começa na página 44 e os temas que se seguem.

Em resumo

Ao longo de eras passadas, tem sido dado a alguns a oportunidade da vida eterna, através de Jesus Cristo. No entanto, a grande maioria da humanidade não tem sido chamada durante a sua vida física para compreender o plano de Deus. Como Jesus explica na parábola do semeador (Mateus 13:3-23 Mateus 13:3-23 [3] E falou-lhes muitas coisas por parábolas, dizendo: Eis que o semeador saiu a semear. [4] e quando semeava, uma parte da semente caiu � beira do caminho, e vieram as aves e comeram. [5] E outra parte caiu em lugares pedregosos, onde não havia muita terra: e logo nasceu, porque não tinha terra profunda; [6] mas, saindo o sol, queimou-se e, por não ter raiz, secou-se. [7] E outra caiu entre espinhos; e os espinhos cresceram e a sufocaram. [8] Mas outra caiu em boa terra, e dava fruto, um a cem, outro a sessenta e outro a trinta por um. [9] Quem tem ouvidos, ouça. [10] E chegando-se a ele os discípulos, perguntaram-lhe: Por que lhes falas por parábolas? [11] Respondeu-lhes Jesus: Porque a vós é dado conhecer os mistérios do reino dos céus, mas a eles não lhes é dado; [12] pois ao que tem, dar-se-lhe-á, e terá em abundância; mas ao que não tem, até aquilo que tem lhe será tirado. [13] Por isso lhes falo por parábolas; porque eles, vendo, não vêem; e ouvindo, não ouvem nem entendem. [14] E neles se cumpre a profecia de Isaías, que diz: Ouvindo, ouvireis, e de maneira alguma entendereis; e, vendo, vereis, e de maneira alguma percebereis. [15] Porque o coração deste povo se endureceu, e com os ouvidos ouviram tardamente, e fecharam os olhos, para que não vejam com os olhos, nem ouçam com os ouvidos, nem entendam com o coração, nem se convertam, e eu os cure. [16] Mas bem-aventurados os vossos olhos, porque vêem, e os vossos ouvidos, porque ouvem. [17] Pois, em verdade vos digo que muitos profetas e justos desejaram ver o que vedes, e não o viram; e ouvir o que ouvis, e não o ouviram. [18] Ouvi, pois, vós a parábola do semeador. [19] A todo o que ouve a palavra do reino e não a entende, vem o Maligno e arrebata o que lhe foi semeado no coração; este é o que foi semeado � beira do caminho. [20] E o que foi semeado nos lugares pedregosos, este é o que ouve a palavra, e logo a recebe com alegria; [21] mas não tem raiz em si mesmo, antes é de pouca duração; e sobrevindo a angústia e a perseguição por causa da palavra, logo se escandaliza. [22] E o que foi semeado entre os espinhos, este é o que ouve a palavra; mas os cuidados deste mundo e a sedução das riquezas sufocam a palavra, e ela fica infrutífera. [23] Mas o que foi semeado em boa terra, este é o que ouve a palavra, e a entende; e dá fruto, e um produz cem, outro sessenta, e outro trinta.
Almeida Atualizada×
), alguns são chamados, mas devido a várias razões, inclusive ao grande engano e influência de Satanás e seus demônios, eles falharam por responderem completamente ao chamado de Deus. Todos serão separados por um Deus misericordioso no tempo do julgamento.

Quando Jesus Cristo regressar Ele expandirá o processo de oferta da salvação a toda a humanidade. Todos que viverem durante o milênio, imediatamente após o Seu regresso, receberão a oportunidade de aceitar o dom da vida eterna, possibilitada através de Cristo. No fim desses mil anos haverá uma ressurreição física para todos os que não receberam o chamado da salvação durante a sua vida. Então, eles, também, serão chamados―e será a primeira oportunidade deles para a salvação, e não uma  segunda chance.

Sem dúvida, as Escrituras demonstram que o grande propósito e desejo de Deus é dar a vida eterna aos Seus filhos e protegê-los para que não tropecem (Judas 21-24; Romanos 8:31-32 Romanos 8:31-32 [31] Que diremos, pois, a estas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós? [32] Aquele que nem mesmo a seu próprio Filho poupou, antes o entregou por todos nós, como não nos dará também com ele todas as coisas?
Almeida Atualizada×
; 2 Timóteo 4:18 2 Timóteo 4:18E o Senhor me livrará de toda má obra, e me levará salvo para o seu reino celestial; a quem seja glória para todo o sempre. Amém.
Almeida Atualizada×
; Lucas 12:32 Lucas 12:32Não temas, ó pequeno rebanho! porque a vosso Pai agradou dar-vos o reino.
Almeida Atualizada×
). A todos será dada a oportunidade de crer em Jesus Cristo, de aceitar a vida eterna através dEle e de provar o seu compromisso para com Deus, pelas suas obras e ações em suas vidas. Somente àqueles que consciente, intencional e voluntariamente desafiarem Deus e rejeitarem o sacrifício de Jesus Cristo é que não receberão a vida eterna (Hebreus 6:4-6 Hebreus 6:4-6 [4] Porque é impossível que os que uma vez foram iluminados, e provaram o dom celestial, e se fizeram participantes do Espírito Santo, [5] e provaram a boa palavra de Deus, e os poderes do mundo vindouro, [6] e depois caíram, sejam outra vez renovados para arrependimento; visto que, quanto a eles, estão crucificando de novo o Filho de Deus, e o expondo ao vitupério.
Almeida Atualizada×
; 10:28-31; Apocalipse 21:8 Apocalipse 21:8Mas, quanto aos medrosos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos adúlteros, e aos feiticeiros, e aos idólatras, e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago ardente de fogo e enxofre, que é a segunda morte.
Almeida Atualizada×
).