Ajuda para hoje e esperança para o amanhã! 

Como Jacó tornou-se herdeiro de Abraão

Como Jacó tornou-se herdeiro de Abraão

A este lhe outorgou o direito de se tornar patriarca da família após a morte de Isaque (Gênesis 25:29-34 Gênesis 25:29-34 [29] Jacó havia feito um guisado, quando Esaú chegou do campo, muito cansado; [30] e disse Esaú a Jacó: Deixa-me, peço-te, comer desse guisado vermelho, porque estou muito cansado. Por isso se chamou Edom. [31] Respondeu Jacó: Vende-me primeiro o teu direito de primogenitura. [32] Então replicou Esaú: Eis que estou a ponto e morrer; logo, para que me servirá o direito de primogenitura? [33] Ao que disse Jacó: Jura-me primeiro. Jurou-lhe, pois; e vendeu o seu direito de primogenitura a Jacó. [34] Jacó deu a Esaú pão e o guisado e lentilhas; e ele comeu e bebeu; e, levantando-se, seguiu seu caminho. Assim desprezou Esaú o seu direito de primogenitura.
Almeida Atualizada×
). A bênção da primogenitura fez de Jacó o herdeiro direto de Abraão e o destinatário dos compromissos divinos assumidos com a Abraão e sua posteridade.

Na época que Jacó recebeu a bênção, ele ainda não havia se comprometido a viver pela fé em Deus. Embora Deus o tivesse designado como herdeiro das bênçãos de Abraão, pouco antes de seu nascimento (versículo 23), Jacó e sua mãe estavam ambos fracos na fé e recorreram às falcatruas para obter a bênção de Isaque (Gênesis 27). Isto fez com que seu irmão passasse a odiá-lo. Esaú ficou possesso de raiva e procurou matá-lo (versículo 41). A mãe ouviu falar sobre planos de Esaú, então pediu a Isaque para enviar Jacó para ficar com parentes distantes, assim ele estaria seguro (versículos 42-46).

Então Isaque e Rebeca enviaram a Jacó de volta à família de Rebeca no norte da Mesopotâmia. Aparentemente, a única razão mencionada para enviá-lo a casa de sua família era que queriam que Jacó encontrasse uma esposa entre os parentes de sua mãe. Isso era verdade, mas Rebeca também estava tentando impedir que Esaú matasse a Jacó.

No entanto, antes de enviar Jacó para longe, Isaque chamou seu filho ambiciosíssimo e astuto e abençoou-o novamente. Isaque aparentemente perdoou o mau comportamento de seu filho enganador e, desta vez, voluntariamente repetiu sua bênção original. Por esta altura Isaque provavelmente tinha lembrado e reconhecido que Deus havia escolhido Jacó como herdeiro, antes mesmo de seu nascimento.

Então Isaque repetiu alguns pontos da aliança da promessa que Deus havia feito a ele e a Abraão (Gênesis 28:1-5 Gênesis 28:1-5 [1] Isaque, pois, chamou Jacó, e o abençoou, e ordenou-lhe, dizendo: Não tomes mulher dentre as filhas de Canaã. [2] Levanta-te, vai a Padã-Arã, � casa de Betuel, pai de tua mãe, e toma de lá uma mulher dentre as filhas de Labão, irmão de tua mãe. [3] Deus Todo-Poderoso te abençoe, te faça frutificar e te multiplique, para que venhas a ser uma multidão de povos; seu [4] e te dê a bênção de Abraão, a ti e � tua descendência contigo, para que herdes a terra de tuas peregrinaçoes, que Deus deu a Abraão. [5] Assim despediu Isaque a Jacó, o qual foi a Padã-Arã, a Labão, filho de Betuel, arameu, irmão de Rebeca, mãe de Jacó e de Esaú.
Almeida Atualizada×
). Ao fazer isso abertamente Isaque anunciou a toda família que Jacó era realmente o herdeiro da responsabilidade primordial da eterna relação da família com Deus (Gênesis 17:19 Gênesis 17:19E Deus lhe respondeu: Na verdade, Sara, tua mulher, te dará � luz um filho, e lhe chamarás Isaque; com ele estabelecerei o meu pacto como pacto perpétuo para a sua descendência depois dele.
Almeida Atualizada×
).

Deus estava se certificando de que ninguém se esquecesse de Suas promessas a Abraão. Elas foram passadas formalmente de uma geração a outra.

Isaque passou as promessas chaves da aliança para Jacó: "Que o Deus todo-poderoso o abençoe, faça-o prolífero e multiplique os seus descendentes, para que você se torne uma comunidade de povos. Que ele dê a você e a seus descendentes a bênção de Abraão, para que você tome posse da terra na qual vive como estrangeiro, a terra dada por Deus a Abraão" (Gênesis 28:3-4 Gênesis 28:3-4 [3] Deus Todo-Poderoso te abençoe, te faça frutificar e te multiplique, para que venhas a ser uma multidão de povos; seu [4] e te dê a bênção de Abraão, a ti e � tua descendência contigo, para que herdes a terra de tuas peregrinaçoes, que Deus deu a Abraão.
Almeida Atualizada×
, NVI).

Então, Jacó fugiu de casa às pressas, possuindo tanto a promessa da primogenitura como uma bênção especial. Mas sua vida de repente virou de cabeça para baixo. O que significa tudo isso? Será que seu avô e Deus Pai realmente o apoiariam também?

Jacó deve ter pensado nas histórias que ouvira enquanto crescia sobre os encontros de sua família com esse impressionante Ser divino. Será que o mesmo grande Deus honraria o que ele tinha conseguido através do engano, mesmo tendo lhe prometido antes de seu nascimento?

Foi neste momento de sua vida que Deus pessoalmente fez uma revelação a Jacó. "Chegando [Jacó] a determinado lugar, parou para pernoitar, porque o sol já se havia posto. Tomando uma das pedras dali, usou-a como travesseiro e deitou-se. E teve um sonho no qual viu uma escada apoiada na terra; o seu topo alcançava os céus, e os anjos de Deus subiam e desciam por ela.

"Ao lado dele estava o Senhor, que lhe disse: Eu sou o Senhor, o Deus de seu pai Abraão e o Deus de Isaque. Darei a você e a seus descendentes a terra na qual você está deitado. Seus descendentes serão como o pó da terra, e se espalharão para o Oeste e para o Leste, para o Norte e para o Sul. Todos os povos da terra serão abençoados por meio de você e da sua descendência. Estou com você e cuidarei de você, aonde quer que vá; e eu o trarei de volta a esta terra. Não o deixarei enquanto não fizer o que lhe prometi.

"Quando Jacó acordou do sono, disse: ‘Sem dúvida o Senhor está neste lugar, mas eu não sabia!’. Teve medo e disse: ‘Temível é este lugar! Não é outro, senão a casa de Deus; esta é a porta dos céus’. Na manhã seguinte, Jacó pegou a pedra que tinha usado como travesseiro, colocou-a em pé como coluna e derramou óleo sobre o seu topo. E deu o nome de Betel àquele lugar..." (Gênesis 28:11-19 Gênesis 28:11-19 [11] e chegou a um lugar onde passou a noite, porque o sol já se havia posto; e, tomando uma das pedras do lugar e pondo-a debaixo da cabeça, deitou-se ali para dormir. [12] Então sonhou: estava posta sobre a terra uma escada, cujo topo chegava ao céu; e eis que os anjos de Deus subiam e desciam por ela; [13] por cima dela estava o Senhor, que disse: Eu sou o Senhor, o Deus de Abraão teu pai, e o Deus de Isaque; esta terra em que estás deitado, eu a darei a ti e � tua descendência; [14] e a tua descendência será como o pó da terra; dilatar-te-ás para o ocidente, para o oriente, para o norte e para o sul; por meio de ti e da tua descendência serão benditas todas as famílias da terra. [15] Eis que estou contigo, e te guardarei por onde quer que fores, e te farei tornar a esta terra; pois não te deixarei até que haja cumprido aquilo de que te tenho falado. [16] Ao acordar Jacó do seu sono, disse: Realmente o Senhor está neste lugar; e eu não o sabia. [17] E temeu, e disse: Quão terrível é este lugar! Este não é outro lugar senão a casa de Deus; e esta é a porta dos céus. [18] Jacó levantou-se de manhã cedo, tomou a pedra que pusera debaixo da cabeça, e a pôs como coluna; e derramou-lhe azeite em cima. [19] E chamou aquele lugar Betel; porém o nome da cidade antes era Luz.
Almeida Atualizada×
, NVI). Jacó agora sabia com certeza que ele era o herdeiro, confirmado oficialmente, das promessas feitas a Abraão.