Ajuda para hoje e esperança para o amanhã! 

Por Que a Graça e a Lei São Inseparáveis?

Você está aqui

Por Que a Graça e a Lei São Inseparáveis?

Aqui está o motivo: Sem lei, não haveria necessidade da graça e do perdão. A palavra graça traduzida no Novo Testamento da palavra grega charis, geralmente é entendida e mostrada como um "favor" — um presente. No contexto religioso, a palavra graça é usada mais frequentemente como o dom do perdão. Ela se refere a como Deus estende Seu favor aos pecadores arrependidos, perdoando-lhes a anterior desobediência de Sua lei — “os pecados anteriormente cometidos” (Romanos 3:25 Romanos 3:25ao qual Deus propôs como propiciação, pela fé, no seu sangue, para demonstração da sua justiça por ter ele na sua paciência, deixado de lado os delitos outrora cometidos;
Almeida Atualizada×
, ARA).

O perdão é necessário porque “todo aquele que pratica o pecado também transgride a lei, porque o pecado é a transgressão da lei” (1 João 3:4 1 João 3:4Todo aquele que vive habitualmente no pecado também vive na rebeldia, pois o pecado é rebeldia.
Almeida Atualizada×
, ARA). Se não existisse lei para se transgredir, então o pecado não existiria (Romanos 5:13 Romanos 5:13Porque antes da lei já estava o pecado no mundo, mas onde não há lei o pecado não é levado em conta.
Almeida Atualizada×
). E se não houver pecado, a própria ideia da graça como perdão de Deus não tem nenhum sentido.

É preciso entender que Deus não apenas descarta nossos pecados, nossos atos de transgressão da lei. Nem Ele simplesmente os ignora. Mas em vez disso, “Cristo morreu por nossos pecados, segundo as Escrituras” (1 Coríntios 15:3 1 Coríntios 15:3Porque primeiramente vos entreguei o que também recebi: que Cristo morreu por nossos pecados, segundo as Escrituras;
Almeida Atualizada×
) “para que, pela graça de Deus, provasse a morte por todos” (Hebreus 2:9 Hebreus 2:9vemos, porém, aquele que foi feito um pouco menor que os anjos, Jesus, coroado de glória e honra, por causa da paixão da morte, para que, pela graça de Deus, provasse a morte por todos.
Almeida Atualizada×
).

Em outras palavras, foi para disponibilizar o favor de Deus — Sua graça — a todos os que se arrependessem (afastando-se do pecado) que Jesus “deu a Si mesmo por nós, para nos remir de toda iniquidade e purificar para Si um povo Seu especial, zeloso de boas obras” (Tito 2:14 Tito 2:14que se deu a si mesmo por nós para nos remir de toda a iniqüidade, e purificar para si um povo todo seu, zeloso de boas obras.
Almeida Atualizada×
).

Entenda que a graça abrange mais do que apenas o perdão pelos pecados passados. Ela também inclui o dom do Espírito Santo para nos ajudar a obedecer às leis de Deus. De fato, a graça se refere a todos os dons gratuitos e imerecidos de Deus. E isso inclui Sua ajuda inicial para nos afastar do pecado e nos levar à Sua verdade e caminho de vida, ao perdão dos pecados passados e, finalmente, Sua entrega do maior de todos os dons — a vida eterna em Seu Reino.

Mas sem a lei, a graça do perdão divino não teria sentido porque não haveria como definir o pecado a ser perdoado. E sem a graça, o perdão dos pecados por violar a lei de Deus não poderia ser disponibilizado para nós.

Por esta razão Jesus morreu e ressuscitou para tornar disponível a graça para quem esteja desejoso e disposto a não pecar mais (João 8:11 João 8:11Respondeu ela: Ninguém, Senhor. E disse-lhe Jesus: Nem eu te condeno; vai-te, e não peques mais.]
Almeida Atualizada×
). Através da graça, primeiro podemos ser perdoados por violar as leis de Deus e, em seguida, capacitados pelo Espírito Santo a obedecer às leis de Deus do coração — com o objetivo e a promessa final de poder viver por toda a eternidade em completa obediência.

Assim, a lei e a graça são completamente inseparáveis:

- A lei é um dom da graça de Deus, que nos mostra como viver. A lei também é necessária para definir o pecado e suas consequências e para mostrar a necessidade da graça perdoadora de Deus.

- A graça é necessária para que os pecadores possam ser perdoados e para que sejamos levados a obedecer a Deus através do poder do Espírito Santo e da ajuda de Jesus Cristo, nosso Salvador e Sumo Sacerdote.