Ajuda para hoje e esperança para o amanhã! 

A Criação Conforme O Planejado

Você está aqui

A Criação Conforme O Planejado

Muitos de nós enfrentamos sérias dificuldades. Estamos em busca de soluções, de cura e de ajuda.

Tentamos dar sentido ao nosso mundo e queremos acreditar que existe um Criador por trás do que existe — um grande Deus que se preocupa conosco. Mas em nosso mundo conturbado podemos facilmente perder o foco, especialmente com tantos acadêmicos respeitados nos incentivando a rejeitar essa visão como sendo supersticiosa, primitiva e uma falsa esperança.

Aqueles que acreditam em Deus precisam, às vezes, se expressar mais profundamente para reafirmar sua fé. E aqueles que foram convencidos da fé precisam ver que existem razões válidas para mantê-la — não de forma cega, mas baseados em evidências e lógica fundamentada.

E as evidências estão em toda parte. Como nos diz a Bíblia: “Pois desde a criação do mundo os atributos invisíveis de Deus, Seu eterno poder e Sua natureza divina, têm sido vistos claramente, sendo compreendidos por meio das coisas criadas, de forma que tais homens são indesculpáveis” (Romanos 1:20 Romanos 1:20Pois os seus atributos invisíveis, o seu eterno poder e divindade, são claramente vistos desde a criação do mundo, sendo percebidos mediante as coisas criadas, de modo que eles são inescusáveis;
Almeida Atualizada×
, NVI).

E atualmente isso ainda é verdade? A cada dia tem surgido mais provas de que nosso universo não casual, mas que foi projetado intencionalmente— um produto planejado por um Criador antes de colocar Seu plano em ação. E esse plano dEle inclui você.

O darwinismo entra em colapso à medida que surgem mais evidências da criação

Provavelmente, o engano mais destrutivo dos tempos modernos — que submetem nossos jovens nas escolas primárias e até universidades de prestígio a uma cogente lavagem cerebral — é o da evolução darwiniana, uma teoria que se tornou uma maldição em nossos sistemas educacionais e na sociedade. Mas o apoio a ela tem se enfraquecido à medida que suas falsidades são expostas.

Podemos ver uma imagem figurativa da mudança que está ocorrendo em uma notícia recente sobre uma formação rochosa famosa nas Ilhas Galápagos, aonde Charles Darwin viajou e conduziu estudos da natureza antes de desenvolver sua teoria evolucionária. O Discovery Institute relatou:

“Por gerações, o ‘Arco de Darwin’ nas Ilhas Galápagos permaneceu como um monumento imóvel à vida e obra de Charles Darwin. Há algumas semanas, em 17 de maio, o arco desabou. Embora a perda deste marco seja triste, também é apropriado — pois o darwinismo como uma teoria científica e social também está entrando em colapso. Basta olhar em volta:”.

“Em março, o físico Brian Josephson, ganhador do Prêmio Nobel, declarou que 'design inteligente é ciência válida'. Em abril, em um artigo na revista Current Biology pesquisadores perguntaram se a 'árvore da vida' de Darwin [mostrando supostos elos evolutivos] deveria 'ser abandonada'”.

“Em maio, foi relatado que a Sheffield University parou de esconder dos alunos as funestas visões sociais de Darwin. Um manual da universidade agora observa com precisão que Darwin "acreditava...que sua teoria da seleção natural justificava a visão de que a raça branca era superior às outras e usava sua teoria da seleção sexual para justificar por que as mulheres eram claramente inferiores aos homens'” (15 de junho de 2021).

Enquanto a teoria darwiniana enfrenta o declínio, surge um novo livro fundamental a respeito do tema, Return of the God Hypothesis: Three Scientific Discoveries That Reveal the Mind Behind the Universe (A Hipótese do Retorno de Deus: Três Descobertas Científicas Que Revelam A Mente Por Trás do Universo, em tradução livre). Nesse livro, Stephen C. Meyer, autor desse best-seller, que possui um Ph.D. da Universidade de Cambridge em história e filosofia da ciência, apresenta evidências científicas poderosas acerca do Criador do universo e da vida. Nenhuma outra teoria ou hipótese — até mesmo a crença em outros deuses ou em religiões diferentes das que encontramos nas Escrituras — oferece uma explicação melhor da razão de estarmos aqui. (Leia mais sobre essa obra expressiva nas páginas 14 e 15 desta edição).

O Deus pessoal das Escrituras declara que Ele fez o universo em que habitamos (Gênesis 1:1 Gênesis 1:1No princípio criou Deus os céus e a terra.
Almeida Atualizada×
). O cosmos revela Sua glória e obra (Salmo 19:1). E quando olhamos para as profundezas e as interrelações de tudo isso, encontramos um requisito evidente para a existência de um Deus onisciente e onipotente no design, no ajuste fino e na sustentabilidade do universo. Ele não poderia existir por meio de processos aleatórios cegos. E nem a vida poderia ter se desenvolvido através da evolução darwiniana — nem mesmo os minúsculos micróbios, que são imensamente complexos.

Na verdade, tudo isso deve ter exigido um planejamento extraordinário.

O universo e a vida requeriam antevidência

Grande parte do mundo ao nosso redor exibe não apenas uma engenhosidade impressionante, mas também uma antevidência detalhada das interrelações entre os vários sistemas e a necessidade de resolver os problemas que poderiam surgir. A antevidência, neste contexto, é a capacidade de antever ou planejar o que pode acontecer no futuro.

Vemos essa antevidência em ação na vida diária do ser humano hoje em dia. Por exemplo, planejar a construção de uma casa nova ou economizar dinheiro em um fundo de emergência para o caso de perder o emprego. Outro exemplo seria a decisão de ficar em casa ou ter um bom casaco de frio à mão quando estiver vindo uma frente fria no inverno. Na interação humana, o planejamento e a antevidência podem eliminar uma crise inesperada de um projeto inacabado ou de um cliente insatisfeito.

Sem dúvida, Deus fez Sua criação com muita antevidência. Quando um engenheiro civil vai construir uma casa, ele pensa — com antecedência — em tudo o que será necessário para realizar essa obra e mantê-la funcional.

Marcos Eberlin, membro da Academia Brasileira de Ciências, é químico e ex-professor do Instituto de Química da Universidade Estadual de Campinas. Um de seus livros mais recentes é intitulado Antevidência: A Química da Vida Revelando Planejamento e Propósito (Editora Mackenzie, 2020). Alguns de seus exemplos já foram expostos nesta revista (consulte "Previsibilidade Ou Evolução Cega?" Em nossa edição de novembro-dezembro de 2019).

Em uma entrevista ao Discovery Institute sobre seu livro, vídeo disponível no YouTube, intitulado “How the Chemistry of Life Reveals Planning and Purpose” (Como a Química da Vida Revela Planejamento e Propósito, em tradução livre), o Dr. Eberlin explica por que a ideia de antevidência é tão importante nas origens da pesquisa sobre a vida. A seguir algumas transcrições dessa entrevista:

“Ao estudar a vida no universo, vemos soluções que resolvem problemas realmente grandes. Quando vemos essas soluções, nos perguntamos: A evolução poderia ter fornecido essas soluções?.

“Quando você olha para as soluções e procura mecanismos que possam fornecer essas soluções, vemos que a previsão é muito importante. Quando estudamos essas soluções ao nível molecular, vemos que essas soluções têm que estar lá desde o início” (21 de outubro de 2019, grifo nosso).

Exatamente, é impossível que nosso universo pudesse ter esperado milhões ou bilhões de anos para que surgissem essas soluções. Esses problemas exigem que as soluções estejam presentes imediatamente. A sobrevivência da vida não pode esperar que essas soluções evoluam gradativamente, ou seja, que esses problemas fossem resolvidos aos poucos.

Por exemplo, cada célula animal pode ser considerada uma grande fábrica com muitos departamentos, como manufatura, embalagem, expedição e contabilidade — cada um dos quais precisa estar ali desde o início para apoiar um ao outro para que a célula sobreviva.

Antes que existisse a primeira célula, alguém tinha que considerar as circunstâncias futuras da célula e antecipar que ela enfrentaria alguns grandes problemas que exigiriam soluções imediatas. A previsão do projeto é crítica. Então, somente uma mente com inteligência racional é capaz de prever os diversos problemas e fornecer os meios para resolvê-los desde o primeiro momento de vida!

Os desafios da membrana celular resolvidos com antecedência

Pense no que designers e engenheiros humanos fazem hoje. Eles projetam freios em nossos carros, imaginando que teríamos que parar em algum momento. Isso é previsão. E cintos de segurança para que em eventual acidente não sejamos arremessados para fora do veículo. Isso é previsão. Quando vemos o verão se aproximar, sabemos que em regiões muito quentes vamos precisar de ar condicionado em nossas casas e fazemos o que for necessário para garantir isso. O acaso aleatório — evolução — não teria previsto o primeiro inverno rigoroso. E assim, sem pelos ou uma camada de gordura, a vida precoce teria sucumbido no primeiro inverno gélido.

Uma vez que os problemas surgem, não há como uma evolução gradual resolvê-los aos poucos — e ainda não se poderia reverter o processo evolutivo para começar de novo. Em vez disso, uma mente criativa é essencial para que a vida e o universo funcionem como um todo. A seguir cito novamente trechos da entrevista com o Dr. Eberlin mencionada anteriormente:

“Por exemplo, no nível mais simples da biologia, temos a membrana que envolve a célula. Obviamente, as células não podem existir sem membranas para envolvê-las. Quando olhamos para as membranas e começamos a estudar o modo como funcionam, descobrimos que essas membranas simples, na verdade, não são tão simples assim...As moléculas que compõem essas membranas constituem uma barreira para o mundo exterior. Essa barreira deve impedir a entrada de alguns tipos de moléculas, mas também...deixar que outras moléculas escapem. . .

“Então, para permitir que algumas moléculas entrem e saiam, você precisa de portões desde o início da formação da membrana celular. A célula precisa de portões, portas, para abrir e fechar. Este é o problema mais crucial para as membranas celulares — o que é chamado de problema de permeação — que precisa ser previsto e resolvido antes da formação da primeira célula!

“As membranas que os evolucionistas propuseram não são capazes de fornecer esses portões instantaneamente...Não, pois, primeiro um ser inteligente deve olhar para essas membranas e enxergar a necessidade explícita de permeação — ver a necessidade de portões — e também ver a necessidade de resistência mecânica para que esses portões sejam abertos e logo fechados. E tudo ao mesmo tempo, tudo precisa estar ali desde o primeiro momento em que a membrana celular começa a funcionar como uma membrana celular”.

Eberlin então continua explicando por que é necessário uma mente para projetar a célula e sua membrana isolante. A previsão é imprescindível desde o início. A tarefa de construir essas membranas é extraordinária. Isso requer muita engenharia mecânica e química complexa. As moléculas certas devem ser selecionadas e não apenas escolhidas aleatoriamente.

Um sistema de reparo instalado desde o início

E aqui está outro exemplo de previsão no projeto de membranas celulares. As membranas celulares se rompem facilmente e precisam ter, antecipadamente, mecanismos de reparo embutidos em seu projeto!

Um artigo no site EvolutionNews.org do Discovery Institute relata: “O reparo da membrana foi necessário para a primeira célula. Se em um cenário milagroso e fantástico — contra todas as probabilidades — uma protocélula emergisse da sopa primordial [na qual a vida supostamente se originou], tudo acabaria imediatamente se essa membrana vazasse. . .

“As membranas precisam de canais de transporte ativo para controlar o que entra e o que sai. Elas também precisam de mecanismos de reparo se forem rompidas...Juntamente com o código, a máquina deve estar presente para traduzir esse código em outras máquinas que saibam o que fazer quando uma membrana se romper. As membranas desassistidas são vulneráveis a vazamentos e ignoram isso.

“Sem previsão e supervisão, as protocélulas seriam como bolhas que estouram em seu devido tempo. E isso é muito ruim para aqueles ingredientes vivos, arduamente conquistados, dentro delas...” (“Zip It: How Cells Repair Leaking Membranes” [O Zíper: Como As Células Reparam Membranas Com Vazamento, em tradução livre], 27 de maio de 2021). Mais uma vez, sem previsão durante a criação nenhuma vida teria sobrevivido!

Agora vemos a necessidade de previsão no projeto para a preservação de uma membrana unicelular. E nossos corpos são compostos de trinta trilhões de células! Imagine como tudo isso tem que trabalhar em conjunto e quanto planejamento prévio seria necessário para ajustar todas essas diferentes funções!

Novamente, apenas uma mente supremamente inteligente poderia planejar tudo isso com antecedência e prever as necessidades futuras para facilitar a interação e resolver problemas.

Sabiamente, o salmista escreveu sobre nosso incrível corpo humano: “Tu criaste cada parte do meu corpo; tu me formaste na barriga da minha mãe. Eu te louvo porque deves ser temido. Tudo o que fazes é maravilhoso, e eu sei disso muito bem” (Salmos 139:13-14 Salmos 139:13-14 [13] Pois tu formaste os meus rins; entreteceste-me no ventre de minha mãe. [14] Eu te louvarei, porque de um modo tão admirável e maravilhoso fui formado; maravilhosas são as tuas obras, e a minha alma o sabe muito bem.
Almeida Atualizada×
, BLH). Espero que realmente possamos estar bem cientes disso!

Como Eberlin conclui em sua entrevista: “Quando consideramos a previsão, vemos que ela é de longe a melhor explicação para muitas soluções da vida no universo. Os cientistas devem seguir as evidências aonde quer que elas os conduzam e, quando fizerem isso, a previsão se torna clara e evidente. Assim somos forçados a aceitá-la como a melhor evidência de design no universo”.

A evidência de intencionalidade no design desmantela o materialismo

A partir da previsão e das operações complexas dos sistemas vivos, podemos inferir outro aspecto evidente da mente — a intencionalidade.

A intencionalidade é um termo filosófico para direcionamento proposital de pensamento rumo a um objeto pretendido, seja a outras pessoas, coisas, lugares ou circunstâncias. Isso está arraigado em nossa mente, em nossa consciência, e não em matéria física. A intencionalidade não pode existir em objetos materiais.

Michael Egnor, neurocirurgião pediátrico e professor do Departamento de Cirurgia Neurológica da Universidade Stony Brook, em Nova Iorque, é um defensor do design inteligente e blogueiro do Discovery Institute. Em outro vídeo do Discovery disponível no YouTube e intitulado “The Evidence Against Materialism” (A Evidência Contra o Materialismo, em tradução livre), Dr. Egnor explica várias maneiras em que o materialismo — a negação de qualquer outra existência além da realidade material — não é uma teoria viável sobre a origem da vida. E sua última abordagem é sobre a intencionalidade.

Lembre-se de que para os materialistas existe apenas o reino físico. Eles veem até mesmo nossos pensamentos como uma mera confluência de átomos. Aqui estão alguns trechos desse vídeo do Dr. Egnor:

"A intencionalidade...é a capacidade de algo se tratar de outra coisa. Por exemplo, se estou pensando agora em Washington, D.C., meu pensamento é intencional no sentido de que estou pensando em algo que não sou eu. Estou pensando em uma cidade ou em uma porta ou em minha esposa. Portanto, a capacidade de um pensamento ser sobre algo é exclusiva da mente, porque nenhum objeto físico diz respeito a nada — na ausência de uma mente. Uma pedra na praia não diz respeito a nada. Uma árvore não diz respeito a nada. Apenas um pensamento pode ser sobre algo ”(10 de junho de 2019).

Ele ainda assinala: “Você não pode explicar a intencionalidade usando preceitos materialistas...Você não pode explicar uma coisa viva sem explicar qual é o propósito das partes dessa coisa viva. Você não pode explicar o coração a menos que explique que o objetivo dele é bombear sangue. Você não pode explicar o olho a menos que entenda que o propósito dele é enxergar. E de onde vêm esses objetivos? Bem, esses propósitos são como a intencionalidade, eles são como uma mente. E a implicação é que por trás do universo existe uma mente, uma mente admirável, uma mente que é refletida na maneira como o universo funciona”.

Isso é como sua caneca de café ou xícara de chá. A forma desses objetos mostra a intencionalidade com a finalidade de segurar uma bebida quente. Assim, da mesma forma, vemos que toda a criação mostra um propósito, uma meta, uma intencionalidade. O que vemos ao nosso redor é o reflexo de uma mente muito superior. É um reflexo de Deus.

Egnor prossegue dizendo: “O materialismo, em meu ponto de vista, não é realmente uma perspectiva filosófica; é apenas um erro...Seria como afirmar que 2 + 2 é igual a 5 é matemática. E, na verdade, isso não é matemática; é apenas um erro. E, em minha opinião, o materialismo nem mesmo é suficientemente coerente para se qualificar como uma perspectiva filosófica...”.

“Em biologia, precisamos nos concentrar nos propósitos das estruturas biológicas, não apenas nos detalhes da própria estrutura. Precisamos saber por que elas estão fazendo o que estão fazendo. E quando você começa a procurar propósitos, começa a olhar para os aspectos imateriais da natureza, ou seja, para a forma. E isso nos conduz para fora do materialismo”.

Os planos de Deus para você

Então, não caia mais nas mentiras da pseudociência materialista. Aceite as evidências de um Criador divino e Seu testemunho nas Escrituras. Abandone seus velhos hábitos e confusão por meio da misericórdia e ajuda de Deus Pai e Seu Filho Jesus Cristo. (Ver “Salvação em Cristo, Não na Ciência”).

Exatamente, há uma Mente infinita por trás da criação do universo — um Projetista Mestre revelando intencionalidade, propósito e planejamento em Sua incrível obra de arte. E você é parte desse incrível propósito de Deus. Ele tem um plano para sua vida — e ainda está planejando seu futuro definitivo com Ele, se você aceitar.

Assim como Deus disse ao Seu povo há muito tempo, Ele declara a você hoje: “Porque Eu sei os planos que tenho para vocês, diz o SENHOR. São planos de bem, e não de mal, para lhes dar o futuro pelo qual anseiam” (Jeremias 29:11 Jeremias 29:11Pois eu bem sei os planos que estou projetando para vós, diz o Senhor; planos de paz, e não de mal, para vos dar um futuro e uma esperança.
Almeida Atualizada×
, Nova Versão Transformadora).

Essa esperança está em um futuro além da imaginação. O propósito final de Deus, conforme explicado em nosso guia de estudo gratuito Por Que Você Nasceu?, é que todos nós nos tornemos Seus filhos e filhas divinos, para nos elevar dessa existência terrena para Sua glória eterna em Sua família divina e para compartilhar o domínio com Ele sobre toda a criação!


Salvação em Cristo, Não na Ciência

Ao lado de uma rodovia não muito longe de nosso escritório da revista A Boa Nova, um outdoor declara em letras vermelhas e brilhantes: “Há Esperança Na Ciência”. Esse outdoor é do Hospital Universitário de Cincinnati (University of Cincinnati Medical Center, em inglês).

O site deles afirma ainda: “Como o Hospital Universitário de Cincinnati treina um em cada três médicos de nossa região, somos os professores que os outros buscam. Somos os autores dos maiores avanços na área da saúde. E estamos sempre mostrando ao mundo como a ciência pode vencer. Hospital Universitário de Cincinnati, há esperança na ciência”.

A ciência é boa e também má

Uma vez que nosso mundo está em meio a uma pandemia que cada vez mais afirmam ter sido criada em um laboratório de ciências, e esse apelo à ciência não necessariamente aumenta a confiança nela. É verdade que a ciência trouxe coisas maravilhosas — como viagens aéreas, veículos, refrigeração e água potável. Mas a ciência também se tornou um deus para muitas pessoas.

Reflita em algumas coisas que a “ciência” também é responsável — bombas nucleares que podem exterminar toda a vida humana e cientistas que, na Segunda Guerra Mundial, realizaram experiências horríveis em crianças em prol do avanço científico.

Ademais, alguns cientistas querem nos proteger do aquecimento global mudando a órbita da Terra para nos afastar do sol. E esses expertos dizem: Vamos tentar fazer isso!

Palavras sem sabedoria

Quando Jó questionou a sabedoria de Deus, ele foi chamado para responder por sua arrogância. A mesma resposta que Deus deu a Jó poderia ser dada a muitos evolucionistas e cientistas de hoje.

“Depois disto, o SENHOR, do meio de um redemoinho, respondeu a Jó: Quem é este que escurece os Meus desígnios com palavras sem conhecimento? Cinge, pois, os lombos como homem, pois Eu te perguntarei, e tu Me farás saber. Onde estavas tu, quando Eu lançava os fundamentos da terra? Dize-me, se tens entendimento. Quem lhe pôs as medidas, se é que o sabes? Ou quem estendeu sobre ela o cordel? Sobre que estão fundadas as suas bases ou quem lhe assentou a pedra angular, quando as estrelas da alva, juntas, alegremente cantavam, e rejubilavam todos os filhos de Deus? Ou quem encerrou o mar com portas, quando irrompeu da madre; quando Eu lhe pus as nuvens por vestidura e a escuridão por fraldas? Quando Eu lhe tracei limites, e lhe pus ferrolhos e portas, e disse: até aqui virás e não mais adiante, e aqui se quebrará o orgulho das tuas ondas?”

Acho que poderíamos acrescentar alguns novos pensamentos hoje: "Onde você estava quando projetei a membrana celular com a capacidade de permitir que os nutrientes entrem e saiam e se autoconsertar quando danificada?" Deus está falando com Jó sobre coisas muito intencionais!

Existe esperança em nosso futuro? Sim, mas isso não está na ciência. Nossa esperança está em Deus por meio de Jesus Cristo.

Um outdoor melhor

A ciência não pode mudar o coração de uma pessoa. A ciência nunca salvou um casamento. A ciência nunca fez um criminoso se arrepender. Mas Deus fez essas coisas muitas vezes.

E, o mais importante: A ciência nunca perdoou o pecado de um homem. Aquele outdoor na rodovia e também nosso slogan pessoal deveria ser assim: “Em Jesus Cristo habita a esperança”.

Nunca devemos esquecer que Deus Pai “amou o mundo de tal maneira que deu o Seu Filho unigênito, para que todo aquele que nEle crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3:16 João 3:16Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.
Almeida Atualizada×
), e que Jesus levou “em Seu corpo os nossos pecados sobre o madeiro [na crucificação], para que, mortos para os pecados, pudéssemos viver para a justiça” (1 Pedro 2:24 1 Pedro 2:24levando ele mesmo os nossos pecados em seu corpo sobre o madeiro, para que mortos para os pecados, pudéssemos viver para a justiça; e pelas suas feridas fostes sarados.
Almeida Atualizada×
).

A nossa salvação está em Cristo

Isaías declara: “Não sabes, não ouviste que o eterno Deus, o SENHOR, o Criador dos confins da terra, nem se cansa, nem se fatiga?...os que esperam no SENHOR renovarão as suas forças e subirão com asas como águias; correrão e não se cansarão; caminharão e não se fatigarão” (Isaías 40:28 Isaías 40:28Não sabes, não ouviste que o eterno Deus, o Senhor, o Criador dos confins da terra, não se cansa nem se fatiga? E inescrutável o seu entendimento.
Almeida Atualizada×
, 31).

Talvez você esteja cansado e desanimado. Às vezes, todos nós precisamos ser elevados com asas como águias. E, em última análise, precisamos de uma fé profunda e duradoura em nosso Criador para nos ajudar a nos erguer novamente e a seguir em frente.

Nunca devemos perder de vista nosso destino como filhos na família de Deus. Devemos entender o quão maravilhoso é nosso Deus — acreditando no que Ele nos prometeu com previsão e intencionalidade a nosso respeito — por ter sempre em perspectiva o grandioso objetivo de nossa vida eterna.

Sem dúvida, por meio de nosso Pai Celestial e de Jesus Cristo todas as coisas vieram a existir, inclusive nossa vida e nossa salvação!