Ajuda para hoje, esperança para amanhã 

A Páscoa e a Festa dos Pães Asmos Apontam Diretamente para Jesus Cristo Como Nosso Salvador

Você está aqui

A Páscoa e a Festa dos Pães Asmos Apontam Diretamente para Jesus Cristo Como Nosso Salvador

Login or Create an Account

With a UCG.org account you will be able to save items to read and study later!

Sign In | Sign Up

×

Quando você entender a antiga origem pré-cristã do Domingo de Páscoa e o que praticava Jesus em Sua vida e o que Ele ensinou a Seus discípulos, então você vai compreender que Ele nunca celebraria o Domingo de Páscoa. Ele não observaria um dia que realmente não tivesse nada a ver com a Sua morte e ressurreição, e que, na verdade, tem sua origem na adoração de deuses e deusas pagãos.

Além disso, você vai entender que, sem dúvida, Jesus observou a Páscoa e a Festa dos Pães Asmos, e que também ensinou aos Seus discípulos a fazer a mesma coisa (Lucas 22:15-20 Lucas 22:15-20 15 E disse-lhes: Tenho desejado ardentemente comer convosco esta páscoa, antes da minha paixão; 16 pois vos digo que não a comerei mais até que ela se cumpra no reino de Deus. 17 Então havendo recebido um cálice, e tendo dado graças, disse: Tomai-o, e reparti-o entre vós; 18 porque vos digo que desde agora não mais beberei do fruto da videira, até que venha o reino de Deus. 19 E tomando pão, e havendo dado graças, partiu-o e deu-lho, dizendo: Isto é o meu corpo, que é dado por vós; fazei isto em memória de mim. 20 Semelhantemente, depois da ceia, tomou o cálice, dizendo: Este cálice é o novo pacto em meu sangue, que é derramado por vós.
Almeida Atualizada×
). Jesus, na noite em que Ele foi traído, sentou-se e disse: “Fazei isto em memória de Mim”, ao se referir a essa nova cerimônia de Páscoa, que Ele instituiu naquele tempo. E assim como aprenderam com Jesus e os apóstolos, os primeiros cristãos realmente observaram a Páscoa bíblica. E, definitivamente, eles também observaram a Festa dos Pães Asmos, que simboliza a remoção do pecado de suas vidas e a morada de Cristo neles (1 Coríntios 5:6-8 1 Coríntios 5:6-8 6 Não é boa a vossa jactância. Não sabeis que um pouco de fermento leveda a massa toda? 7 Expurgai o fermento velho, para que sejais massa nova, assim como sois sem fermento. Porque Cristo, nossa páscoa, já foi sacrificado. 8 Pelo que celebremos a festa, não com o fermento velho, nem com o fermento da malícia e da corrupção, mas com os ázimos da sinceridade e da verdade.
Almeida Atualizada×
).

Ao observar esses Dias Santos, eles chegaram a uma compreensão mais profunda da vida, da morte e da ressurreição de Jesus Cristo. Assim como os cristãos dos tempos apostólicos, os cristãos de hoje podem alcançar uma nova profundidade de conhecimento e entendimento, seguindo o exemplo de Jesus.

A tradição do Domingo de Páscoa não veio do exemplo de Jesus, mas do desejo da Igreja romana de separar-se do judaísmo, ao substituir a Páscoa. Essa decisão, fruto do antissemitismo, ignorou que a Páscoa não é uma observância judaica. Ela é uma ocasião santa que aponta diretamente para Jesus Cristo! E que tem um profundo significado espiritual, por isso Jesus magnificou o propósito e a visão da Páscoa quando a observou.

Se você realmente quer seguir a Jesus, então você seguirá o exemplo dEle, observando esses dias em Sua honra. Jesus é o verdadeiro Cordeiro da Páscoa, e o pascal do Antigo Testamento era um símbolo que apontava para Ele e para Seu sacrifício. Os cristãos tomam o vinho, simbolizando Seu sangue, e comem o pão ázimo, simbolizando Seu corpo, do mesmo modo que Ele instituiu na última Páscoa e passou a Seus discípulos. Ao fazer isso, Jesus ampliou o mandamento e a observância da Páscoa.

Para saber mais, baixe ou solicite gratuitamente nossos guias de estudo bíblico A Verdadeira História de Jesus Cristo e O Plano dos Dias Santos de Deus: A Promessa de Esperança Para Toda A Humanidade em portugues.ucg.org/estudos. BN