Ajuda para hoje e esperança para o amanhã! 

As Palavras Que Eu Vos Disse

Você está aqui

As Palavras Que Eu Vos Disse

Um jovem que estava arrumando sua mala para uma viagem disse a um amigo: “Eu já terminei de fazer as malas. Agora só resta pegar um mapa, uma lâmpada, um microscópio, um livro de poesia, algumas biografias, um pacote de cartas antigas, um livro de canções, uma espada, um martelo e algumas ferramentas”.

“Mas não vai caber tudo isso na sua mala”, respondeu seu amigo.

O jovem sorriu e disse: “Claro que vai”. Tudo isso está bem aqui. Ele colocou a Bíblia na mala e fechou-a.

Esta história conta muito sobre o que o jovem valorizava e por que ele dava tanto valor à Palavra de Deus. Ele via as Escrituras como algo abrangente o suficiente para guiá-lo em todas as circunstâncias que pudessem surgir em sua jornada.

Uma série de comerciais para TV de um cartão de crédito faz a seguinte pergunta: “O que você tem em sua carteira?”. Vamos um pouco mais além para perguntar não apenas o que está em sua carteira ou em sua mala, mas o que está guardado em seu coração? Permita-me ser franco: A maneira como, individualmente, vemos a relevância dessa história e preparamos antecipadamente nossos corações é crucial para atender ao convite de seguir a Jesus Cristo.

O jovem da mala realmente estava focado em algo, e suas ações espelham o que Jesus disse: “As palavras que Eu lhes disse são espírito e vida” (João 6:63 João 6:63O espírito é o que vivifica, a carne para nada aproveita; as palavras que eu vos tenho dito são espírito e são vida.
Almeida Atualizada×
). Grande parte dos ouvintes de Jesus naquele dia, se sentindo perturbada pelas coisas difíceis que Ele disse, O abandonou (versículos 60, 66). À medida que eles saíam, Jesus voltou-se para Seus doze discípulos e fez uma pergunta que exigia uma decisão: “Quereis vós também retirar-vos?” (versículo 67).

Então, Pedro falou: “Senhor, para quem iremos nós? Tu tens as palavras da vida eterna” (versículo 68). Pedro estava ecoando os sentimentos daquele jovem que arrumava sua mala: Está tudo bem aqui, pois tenho tudo que preciso para enfrentar o que vem pela frente.

Talvez seja hora de arrumar novamente!

Agora, quanto a nós mesmos, devemos sinceramente arrumar espaço em nossa vida para a sagrada Palavra de Deus. Mas temos que ser realistas e admitir que a cultura predominante de hoje é absurdamente exigente e consome grande parte de nossa vida pessoal.

A tecnologia e as mídias sociais oferecem um mundo de informações ilimitadas ao nosso alcance, agradando a nossa curiosidade. Há mais pessoas batendo nas portas de nossas mentes e espiando através das janelas de nossas vidas em um dia do que poderiam imaginar nossos antepassados.

E isso está nos afetando! Vivemos na sociedade mais conectada, porém desligada, jamais imaginada pelo design humano. Talvez seja hora de reordenar isso, desta vez corretamente, lembrando-nos de quem está nessa jornada conosco — nosso Criador e Aquele que chamamos de nosso Mestre!

Agora, por que é tão vital manter a Sagrada Escritura à frente de nossos desejos? Reflita no veemente pedido de Cristo, em relação àqueles que aceitam segui-Lo, em Sua oração a Deus Pai em João 17:15-17 João 17:15-17 15 Não rogo que os tires do mundo, mas que os guardes do Maligno. 16 Eles não são do mundo, assim como eu não sou do mundo. 17 Santifica-os na verdade, a tua palavra é a verdade.
Almeida Atualizada×
: “Não peço que os tires do mundo, mas que os livres do mal. Não são do mundo, como Eu do mundo não sou. Santifica-os na verdade; a Tua palavra é a verdade” (grifo nosso).

Jesus observou que apesar de Seus seguidores estarem envoltos no ambiente ininterrupto deste mundo, eles deveriam ficar separados dele e se fortalecer na Palavra de Deus, as Escrituras.

Ao fazer constantes escolhas neste mundo ininterrupto sobre que o deve ocupar nosso tempo e atenção, devemos nos espelhar no exemplo do próprio Jesus, que sempre existiu no mundo ininterrupto de Seu Pai Celestial.

Em resposta a esses desafios, Ele diria: “Vocês não leram o que as Escrituras Sagradas dizem?”. Ele conhecia bem as palavras de 23:12 23:12Nunca me apartei do preceito dos seus lábios, e escondi no meu peito as palavras da sua boca.
Almeida Atualizada×
: “Não me afastei dos mandamentos dos Seus lábios; dei mais valor às palavras de Sua boca, do que ao meu pão de cada dia” (NVI).

O foco dEle está no que sustenta a verdadeira vida, que Lhe permitiu resistir às tentações no deserto. Isso está expresso em Deuteronômio 8:3 Deuteronômio 8:3Sim, ele te humilhou, e te deixou ter fome, e te sustentou com o maná, que nem tu nem teus pais conhecíeis; para te dar a entender que o homem não vive só de pão, mas de tudo o que sai da boca do Senhor, disso vive o homem.
Almeida Atualizada×
, que Jesus citou em Mateus 4:4 Mateus 4:4Mas Jesus lhe respondeu: Está escrito: Nem só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que sai da boca de Deus.
Almeida Atualizada×
: “Ele, porém, respondendo, disse: Está escrito: Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus”.

No verdadeiro teste de sobrevivência, Ele estava conectado a um mundo ininterrupto diferente. Afinal, o pão alimenta o corpo, mas a existência fundamental é sustentada pelas “palavras que…são vida” (João 6:63 João 6:63O espírito é o que vivifica, a carne para nada aproveita; as palavras que eu vos tenho dito são espírito e são vida.
Almeida Atualizada×
, ARA). Podemos comer nosso pedaço de pão, mas ainda assim continuamos famintos, num sentido mais importante.

Escolhendo as prioridades

Agora, por favor, não estou pedindo para que venda seu carro ou jogue fora seu smartphone, mas estou incentivando-o a refletir em suas prioridades e decidir o que deve estar em primeiro lugar. Jesus disse claramente àqueles que acreditavam nEle que, para serem Seus verdadeiros discípulos e aceitarem Seu convite de segui-Lo, eles teriam que “permanecer” em Sua palavra (João 8:31 João 8:31Dizia, pois, Jesus aos judeus que nele creram: Se vós permanecerdes na minha palavra, verdadeiramente sois meus discípulos;
Almeida Atualizada×
).

A palavra “permanecer” aqui foi traduzida da palavra grega meno, que significa “ficar, manter-se, deter-se profundamente”. Não é suficiente ter uma Bíblia guardada em alguma mala proverbial ou real. Você deve abri-la regularmente e permitir que Deus o molde através de suas palavras. Você pode ter as melhores intenções, mas vamos ser francos — uma Bíblia fechada pode muito bem ser uma Bíblia perdida . Você pode muito bem não se dar ao esforço de considerá-la!

O que Jesus está nos dizendo em João 8:31 João 8:31Dizia, pois, Jesus aos judeus que nele creram: Se vós permanecerdes na minha palavra, verdadeiramente sois meus discípulos;
Almeida Atualizada×
? O discipulado começa com a crença!

De onde vem essa crença ou fé? A própria Palavra de Deus nos diz em Romanos 10:17 Romanos 10:17Logo a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Cristo.
Almeida Atualizada×
: “De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus”.

E isso é muito mais profundo. Isso não se trata simplesmente de nosso sistema auditivo, mas, “as palavras que Eu vos disse”, foram ditas para penetrar profundamente em nosso coração e serem nossa principal motivação, levando-nos a voltar para Deus em obediência e confiança.

Hebreus 4:12 Hebreus 4:12Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais cortante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até a divisão de alma e espírito, e de juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração.
Almeida Atualizada×
diz que “a Palavra de Deus é viva, e eficaz, e mais penetrante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até à divisão da alma, e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração”. Quando escolhemos na fé “permanecer” nas Escrituras, Deus nos fala através delas, moldando e sondando todo o nosso ser, interna e externamente, e cuidando intensamente de nós.

Ouvir bem e desenvolver confiança

Ok, você está pronto para arrumar ou reordenar, mas vamos parar um momento e refletir em uma verdade incômoda antes de prosseguir.

Quantas vezes você passou pela situação de ler algo estando desconectado de seu significado? Na escola, como parte do estudo, os alunos tinham que ler um texto em voz alta. A professora pedia ao aluno que explicasse o que tinha lido. E o aluno respondia: “Não sei, pois eu não estava escutando o que li”!

A leitura da Palavra de Deus sempre teve a intenção de servir para escutar diretamente a Deus. Quando não apenas “ouvimos”, mas “escutamos” a Palavra de Deus, começamos a “permanecer” no contexto de Sua vontade, em vez da nossa. E isso se encaixa perfeitamente no próximo aspecto de responder, de forma apropriada, às “palavras que Eu vos disse”.

A partir do momento que você aceita as palavras de Deus, essa crença se transforma em confiança — tanto que você não toma nenhuma decisão sem antes considerar as palavras dEle. É como se aquele jovem tivesse colocado sua Bíblia na mala sabendo que ela possuía tudo o que seria necessário para ser bem-sucedido em suas viagens.

Novamente, Jesus foi o único viajante pioneiro que confiou plenamente no que leu na Palavra de Deus, internalizando-a, crendo-a e clamando-a, como Suas últimas palavras, em uma declaração sábia a viva voz: “Pai, nas Tuas mãos entrego o Meu espírito”. (Lucas 23:46 Lucas 23:46Jesus, clamando com grande voz, disse: Pai, nas tuas mãos entrego o meu espírito. E, havendo dito isso, expirou.
Almeida Atualizada×
; ver Salmos 31:5 Salmos 31:5Nas tuas mãos entrego o meu espírito; tu me remiste, ó Senhor, Deus da verdade.
Almeida Atualizada×
). A Palavra de Deus foi sintetizada e alcançada neste momento de grande necessidade, dando a certeza de que Ele havia “terminado” com sucesso a jornada que Lhe foi proposta para tornar-se nosso Salvador (ver João 19:30 João 19:30Então Jesus, depois de ter tomado o vinagre, disse: está consumado. E, inclinando a cabeça, entregou o espírito.
Almeida Atualizada×
).

Talvez as palavras de nosso Pai Celestial e de Cristo estejam falando com você agora através deste artigo. Minha intenção é bastante simples: Ajudá-lo a refletir naquilo que você mais valoriza e abrir espaço para isso e agir. Como valorizamos o convite de tornar-se um novo ser humano, um novo homem ou mulher, e nosso chamado para ser uma nova comunidade espiritual, chamada Corpo de Cristo, com um senso de propósito que se move muito além da distração da próxima mensagem de texto?

Esse privilégio é nosso!

Você já pensou que tem o divino privilégio de ouvir diretamente da sala do trono de Deus? Pondere que você recebeu “a sabedoria que vem do alto” (Tiago 3:17 Tiago 3:17Mas a sabedoria que vem do alto é, primeiramente, pura, depois pacífica, moderada, tratável, cheia de misericórdia e de bons frutos, sem parcialidade, e sem hipocrisia.
Almeida Atualizada×
) da Palavra vivificante de Deus, Jesus Cristo (1 João 1:1-3 1 João 1:1-3 1 O que era desde o princípio, o que ouvimos, o que vimos com os nossos olhos, o que contemplamos e as nossas mãos apalparam, a respeito do Verbo da vida 2 (pois a vida foi manifestada, e nós a temos visto, e dela testificamos, e vos anunciamos a vida eterna, que estava com o Pai, e a nós foi manifestada); 3 sim, o que vimos e ouvimos, isso vos anunciamos, para que vós também tenhais comunhão conosco; e a nossa comunhão é com o Pai, e com seu Filho Jesus Cristo.
Almeida Atualizada×
), que nos entregou as palavras faladas por Deus (João 6: 63; 12:50; Hebreus 1:1-3 Hebreus 1:1-3 1 Havendo Deus antigamente falado muitas vezes, e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, 2 nestes últimos dias a nós nos falou pelo Filho, a quem constituiu herdeiro de todas as coisas, e por quem fez também o mundo; 3 sendo ele o resplendor da sua glória e a expressa imagem do seu Ser, e sustentando todas as coisas pela palavra do seu poder, havendo ele mesmo feito a purificação dos pecados, assentou-se � direita da Majestade nas alturas,
Almeida Atualizada×
), e que postas diante de nós como a Palavra de Deus escrita em nossa própria língua.

Isso mesmo, escrita à custa da vida de nosso Salvador e da vida de homens valentes como William Tyndale, tradutor da Bíblia, que foi estrangulado e queimado na fogueira por entregar ao povo inglês a “sabedoria de Deus” em sua própria língua. Suas últimas palavras na fogueira foram “Senhor, abra os olhos do rei da Inglaterra”.

E, trazendo esperança, esta coluna tem aberto seus olhos para o valor da certeza de estar carregando mais do que uma Bíblia em uma mala, e sim de guardá-la em seu coração para que você se prepare para as colisões, curvas, mergulhos e escaladas nessa maior jornada da humanidade que é seguir a Jesus Cristo e alcançar o topo da montanha, que é o Reino.

Ao fazer isso, lembre-se de que há uma diferença entre andar com Cristo e permitir que Ele caminhe no íntimo de seu ser, que sempre foi e é o desejo de nosso Pai Celestial. Qual é o valor do plano de desenvolvimento de nosso Pai para nós, desde a Palavra viva à Palavra falada até a Palavra escrita, se nunca foi dado o último passo para arrumar nossos corações?

E esse último passo é muito bem disposto no Salmo 119:10-11: “De todo o meu coração Te busquei; não me deixes desviar dos Teus mandamentos. Escondi a Tua palavra no meu coração, para eu não pecar contra Ti”.

O que o salmista está dizendo aqui? Que as palavras de Deus fiquem tão “escondidas” ou tão profundamente arraigadas que nada — seja homem, Satanás ou preocupação com a própria família — possa acabar interferindo no amoroso propósito de Deus para você. Você está pronto para arrumar ou reordenar a partir de agora? Agora é a hora, não amanhã, de abrir seu coração e de abrir sua Bíblia e internalizá-la, como falou Cristo: “As palavras que Eu vos disse…são vida”!