Ajuda para hoje e esperança para o amanhã! 

O Hall da Fama dos Heróis da Fé

Você está aqui

O Hall da Fama dos Heróis da Fé

Sem dúvida, Hebreus 11 é um dos capítulos mais notáveis da Bíblia. Geralmente, ele é chamado de "o capítulo da fé" porque resume as provações e triunfos de muitos personagens bíblicos — homens e mulheres de grande fé. Esses homens e mulheres colocam sua confiança em Deus para livrá-los de todos os tipos de crises, algumas com risco de morte. As histórias deles estão repletas de esperança e socorro, especialmente para as pessoas que estão passando por provações (você pode não estar passando por provações agora, mas ninguém sabe o amanhã!).

A lista de heróis da fé nesse capítulo começa com Abel, filho de Adão e Eva, que pela fé “obedeceu a Deus e trouxe uma oferta que agradou a Ele mais do que a oferta de Caim.” Então, “Deus aceitou Abel e deu prova disso aceitando a sua dádiva; e embora Abel esteja morto há muito tempo, nós ainda podemos aprender lições dele sobre a confiança em Deus” (Hebreus 11:4 Hebreus 11:4Pela fé Abel ofereceu a Deus mais excelente sacrifício que Caim, pelo qual alcançou testemunho de que era justo, dando Deus testemunho das suas oferendas, e por meio dela depois de morto, ainda fala.
Almeida Atualizada×
, Bíblia Viva).

Abraão tem um destaque entre as pessoas listadas nesse capítulo. Aqui está o resumo da história dele: “Pela fé, Abraão, sendo chamado, obedeceu, indo para um lugar que havia de receber por herança; e saiu, sem saber para onde ía. Pela fé, habitou na terra da promessa, como em terra alheia, morando em cabanas... Porque esperava a cidade que tem fundamentos, da qual o artífice e construtor é Deus” (versículos 8-10).

A história de Abraão abrange catorze capítulos do livro de Gênesis. Deus disse a ele para deixar a cidade, que tinha sido o lar de sua família por gerações, e viajar para a terra de Canaã, a atual área do Estado de Israel. Abraão obedeceu e se tornou um forasteiro errante naquela terra estrangeira.

A vida dele teve muitos altos e baixos. Geralmente, ele se mantinha perto de Deus, mas de vez em quando confiava mais em si mesmo, o que acarretava grandes problemas para ele e para as pessoas mais próximas. Porém, apesar de tudo, o mais importante é que ele confiou em Deus e creu em Suas promessas. Como acabamos de ver, durante toda a sua vida, vagando por uma terra distante, ele esteve ansioso pela “cidade que tem fundamentos, da qual o artífice e construtor é Deus.” A esperança, a perspectiva e o objetivo dele era o Reino de Deus.

Sara, a esposa dele, também foi um exemplo de fé. Os versículos 11-12 nos dizem: “Pela fé, também a mesma Sara recebeu a virtude de conceber e deu à luz já fora da idade; porquanto teve por fiel aquele que lhe tinha prometido. Pelo que também de um, e esse já amortecido, descenderam tantos, em multidão, como as estrelas do céu, e como a areia inumerável que está na praia do mar.” Como Abraão, ela acreditava que Deus cumpriria Sua promessa. Essa crença nas promessas de Deus os manteve firmes na fé por toda a vida, mesmo enfrentando desafios e problemas.

O exemplo de Abraão tornou-se o padrão para outros heróis bíblicos da fé, e por isso é que, frequentemente, ele é chamado de "o pai da fé." E outras pessoas seguiram seus passos — Isaque, Jacó, José, Moisés, Raabe, Gideão, Baraque, Sansão, Jefté, Davi, Samuel, os profetas bíblicos e muitos outros.

Pela fé, eles realizaram grandes feitos — eles "subjugaram reinos, praticaram a justiça, obtiveram promessas, fecharam a boca de leões, extinguiram a violência do fogo, escaparam ao fio da espada, da fraqueza tiraram força, fizeram-se poderosos em guerra, puseram em fuga exércitos de estrangeiros” (Hebreus 11:33-34 Hebreus 11:33-34 [33] os quais por meio da fé venceram reinos, praticaram a justiça, alcançaram promessas, fecharam a boca dos leões, [34] apagaram a força do fogo, escaparam ao fio da espada, da fraqueza tiraram forças, tornaram-se poderosos na guerra, puseram em fuga exércitos estrangeiros.
Almeida Atualizada×
, ARA).

Porém, às vezes as coisas não foram tão bem assim para alguns deles. Pois, “alguns foram torturados, não aceitando seu resgate, para obterem superior ressurreição; outros, por sua vez, passaram pela prova de escárnios e açoites, sim, até de algemas e prisões. Foram apedrejados, provados, serrados pelo meio, mortos a fio de espada; andaram peregrinos, vestidos de peles de ovelhas e de cabras, necessitados, afligidos, maltratados (homens dos quais o mundo não era digno)” (versículos 36-38, ARA).

Independentemente do que acontecia com eles nesta vida, todos “morreram na fé, sem terem recebido as promessas, mas, vendo-as de longe, e crendo nelas, e abraçando-as, confessaram que eram estrangeiros e peregrinos na Terra" (versículo 13). Nesse aspecto, todos eles eram como Abraão. Todos sabiam que a vida neste mundo não era o objetivo ou o fim da história deles. Eles procuravam “uma [pátria] melhor, isto é, a celestial. Pelo que também Deus não se envergonha deles, de se chamar Seu Deus, porque já lhes preparou uma cidade” (versículo 16).

Na história de cada um deles há grandes lições que nos ajudam a lidar com as provações da vida. Independentemente de quão sombrias e desanimadoras as coisas possam parecer, temos um Deus que nos ama e deseja apenas o melhor para nós (Romanos 8:28 Romanos 8:28E sabemos que todas as coisas concorrem para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito.
Almeida Atualizada×
). O desejo de Deus é que todos nós façamos parte de Seu Reino (Lucas 12:32 Lucas 12:32Não temas, ó pequeno rebanho! porque a vosso Pai agradou dar-vos o reino.
Almeida Atualizada×
).

Medite nesses exemplos e aferre-se a essas palavras de esperança quando lidar com a vida nestes tempos difíceis em que vivemos!