Pregando o evangelho e preparando um povo

Comentário Bíblico: Êxodo 23

Você está aqui

Comentário Bíblico

Êxodo 23

Deus revelou a Israel leis que proíbem a calúnia, a difamação e a mentira. Tudo isso se baseia no Nono Mandamento: "Não dirás falso testemunho contra o teu próximo" (Êxodo 20:13 Êxodo 20:13Não matarás.
Almeida Atualizada×
). O próprio Deus não faz acepção de pessoas e ordena que tratemos igualmente todas as pessoas. Ele olha para a atitude do nosso coração, que se manifesta em nosso viver diário. A obediência a Deus é muito mais do que apenas seguir uma lista de coisas que devemos e não devemos fazer. A lei nos diz para praticar atos de serviço aos outros. Assim, mesmo que tenhamos problemas com nosso próximo, não podemos deixar de ajudá-lo quando necessário, pois, estaríamos incorrendo em transgressão da lei de Deus.

Deus também revelou leis que regulam a relação da humanidade com o meio ambiente. Uma dessas leis, o descanso sabático da terra, está registrada nesse capítulo. O objetivo dessa lei era permitir que a terra regenerasse os nutrientes do solo. Quando seguida, isso permitiria uma colheita muito mais saudável no futuro. Atualmente, o homem desrespeita essa lei e despeja no solo todo tipo de fertilizantes químicos e pesticidas. Na verdade, há caminhos que parecem corretos para o homem, porém o resultado deles é todo tipo de problemas inesperados — e até mesmo a morte (Provérbios 14:12 Provérbios 14:12Há um caminho que ao homem parece direito, mas o fim dele conduz � morte.
Almeida Atualizada×
; 16:25).

Curiosamente, havia outro propósito na lei do descanso sabático da terra — permitir que os pobres colhessem tudo o que brotasse espontaneamente da terra no ano em que não tivesse plantação nem colheita (certamente haveria algo para eles nos vinhedos e nos pomares). Assim, essa lei promovia o tratamento amoroso ao próximo, principalmente aos necessitados. Além disso, ela também significava um ato de fé, pois os israelitas tinham que confiar em Deus para suprir suas necessidades durante o ano em que não plantassem nem colhessem.