Pregando o evangelho e preparando um povo

Comentário Bíblico: Gênesis 45

Você está aqui

Comentário Bíblico

Gênesis 45

É possível ver um paralelo temático entre a história de José e a história de Jesus. José foi enviado em grilhões ao Egito, depois foi exaltado para que sua família pudesse sobreviver à fome. Semelhantemente, Jesus foi enviado para sofrer pelos outros, ser exaltado ao mais alto cargo e, enfim, libertar toda a humanidade da morte.

José entendeu que Deus havia guiado tudo o que aconteceu — desde seus primeiros sonhos visionários até sua escravidão, prisão, exaltação e, finalmente, reconciliação com sua família. No capítulo 50, ele diz a seus irmãos: “Vós bem intentastes mal contra mim, porém Deus o tornou em bem, para fazer como se vê neste dia, para conservar em vida a um povo grande” (versículo 20). E entremeado no pronunciamento de José sobre a orientação de Deus quanto àqueles eventos estava a expressão do perdão por tudo o que seus irmãos haviam feito contra ele. E, da mesma forma, a aliança que nos oferece a salvação eterna por meio de Jesus Cristo está envolta no perdão — daqueles que provocaram a necessidade de Sua morte. Com isso em mente, todos devemos dar uma atenção especial ao pedido de José a seus irmãos: “Desce a mim e não te demores” (Gênesis 45:9 Gênesis 45:9Apressai-vos, subi a meu pai, e dizei-lhe: Assim disse teu filho José: Deus me tem posto por senhor de toda a terra do Egito; desce a mim, e não te demores;
Almeida Atualizada×
). Assim também Cristo nos chama para segui-Lo e permanecer com Ele — não devemos demorar a fazer isso.

O capítulo 45 termina com notícias maravilhosas para Jacó. Por mais de duas décadas, ele acreditou que seu filho José estava morto e nunca conseguiu superar isso (comparar Gênesis 42:35 Gênesis 42:35E aconteceu que, despejando eles os sacos, eis que o pacote de dinheiro de cada um estava no seu saco; quando eles e seu pai viram os seus pacotes de dinheiro, tiveram medo.
Almeida Atualizada×
, Gênesis 42:38 Gênesis 42:38Ele porém disse: Não descerá meu filho convosco; porquanto o seu irmão é morto, e só ele ficou. Se lhe suceder algum desastre pelo caminho em que fordes, fareis descer minhas cãs com tristeza ao Seol.
Almeida Atualizada×
). Agora ele estava preocupado com o destino do restante de seus filhos no Egito, mas eles retornam com a melhor notícia que Jacó poderia receber — na verdade, isso estava além de sua imaginação: “Veja só, pai! José está vivo! Ele é o governador de todo o território do Egito!” (Gênesis 45:26 Gênesis 45:26e lhe anunciaram, dizendo: José ainda vive, e é governador de toda a terra do Egito. E o seu coração desmaiou, porque não os acreditava.
Almeida Atualizada×
, Bíblia Viva). Isso parecia um completo absurdo. “Jacó ficou atônito com a notícia. Não podia acreditar” (versículo 26, Nova Versão Transformadora). Mas, aos poucos, ele foi percebendo que tudo aquilo era verdade. “Quando, porém, repetiram para Jacó tudo que José lhes tinha dito, e quando ele viu as carruagens que José havia mandado para levá-lo, encheu-se de ânimo. Então Jacó exclamou: ‘Deve ser verdade! Meu filho José está vivo! Preciso ir e vê-lo antes que eu morra!’” (versículos 27-28, Nova Versão Transformadora). Sem dúvida, isso era possível — muito além de qualquer esperança, raciocínio e sonho absurdo — porque o Deus de Jacó e de José era, e é, o Governante do céu e da Terra. E para Ele tudo é possível.