Ajuda para hoje, esperança para amanhã 

A Igreja que Jesus Edificou

Você está aqui

Índice

“Escrevo-te estas coisas . . . para que saibas como convém andar na casa de Deus, que é a igreja do Deus vivo, a coluna e firmeza da verdade” (1 Timóteo 3:14-15).

“Vocês, porém, são geração eleita, sacerdócio real, nação santa, povo exclusivo de Deus, para anunciar as grandezas daquele que os chamou das trevas para a sua maravilhosa luz. Antes vocês nem sequer eram povo, mas agora são povo de Deus; não haviam recebido misericórdia, mas agora a receberam” (1 Pedro 2:9-10, NVI).

O Dicionário Bíblico Holman, no seu artigo “Igreja”, explica o contexto da palavra igreja: “Igreja é a tradução ao português da palavra grega ekklesia. O uso do termo grego antes do surgimento da igreja cristã é importante pois duas correntes de sentido emergem da história do seu uso para o entendimento do significado da palavra igreja no Novo Testamento.

A Enciclopédia Bíblica Padrão Internacional [The International Standard Bible Encyclopedia] entrega esse ponto de vista do uso da palavra igreja na linguagem cotidiana e da Bíblia: “Teologicamente, não há uma só Igreja, pois os cristãos agora são concidadãos dos santos e membros da família de Deus, edificados sobre o fundamento dos apóstolos e profetas”.

A relação da Igreja (grego, ekklesia) do Novo Testamento com a congregação de Israel no Antigo Testamento pode ser melhor compreendida quando aprendemos as diferentes interpretações feitas às duas palavras hebraicas para “congregação”: ’edah e qahal.

A Enciclopédia Bíblica Padrão Internacional [The International Standard Bible Encyclopedia] resume outras descrições do povo de Deus no Novo Testamento (grifo nosso): “Esta Igreja não é uma organização humana; é obra de Deus (Efésio 2:10) . . . Pode assim ser descrita em várias e abundantes frases, das quais podem ser destacadas as seguintes.

“Não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus” (Romanos 12:2).

“Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura” (Marcos 16:15). “Portanto, ide, ensinai todas as nações . . . ensinando-as a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até à consumação dos séculos” (Mateus 28:19-20).

Qual foi a mensagem de Jesus Cristo? Ele pregou “o evangelho do reino de Deus” (Mateus 4:23, 9:35, Marcos 1:14-15).

A nossa presente era é o único tempo no qual as pessoas podem se arrepender e serem salvas?

“Acautelai-vos, que ninguém vos engane, porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; e enganarão a muitos” (Mateus 24:4-5).

A respeito da lei de Deus o cristianismo tradicional tem sido notavelmente inconsistente desde a Reforma Protestante. Por um lado, os Dez Mandamentos tem sido considerado a maior lei moral que a humanidade já conheceu. Por outro lado, quase sempre, eles têm sido considerados como muito irrelevantes ou arbitrários para serem obrigatório aos cristãos.

Em Apocalipse 2 e 3 Jesus Cristo envia uma mensagem diferente para cada uma das sete igrejas na província romana da Ásia (Ásia Menor), parte da Turquia moderna.

“Portanto, pelos seus frutos os conhecereis. Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no Reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus” (Mateus 7:20-21).

O livro de Atos é um relato de testemunhas oculares da Igreja primitiva sobre a morte de Cristo até cerca do ano 60 d.C. O capítulo 2 registra o início da Igreja, quando Deus enviou o Seu Espírito para cento e vinte seguidores de Jesus Cristo.

A Igreja de Deus é a família de Deus, composta de cristãos que são filhos de Deus Pai e são “irmãos” de Jesus Cristo (1 João 3:1-2, Hebreus 2:11-12, NVI). O Pai deseja que todas as pessoas finalmente se tornem Seus filhos, e o relacionamento entre pais, filhos e irmãos a nível humano tinha a intenção de retratar essa grande realidade espiritual.

A vinda do Espírito Santo no dia de Pentecostes (Atos 2:1-4) transformou os apóstolos de Jesus Cristo de um grupo de homens comuns em alguns dos mais notáveis e dinâmicos líderes que o mundo já conheceu. Para apreciar a magnitude de sua transformação, precisamos dar uma olhada nesses homens antes de receberem o Espírito de Deus.