Ajuda para hoje e esperança para o amanhã! 

As Leis de Deus Estão Obsoletas?: Colossenses 2:16-17

Você está aqui

As Leis de Deus Estão Obsoletas?

Colossenses 2:16-17

Download (Baixar)
MP3 Audio (4.72 MB)

Download (Baixar)

As Leis de Deus Estão Obsoletas?: Colossenses 2:16-17

MP3 Audio (4.72 MB)
×

Ele escreveu: "Portanto, não permitam que ninguém os julgue pelo que vocês comem ou bebem, ou com relação a alguma festividade religiosa ou à celebração das luas novas ou dos dias de sábado..." (NVI). Vamos examinar contexto destes versículos e o cenário histórico para ver se apoiam esse ponto de vista.

Será que Paulo pretendia dizer que as leis de Deus foram abolidas? Se for assim, encontramos imediatamente alguns problemas. Se isso foi o que ele queria dizer, então é difícil explicar por que ele deixou a questão tão confusa, deixando de dizer claramente que estas práticas eram desnecessárias. Afinal, a igreja de Colossos era principalmente composta de gentios (Colossenses 2:13 Colossenses 2:13e a vós, quando estáveis mortos nos vossos delitos e na incircuncisão da vossa carne, vos vivificou juntamente com ele, perdoando-nos todos os delitos;
Almeida Atualizada×
), Paulo poderia ter usado esta carta para deixar claro que estas práticas não eram obrigatórias para os cristãos.

No entanto, Paulo em nenhum lugar disse isso. Em vez disso, sobre a observância das festas, luas novas e Sábados, ele disse apenas para “não permitir que ninguém os julgue”, que é bastante diferente de dizer essas práticas são desnecessárias ou obsoletas.

A pergunta mais básica de se fazer é se realmente eram as práticas do Antigo Testamento que Paulo estava falando aqui. Paulo estava mesmo discutindo se os cristãos deviam observar as leis sobre as carnes limpas e imundas, os festivais bíblicos, o Sábado semanal ou quaisquer outras leis do Antigo Testamento?

Quando lemos o resto deste capítulo, rapidamente torna-se evidente que outras questões estavam envolvidas. Entre as quais estavam "principados e potestades" (versículo 15), "pretexto de humildade e culto dos anjos" (versículo 18), as regras ascéticas que proibiam tocar, provar e manusear (versículo 21) e "disciplina do corpo" (versículo 23).

Além disso, Paulo se refere aos falsos ensinamentos em Colossos como baseados em "palavras persuasivas" (versículo 4), em "filosofias e vãs sutilezas" e na "tradição dos homens" (versículo 8). Ele também se referiu a submeter-se aos "rudimentos" deste mundo (versículo 20) e aos "preceitos e doutrinas dos homens" (versículo 22).

Seria possível Paulo, que em Romanos 7:12 Romanos 7:12De modo que a lei é santa, e o mandamento santo, justo e bom.
Almeida Atualizada×
descreveu a lei de Deus como "santa e justa e boa", estar se referindo à mesma lei aqui ou estaria mencionando algo completamente diferente?

Quando levamos em conta o contexto histórico, a resposta fica clara. Como a Igreja se expandiu a partir da Terra Santa para áreas pagãs, como a Ásia Menor, Itália e Grécia, então ela teve de lidar com filosofias pagãs, algumas com crenças muito ascéticas. Estas influências são particularmente visíveis nos escritos de Paulo, Pedro e João.

Algumas dessas filosofias sobrepostas na ideia de que o espírito é bom, enquanto a matéria é má. O corpo é físico, constituído de matéria, era considerado mau. E já que o corpo era mau, ele tinha de ser tratado com severidade.

Os cristãos de Colossos estavam sendo julgados por uma filosofia mundana por causa do modo como observavam os festivais, as luas novas e os Sábados — que, aparentemente, observavam de uma forma alegre e festiva. Os colossenses comemoravam esses dias de uma forma que era totalmente contrária à abordagem ascética da autonegação. Eles entendiam que os Sábados e festivais anuais são ordenados claramente no Antigo Testamento. (As luas novas, é importante notar, eram utilizadas como marcadores bíblicos de tempo, mas elas nunca foram declaradas Sábados sagrados e nem estão listados entre os festivais santos anuais).

Ao advertir os membros colossenses para não deixar que outros os julguem por observarem esses períodos festivos, Paulo não questiona se eles deviam ser observados. A implicação óbvia destes versículos é que esses cristãos gentios estavam, de fato, observando esses dias, e de nenhuma maneira Paulo lhes disse para deixarem de observar.

Em vez disso, ele abordou a questão de que os cristãos não deviam deixar os outros julgá-los por padrões ascéticos equivocados sobre o que comiam ou bebiam ou como observavam os Sábados ou festivais (versículo 16).

Na verdade, Colossenses 2 trata-se de uma condenação à filosofia humana ascética e não de uma discussão sobre que leis são obrigatórias para os cristãos!