Ajuda para hoje e esperança para o amanhã! 

Conclusão

Conclusão

Deus criou os anjos como espíritos ministradores, mas alguns se rebelaram e escolheram seguir a Satanás. No entanto, dois terços permaneceram leais a Deus. Os anjos de Deus realmente proveem proteção, anunciam grandes eventos e advertem antes de aplicar a ira de Deus. Eles são seres poderosos que realizam a vontade de Deus.

A verdade sobre os anjos tem sido distorcida por diversas fábulas e mitos. As pessoas querem que aticem sua curiosidade e gostam de ouvir coisas agradáveis, mas que estão longe da verdade espiritual (Isaiah 30:10 Isaiah 30:10Which say to the seers, See not; and to the prophets, Prophesy not to us right things, speak to us smooth things, prophesy deceits:
American King James Version×
). Frequentemente, aparecem tantas falsidades, contra as quais até mesmo os verdadeiros cristãos precisam proteger seus pensamentos, ações e crenças. Somente Deus é digno de adoração! (Isaiah 37:16 Isaiah 37:16O LORD of hosts, God of Israel, that dwell between the cherubim, you are the God, even you alone, of all the kingdoms of the earth: you have made heaven and earth.
American King James Version×
).

Precisamos pedir a ajuda e a proteção de Deus, e até mesmo as que Ele fornece através de Seus anjos. Muita coisa pode dar errado em apenas uma fração de segundos — eventos que podem mudar nossas vidas para sempre. Provavelmente, a intervenção de anjos já nos salvou da morte ou de graves ferimentos em mais de uma ocasião!

Ao longo do tempo, passamos ou ouvimos falar de outros que passaram por coisas milagrosas — uma intervenção física direta que impediu um trágico acidente ou uma força incrível que nos impediu de fazer algo tolo!

As Escrituras estão cheias de relatos de intervenção dos anjos. Eles estão dedicados em ajudar Deus a realizar Seu plano, e eles cuidam de cada um dos que foram chamados, segundo o propósito de Deus.

Todos os dias nós devemos pedir ao Pai Celestial que nos proveja a ajuda e a proteção de Seus anjos. Os anjos são elementos muito importantes da criação de Deus — invisíveis, porém, eles são tão reais quanto nós!