Ajuda para hoje e esperança para o amanhã! 

Introdução

Introdução

"As estrelas são as janelas do céu, de onde os anjos observam", diz uma meiga e antiga canção.

Uma vez um amigo recebeu um e-mail dizendo: "Quando você encontra um centavo, saiba que foi um anjo que a jogou no chão quando você está franzindo a testa em vez de sorrir". A mensagem termina assim: "Espero que você se sinta tão sortudo quanto eu, pois tenho muita sorte de poder agradecer aos anjos por minha vida”.

Isso também poderia ser visto como fofo ou meigo por muitas pessoas. Mas não significa que isso seja verdade. Esse tipo de sentimento tende a minimizar o poder e a glória que os anjos possuem.

Muitas pessoas fazem muitas suposições acerca do reino angelical. Elas baseiam suas crenças no que sempre têm ouvido dos outros ou naquilo que parece ter sentido.

Os anjos aparecem em filmes, em cartões postais, em todos os lugares — ou pelo menos a ideia popular acerca deles. Se você for explorar o assunto em livros e na Internet, a maior parte do material que você encontrar é baseado em fábulas, mitos e suposições populares. Ouvimos histórias sobre anjos da guarda, proteção de anjos em tempo de guerra e de pessoas sendo ajudadas por anjos de muitas maneiras. Eles são retratados em filmes, como A Felicidade Não Se Compra e Os Anjos Entram em Campo, bem como o antigo seriado O Homem Que Veio do Céu e O Toque de Um Anjo, e alguns desenhos animados (além de uma série de outras mostras mais estranhas e até mesmo imorais). As pessoas vendem anjos colecionáveis e livros ilustrados com anjos para crianças e estatuetas de anjos.

Existem algumas ideias acertadas entre essas imagens e descrições, mas também muitos equívocos. O que pensar sobre os anjos? Qual é a verdade sobre eles? Onde podemos procurar informações corretas a respeito deles? Para saber a verdade sobre os anjos, devemos recorrer ao Deus que os criou — e também tudo que existe. E o que Ele diz se encontra em Sua Palavra — a Bíblia Sagrada. Então, o que realmente a Bíblia diz sobre os anjos?

Mensageiros espirituais: O exército celestial de Deus

Um dos assuntos mais fascinantes da Bíblia diz respeito aos servos do reino espiritual de Deus — Seus mensageiros e exército celestial.

A palavra portuguesa "anjo" deriva de uma palavra grega usada no Novo Testamento, aggelos (lê-se ângelos). Esta palavra significa "mensageiro". A palavra hebraica do Antigo Testamento é malak e significa o mesmo. Esses termos são usados nas Escrituras tanto para mensageiros humanos como para mensageiros espirituais. O contexto é que determina o assunto.

Lemos na Palavra de Deus sobre os vários encontros de pessoas com esses seres, que geralmente são invisíveis para nós — alguns dos quais são bastante surpreendentes! Encontramos descrições detalhadas dos querubins no livro de Ezequiel e outra descrição interessante dos serafins no livro de Isaías.

Vemos anjos que supriram as necessidades físicas de vários homens e mulheres nas histórias ao longo das Escrituras. Também vemos diferentes níveis de administração no reino angelical.

Nas páginas da Bíblia, encontramos registrado uma série de relatos de visitas ou intervenção de anjos. Jesus e os apóstolos Pedro e Paulo anotaram encontros diretos e indiretos com anjos!

Combate a inimigos espirituais

Os anjos desempenharam papéis importantes ao longo das epístolas do Novo Testamento até ao livro de Apocalipse. Encontramos exemplos de anjos justos lutando contra demônios cruéis — anjos malignos que se rebelaram contra Deus e vêm tentando frustrar Seu plano.

Como cristãos, sabemos que estamos em uma guerra espiritual e essa guerra não é contra carne e sangue — como advertiu o apóstolo Paulo (Efésios 6:10-18 Efésios 6:10-18 [10] Finalmente, fortalecei-vos no Senhor e na força do seu poder. [11] Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para poderdes permanecer firmes contra as ciladas do Diabo; [12] pois não é contra carne e sangue que temos que lutar, mas sim contra os principados, contra as potestades, conta os príncipes do mundo destas trevas, contra as hostes espirituais da iniqüidade nas regiões celestes. [13] Portanto tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, havendo feito tudo, permanecer firmes. [14] Estai, pois, firmes, tendo cingidos os vossos lombos com a verdade, e vestida a couraça da justiça, [15] e calçando os pés com a preparação do evangelho da paz, [16] tomando, sobretudo, o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do Maligno. [17] Tomai também o capacete da salvação, e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus; [18] com toda a oração e súplica orando em todo tempo no Espírito e, para o mesmo fim, vigiando com toda a perseverança e súplica, por todos os santos,
Almeida Atualizada×
). E o engano deles não vem através do evidente contraste entre o bem e o mal. Muitas vezes, há um lado sombrio no "meigo" e "cômico" desse mundo espiritual.

Cada um de nós precisa ter cuidado com esse engano, que pode vir de várias formas — pois nossos adversários são poderosos. As pessoas veem Satanás caracterizado de forma engraçada com um tridente ou como uma criatura feia e temível. A maioria das imagens que temos vem da arte e de Hollywood. No entanto, a Bíblia diz que Satanás se mostra como um anjo de luz para enganar (2 Coríntios 11:14 2 Coríntios 11:14E não é de admirar, porquanto o próprio Satanás se disfarça em anjo de luz.
Almeida Atualizada×
).

Felizmente, Deus intervém por nós — até mesmo enviando Seus anjos justos para nos proteger e nos ajudar (ver "Histórias Pessoais de Encontros Com Anjos"

Embora não os vejamos, anjos estão presentes

Novamente, os anjos são mensageiros e exército espiritual de Deus, e eles são muito numerosos. Não se enganem, os anjos existem! Eles existem para "servir a favor dos que hão de herdar a salvação" (Hebreus 1:13-14 Hebreus 1:13-14 [13] Mas a qual dos anjos disse jamais: Assenta-te � minha direita até que eu ponha os teus inimigos por escabelo de teus pés? [14] Não são todos eles espíritos ministradores, enviados para servir a favor dos que hão de herdar a salvação?
Almeida Atualizada×
). Mas, pelo fato de eles serem invisíveis, a nossa tendência é esquecermos o papel deles na realização do propósito e do plano de Deus.

Todos nós ouvimos já histórias de intervenções sobrenaturais — e até mesmo você pode ter sido parte de algumas dessas histórias! Muitos anjos receberam a incumbência de atender às nossas necessidades, e suas responsabilidades e atribuições podem mudar com as circunstâncias.

Então, vamos dar uma olhada em nossas Bíblias e examinar algumas passagens interessantes e profundas que vão nos dar uma visão desses servos de Deus. As Escrituras têm muito para nos contar sobre esse fascinante tema dos anjos!