Ajuda para hoje e esperança para o amanhã! 

Por Que Ser Batizado?

Por Que Ser Batizado?

O arrependimento genuíno leva à nossa submissão incondicional à vontade de Deus. Uma vez alcançado este ponto, Pedro diz que o passo seguinte é que “cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo para perdão dos pecados” (Atos 2:38 Atos 2:38Pedro então lhes respondeu: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para remissão de vossos pecados; e recebereis o dom do Espírito Santo.
Almeida Atualizada×
).

O batismo na água é uma das práticas mais antigas do cristianismo. Ela está longe de ser inútil e arcaica, pois preserva um profundo significado simbólico.

Para se compreender o significado do batismo, primeiramente devemos considerar o seu contexto histórico. O Dicionário Bíblico Holman [The Holman Bible Dictionary] explica: “A certa altura, bem próximo da época de Cristo, o judaísmo começou a dar muita ênfase em rituais de lavagens para limpeza de impureza. Isto remonta aos banhos sacerdotais antes das ofertas de sacrifícios (Levítico 16:4 Levítico 16:4Vestirá ele a túnica sagrada de linho, e terá as calças de linho sobre a sua carne, e cingir-se-á com o cinto de linho, e porá na cabeça a mitra de linho; essas são as vestes sagradas; por isso banhará o seu corpo em água, e as vestirá.
Almeida Atualizada×
, 24). Provavelmente pouco antes do tempo de Cristo ou contemporâneo à Sua época, os judeus começaram a batizar os gentios que se convertiam, embora a circuncisão ainda continuasse a ser o rito de entrada principal para o judaísmo” (1991, “Batismo”).

Por causa desse antecedente ninguém achou estranho que Cristo ou os apóstolos enfatizassem a necessidade do batismo. Mas, além de ser simbolismo da limpeza de impurezas, o batismo teve um significado muito mais importante para Cristo e os apóstolos?

Apenas um começo

O batismo é uma lembrança de diversas verdades espirituais profundas. Ele representa a morte, a sepultura e a ressurreição—ambos de Jesus e nós mesmos. O batismo demonstra que aceitamos o sangue derramado de Cristo pelos nossos pecados e representa a morte da nossa vida anterior na sepultura batismal.

Assim como Jesus foi ressuscitado como um ser espiritual, a nossa saída da sepultura―ao emergir da água batismal―simboliza a nossa nova vida guiada pelo Espírito. O nosso entendimento do verdadeiro significado do arrependimento e da conversão eleva o batismo a muito mais do que um símbolo; ele torna-se um profundo acontecimento de mudança em nossa vida.

O batismo não é a conclusão do processo de conversão. Ele marca um início para todos nós. Em Romanos 6 Paulo refere-se ao batismo como um chamado para que “vivamos uma vida nova” (versículo 4, BLH). E no versículo 11 ele diz que em vez de nos enfrentarmos à morte nos tornamos “vivos para Deus, em Cristo Jesus, nosso Senhor”.

O batismo é um sinal exterior de uma mudança interior de coração e mente. Em Colossenses 3: 9-10, Paulo usa este quadro poderoso de uma nova vida de obediência e fé em Cristo e no Pai: “Não mintais uns aos outros, pois que já vos despistes do velho homem com os seus feitos e vos vestistes do novo, que se renova para o conhecimento, segundo a imagem daquele que o criou”.

Hebreus 9:14 Hebreus 9:14quanto mais o sangue de Cristo, que pelo Espírito eterno se ofereceu a si mesmo imaculado a Deus, purificará das obras mortas a vossa consciência, para servirdes ao Deus vivo?
Almeida Atualizada×
nos diz que o sacrifício de Cristo, que formalmente aceitamos no ato do batismo, “purificará a vossa consciência das obras mortas, para servirdes ao Deus vivo”. Isto significa que, através do arrependimento e do batismo, recebemos o perdão e já não devemos mais nos sentir condenados por nossos pecados passados.

Quão grande é o perdão de Deus? Davi diz-nos: “Pois quanto o céu está elevado acima da terra, assim é grande a Sua misericórdia para com os que o temem. Quanto está longe o Oriente do Ocidente, assim afasta de nós as nossas transgressões” (Salmos 103:11-12 Salmos 103:11-12 [11] Pois quanto o céu está elevado acima da terra, assim é grande a sua benignidade para com os que o temem. [12] Quanto o oriente está longe do ocidente, tanto tem ele afastado de nós as nossas transgressões.
Almeida Atualizada×
).

Deus nos diz através de Isaías: “Ainda que os vossos pecados sejam como a escarlata, eles se tornarão brancos como a neve; ainda que sejam vermelhos como o carmesim, se tornarão como a branca lã” (Isaías 1:18 Isaías 1:18Vinde, pois, e arrazoemos, diz o Senhor: ainda que os vossos pecados são como a escarlata, eles se tornarão brancos como a neve; ainda que são vermelhos como o carmesim, tornar-se-ão como a lã.
Almeida Atualizada×
). E por meio do sacrifício de Cristo, as águas do batismo lavam o pecado de nossas vidas (Atos 22:16 Atos 22:16Agora por que te demoras? Levanta-te, batiza-te e lava os teus pecados, invocando o seu nome.
Almeida Atualizada×
). Então, podemos seguir adiante com a consciência limpa.

Por que precisamos do sacrifício de Cristo?

As Escrituras diz o seguinte: “O salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus, nosso Senhor” (Romanos 6:23 Romanos 6:23Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus nosso Senhor.
Almeida Atualizada×
). Essa dádiva de vida se torna possível através do sacrifício de Cristo. “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3:16 João 3:16Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.
Almeida Atualizada×
).

Os nossos pecados nos separaram de Deus (Isaías 59:2 Isaías 59:2mas as vossas iniqüidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados esconderam o seu rosto de vós, de modo que não vos ouça.
Almeida Atualizada×
). Mas através da morte de Cristo Deus abre a porta para que possamos nos reconciliar com Ele.

Assim Paulo explica: “Deus prova o seu amor para conosco em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores. Logo, muito mais agora, sendo justificados pelo seu sangue, seremos por ele salvos da ira. Porque, se nós, sendo inimigos, fomos reconciliados com Deus pela morte de seu Filho, muito mais, estando já reconciliados, seremos salvos pela sua vida” (Romanos 5:8-10 Romanos 5:8-10 [8] Mas Deus dá prova do seu amor para conosco, em que, quando éramos ainda pecadores, Cristo morreu por nós. [9] Logo muito mais, sendo agora justificados pelo seu sangue, seremos por ele salvos da ira. [10] Porque se nós, quando éramos inimigos, fomos reconciliados com Deus pela morte de seu Filho, muito mais, estando já reconciliados, seremos salvos pela sua vida.
Almeida Atualizada×
).

“Pois é pela própria vontade de Deus que o Filho tem em si mesmo a natureza completa de Deus. Portanto, por meio do Filho, Deus resolveu trazer o universo de volta para si mesmo. Ele trouxe a paz por meio da morte do seu Filho na cruz e assim trouxe de volta para si mesmo todas as coisas, tanto na terra como no céu. Antes, vocês estavam longe de Deus e eram inimigos dEle por causa das coisas más que vocês faziam e pensavam. Mas agora, por meio da morte do seu Filho na cruz, Deus fez com que vocês ficassem seus amigos a fim de trazê-los à sua presença para serem somente dEle, não tendo mancha nem culpa” (Colossenses 1:19-22 Colossenses 1:19-22 [19] porque aprouve a Deus que nele habitasse toda a plenitude, [20] e que, havendo por ele feito a paz pelo sangue da sua cruz, por meio dele reconciliasse consigo mesmo todas as coisas, tanto as que estão na terra como as que estão nos céus. [21] A vós também, que outrora éreis estranhos, e inimigos no entendimento pelas vossas obras más, [22] agora contudo vos reconciliou no corpo da sua carne, pela morte, a fim de perante ele vos apresentar santos, sem defeito e irrepreensíveis,
Almeida Atualizada×
, BLH).

Séculos antes do nascimento de Jesus, as Escrituras explicam que Ele seria morto como um sacrifício por nossos pecados. Ao descrever a futura morte sacrificial do Messias, Isaías escreveu: “Ele foi rejeitado e desprezado por todos; ele suportou dores e sofrimentos sem fim. Era como alguém que não queremos ver; nós nem mesmo olhávamos para ele e o desprezávamos”.

“No entanto, era o nosso sofrimento que ele estava carregando, era a nossa dor que ele estava suportando. E nós pensávamos que era por causa das suas próprias culpas que Deus o estava castigando, que Deus o estava maltratando e ferindo. Porém ele estava sofrendo por causa dos nossos pecados, estava sendo castigado por causa das nossas maldades. Nós somos curados pelo castigo que ele sofreu, somos sarados pelos ferimentos que ele recebeu. Todos nós éramos como ovelhas que se haviam perdido; cada um de nós seguia o seu próprio caminho. Mas o Deus Eterno castigou o Seu servo; fez com que ele sofresse o castigo que nós merecíamos” (Isaías 53:3-6 Isaías 53:3-6 [3] Era desprezado, e rejeitado dos homens; homem de dores, e experimentado nos sofrimentos; e, como um de quem os homens escondiam o rosto, era desprezado, e não fizemos dele caso algum. [4] Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e carregou com as nossas dores; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido. [5] Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e esmagado por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados. [6] Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas, cada um se desviava pelo seu caminho; mas o Senhor fez cair sobre ele a iniqüidade de todos nós.
Almeida Atualizada×
, BLH).

Paulo explica a ligação entre a morte de Cristo e o nosso batismo: “Ou vocês não sabem que todos nós, que fomos batizados em Cristo Jesus, fomos batizados em sua morte? Portanto, fomos sepultados com Ele na morte por meio do batismo, a fim de que, assim como Cristo foi ressuscitado dos mortos mediante a glória do Pai, também nós vivamos uma vida nova” (Romanos 6:3-4 Romanos 6:3-4 [3] Ou, porventura, ignorais que todos quantos fomos batizados em Cristo Jesus fomos batizados na sua morte? [4] Fomos, pois, sepultados com ele pelo batismo na morte, para que, como Cristo foi ressuscitado dentre os mortos pela glória do Pai, assim andemos nós também em novidade de vida.
Almeida Atualizada×
, NVI).

Ele continua: “Pois sabemos que o nosso velho homem foi crucificado com Ele, para que o corpo do pecado seja destruído, e não mais sejamos escravos do pecado” (versículo 6, NVI).

Comprados por um preço

Até ao nosso batismo a Bíblia nos descreve como escravos da nossa natureza humana egoísta. Mas uma vez batizados e perdoados os nossos pecados, Deus nos considera como servos da justiça. Somos redimidos, resgatados duma vida de escravatura ao pecado para nos tornarmos servidores de Deus e da verdadeira justiça (Romanos 6:16-19 Romanos 6:16-19 [16] Não sabeis que daquele a quem vos apresentais como servos para lhe obedecer, sois servos desse mesmo a quem obedeceis, seja do pecado para a morte, ou da obediência para a justiça? [17] Mas graças a Deus que, embora tendo sido servos do pecado, obedecestes de coração � forma de doutrina a que fostes entregues; [18] e libertos do pecado, fostes feitos servos da justiça. [19] Falo como homem, por causa da fraqueza da vossa carne. Pois assim como apresentastes os vossos membros como servos da impureza e da iniqüidade para iniqüidade, assim apresentai agora os vossos membros como servos da justiça para santificação.
Almeida Atualizada×
).

O que acontece no batismo é uma transferência literal de propriedade. Nossas vidas agora pertencem a Deus. Como fez Jesus, a partir deste momento em diante assumimos um compromisso de dizer o seguinte a Deus: “Não se faça a minha vontade, mas a Tua” (Lucas 22:42 Lucas 22:42dizendo: Pai, se queres afasta de mim este cálice; todavia não se faça a minha vontade, mas a tua.
Almeida Atualizada×
).

Paulo explica que esta transferência de propriedade tem um preço: “Fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus” (1 Coríntios 6:20 1 Coríntios 6:20Porque fostes comprados por preço; glorificai pois a Deus no vosso corpo.
Almeida Atualizada×
).

E Pedro especifica o preço: “Sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver que, por tradição, recebestes dos vossos pais, mas com o precioso sangue de Cristo, como de um cordeiro imaculado e incontaminado”  (1 Pedro 1:18-19 1 Pedro 1:18-19 [18] sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver, que por tradição recebestes dos vossos pais, [19] mas com precioso sangue, como de um cordeiro sem defeito e sem mancha, o sangue de Cristo,
Almeida Atualizada×
).

Jesus ordenou o batismo

Jesus considerou a cerimônia do batismo tão importante que encarregou a Sua Igreja a ir por todo o mundo batizar os discípulos que acreditem na mensagem do Evangelho. E disse: “Portanto, ide, ensinai todas as nações, batizando-as em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-as a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado” (Mateus 28:19-20 Mateus 28:19-20 [19] Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; [20] ensinando-os a observar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos.
Almeida Atualizada×
).

Pedro enfatizou a necessidade do batismo, após o arrependimento, para que possamos receber a dádiva de Deus, o Espírito Santo (Atos 2:38 Atos 2:38Pedro então lhes respondeu: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para remissão de vossos pecados; e recebereis o dom do Espírito Santo.
Almeida Atualizada×
).

O batismo representa um compromisso sério e profundo que transforma a nossa vida. E é apenas para pessoas suficientemente maduras para entender a importância dessa decisão.

Os jovens, salvo raras exceções de alguns no fim da adolescência, não são capazes de compreender devidamente isso e nem assumir um compromisso assim tão sério e por toda a vida. Em todos os exemplos de batismo mencionados na Bíblia, vemos que aqueles que foram batizados eram adultos e suficientemente maduros para compreender o que é o arrependimento, o batismo e a seriedade da sua decisão (veja “Temos que Medir os Custos”). Na Bíblia não encontramos nenhum exemplo de batismo de bebês ou crianças.

O batismo em água simbolicamente limpa nossos pecados passados (Atos 22:16 Atos 22:16Agora por que te demoras? Levanta-te, batiza-te e lava os teus pecados, invocando o seu nome.
Almeida Atualizada×
). Mas Jesus Cristo não nos deixa sozinhos para enfrentar o futuro. Ele nos oferece o dom precioso do Espírito Santo para nos capacitar a uma vida de superação, servindo em obediência e fé.

Como Deus dá o Seu Espírito

Quando nos arrependemos—tendo fé em Deus e no sacrifício de Cristo, que pagou nossos pecados—e somos batizados, então recebemos dois presentes. Um é o perdão dos nossos pecados. Todos os nossos erros passados são apagados. Somos completamente perdoados. O outro é o dom prometido do Espírito de Deus.

Isto é porque o batismo é seguido pela cerimônia da imposição das mãos de um ou mais anciãos fiéis de Deus, com o propósito de representar a Deus na entrega do Espírito Santo (Atos 8:14-17 Atos 8:14-17 [14] Os apóstolos, pois, que estavam em Jerusalém, tendo ouvido que os da Samária haviam recebido a palavra de Deus, enviaram-lhes Pedro e João; [15] os quais, tendo descido, oraram por eles, para que recebessem o Espírito Santo. [16] Porque sobre nenhum deles havia ele descido ainda; mas somente tinham sido batizados em nome do Senhor Jesus. [17] Então lhes impuseram as mãos, e eles receberam o Espírito Santo.
Almeida Atualizada×
).

Nas Escrituras, o ato da imposição das mãos é descrito como um dos aspectos fundamentais das crenças e ações de um crente (Hebreus 6:1-2 Hebreus 6:1-2 [1] Pelo que deixando os rudimentos da doutrina de Cristo, prossigamos até a perfeição, não lançando de novo o fundamento de arrependimento de obras mortas e de fé em Deus, [2] e o ensino sobre batismos e imposição de mãos, e sobre ressurreição de mortos e juízo eterno.
Almeida Atualizada×
). Esta cerimônia, como o batismo, representa um passo importante no processo da conversão. Por quê? Porque a maioria dos exemplos no Novo Testamento mostra que é através da imposição das mãos dos ministros de Cristo que Deus transmite o Seu Espírito aos novos crentes.

Como o batismo, a prática da imposição das mãos, tem sua raiz histórica no Velho Testamento. Nos tempos antigos esta prática, frequentemente acompanhada da unção com azeite, era usada para separar homens para servir a Deus no ofício de reis ou sacerdotes. Às vezes também era invocada para separar sacrifícios ou outras coisas para uso santo. Semelhantemente, a imposição das mãos depois do batismo significa que a pessoa recém-batizada agora estava separada para Deus.

Desde os dias dos apóstolos a imposição das mãos, após o batismo, tem significado o momento do recebimento do Espírito Santo e da separação de um convertido como filho de Deus. Apenas por intermédio do dom do Espírito de Deus é que podemos desenvolver uma atitude de obediência e fé que Deus requer de nós. A prática da imposição das mãos para se receber o Espírito de Deus é mencionada em Atos 8:17 Atos 8:17Então lhes impuseram as mãos, e eles receberam o Espírito Santo.
Almeida Atualizada×
, 19:6 e 2 Timóteo 1:6 2 Timóteo 1:6Por esta razão te lembro que despertes o dom de Deus, que há em ti pela imposição das minhas mãos.
Almeida Atualizada×
.

Quando recebemos o Espírito de Deus começamos uma nova vida de crescimento espiritual, substituindo a nossa natureza humana egoísta pela natureza divina de Deus. O batismo assinala que somos separados como filhos de Deus. O resultado é a orientação e direção espiritual, através da habitação do Espírito de Deus em nós, que nos guiará para o Reino de Deus.

Você acredita que Deus está guiando-o para um entendimento mais completo sobre Ele e Sua Palavra? Se a resposta for sim, então você deve considerar seriamente agir conforme o que Deus está lhe dizendo.

Devemos ser batizados por um verdadeiro ministro de Jesus Cristo, temente e obediente a Deus e às Suas leis. Paulo escreveu: “Como, pois, invocarão aquele em quem não creram? E como crerão naquele de quem não ouviram? E como ouvirão, se não há quem pregue? E como pregarão, se não forem enviados?” (Romanos 10:14-15 Romanos 10:14-15 [14] Como pois invocarão aquele em quem não creram? e como crerão naquele de quem não ouviram falar? e como ouvirão, se não há quem pregue? [15] E como pregarão, se não forem enviados? assim como está escrito: Quão formosos os pés dos que anunciam coisas boas!
Almeida Atualizada×
).

A Igreja de Deus Unida tem ministros, em muitos lugares do mundo, treinados para aconselhar e batizar quem se volta para Deus em arrependimento verdadeiro. Se você sente que Deus está chamando-o e deseja se aconselhar com um dos ministros de Deus, então, por favor, contate-nos para agendar uma visita de nosso representante ministerial mais próximo de você.

Depois do batismo, Deus começa a transformar a nossa vida através do poder do Seu Espírito. Vamos analisar o papel que o Espírito de Deus desempenha na vida de um Cristão depois do batismo.