Ajuda para hoje e esperança para o amanhã! 

Como Enfrentar Os Tempos Difíceis

Você está aqui

Como Enfrentar Os Tempos Difíceis

[ Dicas Práticas para Gerenciar o Estresse | Desenvolvendo Fidelidade e Resiliência]

Em 1961, aos doze anos de idade, comecei a entregar jornais todos os dias à noite em cerca de setenta e cinco residências de meu bairro. Assim, nos quatro anos seguintes, eu conheci muitos bons vizinhos, inclusive uma jovem família de quatro pessoas com duas meninas em idade escolar. E, particularmente, foi bem agradável conhecer e servir aquela família, pois eles sempre pareciam irradiar bondade, alegria e entusiasmo.

Em uma tarde fria de inverno, enquanto eu entregava o jornal na casa deles, normalmente bem iluminada, percebi que, naquele dia, ela estava muito escura e não havia ninguém por perto. No dia seguinte, descobri o terrível motivo. Os pais morreram e suas filhas ficaram gravemente feridas em um violento acidente de carro. Eu fiquei chocado e profundamente triste com aquela horrível tragédia.

Em outro acontecimento, alguns meses depois, voltei para casa uma noite após terminar minha entrega de jornais e encontrei um de meus tios sentado em nosso sofá, chorando compulsivamente. Minha mãe estava tentando, mas sem sucesso, consolar seu irmão angustiado. Então, minha mãe me disse que meu querido avô sofrera um ataque cardíaco fulminante e havia morrido. Nunca esquecerei o estresse e a tristeza que nós e todos nossos familiares passaram por causa desse evento inesperado e doloroso.

Assim, como resultado desses incidentes perturbadores no início de minha vida, passei a ver que a angústia pode afetar dramaticamente qualquer pessoa a qualquer momento. Até mesmo as pessoas mais gentis e decentes podiam ser apanhadas por severas provações e adversidades que estão fora de seu controle.

Talvez você esteja entre as inúmeras pessoas que estão enfrentando estresses, pressões e sofrimentos neste momento. Se isso estiver acontecendo contigo, de que modo você poderia lidar com isso? E qual seria o papel da fé piedosa em ajudá-lo a lidar e superar esses tempos difíceis?

Vivendo em uma época muito estressante

Não há dúvida de que vivemos em um mundo estressante que pode afetar gravemente a saúde mental, emocional e física das pessoas. Um artigo no site da Cruz Vermelha do Canadá intitulado “O Impacto do Estresse na Saúde Mental das Pessoas” afirma:

 “O estresse tem um impacto psicológico que pode se manifestar como irritabilidade ou agressividade, sensação de perda de controle, insônia, fadiga ou exaustão, tristeza ou desgosto, problemas de concentração ou falta de memória, ou mais...O estresse não afeta apenas a saúde mental das pessoas, mas também a saúde física. Por exemplo, pode causar aumento da pressão arterial e maior risco de doenças cardíacas, problemas gastrointestinais (diarreia, azia, úlceras estomacais, etc.), dores de cabeça e dores nas costas ou no pescoço. E também pode levar a vícios e comportamentos prejudiciais à saúde” (Vanessa Racine, 2 de outubro de 2020). Esse mesmo artigo aponta ainda que “o estresse contínuo pode levar a outros problemas, como depressão, ansiedade ou síndrome de burnout.”

Além disso, o prolongamento da pandemia de Covid-19 tem agravado ainda mais o fardo do estresse diário das pessoas. Um artigo no site Nature.com relatou: “Essa pandemia devastadora — com milhões de mortes, problemas econômicos e restrições sem precedentes na interação social — já teve um efeito significativo na saúde mental das pessoas” (“O Efeito da Covid-19 na Saúde Mental: Pesquisadores Estão Observando Um Surto de Depressão”, Alison Abbott, 3 de fevereiro de 2021).

Ao se referir à saúde mental e outras questões decorrentes da pandemia, o professor e diretor da Clínica de Estresse Traumático da Universidade de New South Wales, em Sydney, Austrália, relatou: “À medida que a pandemia entra em seu segundo ano, muitas pessoas continuarão sofrendo com problemas psicológicos ou enfrentando novos desafios de saúde mental. Os efeitos dos constantes lockdowns, do temor sobre a eficácia das vacinas, das restrições de locomoção dentro e fora da Austrália e as perspectivas econômicas sombrias estão afetando o estado psicológico das pessoas” (“Os Efeitos Colaterais da Pandemia na Saúde Mental Vão Durar Muito Tempo”, Richard Bryant, site The Conversation, 25 de fevereiro de 2021).

Os problemas de saúde mental relacionados à pandemia não se limitaram aos adultos. Uma pesquisa nacional sobre saúde infantil do Hospital Infantil C.S. Mott do centro médico acadêmico da Universidade de Michigan relatou: "Nossa pesquisa sugere que as mudanças desta era pandêmica podem ter causado um impacto significativo na saúde mental de alguns adolescentes" (“A Pandemia Afetou a Saúde Mental de Adolescentes” Robert Preidt, site WebMD, 15 de março de 2021).

Tudo isso somado aos níveis de estresse diários vividos pelas pessoas no Reino Unido, muitas delas foram sobrecarregadas por sérios problemas financeiros devido à pandemia. Uma “pesquisa descobriu que em cada família pelo menos uma pessoa tinha perdido emprego e 41% das famílias britânicas sofreram uma queda de cerca de 25% na renda” (“Finanças Domésticas Afetadas no Reino Unido”, Pan Pylas, agência Associated Press, 21 de abril de 2021).

Muitas pessoas enfrentam situações angustiantes

As informações relatadas acima são apenas uma pequena amostra de relatórios de muitas nações sobre os nocivos efeitos físicos e mentais da pandemia. Além desses problemas, pessoas de vários lugares ao redor do mundo foram afetadas pelo aumento da agitação social envolvendo grandes manifestações de protesto, extrema violência e galopantes índices de criminalidade.

Além dessas situações drásticas, em todos os países do mundo, as pessoas estão passando diariamente por expressivos dilemas conjugais, familiares, financeiros e trabalhistas. Outras estão muito angustiadas por complicações de saúde, vícios crônicos, violência doméstica, depressão, discriminação, perseguição, extrema pobreza ou uma combinação desses fatores e de muitos outros sofrimentos.

Talvez até mesmo você pode estar lutando com uma ou mais dessas circunstâncias estressantes e perturbadoras. Se for assim, o que você pode fazer?

O que você pode fazer quando tudo parecer fora de controle?

Embora nem sempre seja possível mudar completamente a situação que você pode estar enfrentando, há dois fatores que você pode controlar pessoalmente. E isso diz respeito a sua atitude e ao seu relacionamento com o Eterno Deus Criador. Vamos examinar esses pontos importantes. Primeiramente, a sua atitude.

Ao refletir nesse assunto, lembro-me do conselho de meu pai aos meus sete irmãos e irmãs, muitos anos atrás, dizendo que "atitude é tudo". Ele nos lembrava frequentemente de que “a vida nem sempre é justa” e que tínhamos uma escolha sobre como reagir aos inevitáveis altos e baixos de nossa vida. Poderíamos enfrentá-los de maneira confiante e positiva e fazer algo a respeito ou nos afundar em um derrotismo deprimente e não fazer nada.

Meu pai foi um bom exemplo de alguém que enfrentava qualquer circunstância da vida. Ele não costumava reclamar muito nem ficar ansioso ao lidar com obstáculos, revezes ou contratempos, às vezes, inevitáveis. Ele simplesmente aceitava os problemas como eles eram e buscava maneiras de resolvê-los de maneira lógica e sistemática. As palavras e o exemplo dele foram de grande ajuda para nós, especialmente quando nos tornamos adultos.

Contudo, na sociedade de hoje parece que muitas pessoas não conseguem lidar com o fato de que, às vezes, a vida pode ser injusta com elas. E, em vez de lidar com as dificuldades e fazer o que for necessário para enfrentar a situação, elas culpam os outros por seus problemas ou tentam se esconder ou fugir das suas responsabilidades.

Além disso, algumas pessoas permitem que emoções negativas confundam seu pensamento e raciocínio ou procuram escapar de seus problemas através de drogas, álcool ou outros meios. E para você, qual a melhor forma de enfrentar a adversidade?

A importância de manter o otimismo

O fato de enfrentar um problema de forma direta e racional pode ajudá-lo a encontrar uma solução eficaz ou pelo menos uma maneira de atenuar a gravidade do problema. Você pode ver sua situação de uma perspectiva negativa e assim piorá-la ou pode agir para resolvê-la de maneira positiva e construtiva.

A sua atitude em relação aos obstáculos e desafios pode fazer muita diferença. Quando você está confiante e otimista, você se coloca em uma posição melhor não apenas para administrar a situação de maneira adequada, mas também para se tornar uma pessoa mais equilibrada e confiante durante todo o processo. Assim você pode escolher como deve enxergar esses desafios que está enfrentando e o que fará para lidar com eles.

Sonya Lyubomirsky, professora de psicologia da Universidade de Stanford, e seus colegas analisaram 225 estudos sobre felicidade realizados com mais de 275 mil participantes. Eles descobriram que “pessoas de pensamento positivo são fisicamente mais saudáveis, mais produtivas no trabalho, geralmente mais agradáveis e vivem mais anos” (Energy Times, setembro de 2008). Outros estudos apontaram que uma atitude positiva leva a menos estresse, que, de várias formas, afeta positivamente o corpo humano.

A importância da verdadeira fé

Embora seja importante ter uma atitude positiva para enfrentar situações preocupantes em sua vida, você também precisa de outro atributo crítico. E isso envolve cultivar e manter um relacionamento firme, estreito e duradouro com seu Eterno Criador.

Isso significa ter fé em Deus e em Sua Palavra, a Bíblia. Por que isso é tão importante? Porque sua força e determinação humana somente podem levá-lo até certo ponto. No entanto, com a extraordinária ajuda e orientação de Deus, você terá uma grande vantagem.

Ter uma fé inabalável em Deus é a principal chave — um elemento espiritual dinâmico — para você reagir de forma eficiente e fiel quando surgirem tempos difíceis. Como diz o Salmo 46:1: “Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia” (grifo nosso).

Para muitas pessoas, “a fé em Deus” poderia ser simplesmente definida como uma crença de que Ele existe. Mas esse é um conceito muito superficial do que é realmente a fé genuína. O ponto de partida para entender a fé se encontra em Hebreus 11:6 Hebreus 11:6Ora, sem fé é impossível agradar a Deus; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos que o buscam.
Almeida Atualizada×
, que nos diz: “Porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que Ele existe e que é galardoador dos que O buscam”.

A fé, portanto, envolve acreditar e confiar em Deus (Hebreus 11:1 Hebreus 11:1Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que não se vêem.
Almeida Atualizada×
). Mas essa disposição não pode ser gerada ou “trabalhada” para surgir de dentro de seu coração e mente. Pois isso é um dom divino de Deus (Efésios 2:8 Efésios 2:8Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus;
Almeida Atualizada×
) que, uma vez recebido, deve ser posto em atividade. A fé não pode ficar adormecida. Ela deve gerar resultados positivos e produtivos, visto que “a fé, se não tiver as obras, é morta” (Tiago 2:17-26 Tiago 2:17-26 [17] Assim também a fé, se não tiver obras, é morta em si mesma. [18] Mas dirá alguém: Tu tens fé, e eu tenho obras; mostra-me a tua fé sem as obras, e eu te mostrarei a minha fé pelas minhas obras. [19] Crês tu que Deus é um só? Fazes bem; os demônios também o crêem, e estremecem. [20] Mas queres saber, ó homem vão, que a fé sem as obras é estéril? [21] Porventura não foi pelas obras que nosso pai Abraão foi justificado quando ofereceu sobre o altar seu filho Isaque? [22] Vês que a fé cooperou com as suas obras, e que pelas obras a fé foi aperfeiçoada; [23] e se cumpriu a escritura que diz: E creu Abraão a Deus, e isso lhe foi imputado como justiça, e foi chamado amigo de Deus. [24] Vedes então que é pelas obras que o homem é justificado, e não somente pela fé. [25] E de igual modo não foi a meretriz Raabe também justificada pelas obras, quando acolheu os espias, e os fez sair por outro caminho? [26] Porque, assim como o corpo sem o espírito está morto, assim também a fé sem obras é morta.
Almeida Atualizada×
).

A fé viva requer um relacionamento íntimo e duradouro com o seu Criador. Uma vida de fé, após o arrependimento, o batismo e o recebimento do Espírito Santo (ver Atos 2:38 Atos 2:38Pedro então lhes respondeu: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para remissão de vossos pecados; e recebereis o dom do Espírito Santo.
Almeida Atualizada×
), é aquela em que a pessoa está se empenhando diligentemente para ter o caráter e a retidão semelhante ao do Seu Pai Celestial (ver Mateus 5:48 Mateus 5:48Sede vós, pois, perfeitos, como é perfeito o vosso Pai celestial.
Almeida Atualizada×
). Uma pessoa de fé não olha para trás pensando nos pecados e nos erros do passado. Em vez disso, concentra-se com firmeza, confiança e determinação, em um futuro brilhante e emocionante como filho ou filha na família e no eterno Reino de Deus (ver 2 Coríntios 6:18 2 Coríntios 6:18e eu serei para vós Pai, e vós sereis para mim filhos e filhas, diz o Senhor Todo-Poderoso.
Almeida Atualizada×
).

A verdadeira fé diz respeito a andar com Deus todos os dias (Miquéias 6:8 Miquéias 6:8Ele te declarou, ó homem, o que é bom; e que é o que o Senhor requer de ti, senão que pratiques a justiça, e ames a benevolência, e andes humildemente com o teu Deus?
Almeida Atualizada×
). E, ao fazer isso, a pessoa permanece em contato contínuo com Ele por meio da oração e sabe que, no devido tempo, suas orações serão respondidas.

Assim, quando enfrentar tempos difíceis, você pode ir “com confiança ao trono da graça” e “alcançar misericórdia e achar graça” para receber auxílio “em tempo oportuno” (Hebreus 4:16 Hebreus 4:16Cheguemo-nos, pois, confiadamente ao trono da graça, para que recebamos misericórdia e achemos graça, a fim de sermos socorridos no momento oportuno.
Almeida Atualizada×
). A fé em Deus o ajuda a lidar com as inevitáveis incertezas da vida. Ela servirá de âncora para mantê-lo firme nos mares, às vezes, tempestuosos e violentos da vida.

Embora você viva em um mundo estressante e incerto, você não precisa viver com dúvidas. Por quê? Porque, quando você tem fé e age de acordo com ela, você sabe, como escreveu o salmista, que o seu “socorro vem do SENHOR, que fez os céus e a terra. Ele não permitirá que você tropece; o Seu protetor se manterá alerta” (Salmos 121:2-3 Salmos 121:2-3 [2] O meu socorro vem do Senhor, que fez os céus e a terra. [3] Não deixará vacilar o teu pé; aquele que te guarda não dormitará.
Almeida Atualizada×
, NVI).

Além disso, como escreveu o apóstolo Paulo, “sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o Seu propósito” (Romanos 8:28 Romanos 8:28E sabemos que todas as coisas concorrem para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito.
Almeida Atualizada×
, ACF).

Paulo ainda explicou que não devemos ficar preocupados e ansiosos quando temos um relacionamento íntimo com Deus: “Não estejais inquietos por coisa alguma; antes, as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus, pela oração e súplicas, com ação de graças. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos sentimentos em Cristo Jesus” (Filipenses 4:6-7 Filipenses 4:6-7 [6] Não andeis ansiosos por coisa alguma; antes em tudo sejam os vossos pedidos conhecidos diante de Deus pela oração e súplica com ações de graças; [7] e a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos pensamentos em Cristo Jesus.
Almeida Atualizada×
).

Como você pode ter essa paz de espírito que Deus oferece generosamente? Novamente, a chave é combinar uma atitude otimista com uma fé viva nEle e a obediência aos Seus mandamentos (Romanos 8:6 Romanos 8:6Porque a inclinação da carne é morte; mas a inclinação do Espírito é vida e paz.
Almeida Atualizada×
; 15:13; Colossenses 3:15 Colossenses 3:15E a paz de Cristo, para a qual também fostes chamados em um corpo, domine em vossos corações; e sede agradecidos.
Almeida Atualizada×
; 2 Coríntios 13:11 2 Coríntios 13:11Quanto ao mais, irmãos, regozijai-vos, sede perfeitos, sede consolados, sede de um mesmo parecer, vivei em paz; e o Deus de amor e de paz será convosco.
Almeida Atualizada×
; Gálatas 5:22 Gálatas 5:22Mas o fruto do Espírito é: o amor, o gozo, a paz, a longanimidade, a benignidade, a bondade, a fidelidade.
Almeida Atualizada×
; Salmos 119:165 Salmos 119:165Muita paz têm os que amam a tua lei, e não há nada que os faça tropeçar.
Almeida Atualizada×
).

Exemplos bíblicos de fé

O jovem Davi, da antiga Israel, é um excelente exemplo dessa fé viva, pois enfrentou e derrotou sozinho o gigante filisteu Golias em uma batalha. Enquanto os soldados veteranos tremiam de medo, aquele jovem pastor demonstrou absoluta fé e confiança em Deus e em Seu poder invencível para superar qualquer obstáculo. Davi não permitiu que pensamentos ameaçadores, emoções negativas ou medo do tamanho ou da força de Golias o dissuadissem, porque ele sabia que Deus era muito mais forte e poderoso que seu adversário (ver 1 Samuel 17:24-48 1 Samuel 17:24-48 [24] E todos os homens de Israel, vendo aquele homem, fugiam, de diante dele, tomados de pavor. [25] Diziam os homens de Israel: Vistes aquele homem que subiu? pois subiu para desafiar a Israel. Ao homem, pos, que o matar, o rei cumulará de grandes riquezas, e lhe dará a sua filha, e fará livre a casa de seu pai em Israel. [26] Então falou Davi aos homens que se achavam perto dele, dizendo: Que se fará ao homem que matar a esse filisteu, e tirar a afronta de sobre Israel? pois quem é esse incircunciso filisteu, para afrontar os exércitos do Deus vivo? [27] E o povo lhe repetiu aquela palavra, dizendo: Assim se fará ao homem que o matar. [28] Eliabe, seu irmão mais velho, ouviu-o quando falava �queles homens; pelo que se acendeu a sua ira contra Davi, e disse: Por que desceste aqui, e a quem deixaste aquelas poucas ovelhas no deserto? Eu conheço a tua presunção, e a maldade do teu coração; pois desceste para ver a peleja. [29] Respondeu Davi: Que fiz eu agora? porventura não há razão para isso? [30] E virou-se dele para outro, e repetiu as suas perguntas; e o povo lhe respondeu como da primeira vez. [31] Então, ouvidas as palavras que Davi falara, foram elas referidas a Saul, que mandou chamá-lo. [32] E Davi disse a Saul: Não desfaleça o coração de ninguém por causa dele; teu servo irá, e pelejará contra este filisteu. [33] Saul, porém, disse a Davi: Não poderás ir contra esse filisteu para pelejar com ele, pois tu ainda és moço, e ele homem de guerra desde a sua mocidade. [34] Então disse Davi a Saul: Teu servo apascentava as ovelhas de seu pai, e sempre que vinha um leão, ou um urso, e tomava um cordeiro do rebanho, [35] eu saía após ele, e o matava, e lho arrancava da boca; levantando-se ele contra mim, segurava-o pela queixada, e o feria e matava. [36] O teu servo matava tanto ao leão como ao urso; e este incircunciso filisteu será como um deles, porquanto afrontou os exércitos do Deus vivo. [37] Disse mais Davi: O Senhor, que me livrou das garras do leão, e das garras do urso, me livrará da mão deste filisteu. Então disse Saul a Davi: Vai, e o Senhor seja contigo. [38] E vestiu a Davi da sua própria armadura, pôs-lhe sobre a cabeça um capacete de bronze, e o vestiu de uma couraça. [39] Davi cingiu a espada sobre a armadura e procurou em vão andar, pois não estava acostumado �quilo. Então disse Davi a Saul: Não posso andar com isto, pois não estou acostumado. E Davi tirou aquilo de sobre si. [40] Então tomou na mão o seu cajado, escolheu do ribeiro cinco seixos lisos e pô-los no alforje de pastor que trazia, a saber, no surrão, e, tomando na mão a sua funda, foi-se chegando ao filisteu. [41] O filisteu também vinha se aproximando de Davi, tendo a: sua frente o seu escudeiro. [42] Quando o filisteu olhou e viu a Davi, desprezou-o, porquanto era mancebo, ruivo, e de gentil aspecto. [43] Disse o filisteu a Davi: Sou eu algum cão, para tu vires a mim com paus? E o filisteu, pelos seus deuses, amaldiçoou a Davi. [44] Disse mais o filisteu a Davi: Vem a mim, e eu darei a tua carne �s aves do céu e �s bestas do campo. [45] Davi, porém, lhe respondeu: Tu vens a mim com espada, com lança e com escudo; mas eu venho a ti em nome do Senhor dos exércitos, o Deus dos exércitos de Israel, a quem tens afrontado. [46] Hoje mesmo o Senhor te entregará na minha mão; ferir-te-ei, e tirar-te-ei a cabeça; os cadáveres do arraial dos filisteus darei hoje mesmo �s aves do céu e �s feras da terra; para que toda a terra saiba que há Deus em Israel; [47] e para que toda esta assembléia saiba que o Senhor salva, não com espada, nem com lança; pois do Senhor é a batalha, e ele vos entregará em nossas mãos. [48] Quando o filisteu se levantou e veio chegando para se defrontar com Davi, este se apressou e correu ao combate, a encontrar-se com o filisteu.
Almeida Atualizada×
).

E essa mesma atitude foi demonstrada por um descendente de Davi, o rei Ezequias. Em uma terrível situação, o poderoso exército do império assírio ameaçou destruir a nação de Judá e escravizar seu povo.

Como Ezequias reagiu diante desse perigo? Ele disse a seus concidadãos: “Sede fortes e corajosos, não temais, nem vos assusteis por causa do rei da Assíria, nem por causa de toda a multidão que está com ele; porque Um há conosco maior do que o que está com ele. Com ele está o braço de carne, mas conosco, o SENHOR, nosso Deus, para nos ajudar e para guerrear nossas guerras” (2 Crônicas 32:7-8 2 Crônicas 32:7-8 [7] Sede corajosos, e tende bom ânimo; não temais, nem vos espanteis, por causa do rei da Assíria, nem por causa de toda a multidão que está com ele, pois há conosco um maior do que o que está com ele. [8] Com ele está um braço de carne, mas conosco o Senhor nosso Deus, para nos ajudar e para guerrear por nós. E o povo descansou nas palavras de Ezequias, rei de Judá.
Almeida Atualizada×
, ARA).

Porque o rei e o povo colocaram sua fé totalmente em Deus e oraram, humildemente, pedindo-Lhe auxílio, Ele respondeu destruindo sobrenaturalmente “todos os homens valentes, os chefes e os príncipes” do exército invasor (versículo 21). Se Deus fez isso por toda a nação de Judá, será que Ele deixará de ajudá-lo, apropriadamente, quando você enfrentar qualquer provação, problema ou aflição pessoal?

Através da fé na invencível força de Deus, você pode permanecer forte e não recuar, prevalecendo contra as diversas tensões da vida. Como o apóstolo Paulo escreveu: “No demais, irmãos meus, fortalecei-vos no Senhor e na força do seu poder” (Efésios 6:10 Efésios 6:10Finalmente, fortalecei-vos no Senhor e na força do seu poder.
Almeida Atualizada×
). Todas as vezes que enfrentar situações preocupantes, você pode buscar fielmente a Deus em oração, pedindo-Lhe que seja sua primeira linha de defesa.

Se você fizer isso e permanecer fiel e obediente, sempre contando com a ajuda dEle, Deus promete dar-lhe a força espiritual necessária para se manter firme e triunfar (1 Coríntios 10:12-13 1 Coríntios 10:12-13 [12] Aquele, pois, que pensa estar em pé, olhe não caia. [13] Não vos sobreveio nenhuma tentação, senão humana; mas fiel é Deus, o qual não deixará que sejais tentados acima do que podeis resistir, antes com a tentação dará também o meio de saída, para que a possais suportar.
Almeida Atualizada×
). Ele o ajudará a enfrentar e resolver os problemas que parecem desafiar a lógica ou as soluções humanas.

Essas situações podem ser problemas familiares, pessoais, financeiros, de emprego ou relacionados à saúde. Isso pode ser uma profunda tristeza e desespero no coração pela morte de um ente querido. Também pode ser a mágoa e a angústia de ter sido traído ou enganado por um companheiro ou pelo melhor amigo.

Seja qual for o tamanho ou a profundidade de seu sofrimento ou tristeza, se você continuar obedecendo a Deus e seguir buscando diligentemente a ajuda dEle por meio da oração fervorosa, Ele o ajudará, o fortalecerá e o resgatará. Como o Salmo 34:19 explica: “Muitas são as aflições do justo, mas o SENHOR o livra de todas”.

Deus o ajudará a lidar com os imprevistos da vida

Sem dúvida, eventos inesperados e traumáticos podem deixá-lo imediatamente em pânico, acossado e desolado (Salmos 38:21 Salmos 38:21Não me desampares, ó Senhor; Deus meu, não te alongues de mim.
Almeida Atualizada×
; 119:8). No entanto, você pode confiar totalmente em seu Pai Celestial para ajudá-lo em qualquer situação chocante e imprevista (ver Salmos 91).

Ao passar por esse tipo de situação, você pode não ver nenhuma saída aparente. Entretanto, Deus conhece a saída! E Ele vai te mostrar o caminho! “Deus é fiel, e Ele não permitirá tentações maiores do que vocês podem suportar. Quando forem tentados, Ele mostrará uma saída para que consigam resistir” (1 Coríntios 10:13 1 Coríntios 10:13Não vos sobreveio nenhuma tentação, senão humana; mas fiel é Deus, o qual não deixará que sejais tentados acima do que podeis resistir, antes com a tentação dará também o meio de saída, para que a possais suportar.
Almeida Atualizada×
, Nova Versão Transformadora).

Esse princípio espiritual ficou ilustrado pela história de outro personagem bíblico, o antigo patriarca Jó. Depois de ter suportado a súbita morte de seus filhos e a perda repentina de quase todos os seus bens terrenos, ele, obviamente, ficou logo desanimado e “rasgou o seu manto, e rapou a sua cabeça” em sinal de luto (Jó 1:20 Jó 1:20Então Jó se levantou, rasgou o seu manto, rapou a sua cabeça e, lançando-se em terra, adorou;
Almeida Atualizada×
).

Mas Jó resistiu. O que o fez seguir em frente? Certamente, foi seu profundo amor e respeito por Seu grande Criador. Durante toda essa intensa prova de Jó, ele nunca perdeu a fé.

Certamente, assim como no caso de Jó, é importante se lembrar de que Deus nem sempre vai respondê-lo imediatamente ou da maneira como você está pedindo para Ele resolver os seus problemas. Às vezes, Ele pode decidir que você deve esperar pacientemente por uma resposta. Mas por quê? Para fortalecer sua fé e edificar seu caráter (Salmos 37:7-9 Salmos 37:7-9 [7] Descansa no Senhor, e espera nele; não te enfades por causa daquele que prospera em seu caminho, por causa do homem que executa maus desígnios. [8] Deixa a ira, e abandona o furor; não te enfades, pois isso só leva � prática do mal. [9] Porque os malfeitores serão exterminados, mas aqueles que esperam no Senhor herdarão a terra.
Almeida Atualizada×
; Jeremias 17:10 Jeremias 17:10Eu, o Senhor, esquadrinho a mente, eu provo o coração; e isso para dar a cada um segundo os seus caminhos e segundo o fruto das suas ações.
Almeida Atualizada×
; Romanos 5:3-4 Romanos 5:3-4 [3] E não somente isso, mas também gloriemo-nos nas tribulações; sabendo que a tribulação produz a perseverança, [4] e a perseverança a experiência, e a experiência a esperança;
Almeida Atualizada×
). No entanto, Ele é fiel e vai lhe dar a ajuda que você precisa.

O apóstolo Pedro entendeu isso e, enquanto confortava e encorajava outros cristãos que estavam “entristecidos por todo tipo de provação”, destacou que “comprovado que a fé que vocês têm, muito mais valiosa do que o ouro que perece, mesmo que refinado pelo fogo, é genuína e resultará em louvor, glória e honra, quando Jesus Cristo for revelado” (1 Pedro 1:7 1 Pedro 1:7para que a prova da vossa fé, mais preciosa do que o ouro que perece, embora provado pelo fogo, redunde para louvor, glória e honra na revelação de Jesus Cristo;
Almeida Atualizada×
, Bíblia Viva).

Mesmo que você esteja sofrendo por conta de uma enfermidade persistente e debilitante, tenha perdido um ente querido ou tenha ficado desempregado ou que sua carreira tenha chegado ao fim muito mais antes do esperado, esteja passando por grave dificuldade financeira ou qualquer outra péssima situação, você pode ter plena confiança de que Deus nunca o abandonará. Deuteronômio 31:8 Deuteronômio 31:8O Senhor, pois, é aquele que vai adiante de ti; ele será contigo, não te deixará, nem te desamparará. Não temas, nem te espantes.
Almeida Atualizada×
traz esta promessa maravilhosa: “O SENHOR, pois, é Aquele que vai adiante de ti; Ele será contigo, não te deixará, nem te desamparará; não temas, nem te espantes.”

Então, assim como Davi, Ezequias e Jó, você tem uma escolha a fazer quando estiver passando pelo estresse e pelas tensões inevitáveis da vida. E não é uma questão de dizer se você vai passar por tempos difíceis, porque, infelizmente, isso vai acontecer. Entretanto, o seu bem-estar na vida tem tudo a ver com a maneira como você reage a essas dificuldades. Você pode ficar paralisado e sentir autopiedade, vitimismo e desespero ou pode ser positivo e otimista enquanto busca os inestimáveis e poderosos recursos do amor de Seu Pai Celestial (Hebreus 4:16 Hebreus 4:16Cheguemo-nos, pois, confiadamente ao trono da graça, para que recebamos misericórdia e achemos graça, a fim de sermos socorridos no momento oportuno.
Almeida Atualizada×
).

O que você vai escolher? Deus aguarda sua resposta!


Dicas Práticas para Gerenciar o Estresse

Aqui estão vários métodos para lidar com o estresse que ajudarão a melhorar sua vida diária enquanto você segue edificando sua devoção e fé.

• Descansar o suficiente. Tentar agir de forma eficaz sem o descanso e o sono adequados simplesmente não dá certo. Os problemas às vezes podem parecer intransponíveis quando você está excessivamente cansado e estressado. Faça de tudo para ter o descanso que você necessita.

• Mudar o ritmo. Faça um passeio ocasional ou um piquenique, visite lugares com belas paisagens, reserve um fim de semana para descansar. Uma variedade de atividades pode ajudar a aliviar o estresse e dar-lhe uma sensação de revigoramento, mesmo que você já tenha uma idade avançada.

• Manter-se fisicamente ativo. A atividade física regular pode aliviar o estresse. Ela pode ser revigorante tanto para o corpo quanto para a mente. Simplesmente dar um passeio relaxante em um parque ou em sua vizinhança pode ser agradável e aliviante.

• Manter uma dieta equilibrada. Você sabia que o estresse pode levar ao ganho de peso? Os especialistas dizem que seria bom ter opções de alimentos saudáveis, como frutas e legumes frescos, à disposição quando surgirem fatores de estresse. Essas são boas alternativas em vez de ingerir alimentos com alto teor de açúcar e ricos em gordura, que estão ligados ao excesso de peso e outros problemas de saúde.

• Enfrentar os problemas. Assuma a responsabilidade pessoal de resolver os assuntos e as preocupações que o deixam estressado. Não os ignore nem procrastine ou culpe os outros. Ao encarar esse desafio, você experimentará uma inestimável sensação de controle e realização.

• Melhorar a gestão do tempo. Concentre-se no que é mais importante. Passe o tempo com sua família. Faça amizades que podem durar toda a vida. Ajude colegas de trabalho, vizinhos e outras pessoas quando surgir a oportunidade. Reserve um tempo para ter um contato próximo e regular com Deus através da oração e do estudo da Bíblia.

• Mudar a maneira de pensar. Com a ajuda de Deus, medite em tudo que é positivo e edificante. Coloque como prioridade a edificação de um caráter santo, justo e fiel ao seu Criador, que lhe deu a vida e, amorosamente, a sustenta.

• Manter o foco no futuro. Evite pensar sobre o passado estressante e frustrante que talvez tenha vivido. Em vez disso, prepare-se diligentemente para ser parte do iminente Reino de Deus, onde você poderá governar fielmente e com justiça todas as pessoas do mundo.

Quando você consegue vencer o estresse através da edificação de uma fé piedosa, é bem possível que você se torne um exemplo positivo para sua família e todas as pessoas que o conhecem!


Desenvolvendo Fidelidade e Resiliência

Fidelidade é a qualidade de ser dedicado, confiável e fiel. E uma definição de resiliência é a capacidade de se ajustar ou se recuperar da adversidade. Quando a fidelidade para com Deus e a resiliência estão unidas, você pode enfrentar melhor as inevitáveis tormentas da vida. Você não apenas encontrará um grande significado e propósito em sua vida através de um relacionamento com Deus, recebendo Sua valiosíssima ajuda e conforto, como também poderá se recuperar das adversidades que está passando. Aqui estão três maneiras de ajudá-lo a desenvolver fidelidade e resiliência.

1. Descobrir e buscar o grande propósito de Deus

Você é mais do que um ser físico e psicológico. Você também é uma incrível criação espiritual. Para descobrir e perseguir seu propósito divino, você deve olhar além de seus interesses e objetivos terrenos. Procure e dedique-se ao seu Eterno Criador, que deseja sinceramente ter um relacionamento pessoal com você. Quando você ora a Ele e estuda Sua Palavra, a Bíblia, você aprende sobre o grande plano dEle para toda a humanidade. À medida que você descobrir mais sobre o seu futuro brilhante e emocionante no vindouro Reino de Deus, sua fidelidade a Ele aumentará e você achará mais fácil ser resiliente quando estiver enfrentando os problemas da vida. (Para saber mais, baixe ou peça nosso guia de estudo bíblico gratuito Por Que Você Nasceu?).

2. Assumir a responsabilidade pessoal

Visto que Deus lhe deu o dom da vida, assuma a responsabilidade por seus próprios pensamentos, sentimentos e ações. Resista à tendência comum na sociedade atual de se ver como uma vítima devido às ações de outras pessoas. Embora nem sempre você possa controlar os acontecimentos, você pode ser resiliente na forma como reage a eles. Ore pedindo a Deus para ajudá-lo a lidar com a raiva, a mágoa e outras emoções negativas. Estude os diversos exemplos da Bíblia de como o povo de Deus enfrentou todo tipo de dificuldade e, ainda assim, com profunda fidelidade, confiou no poderoso apoio e orientação dEle. Aplique essas lições às situações difíceis que estiver passando e veja os notáveis e, às vezes até milagrosos, resultados.

3. Conectar-se com outras pessoas

O fato de você estar perto da família e dos amigos pode ser de grande ajuda quando os dilemas da vida estiverem lhe sobrecarregando. Estudos têm mostrado que pessoas resilientes têm pelo menos uma pessoa com quem interagir. Dedique um tempo para desenvolver conexões íntimas com pessoas positivas e encorajadoras. Em última análise, as suas interações construtivas com outras pessoas e seu relacionamento íntimo e fiel com Deus é que vão ajudá-lo a manter o equilíbrio em tempos difíceis.