Ajuda para hoje e esperança para o amanhã! 

Série Os Dez Mandamentos: O Terceiro Mandamento

Você está aqui

Série Os Dez Mandamentos: O Terceiro Mandamento

O nome de Deus tem autoridade e poder que devem ser usados corretamente.

“Não tomarás o nome do SENHOR, Teu Deus, em vão; porque o SENHOR não terá por inocente o que tomar o Seu nome em vão” (Êxodo 20:7 Êxodo 20:7Não tomarás o nome do Senhor teu Deus em vão; porque o Senhor não terá por inocente aquele que tomar o seu nome em vão.
Almeida Atualizada×
; Deuteronômio 5:11 Deuteronômio 5:11Não tomarás o nome do Senhor teu Deus em vão; porque o Senhor não terá por inocente aquele que tomar o seu nome em vão.
Almeida Atualizada×
).

A base de um bom relacionamento é o respeito, e Deus merece e exige nosso respeito absoluto e total reverência.

Muitas pessoas pensam erroneamente que esse mandamento diz respeito apenas a nomes falados e escritos, títulos e palavras dentro de um idioma. Nesse mandamento, o "nome" de Deus representa principalmente Sua identidade, posição, reputação, autoridade, personalidade e caráter.

O termo “em vão” refere-se a qualquer forma desprezível ou desrespeitosa, ou alguma outra forma que deturpe a Deus.

Algumas Bíblias traduzem esse versículo como não tolerar qualquer “abuso” do nome de Deus. Existem muitas maneiras pelas quais podemos e devemos usar o nome de Deus. Existem também muitas maneiras pelas quais as pessoas abusam do nome de Deus.

Muitas pessoas pensam que o que dizem não é importante, mas apenas o que fazem é importante. Pelo contrário, nossas palavras são parte importante de nossas ações. Isso é confirmado pelo terceiro capítulo de Tiago, que fala sobre o grande poder da língua para o bem e para o mal.

Jesus disse: “Pois do que há em abundância no coração, disso fala a boca...Mas eu vos digo que de toda palavra ociosa que os homens disserem hão de dar conta no Dia do Juízo. Porque por tuas palavras serás justificado e por tuas palavras serás condenado” (Mateus 12:34 Mateus 12:34Raça de víboras! como podeis vós falar coisas boas, sendo maus? pois do que há em abundância no coração, disso fala a boca.
Almeida Atualizada×
, 36-37). Nossas palavras precisam ser verdadeiras, significativas, edificantes e agradáveis a Deus.

Qual o motivo desse aviso severo?

Esse mandamento inclui uma advertência única e severa: “O SENHOR não terá por inocente o que tomar o Seu nome em vão”. Naturalmente nos perguntamos a razão disso, já que a violação de qualquer um dos Dez Mandamentos é um pecado grave. Parte da resposta é que esse mandamento se aplica especialmente a pessoas religiosas que afirmam estar seguindo e representando o Deus da Bíblia.

A palavra “tomar” pode ser mais claramente traduzida como “carregar, suportar ou sustentar” esse nome. Então, quem carrega o nome de Deus? Tanto os verdadeiros cristãos quanto os falsos cristãos carregam o nome de Deus ao alegar serem representantes de Deus, assim Ele está avisando a todos que não devem representá-Lo de maneira incorreta.

O julgamento de Deus sobre as pessoas é baseado em seu nível de compreensão. Quanto mais conhecimento bíblico uma pessoa tiver, mais responsável e censurável ela é diante de Deus (ver Lucas 12:47-48 Lucas 12:47-48 [47] O servo que soube a vontade do seu senhor, e não se aprontou, nem fez conforme a sua vontade, será castigado com muitos açoites; [48] mas o que não a soube, e fez coisas que mereciam castigo, com poucos açoites será castigado. Daquele a quem muito é dado, muito se lhe requererá; e a quem muito é confiado, mais ainda se lhe pedirá.
Almeida Atualizada×
; João 9:41 João 9:41Respondeu-lhes Jesus: Se fosseis cegos, não teríeis pecado; mas como agora dizeis: Nós vemos, permanece o vosso pecado.
Almeida Atualizada×
; Romanos 3:20 Romanos 3:20porquanto pelas obras da lei nenhum homem será justificado diante dele; pois o que vem pela lei é o pleno conhecimento do pecado.
Almeida Atualizada×
; 7:7; 14:23; Tiago 4:17 Tiago 4:17Aquele, pois, que sabe fazer o bem e não o faz, comete pecado.
Almeida Atualizada×
). Portanto, quando uma pessoa, de forma intencional, representa a Deus inadequadamente, a culpabilidade pecaminosa dela é grande.

Assim, Deus parece estar dizendo: “É melhor que vocês que afirmam me representar não me representem de maneira errada. Se você for carregar o Meu nome, é melhor carregá-lo corretamente. Se você deturpar Meu nome sabendo que não deve fazer isso, certamente sofrerá as consequências”.

A moda dos “nomes sagrados” perverte esse mandamento

Os aficionados por “nomes sagrados” insistem que os nomes de Deus e Jesus Cristo devem ser expressos apenas na língua hebraica. Essa “regra” é um acréscimo à Bíblia, algo que Deus proíbe! (Deuteronômio 4:2 Deuteronômio 4:2Não acrescentareis � palavra que vos mando, nem diminuireis dela, para que guardeis os mandamentos do Senhor vosso Deus, que eu vos mando.
Almeida Atualizada×
; 12:32; Apocalipse 22:18-19 Apocalipse 22:18-19 [18] Eu testifico a todo aquele que ouvir as palavras da profecia deste livro: Se alguém lhes acrescentar alguma coisa, Deus lhe acrescentará as pragas que estão escritas neste livro; [19] e se alguém tirar qualquer coisa das palavras do livro desta profecia, Deus lhe tirará a sua parte da árvore da vida, e da cidade santa, que estão descritas neste livro.
Almeida Atualizada×
). Os que propõem isso estão menosprezando a Deus, pois O tratam como um Ser obcecado por línguas, ortografia e sons! Deus não tem preferência por qualquer idioma. Na verdade, Deus quer que todas as pessoas O amem e adorem com compreensão e sinceridade — com toda a sua mente e coração — e isso vai muito além de qualquer linguagem (Marcos 12:30 Marcos 12:30Amarás, pois, ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todo o teu entendimento e de todas as tuas forças.
Almeida Atualizada×
). Sem dúvida, é uma bênção maravilhosa o fato de que a Bíblia tenha sido, e continua sendo, traduzida para muitas outras línguas do mundo!

A hipocrisia religiosa: A principal transgressão

A Bíblia revela que Deus tem muitos nomes e títulos porque Ele tem muitos atributos especiais e cumpre diversos papéis sagrados. E tudo isso representa plenamente a realidade de Sua identidade, natureza, caráter, características e autoridade. O desrespeito a qualquer um dos nomes divinos significa desrespeito ao próprio Deus.

Contudo, é significativo o fato de que o Terceiro Mandamento diga “nome” (singular) em vez de “nomes” (plural). Nesse mandamento, o nome de Deus representa o próprio Deus. Isso mostra que Deus está muito mais preocupado com toda a Sua identidade e com a reverência das pessoas a Ele do que com os nomes e títulos específicos que usamos para nos dirigir a Ele.

A palavra “nome” costuma ser sinônimo de reputação (ver Provérbios 22:1 Provérbios 22:1Mais digno de ser escolhido é o bom nome do que as muitas riquezas; e o favor é melhor do que a prata e o ouro.
Almeida Atualizada×
; Eclesiastes 7:1 Eclesiastes 7:1Melhor é o bom nome do que o melhor ungüento, e o dia da morte do que o dia do nascimento.
Almeida Atualizada×
). Devemos fazer tudo o que pudermos para glorificar o nome e a reputação de Deus e não manchá-los.

Se eu alego representar a Deus e minha conduta não reflete o Seu caráter santo, então estou manchando a reputação de Deus e trazendo “má fama” ao nome dEle. Nosso dever é guiar as pessoas a Deus, mas esse tipo horrível de hipocrisia as afasta.

Muitas vezes, pessoas que praticam atrocidades justificam suas ações alegando que tinham a autoridade ou permissão de Deus e estavam agindo em nome dEle. E geralmente essas ações são coisas terríveis tais como perseguição, guerras, assassinatos, torturas, escravidão, etc. Podemos apenas imaginar o quanto Deus fica irado com essas maldades perpetradas em Seu nome! E quando pessoas religiosas cometem pecados “menores”, elas também mancham a imagem de Deus.

Em alguns aspectos, o falso cristianismo causa mais danos do que outras religiões falsas, porque transmite às pessoas ideias erradas sobre a Bíblia. Pondere nesta advertência de Jesus: “Acautelai-vos, que ninguém vos engane, porque muitos virão em Meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; e enganarão a muitos” (Mateus 24:4-5 Mateus 24:4-5 [4] Respondeu-lhes Jesus: Acautelai-vos, que ninguém vos engane. [5] Porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; a muitos enganarão.
Almeida Atualizada×
, grifo nosso). Jesus estava alertando especificamente sobre o engano do falso cristianismo que interfere no aprendizado e aceitação das pessoas acerca do verdadeiro cristianismo (ver também 2 Coríntios 11:1-4 2 Coríntios 11:1-4 [1] Oxalá me suportásseis um pouco na minha insensatez! Sim, suportai-me ainda. [2] Porque estou zeloso de vós com zelo de Deus; pois vos desposei com um só Esposo, Cristo, para vos apresentar a ele como virgem pura. [3] Mas temo que, assim como a serpente enganou a Eva com a sua astúcia, assim também sejam de alguma sorte corrompidos os vossos entendimentos e se apartem da simplicidade e da pureza que há em Cristo. [4] Porque, se alguém vem e vos prega outro Jesus que nós não temos pregado, ou se recebeis outro espírito que não recebestes, ou outro evangelho que não abraçastes, de boa mente o suportais!
Almeida Atualizada×
, 13-15).

Quando as pessoas que professam a Bíblia são hipócritas, elas se tornam “pedras de tropeço” — obstáculos espirituais em vez de auxiliadores (ver 1 Pedro 2:8 1 Pedro 2:8e: Como uma pedra de tropeço e rocha de escândalo; porque tropeçam na palavra, sendo desobedientes; para o que também foram destinados.
Almeida Atualizada×
, Mateus 7:15-16 Mateus 7:15-16 [15] Guardai-vos dos falsos profetas, que vêm a vós disfarçados em ovelhas, mas interiormente são lobos devoradores. [16] Pelos seus frutos os conhecereis. Colhem-se, porventura, uvas dos espinheiros, ou figos dos abrolhos?
Almeida Atualizada×
, 21-23; Lucas 6:46 Lucas 6:46E por que me chamais: Senhor, Senhor, e não fazeis o que eu vos digo?
Almeida Atualizada×
; e Romanos 2). As críticas mais contundentes de Jesus foram contra os líderes religiosos hipócritas (Mateus 15:1-9 Mateus 15:1-9 [1] Então chegaram a Jesus uns fariseus e escribas vindos de Jerusalém, e lhe perguntaram: [2] Por que transgridem os teus discípulos a tradição dos anciãos? pois não lavam as mãos, quando comem. [3] Ele, porém, respondendo, disse-lhes: E vós, por que transgredis o mandamento de Deus por causa da vossa tradição? [4] Pois Deus ordenou: Honra a teu pai e a tua mãe; e, Quem maldisser a seu pai ou a sua mãe, certamente morrerá. [5] Mas vós dizeis: Qualquer que disser a seu pai ou a sua mãe: O que poderias aproveitar de mim é oferta ao Senhor; esse de modo algum terá de honrar a seu pai. [6] E assim por causa da vossa tradição invalidastes a palavra de Deus. [7] Hipócritas! bem profetizou Isaias a vosso respeito, dizendo: [8] Este povo honra-me com os lábios; o seu coração, porém, está longe de mim. [9] Mas em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos de homem.
Almeida Atualizada×
; 23:1-39; Marcos 7:1-23 Marcos 7:1-23 [1] Foram ter com Jesus os fariseus, e alguns dos escribas vindos de Jerusalém, [2] e repararam que alguns dos seus discípulos comiam pão com as mãos impuras, isto é, por lavar. [3] Pois os fariseus, e todos os judeus, guardando a tradição dos anciãos, não comem sem lavar as mãos cuidadosamente; [4] e quando voltam do mercado, se não se purificarem, não comem. E muitas outras coisas há que receberam para observar, como a lavagem de copos, de jarros e de vasos de bronze. [5] Perguntaram-lhe, pois, os fariseus e os escribas: Por que não andam os teus discípulos conforme a tradição dos anciãos, mas comem o pão com as mãos por lavar? [6] Respondeu-lhes: Bem profetizou Isaías acerca de vós, hipócritas, como está escrito: Este povo honra-me com os lábios; o seu coração, porém, está longe de mim; [7] mas em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos de homens. [8] Vós deixais o mandamento de Deus, e vos apegais � tradição dos homens. [9] Disse-lhes ainda: Bem sabeis rejeitar o mandamento de deus, para guardardes a vossa tradição. [10] Pois Moisés disse: Honra a teu pai e a tua mãe; e: Quem maldisser ao pai ou � mãe, certamente morrerá. [11] Mas vós dizeis: Se um homem disser a seu pai ou a sua mãe: Aquilo que poderías aproveitar de mim é Corbã, isto é, oferta ao Senhor, [12] não mais lhe permitis fazer coisa alguma por seu pai ou por sua mãe, [13] invalidando assim a palavra de Deus pela vossa tradição que vós transmitistes; também muitas outras coisas semelhantes fazeis. [14] E chamando a si outra vez a multidão, disse-lhes: Ouvi-me vós todos, e entendei. [15] Nada há fora do homem que, entrando nele, possa contaminá-lo; mas o que sai do homem, isso é que o contamina. [16] [Se alguém tem ouvidos para ouvir, ouça.] [17] Depois, quando deixou a multidão e entrou em casa, os seus discípulos o interrogaram acerca da parábola. [18] Respondeu-lhes ele: Assim também vós estais sem entender? Não compreendeis que tudo o que de fora entra no homem não o pode contaminar, [19] porque não lhe entra no coração, mas no ventre, e é lançado fora? Assim declarou puros todos os alimentos. [20] E prosseguiu: O que sai do homem , isso é que o contamina. [21] Pois é do interior, do coração dos homens, que procedem os maus pensamentos, as prostituições, os furtos, os homicídios, os adultérios, [22] a cobiça, as maldades, o dolo, a libertinagem, a inveja, a blasfêmia, a soberba, a insensatez; [23] todas estas más coisas procedem de dentro e contaminam o homem.
Almeida Atualizada×
).

Certos tipos de hipocrisia são abomináveis. Por exemplo, alguns líderes religiosos, que são lobos em pele de cordeiro, aproveitam-se de sua posição e poder para molestar crianças ou seduzir mulheres. Parece que eles têm a consciência cauterizada (1 Timóteo 4:2 1 Timóteo 4:2pela hipocrisia de homens que falam mentiras e têm a sua própria consciência cauterizada,
Almeida Atualizada×
). Outro exemplo diz respeito àqueles que pensam que religião “é simplesmente um meio de ganhar dinheiro” (1 Timóteo 6:5 1 Timóteo 6:5disputas de homens corruptos de entendimento, e privados da verdade, cuidando que a piedade é fonte de lucro;
Almeida Atualizada×
, Bíblia Viva). Eles falam como profetas para conseguir lucrar com a ingenuidade e a boa-fé das pessoas.

Santificado seja Teu nome

Quando Jesus ensinou a Seus discípulos os assuntos mais importantes a serem incluídos em nossas orações diárias, Ele disse para orarmos para que o nome de Deus seja santificado — para que seja considerado e mantido como algo santo (Mateus 6:9 Mateus 6:9Portanto, orai vós deste modo: Pai nosso que estás nos céus, santificado seja o teu nome;
Almeida Atualizada×
).

Deus disse: “Não profanareis o Meu santo nome” (Levítico 22:32 Levítico 22:32Não profanareis o meu santo nome, e serei santificado no meio dos filhos de Israel. Eu sou o Senhor que vos santifico,
Almeida Atualizada×
). Profanar significa violar a santidade, tratar o que é sagrado e sublime como algo secular e mundano. Tragicamente, esta atual sociedade que nos rodeia usa todos os tipos de palavrões, inclusive aqueles que profanam, difamam e blasfemam os nomes de Deus. Portanto, com a ajuda de Deus, devemos sempre proteger nossos corações dessas más influências e desses sacrilégios.

Sempre que mencionamos um dos nomes de Deus, devemos fazer isso sempre com respeito e reverência. Nunca devemos proferir praguejamentos, gírias, palavrões, interjeições, jargões ou palavras impensadas. Os próximos parágrafos listam algumas das formas pecaminosas pelas quais os nomes de Deus são pronunciados. A lista inclui alguns eufemismos para os nomes de Deus. O termo A palavra “eufemismo” vem do grego eufemísmos, que significa “emprego de uma palavra favorável no lugar de uma de mau augúrio”. A maioria das pessoas não percebe que há algo errado com essas expressões mais suaves e, aparentemente, inocentes. Porém, assim que entendermos suas conexões com os nomes de Deus, devemos evitar usá-las conscientemente. A seguir estão os exemplos:

Associar “Deus” com a palavra “maldição” (ou usando um eufemismo como “dane-se!”). Literalmente, isso quer dizer “vá para o inferno”, o que significa que se está pedindo a Deus para condenar alguém ao inferno, então, como a maioria das pessoas pensam que o “inferno” é um lugar de tortura eterna, isso seria uma coisa horrível para se desejar a qualquer pessoa! E dizer apenas a interjeição “droga!” pode significar a mesma coisa. As interjeições “praga!” e “droga!” são eufemismos para maldição.

Usar os nomes de Deus e de Jesus Cristo como exclamações, palavrões e interjeições. É repugnante como é comum ouvir as pessoas dizerem "Oh, meu Deus!" ou escrever abreviado essa interjeição . A menos que seja dito como parte de uma oração, é errado usar as interjeições "Crê em Deus Pai!", "Senhor Jesus!", “Graças a Deus”, "Pelo amor de Deus!", "A Paz de Deus!", "Pelo amor de Cristo!", “Deus te abençoe!”, “Vá com Deus!” e “Fique com Deus!”, “Deus me livre”, “Santo Deus!”, “Valha-me Deus!” e qualquer outra semelhante.

Também devemos evitar eufemismos para os nomes de Deus e Jesus Cristo.

Ademais, é aconselhável evitar-se palavras que estão intimamente ligadas a Deus — como céu, santo e misericórdia — quando são ditas como expressões petulantes. Tais como "Oh, céus!" e "Cruz credo!" e "Misericórdia!"

Certamente, Deus espera que Seu povo se abstenha de usar palavrões vulgares, “piadas grosseiras” (piadas sujas) e “linguajar sujo” (Efésios 4:29 Efésios 4:29Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, mas só a que seja boa para a necessária edificação, a fim de que ministre graça aos que a ouvem.
Almeida Atualizada×
; 5:3-4; Colossenses 3:8 Colossenses 3:8mas agora despojai-vos também de tudo isto: da ira, da cólera, da malícia, da maledicência, das palavras torpes da vossa boca;
Almeida Atualizada×
).

Ademais, estamos proibidos de usar títulos religiosos que pertencem apenas a Deus, incluindo a palavra “Pai” (Mateus 23:8-10 Mateus 23:8-10 [8] Vós, porém, não queirais ser chamados Rabi; porque um só é o vosso Mestre, e todos vós sois irmãos. [9] E a ninguém sobre a terra chameis vosso pai; porque um só é o vosso Pai, aquele que está nos céus. [10] Nem queirais ser chamados guias; porque um só é o vosso Guia, que é o Cristo.
Almeida Atualizada×
) no sentido religioso. Somente Deus merece ser chamado de “Santidade” ou “Reverendo” (Salmos 111:9 Salmos 111:9Enviou ao seu povo a redenção; ordenou para sempre o seu pacto; santo e tremendo é o seu nome.
Almeida Atualizada×
; a versão do Rei Tiago em inglês traduz “tremendo” como “reverendo”). Até mesmo proferir "repetições vãs" — balbuciar o nome de Deus continuamente em orações e pregações — desagrada a Deus (Mateus 6:7 Mateus 6:7E, orando, não useis de vãs repetições, como os gentios; porque pensam que pelo seu muito falar serão ouvidos.
Almeida Atualizada×
).

Claro, existem outras maneiras de desrespeitar a Deus. Quando agimos de forma desrespeitosa com as pessoas, estamos desrespeitando o Criador delas. Quando culpamos a Deus pelos problemas que nós mesmos causamos, estamos acusando erroneamente a Deus. Sem dúvida, estamos insultando a Deus se O ignoramos continuamente, exceto quando precisamos de algum favor dEle.

Com relação a jurar por Deus (fazer algum juramento), o Novo Testamento deixa claro que nunca devemos fazer isso (Mateus 5:33-37 Mateus 5:33-37 [33] Outrossim, ouvistes que foi dito aos antigos: Não jurarás falso, mas cumprirás para com o Senhor os teus juramentos. [34] Eu, porém, vos digo que de maneira nenhuma jureis; nem pelo céu, porque é o trono de Deus; [35] nem pela terra, porque é o escabelo de seus pés; nem por Jerusalém, porque é a cidade do grande Rei; [36] nem jures pela tua cabeça, porque não podes tornar um só cabelo branco ou preto. [37] Seja, porém, o vosso falar: Sim, sim; não, não; pois o que passa daí, vem do Maligno.
Almeida Atualizada×
; Tiago 5:12 Tiago 5:12Mas, sobretudo, meus irmãos, não jureis, nem pelo céu, nem pela terra, nem façais qualquer outro juramento; seja, porém, o vosso sim, sim, e o vosso não, não, para não cairdes em condenação.
Almeida Atualizada×
). Em qualquer tribunal de justiça, podemos dizer apenas: “Eu garanto dizer a verdade”.

Os nomes de Deus têm autoridade e poder e devem ser usados corretamente!

Qualquer coisa que tenha grande poder (energia nuclear, por exemplo) pode ser usada enormemente para bem ou para mal. Os nomes de Deus têm um poder incrível, mas não de uma forma mágica ou pagã. A blasfêmia, a hipocrisia e outros abusos dos nomes de Deus causam um grande dano, enquanto o uso, segundo a vontade divina, desses nomes pode fazer um grande bem.

Por exemplo, nós, seres humanos, não temos autoridade ou permissão para nos aproximar ou falar diretamente com Deus. Mas Jesus Cristo, obviamente, tem autoridade para se aproximar de Seu Pai e Ele se ofereceu para compartilhar essa autoridade conosco! Podemos orar diretamente a Deus indo até Ele "em nome de Jesus Cristo" [pela autoridade de Jesus Cristo] (ver João 15:16 João 15:16Vós não me escolhestes a mim mas eu vos escolhi a vós, e vos designei, para que vades e deis frutos, e o vosso fruto permaneça, a fim de que tudo quanto pedirdes ao Pai em meu nome, ele vo-lo conceda.
Almeida Atualizada×
, 16:23-27)!

Independentemente do que estejamos fazendo, sempre devemos pensar em nós mesmos como representantes de Jesus Cristo e Deus Pai. Paulo escreveu: “E, quanto fizerdes por palavras ou por obras, fazei tudo em nome do Senhor Jesus, dando por Ele graças a Deus Pai” (Colossenses 3:17 Colossenses 3:17E tudo quanto fizerdes por palavras ou por obras, fazei-o em nome do Senhor Jesus, dando por ele graças a Deus Pai.
Almeida Atualizada×
). Essa é uma grandíssima responsabilidade!

Então, se Deus o chamou para ser Seu filho ou filha, você está sendo chamado para “glorificá-Lo” sendo a “luz do mundo” (Mateus 5:14-16 Mateus 5:14-16 [14] Vós sois a luz do mundo. Não se pode esconder uma cidade situada sobre um monte; [15] nem os que acendem uma candeia a colocam debaixo do alqueire, mas no velador, e assim ilumina a todos que estão na casa. [16] Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras, e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus.
Almeida Atualizada×
). Você está sendo chamado para levar Seu nome e refletir Seu caráter em cada pensamento, palavra e ação. Nunca abuse ou deturpe o nome de Deus. Em vez disso, carregue dignamente Seu nome de maneiras que possam honrar, exaltar, magnificar e glorificar a Deus Pai e nosso Senhor Jesus Cristo.