Pregando o evangelho e preparando um povo

Como se dar bem com o próximo: A prática do verdadeiro Cristão

Você está aqui

Como se dar bem com o próximo

A prática do verdadeiro Cristão

Download (Baixar)
MP3 Audio (51.16 MB)

Download (Baixar)

Como se dar bem com o próximo: A prática do verdadeiro Cristão

MP3 Audio (51.16 MB)
×

"Nisto conhecerão todos que sois meus discípulos: se tiverdes amor uns aos outros" (João 13:35). Jesus não foi um eremita. Ele foi uma pessoa que as pessoas queriam estar perto dEle, ou para ouvirem o que Ele dizia, ou para serem curados. Ele tinha e tem amor por todos nós. Ele chorou quando viu a falta de fé dos irmãos (João 11:35). Ele morreu por nós quando ainda éramos pecadores (Rom 5:8). Nós devemos segui-Lo! Nós devemos imitá-Lo! Este sermão aborda alguns pontos para pormos em prática na nossa vida Cristã para nos darmos bem com o próximo – para sermos treinados a ser um melhor líder no vindouro Reino de Deus.

Sermon Notes

Bom dia ou boa tarde queridos irmãos aqui é Jorge Campos.

Como é que você deve se comportar com as outras pessoas?

Você, perguntando-me agora, tem um bom relacionamento com as outras pessoas ou você deve se esconder ou estar sozinho somente com Deus porque Deus é o único amigo verdadeiro e fiel?

Você talvez possa pensar: Deus é o único que me entende e valoriza, ninguém mais me entende do que Você, por isso porque ninguém me entende, o único que me entende é Deus devo então viver como um eremita numa caverna escondido assim, separado das outras pessoas, será isso?

Irmãos sabemos pelos evangelhos, vemos que Jesus Cristo não se escondeu numa caverna, Ele estava com pessoas, ensinava, palestrava as vezes com multidões que o seguiam e Ele demonstrou sempre muito amor para com o próximo até com aqueles que estavam doentes Ele os curou; veja aqui o caso da situação de Lázaro quando ele foi ressuscitado, isto está descrito em JO 11 e vê-se aí que Jesus Cristo recebeu a notícia de que Lázaro estava muito doente e depois vemos aqui que ele morreu.

Então Jesus Cristo recebeu a notícia que Lázaro tinha morrido e Ele disse não, ele não morreu, adormeceu, mas vou para despertá-lo.

Queridos irmãos aqui se vê mais uma vez o simbolismo da morte que é para Deus como estarmos a dormir; mas eles então disseram: “ah então se ele está a dormir, ah tá bem, então não se preocupe”, então Jesus Cristo disse-lhes claramente, isto está em JO 11:14: “Lázaro morreu”.

Então vê-se mais adiante no v.17 chegando Jesus encontrou Lázaro já sepultado havia a 4 dias!

Então Marta disse a Jesus no v. 21: “Senhor se estiveras aqui não teria morrido o meu irmão!” e então Jesus disse: “olha Lázaro o teu irmão vai ressurgir”, disse isso no v. 23 e a Marta disse: “sim eu sei que vai ressurgir na ressurreição no último dia” e então Jesus disse: “Eu sou a ressurreição e a vida, quem crê em Mim ainda que morra, viverá, e todo o que vive e crê em Mim não morrerá eternamente, crês nisto?” e então vê-se que as pessoas todas estavam ali a chorar e então Jesus disse assim, ah ficou comovido no espírito e depois lê-se no v. 35: “Jesus chorou!”

Jesus demonstrou muito amor para com outras pessoas e vê-se aqui que Ele tinha emoções e então Ele disse, ah alguns disseram não podia Ele, oh Ele abriu os olhos aos cegos, não podia fazer com que esse não morresse?

E então Jesus disse, olha me leva na sepultura e a Marta disse: Senhor já cheira mal!” disse isso no v.39, “porque já é 4 dias”, respondeu-lhe Jesus: “não te disse Eu que se creres a glória de Deus?” e ele foi e ressuscitou Lázaro, e desde aquele dia resolveram várias pessoas mata-lo, matar a Jesus Cristo por causa disso; mas aqui vê-se o amor de Jesus Cristo porque demonstra amor para com as pessoas através da ressurreição e todos vamos ressuscitar; pelo primeiro Adão todos morrem e pelo segundo Adão todos irão viver de novo!

Queridos irmãos ao fim de contas a lei de Deus é amor para com o próximo! A lei de Deus é amor para com o próximo!

E como vemos em JO 13, depois do lava pés, no v. 34 diz assim Jesus Cristo: “novo mandamento vos dou que vos ameis uns aos outros”.

Queridos irmãos a lei de Deus é, e sempre foi, para nós amarmos uns aos outros, mas o padrão era como a lei diz “como amas a vós mesmos”, mas o novo padrão que Jesus Cristo estabeleceu é para “amarmos uns aos outros assim como Jesus Cristo nos amou”!

E lei diz que também vos “ameis uns aos outros”, mas vê-se em JO 13:34, que Jesus Cristo aumentou o padrão de amarmos uns aos outros, amarmos uns aos outros de uma maneira maior.

Vejam também em RM 5:8 diz assim: “mas Deus prova o seu próprio amor para conosco pelo fato de ter Cristo morrido por nós sendo nós ainda pecadores”; Jesus Cristo, o ser da família de Deus, do reino de Deus que nos criou debaixo da autoridade do Pai se esvaziou e veio para a terra, morreu por nós na cruz como lemos em FP 2:6-9 e Ele fez isso pelo amor por nós, Dele e do pai.

Por isso Deus prova o seu próprio amor conosco pelo fato de ter dado o seu único filho, o único unigênito filho, enquanto nós éramos pecadores, isto é, enquanto nós éramos inimigos de Deus; e por isso também diz que devemos amar o próximo, não só aos nossos amigos, mas está claro aos nossos inimigos!  O que claramente irmãos não é fácil! Não é fácil! Então como você e eu podemos demonstrar esse amor? Porque um dos verdadeiros testes do cristão é de amarmos uns aos outros, é a prática do verdadeiro cristão em amor e por isso como é que podemos nos dar bem com o próximo como uma demonstração de amor?

Queridos irmãos por essa razão hoje em dia não nos devemos esconder numa caverna, estar assim uma pessoa escondida, independente, que não é amigável das outras pessoas porque assim não estamos a aprender, não estamos a ser treinados, não nos estamos a treinar para ser líderes no mundo do amanhã, no reino milenial e pra lá do reino milenial eternamente, e é para isso que estamos a ser treinados, pessoas que vamos amar, e cuidar e acarinhar o próximo, temos que aprender hoje a ter cuidado como dizemos coisas, como não machucamos pessoas, como somos encorajadores, como nos damos bem com o próximo.

Você se dá bem com o próximo? Ou há muitas zangas entre você e o próximo? Paulo disse em Romanos se é possível viva em paz com todos os homens, tanto quanto é possível! Isso quer dizer que vai ser possível com muitas pessoas, mas não com todos, mas vai ser possível com muitos!

Mas se no nosso caso a maioria das pessoas está zangada conosco então temos um problema, temos que mudar! Temos que ser diferentes, temos que analisar a nós próprios, arrepender e mudar.

Por isso é importante analisarmos e aprendermos agora a prática de nos darmos bem com o próximo. Por que? Para sermos melhores líderes no reino de Deus, para a glória de Deus.

*** 1 ***

Mas se você e eu formos sinceros de uma maneira natural nós não temos esse amor, e por isso o PRIMEIRO PONTO que quero mencionar hoje, (e eu vou mencionar vários pontos para desenvolvermos estas práticas do verdadeiro cristão com amor para nos darmos bem com o próximo), mas o PRIMEIRO PONTO é: precisamos de pedir a Deus para Ele a nos dar este amor fraternal de irmandade, sim, temos que ter amor de Deus! Mas não estou aqui a falar de somente amor fraternal entre irmãos, amigos, e pessoas que estejam na igreja e que não estejam na igreja.

Vejamos aqui em RM 5:5 diz assim: “ora a esperança não confunde porque o amor de Deus é derramado em nosso coração pelo Espírito Santo que nos foi outorgado”, que nos foi dado.

O amor de Deus é derramado no nosso coração pelo Espírito Santo que nos foi dado, o Espirito Santo, o espírito de amor, o espírito de Deus é um espírito de amor, está claro é um espírito de poder, e um espírito de amor também! E o amor de Deus é derramado no nosso coração pelo seu Espírito, e se temos esse amor o que entra tem que sair, isto é, temos que usar!

Por isso temos que pedir a Deus para nos dar o seu amor, para nós termos este amor fraternal com os nossos irmãos sejam eles na igreja sejam eles o próximo mesmo que não esteja na igreja.

AT 5:32 diz que Deus dá o seu Espírito aqueles que o obedecem, AT 5.32: “ora nós somos testemunhas destes fatos e bem assim o Espírito Santo que Deus outorgou aos que lhe obedecem”, por isso Deus nos deu o seu Espírito Santo por que? Porque obedecemos a Deus! Ora as leis de Deus são o amor! E vemos aqui este círculo virtuoso, a lei de Deus é amor, e quanto mais praticamos a lei de Deus mais Deus nos dá do seu Espírito, o seu Espírito de amor, porque Ele é amor!

Vejam também em TG 1:5 e muitas vezes as pessoas dizem: olha não tenho e Deus não está a me dar, bem, precisamos de pedir com fé e TG 1:5 diz assim: “se, porém, algum de vós necessita de sabedoria peça a Deus que a todos dá liberalmente e nada lhes impropera e lhe será concedida, peça-a com fé! E nada duvidando pois o que duvida é semelhante a onda do mar impelida e agitada pelo vento não se ponha esse home que alcançará alguma coisa do Senhor, homem de ânimo dobre, inconstante nos seus caminhos”.

Precisamos de pedir a Deus amor com fé! Sim, aqui diz que precisamos de pedir sabedoria, mas o que é sabedoria de Deus irmãos?

Vejam em TG 3:17-18: “a sabedoria, porém lá do alto é, primeiramente pura, depois pacífica e indulgente, tratável, plena de misericórdia e de bons frutos, imparcial e sem fingimento”.

Queridos irmãos, não são isto atributos de amor? Não são isso características de darmos bem com o próximo? Quando somos pacíficos somos indulgentes, somos tratáveis, somos cheios de misericórdia, somos cheios de bons frutos, somos imparciais, somos sem fingimento.

Essa é a “mansidão de sabedoria”. É “quem em paz semeia o fruto da justiça!” E o que é a justiça? Obedecer às leis de Deus!

Ora se obedecer às leis de Deus é amor e quando obedecemos às leis de Deus recebemos o Espírito Santo que é amor, o fruto da prática de nos darmos bem com o próximo vai ser PAZ! Paz! Que significa “Shalom!” Paulo disse tantas vezes: “graça e paz”.

A graça, isto é, a bondade, o carinho, o amor, tudo que é bom de Deus e paz que é o resultado, o fruto desta bondade, deste amor de Deus que é ser pacificador, sim, ser pacificador.

Vejam em MT 5:9 falando acerca das bem aventuranças vemos no v.9 de MT 5 vemos: “bem aventurados os pacificadores porque serão chamados filhos de Deus”.

O propósito que Deus nos criou e que criou este universo, criou tudo, o propósito é para trazer muitos filhos a glória como lemos em HB 2:10, para sermos filhos de Deus no reino de Deus, na glória de Deus!

Para trazer muitos filhos a glória, para sermos filhos de Deus, para sermos chamados seus filhos precisamos de ser o quê? Pacificadores! Isso é, a sabedoria lá do alto, esta é uma sabedoria de amor. Isso é, o que precisamos de pedir sem dúvidas, sem falta de fé, sem duvidar.

Por isso peça a Deus para remover qualquer sentimento errado que você tenha e para dar a você os sentimentos certos, corretos, sentimentos de que sejam de nos darmos bem com o próximo, precisamos de pedir a Deus isso.

Vejam em 1 TM 1 vemos que Paulo era digamos assim um grande pecador o próprio o disse, 1 TM 1:12-14 diz assim: “sou grato para com Aquele que me fortaleceu (Cristo Jesus, Nosso Senhor) que me considerou fiel designando-me para o ministério”.

Queridos irmãos, os ministros de Deus são designados para o ministério por Jesus Cristo, não é algo de que eu me dedico, ou que eu me aponte a mim mesmo.

“A mim que noutro tempo era (isto é, Paulo) blasfemo, perseguidor e insolente”, ou em outras palavras que não se dava bem com os verdadeiros cristãos; “mas obtive misericórdia quando ainda era inimigo”, isto é o amor de Deus! “Pois o fiz na ignorância e na incredulidade”, sem acreditar em Deus!

Muitas pessoas fazem coisas que não são boas como diz aqui blasfemos, perseguidores, insolentes. Você é insolente para com as outras pessoas? Você está a machucar as outras pessoas? Está a dizer as coisas de uma maneira que magoa?

Ou você está a dizer coisas que faz com que você se dê bem com outras pessoas?

Ou você está a dizer coisas que você se dê mal com outras pessoas?

Por isso, você quer ser uma pessoa independente, escondida, digamos assim numa caverna separada dos outros? Está claro que não irmãos!

Precisamos de ser pessoas que nos damos bem com o próximo e Deus mudou a Paulo, a Saulo, como diz assim no v.14: “transbordou, porém, a graça”, a bondade, o amor, o carinho, tudo que é bom de Deus para o Paulo, do Nosso Senhor com a fé e o amor de Nosso Senhor Jesus Cristo, que há em Cristo Jesus, a fé de Cristo Jesus e o amor de Cristo Jesus.

“E por isso é fiel a palavra”, v.15, “digna de toda a aceitação que Cristo Jesus veio ao mundo”, para que? para salvar os pecadores, para salvar aqueles que eram inimigos! E queridos irmãos nós temos que seguir a Cristo, temos que aplicar,  e pôr na nossa vida à mesma maneira de viver, a atitude de Cristo para sermos pacificadores, mesmo àqueles que são inimigos; isto é muito importante irmãos, precisamos de nos dar bem com o próximo e por isso o PRIMEIRO PONTO que estou a mencionar hoje é que precisamos de pedir a Deus este amor, amor fraternal.

*** 2 ***

E em SEGUNDO LUGAR temos que orar pelo o outro regularmente, orar pelas outras pessoas, pelos nossos irmãos e amigos, e os nossos irmãos que você não reconheça como irmãos espiritualmente, orar pelos nossos inimigos, pois ao fim de contas um dia vão se arrepender, e vão ser nossos irmãos.

Quando você ora por outra pessoa é muito difícil você estar zangado com ela.

Veja em TG 5:13 começando a ler: “está alguém entre vós sofrendo?” Queridos irmãos pessoas podem estar sofrendo por várias razões, pessoas podem estar sofrendo porque estão doentes fisicamente, podem estar sofrendo porque não tem amigos, podem estar sofrendo por causa de ansiedade e de problemas emocionais, podem estar a sofrer de várias maneiras irmãos! Temos carinho por esses irmãos? Nós temos amor para com eles?

Faça a oração; queridos irmãos orar pelos outros mesmo que você não tenha dinheiro ou outra coisa, pode orar pelos outros.

“Está alguém alegre? Cante louvores. Está entre vós alguém doente? Chame os presbíteros da igreja, os ministros da igreja e estes façam a oração sobre ele ungindo com óleo em nome do Nosso Senhor Jesus Cristo.”

Isto é uma instrução que é praticada na Igreja de Deus quando uma pessoa está doente, as pessoas chamam o ministro e nós oramos por essa pessoa ungindo-a com óleo, e se a distância é grande e o ministro não pode estar presente ainda faz oração e pode enviar a essa pessoa o que chamamos um pano ungido com óleo, isto é, com AZEITE.

V.15: “e a oração da fé salvará o enfermo e o Senhor o levantará”, o ressuscitará, o fará bem! Está claro, de acordo com a vontade do Pai! De acordo com a vontade de Deus!

Ora, se Deus pensa que você precisa de passar por certas dificuldades por um certo tempo é decisão Dele, mas Ele o levantará, se não for agora será na ressurreição, mas o levantará! E se houver cometido pecados lhe serão perdoados!

V.16: “confessai vossos pecados uns aos outros e orai uns pelos outros”, ora isso não quer dizer que estou aí a dizer a vocês todos os meus pecados, não, se você magoar ou machucar uma pessoa você precisa confessar a essa pessoa e pedir desculpa, magoei-te, e não tinha essa intenção, peço-te desculpas; mas isso é particular, entre você e essa pessoa.

MT 18 também fala: se você tem um problema com uma pessoa, vá falar com ela diretamente; mas o ponto aqui é que precisamos de ter cuidado irmãos, precisamos de ter cuidado uns pelos outros e orar uns pelos outros, estamos a orar uns pelos outros? Por que? Para sermos curados, e uma das doenças pode ser esta falta de amizade, pode ser este conflito de personalidade entre pessoas e curar desta doença, que digamos assim não é uma doença física, mas é uma doença emocional e talvez espiritual! Precisamos de pedir essa cura orando uns pelos outros para sermos curados, “muito pode pela sua eficácia (da oração) a súplica do justo”.

Queridos irmãos, a oração tem muito poder! E Deus ouve, Deus ouve! A nossa doença pode ser falta de amor! Se você vê que tem falta de amor, peça! Se você pensa que não tem falta de amor, mas você diz: “olha tá todo mundo zangado comigo”, talvez seja que você tenha falta de amor! Seja qual for a razão peça por mais amor! Precisamos disso irmãos porque Deus é amor.

Veja aqui em RM 1:8-9 diz assim: “primeiramente dou graças a meu Deus mediante Jesus Cristo no tocante a todos vós por quem todo mundo é proclamada a vossa fé porque Deus a quem sirvo em meu espírito no evangelho de seu filho é minha testemunha como incessantemente faço menção de vós”; incessantemente nas minhas orações estou a orar por vocês, orando uns pelos outros nos ajuda a ter mais amor.

Quando nós temos pensamentos positivos acerca dos outros isso nos ajuda a amá-los, em vez de ter pensamentos negativos, ore pelo outro não simplesmente acerca do outro, ore pelo outro.

*** 3 ***

Vejamos um TERCEIRO PONTO, aprenda o nome das pessoas, o nome dos irmãos, alguns de nós, eu sei, eu particularmente, tenho grande dificuldade de recordar nomes, grande dificuldade de recordar nomes, peço desculpas que é um grande problema que eu tenho, dificuldade física, mas tento, tento, tento lembrar de nomes, particularmente quando seu idoso eu sei o nome da pessoa mas não vem, esquece-me muito de nomes até entre os meus filhos as vezes eu chamo um com o nome do outro e vice versa e eu sei muito bem qual o nome deles mas aquilo as vezes não sai corretamente e pode ser que uma pessoa fica ofendida, fique machucada, por isso mesmo que não consiga, ao menos tente! Esforce-se! Para lembrar o nome de outras pessoas. E Deus entende as suas dificuldades.

Veja em Jo 10:1-3 diz assim: “em verdade, em verdade vos digo o que não entra pela porta do aprisco das ovelhas, mas sobe por outra parte, esse é ladrão e salteador”; sim aquele que entra assim, às escondidas, que salta o muro ou coisa assim é ladrão ou salteador.

“Aquele, porém que entra pela porta esse é o pastor das ovelhas, para este o porteiro a abre, as ovelhas ouvem a sua voz e Ele chama pelo nome as suas próprias ovelhas e as conduz para fora”.

Chama as ovelhas por nome, cada ovelhazinha tem o seu nome, demonstra o que? Amor, amor!

“Depois de sair com todas que lhe pertencem vai adiante delas e elas o seguem porque lhe reconhecem a voz”.

Queridos irmãos, quando ouvimos a palavra de Deus do ministro de Deus mesmo que não saibamos tudo, mesmo que nem tudo saibamos, nós vemos eu reconheço esta voz porque é a voz de um servo de Deus a dizer as instruções, as palavras do verdadeiro Pastor, do grande Pastor, do grande Pastor Mestre que é Jesus Cristo!

Vejam então no capítulo 13, GO 13:14-15: “ora se Eu sendo o Senhor e o Mestre e vos lavei os pés também vós deveis lavar os pés uns dos outros porque eu vos dei o exemplo para como eu mesmo o fiz, façai vós também”.

Jesus Cisto nos deu o exemplo  de servir ao próximo, servir aos irmãos, dar carinho as pessoas de que maneira seja mas servir o outro, servir o próprio, sim você está na rua não vai começar e parar no meio da estrada: olha deixa eu lavar os teus pés mas você vai tratar a pessoa  com carinho e por isso estamos a ver aqui não só o ato do lava pés no dia de Páscoa, da Páscoa do dia 14, não é da páscoa do mundo, mas a Páscoa do dia 14 que Jesus Cristo observou nesse dia a hora correta como lemos nas escrituras mas está aqui a dar um exemplo, um princípio , um princípio da prática do verdadeiro cristão para se dar bem com o próximo! Para amar o próximo!

Vejam por exemplo em SL 147:1-4 diz assim: “louvai ao Senhor porque é bom e amável!”

Queridos irmãos nós somos amáveis aos outros? Somos amigáveis? Somos amáveis?

“Cantar louvores ao nosso Deus fica lhe bem o cântico de louvor, o Senhor edifica Jerusalém e congrega os dispersos de Israel, sara os de coração quebrantado e lhes pença as feridas”.

Queridos irmãos há muitas pessoas que as vezes não são assim tão amigáveis ou que não dizem coisas assim de uma maneira tão boa, por quê? Porque tem coração quebrantado e por isso é nossa responsabilidade como cristãos encorajar essas pessoas.

V.4 falando acerca do Senhor: “conta o número das estrelas chamando-as todas pelo seu nome”

Queridos irmãos quantas estrelas é que existem na via láctea e isso é só uma galáxia, nossa galáxia, há milhões e bilhões de estrelas na via láctea, nesta galáxia e há bilhões e bilhões de galáxias com milhões e bilhões de estrelas e diz assim o Senhor: “as chama todas pelo seu nome”.

Ora está claro para nós não é possível chegar a esse nível de conhecimento, sabedoria, inteligência e amor, mas temos que tentar o pouco que podemos e por isso temos que tentar lembrar o nome das pessoas e amá-las e deixe-me dizer peço desculpas quando esqueço alguns de vossos nomes, mas estou a tentar, estou a tentar irmãos, não sou perfeito, mas estou a tentar porque amo vocês e oro por vocês.

*** 4 ***

OUTRO PONTO: precisamos de esforçar de ser amigos, de ser amigáveis como diz ser amáveis e esforçarmo-nos ao mesmo tempo  a cumprimentar as pessoas, a dizer alô, olá, louvar, a dizer bem , como está, bom dia, , boa tarde, tudo bem, vocês veem, por exemplo, temos uma criancinha pequenina  e as pessoas assim geralmente os pais dizem: olha cumprimenta o vovô e as vezes não querem e os pais ficam muito zangados, tens que cumprimentar, tem que corrigir a criancinha, por que? Porque é uma lição importante que precisam de respeitar as outras pessoas e cumprimentar, e é a mesma coisa conosco como filhos de Deus não cumprimentamos as outras pessoas, mas quando vemos uma menina, uma criancinha que não está a cumprimentar os outros: olha, ela não está a cumprimentar, tem que aprender, é mal educada.

Queridos irmãos como filhos de Deus temos que aprender a ser amigáveis cumprimentando as pessoas.

Vejam em PV 18:24, eu vou especificamente ler na versão ACF porque quero sublinhar um ponto, PV 18:24 diz assim: “o homem de muitos amigos deve mostrar-se amigável”, é assim que está escrito na versão ACF, “mas há um amigo mais chegado do que a um irmão”.

Queridos irmãos, para termos amigos temos que ser amigáveis, isto é importante irmãos!

Vejam também 1 CO 16:19-20 diz assim: “as igrejas da Ásia vos saúdam, no Senhor muito vos saúdam, Aquila e Priscila bem sim a igreja que está na casa deles, todos os irmãos vos saúdam, saudai-vos uns aos outros com um ósculo santo”.

As pessoas as vezes estão distantes, as igrejas estão a dar saudações, estão a cumprimentar a vocês! E diz assim: com um ósculo santo. Com um beijo santo. Não quer dizer que haja nem todas as pessoas podem estar ao lado uns dos outros e beijar principalmente agora com esta doença de covid, as pessoas mantém uma distância, mas podemos mesmo assim demonstrar esta amizade, este amor de cumprimento, esta saudação de amor sem contato físico, precisamos de fazer isso, como é que cumprimentamos os irmãos? Por exemplo, alguns irmãos só tem a possibilidade de se ver pela internet ou por whatsapp vídeo, ou seja, o que for.

Mas mesmo assim podem cumprimentar de uma maneira muito amigável, muita amorosa como se fosse com um ósculo santo, entre aspas, com este amor.

Vejam também em 1 PE 5:13-14: “aquela que se encontra em Babilônia também eleita vos saúda, como igual mormente meu filho Marcos, saudai-vos uns aos outros com um ósculo de amor!”

Uma saudação com amor sincero aqui do coração.

Vejam também em RM 16 começar a ler do v.1, bem vou começar a ler do v.3: “saudai Priscila e Aquila meus cooperadores em Jesus Cristo os quais pela minha vida arriscaram a sua própria cabeça e isto eu lhes agradeço, e não somente eu mas também todas as igrejas dos gentios, saudai igualmente a igreja que se reúne na casa deles, saudai meu querido Epêneto  primícias da Ásia para Cristo, saudai Maria que muito trabalhou para vós, saudai Andrônico e Junias”, v.8: “saudai Ampliato”, v.9: “saudai Urbano”, v.10: “saudai Apeles”, v.11: “saudai meu querido parente Herodião, saudai os da casa de Narciso que estão no Senhor”, v.12: “saudai Trifena e Trifosa, saudai a estimada Pérside”, v.13: “saudai Rufo”, v.14: “saudai a Asíncrito, Flegonte, Hermes, Pátrobas, Hermas e os irmãos que se reúnem com eles”, v.15: “saudai Filologo, Julia, Nereu e sua irmã Olimpas e todos os santos que se reúnem com eles, saudai uns aos outros com um ósculo santo”.

Está ele a dar esta saudação a todos, queridos irmãos, lembra-se do nome deles? Um número grande deles e está a dar saudações, está a ser amigável, está a demonstrar amor fraternal, isto é importante irmãos.

*** 5 ***

E depois vejamos aqui outro ponto que seria o QUINTO PONTO: precisamos desenvolver um bom ouvido para ouvir realmente o que as pessoas estão a dizer.

Veja aqui em TG 1:16-19 diz assim: “não vos enganeis meus amados irmãos toda a boa dádiva e todo o bom perfeito são lá do alto descendo do Pai das luzes em que não pode existir variação e nem sombra de mudanças pois segundo o seu crer Ele nos gerou pela Palavra da verdade para que fossemos como que primícias das suas criaturas, sabeis estas coisas (v.19) meus amados irmãos todo o homem pois seja pronto para ouvir, tardio para falar, tardio para se irar”.

Queridos irmãos precisamos estar prontos a ouvir as outras pessoas, não é simplesmente ouvir as palavras, mas ouvir o significado com atenção do coração, não é só “olha estou a ouvir as palavras”, não, estou a ouvir o que ele está dizendo do coração, “estou a ouvir o sentimento”, porque no fim, afinal de contas, temos dois ouvidos e apenas uma boca, devemos ouvir mais do que falar, e por isso precisamos de estar sempre a ouvir.

Vejam em FP 2:19-20 diz assim: “espero, porém, no Senhor Jesus Cristo mandar-vos Timóteo o mais breve possível a fim de que eu me sinta animado também tendo conhecimento da vossa situação porque de ninguém tenho igual sentimento que sinceramente zele dos vossos interesses”.

Timóteo cuidava dos interesses dos outros, não só ouvia as palavras, mas ouvia o que saía do coração das outras pessoas, os interesses das outras pessoas; por isso vemos aqui Timóteo sinceramente cuida dos interesses deles, nós precisamos aprender a cuidar dos interesses do próximo.

Vejam em 1 PE 3:8 diz assim: “finalmente sedes todos de igual ânimo compadecidos fraternalmente, amigos, misericordiosos, humildes, irmãos”.

Queridos irmãos, isto é amor, é de se tratar bem com o próximo, é de ouvir o que está por trás das palavras dessa pessoa para sabermos o que a pessoa de fato está a dizer com as suas palavras, entender as coisas profundas do coração para sermos realmente amigos, por isso precisamos desenvolver um bom ouvido para ouvir o que realmente estão a dizer.

Vimos vários pontos queridos irmãos, precisamos de (1) pedir a Deus, precisamos a (2) orar pelos outros regularmente, (3) terceiro precisamos de aprender o nome das pessoas, (4) quarto esforçarmo-nos a ser amigáveis e a cumprimentar as pessoas como pessoas amigáveis e (5) quinto desenvolver um bom ouvido para ouvir o que as pessoas estão realmente a dizer.

*** 6 ***

E em SEXTO LUGAR precisamos de ter cuidado de só dar aconselhamento quando pedem aconselhamento, só dar conselho quando pedem conselho.

Vejam PV 9:7-9 ora isso de uma maneira ah assim geral tem a ver com um temos que ouvir mais do que falar, tardios a falar, quer dizer somos tardios a falar, temos que ter cuidado de não estar a dar conselho quando não pedem!!

PV 9:7-9: “o que repreende o escarnecedor traz afronta para si”; você está a repreender uma pessoa a dizer: olha você não é um bom cristão, não sei o que, não sei o que mais, queridos irmãos se você está a dizer isso, não está a ganhar um amigo.

“O que censura o perverso a si mesmo se injuria”, se você está a criticar, censurar a outra pessoa que não vê as coisas da maneira que você vê, você está a magoar-se a você próprio! Precisamos de ter cuidado irmãos!

Sim, porque uma pessoa pode ser dura, dura para nós, mas nós estamos a julgar essa pessoa e a condenar essa pessoa? Se esse é o caso, ambos estão errados! Ambos estão errados!

V.8: “não repreendas o escarnecedor para que não te aborreça, mas repreende o sábio porque ele te amará;” ...

O sábio vai pedir a você: “olha, como é que eu posso ser melhor pessoa? Dá-me um conselho eu sei que tu não és pessoa importante, digamos assim, simplesmente um outro irmão, mas estás a me ver, o que vês em mim que eu possa mudar e ser melhor cristão?

Estamos prontos a perguntar a outras pessoas? “Ah o que eu posso aprender e possa mudar?” E quando elas dizem “cuidado com isto ou aquilo”  precisamos de aceitar, ao invés de rejeitar, “não, não, não, eu não sou assim!” Aceitar é a percepção, a maneira que eles o veem, para eles é a realidade. Por isso essa é a realidade e nós temos que ver: “olha não estou a ver assim, mas vou ter que engolir a pílula [a correção) que ele está a me dar porque eu pedi [essa correção]”!!

E precisamos de ser humildes e dizer “está ok, vou entender e pedir a Deus para fazer me entender isso” em vez de rejeitar, para ser sábios temos que aceitar a correção.

V.9: “dá instrução ao sábio e ele se fará mais sábio ainda! Ensina o justo e ele crescerá em prudência ...”

Queridos irmãos, precisamos de aprender de todos e de estar prontos a aprender, mas por outro lado não dês conselho sem a pessoa te convidar ou dizer: “olha, diz-me onde eu possa ser melhor”, precisamos de ter cuidado, se ele não te deu autorização, às vezes, pode ser que eu esteja a pisar a ele nos pés! Ou ela nos pés! Quando estamos a dar conselho a ele ou a ela que eu acho que devo dar conselho, mas a pessoa não está pronta a receber, e se não está pronta, espera pela autorização e quando fizeres isso tens que fazer com amor, com mansidão, com amor, com carinho, não é: “olha, eu gosto que as pessoas me corrijam, por isso estou a te corrigir!”

Cuidado, temos que ter amor, ter amor, cautela.

Veja 1 PE 3:15: “antes santificai a Cristo no vosso coração estando sempre preparados para responder a todo aquele que vos pedir razão de esperança que há em vós”, sim, no contexto está aqui a dizer você tem de estar pronto a responder a razão da sua fé se eles perguntarem, mas não esteja a puxar pela boca abaixo da outra pessoa: “não, não, isto é o que eu acredito!!!” Se a pessoa não está a pedir isso, não lhes dês [isso] porque a pessoa vai rejeitar, vai te dizer: “Olha tu és louco, vou deixar essa pessoa.” Nesse caso tu não estás a dar glórias a Deus.

Mas quando uma pessoa vê o teu bom exemplo que estás a ser, uma boa luz, estás a ser o sal com o Jesus Cristo diz: precisamos ser o sal, bem temperados, precisamos ser uma luz, um bom exemplo, e se as pessoas estão a ver isso, vão-te perguntar: “olha, qual é a razão da esperança que há em você? Por que você acredita assim desta maneira?” Então você responde gentilmente, com mansidão, e por quê [que acredita na fé]. Porque ele lhe deu autorização a você para responder, igualmente a pessoa dá autorização para você aconselhar essa pessoa.

Estou a falar deste princípio, então você aconselha, mas se a pessoa não deu autorização a você para o aconselhar não o faça! Cuidado! Porque nesse caso é capaz de não apreciarem.

Vejam em MT 7:6: “não dês aos cães o que é santo”; está a dar a pessoas o que é santo quando não querem? “Nem lanceis antes aos porcos as vossas pérolas”; vocês estão lançando aos porcos as pérolas, a beleza, o conhecimento do reino de Deus? “Para que não as pisem com os pés e voltando-se vos dilacere”; por isso é preciso cuidado porque se não vão apreciar a você, o conselho, que é bom conselho que você está a dar ou as boas pérolas que você está a dar, se não vão apreciar a isso porque estão a rejeitar a isso, não dê!! Porque então vão deitar fora e vão te odiar por causa disso!

Então nesse caso você não está se dando bem com o próximo! E precisa-se se dar bem com o próximo, não estou a dizer para mentir, não estou a dizer para esconder a verdade, mas você tem que se conduzir de uma maneira própria, sábia, sábia.

*** 7 ***

O SÉTIMO PONTO é: não fiques ofendido assim tão facilmente, quando uma pessoa te diz uma coisa: olha tens este erro, tens [problema]  A , não fiques assim chateado, e ofendido, “ohhhh porque estás a dizer isso?” Nós como cristãos, embora a pessoa não devia fazer isso a nós, mas quando nós recebemos precisamos de ter cuidado para não ficar tão facilmente ofendidos! Não ficarmos tão facilmente assim... machucados!

Veja SL 119:165 diz assim: “grande paz tem os que amam a tua lei, para eles não há tropeço”, ou noutras palavras, para eles nada os ofenderá! Nada os machucará! Por que? Porque estão a obedecer a lei de Deus e não vão ficar ofendidos, não vão ficar machucados, e por que? Porque sabem o que é a lei de Deus e estão a ter cuidado para com Deus.  Por isso precisamos de estar sensíveis aos outros!  Mas ao mesmo tempo devemos de ter cuidado para não ficarmos super sensíveis a nós próprios! Porque estamos a ficar machucados com todas as coisas: “olha fiquei machucado, porque ele ou ela disse isso!! E fiquei machucado!!”

Você ama a Deus e ama a lei de Deus? Você não vai ficar facilmente ofendido, ponto importante para pensar nisso e meditar nisso, como diz muitas vezes na Bíblia diz assim: “selá”, quando vêm a palavra “selá” quer dizer pense nisso, pense nisso! Medite nisso!

Por isso faça que seja difícil para as pessoas ofenderem a você e assim você vai evitar muitas dores de cabeça, porque se você ficar ofendido por causa do que ele diz ou por causa disso você acaba de não entrar no reino de Deus, vale [isso] a pena? Vale mais não ficar ofendido.

Vejam MT 15:21 – temos aqui a história da mulher cananeia e então a mulher disse: “tem compaixão de mim, a minha filha está horrivelmente endemoninhada”, no v.22 diz assim e Jesus Cristo disse assim, respondeu: “os discípulos lhe disseram assim: ‘despede-a porque vem clamando  atrás de nós’ e então Jesus Cristo respondeu a ela: ‘não fui se não enviado as ovelhas perdidas da casa de Israel’, ela porém veio e o adorou dizendo: ‘socorre-me’ e então Ele respondendo disse: ‘não é bom tomar o pão dos filhos e lançá-los aos cachorrinhos’”.

O que você diria se Jesus Cristo, se Ele dissesse isso a você? Você está a aproximar de Jesus Cristo e a dizer: “por favor ajuda a minha filha que está com um problema grande” e Ele diz: “eu não venho para tratar de vocês gentios cananeus” e você diz: “ah, mas por favor me ajudar” e Ele disse: “não, eu não vim e não é bom tomar o pão dos filhos e dar aos cachorrinhos”.

Se Jesus Cristo tivesse dito isso a você, você ia ficar ofendido? E se você ficasse ofendido e não mais acreditasse em Cristo perderia a vida eterna!

Vale a pena ficar ofendido por causa disso?

Mas lembre-se ela não ficou ofendida e Jesus Cristo não a chamou um cão, um cachorrinho, mas aprenda a aceitar e ela disse: “sim, Senhor, porém os cachorrinhos comem das migalhas que caem das mesas dos seus donos” e Jesus Cristo disse: “’ó mulher grande é a tua fé, faça-se contigo como queres’, e desde aquele momento a sua filha ficou sã”.

Mas que linda história de uma mulher que não se ofendeu; e por isso não fiques ofendido facilmente.

Veja em MT 5:39: “eu, porém vos digo não resistais ao perverso, mas aquele que te ferir na face direita volta também a outra”, olha bateu na cara estou ofendido, o que Jesus Cristo diz? “Dá-lhe a outra, não te ofendas, aceita, não te revoltes”.

Veja em RM 12:3: “porque pela graça que me foi dada digo a cada um dentre vós que não pense de si mesmo além do que convém, antes pense com moderação vinda da fé eu Deus repartiu a cada um”, não pense acerca de você mesmo para além do que convém, não pense que você é assim tão importante!

“Não pense de si mesmo além do que convém”; irmãos, nós matamos Jesus Cristo, mas ninguém matou você, você e eu fizemos pior a Jesus Cristo do que outras pessoas estão a fazer agora conosco, e por isso quando pessoas dizem a nós coisas que são difíceis, que nós nos podemos sentir ofendidos facilmente, não se ofendam!

*** 8 ***

Mas por outro lado, o OITAVO PONTO: não diga nada indelicado que seja a uma pessoa, que esteja a ofender a outra pessoa.

Veja em TG 5:8-9, sim, não se sinta facilmente ofendido, mas não ofenda, não seja facilmente machucado mas não machuque; TG 5:8-9 diz assim: “sede vós também pacientes e fortalecei o vosso coração pois a vinda do Senhor está próxima, irmãos não vos queixais uns aos outros para não serdes julgados pois eis que o JUIZ está às portas”, não vos queixeis, olha esta pessoa disse isto, e aquele disse aquilo, olha aquele irmão me disse aquilo, bla, bla, bla, noutras palavras, não digas mal dele, não estejas a dar queixas acerca daquele irmão ou daquela irmã, não sejas crítico, não estejas a criticar esse irmão por que? Para não seres julgado da mesma maneira.

“Irmãos (v.9) não vos queixeis uns dos outros para não serdes julgados, eis que o JUIZ está às portas”.

EF 4:15: “mas seguindo a verdade em amor cresçamos em tudo Naquele que é a Cabeça, Cristo!”

Queridos irmãos, precisamos dizer a verdade, sim, mas precisamos de a dizer em amor, muitas pessoas dizem: ah é verdade, vou dizer, irmãos temos que dizer em amor.

Veja, por exemplo, v.31-32: “longe de vós toda a amargura, e cólera e ira, e gritaria e blasfêmias e bem assim toda a malícia” porque as vezes dizendo a verdade estamos a dizer isso com ira, com amargura, com cólera, com malícia, mas tem que ser com amor, antes de ser uns para com os outros benignos dizer com amor a verdade para sermos benignos, compassivos, perdoando-vos uns aos outros com também Deus e Cristo vos perdoou.

Vejam PV 17:9: “o que encobre a transgressão adquire amor, sim a pessoa diz uma coisa errada ou faz uma coisa errada temos que bater assim na cara dele? Olha fizeste isto errado, PUMBA!! PUMBA! Estamos a adquirir amor? Mas quando encobrimos a transgressão, adquirimos amor, mas o que traz o assunto à baila separa os maiores amigos! Aaquele que traz o assunto de novo, está a revolver o assunto? “olha [fizeste isso], [fizeste isso]”, e está a dizer outra vez, “olha, mas fizeste isso, olha, mas fizeste isso!” E isso separa os maiores amigos.

Queridos irmãos, nunca digas nada indelicado, nunca digas nada que venha a machucar a outra pessoa.

Vê por exemplo em CL 4:6: “a vossa palavra seja sempre agradável, temperada com sal para sabeis como deveis responder a cada um”.

A sua resposta é a verdade com amor, agradável, temperada com sal, respondendo da maneira correta para se dar bem com o próximo???? Ou é a palavra de uma maneira que vai machucar??

*** 9 ***

Vocês conhecerão uns aos outros se tiverem amor para com o próximo, e por isso o ÚLTIMO PONTO que eu quero mencionar hoje: é de que precisamos conviver com os outros conforme é possível, temos que esforçar a conviver com os outros conforme o possível, precisamos ser hospitaleiros.

Vejamos 1 PE 4:8-9 diz assim: “acima de tudo, porém, tende amor intenso uns para com os outros porque o amor cobre multidão de pecados sendo mutuamente hospitaleiros, sem murmuração, servindo uns aos outros cada um conforme o dom que recebeu como bons dispenseiros da multiforme graça de Deus. Recebemos essa graça de Deus, esta bondade de Deus vamos dispensar a mesma graça a outros com amor., somos hospitaleiros.

Irmãos vivemos alguns muito longe uns dos outros, mas podemos comunicarmos uns com os outros por telefone, por whatsapp, conversar, encorajar e isso é importante, servir uns aos outros.

Vejam em LC 14:12-14: ”disse também ao que havia convidado quando deres um jantar ou uma ceia, não convides os teus amigos, nem teus irmãos, nem parentes, nem vizinhos ricos para não suceder que eles por sua vez te convidem  e sejas recompensado, antes ao dares um banquete convida os pobres, os aleijados, os coxos e os cegos e serás bem aventurado pelo fato de não terem eles com que lhe recompensar-te, a tua recompensa porém tu a receberás na ressurreição dos justos”

E por isso vocês, não só pessoas que sejam cegos ou coxos fisicamente ou que sejam  pobres fisicamente, mas que sejam pobres espiritualmente e por isso estamos a servir a esses que são pobres espiritualmente e ajudar o próximo, o nosso vizinho, precisamos de aprender muito acerca disso irmãos, pois temos muito a aprender.

GL 5:13 diz assim: “porque vós irmãos fostes chamados à liberdade, porém, não useis da liberdade para dar ocasião a carne, antes serdes servos uns dos outros pelo amor”, estejam a servir uns aos outros pelo amor, como é que vocês podem servir aos outros? Sim, sabemos que estamos longe uns dos outros, mas há muitas maneiras que podemos servir, uma chamada telefônica, uma palavra de encorajamento quando temos conhecimento que as pessoas não estão bem, seja o que for, podemos servir uns aos outros.

Vejam em CL 2:1-2: “gostaria, pois, que soubesses com que grande luta venho mantendo por vós, e pelos laodicenses porquanto não me viram a face para que o coração deles seja confortado e vinculado conjuntamente com amor”.

Paulo não estava ao pé deles, mas estava para que o coração deles fosse confortado e vinculado conjuntamente com amor!

Queridos irmãos todos nós podemos fazer a nossa parte para o coração dos uns dos outros. Irmãos aqui na fé precisamos nos dar bem com outras pessoas, com os nossos vizinhos, com o próximo, porque? Para sermos uma luz, para sermos o sal da terra, para que pelo ao menos para com os irmãos, pelo menos sejamos confortados e vinculados conjuntamente em amor.

Queridos irmãos, precisamos de trabalhar nisto.

Vejam também em EF 4:16 diz assim: “da qual todo o corpo, bem ajustado, e ligado pelo auxilio de todas as juntas, segundo a justa operação de cada parte, faz o aumento do corpo, para sua edificação em amor”. Um corpo bem ajustado e consolidado segundo a justa cooperação, cada parte, cada membro da igreja cooperando, ajudando, estamos bem ajustados, bem consolidados, ajudando um ao outro ... para que? Para edificarmos o corpo de Cristo que é a igreja de Deus, que é organismo espiritual, que é a família de Deus, a noiva que vai se casar com Cristo para edificarmos um ao outro em amor!!!

Por isso irmãos precisamos de nos dar bem com o próximo, peça a Deus para lhe dar o amor fraternal, orem uns pelos outros, sejam amigáveis dando cumprimento e aprendendo os nomes uns dos outros, ou escutar mais do que dar conselhos - principalmente quando não te pedem - não sejas facilmente machucado ou ofendido, nem machuques os outros, mas encoraje os outros, convive, fala, telefone, tenha uma convivência com os outros.

Queridos irmãos, lembrem-se que vamos trabalhar com pessoas no mundo do amanhã, no reino milenial, essa é a nossa missão como filhos de Deus. E é a nossa responsabilidade AGORA para aprendermos AGORA a nos dar bem com o próximo!!

Transcrição

Bom dia ou boa tarde queridos irmãos aqui é Jorge Campos.

Como é que você deve se comportar com as outras pessoas?

Você, perguntando-me agora, tem um bom relacionamento com as outras pessoas ou você deve se esconder ou estar sozinho somente com Deus porque Deus é o único amigo verdadeiro e fiel?

Você talvez possa pensar: Deus é o único que me entende e valoriza, ninguém mais me entende do que Você, por isso porque ninguém me entende, o único que me entende é Deus devo então viver como um eremita numa caverna escondido assim, separado das outras pessoas, será isso?

Irmãos sabemos pelos evangelhos, vemos que Jesus Cristo não se escondeu numa caverna, Ele estava com pessoas, ensinava, palestrava as vezes com multidões que o seguiam e Ele demonstrou sempre muito amor para com o próximo até com aqueles que estavam doentes Ele os curou; veja aqui o caso da situação de Lázaro quando ele foi ressuscitado, isto está descrito em JO 11 e vê-se aí que Jesus Cristo recebeu a notícia de que Lázaro estava muito doente e depois vemos aqui que ele morreu.

Então Jesus Cristo recebeu a notícia que Lázaro tinha morrido e Ele disse não, ele não morreu, adormeceu, mas vou para despertá-lo.

Queridos irmãos aqui se vê mais uma vez o simbolismo da morte que é para Deus como estarmos a dormir; mas eles então disseram: “ah então se ele está a dormir, ah tá bem, então não se preocupe”, então Jesus Cristo disse-lhes claramente, isto está em JO 11:14: “Lázaro morreu”.

Então vê-se mais adiante no v.17 chegando Jesus encontrou Lázaro já sepultado havia a 4 dias!

Então Marta disse a Jesus no v. 21: “Senhor se estiveras aqui não teria morrido o meu irmão!” e então Jesus disse: “olha Lázaro o teu irmão vai ressurgir”, disse isso no v. 23 e a Marta disse: “sim eu sei que vai ressurgir na ressurreição no último dia” e então Jesus disse: “Eu sou a ressurreição e a vida, quem crê em Mim ainda que morra, viverá, e todo o que vive e crê em Mim não morrerá eternamente, crês nisto?” e então vê-se que as pessoas todas estavam ali a chorar e então Jesus disse assim, ah ficou comovido no espírito e depois lê-se no v. 35: “Jesus chorou!”

Jesus demonstrou muito amor para com outras pessoas e vê-se aqui que Ele tinha emoções e então Ele disse, ah alguns disseram não podia Ele, oh Ele abriu os olhos aos cegos, não podia fazer com que esse não morresse?

E então Jesus disse, olha me leva na sepultura e a Marta disse: Senhor já cheira mal!” disse isso no v.39, “porque já é 4 dias”, respondeu-lhe Jesus: “não te disse Eu que se creres a glória de Deus?” e ele foi e ressuscitou Lázaro, e desde aquele dia resolveram várias pessoas mata-lo, matar a Jesus Cristo por causa disso; mas aqui vê-se o amor de Jesus Cristo porque demonstra amor para com as pessoas através da ressurreição e todos vamos ressuscitar; pelo primeiro Adão todos morrem e pelo segundo Adão todos irão viver de novo!

Queridos irmãos ao fim de contas a lei de Deus é amor para com o próximo! A lei de Deus é amor para com o próximo!

E como vemos em JO 13, depois do lava pés, no v. 34 diz assim Jesus Cristo: “novo mandamento vos dou que vos ameis uns aos outros”.

Queridos irmãos a lei de Deus é, e sempre foi, para nós amarmos uns aos outros, mas o padrão era como a lei diz “como amas a vós mesmos”, mas o novo padrão que Jesus Cristo estabeleceu é para “amarmos uns aos outros assim como Jesus Cristo nos amou”!

E lei diz que também vos “ameis uns aos outros”, mas vê-se em JO 13:34, que Jesus Cristo aumentou o padrão de amarmos uns aos outros, amarmos uns aos outros de uma maneira maior.

Vejam também em RM 5:8 diz assim: “mas Deus prova o seu próprio amor para conosco pelo fato de ter Cristo morrido por nós sendo nós ainda pecadores”; Jesus Cristo, o ser da família de Deus, do reino de Deus que nos criou debaixo da autoridade do Pai se esvaziou e veio para a terra, morreu por nós na cruz como lemos em FP 2:6-9 e Ele fez isso pelo amor por nós, Dele e do pai.

Por isso Deus prova o seu próprio amor conosco pelo fato de ter dado o seu único filho, o único unigênito filho, enquanto nós éramos pecadores, isto é, enquanto nós éramos inimigos de Deus; e por isso também diz que devemos amar o próximo, não só aos nossos amigos, mas está claro aos nossos inimigos!  O que claramente irmãos não é fácil! Não é fácil! Então como você e eu podemos demonstrar esse amor? Porque um dos verdadeiros testes do cristão é de amarmos uns aos outros, é a prática do verdadeiro cristão em amor e por isso como é que podemos nos dar bem com o próximo como uma demonstração de amor?

Queridos irmãos por essa razão hoje em dia não nos devemos esconder numa caverna, estar assim uma pessoa escondida, independente, que não é amigável das outras pessoas porque assim não estamos a aprender, não estamos a ser treinados, não nos estamos a treinar para ser líderes no mundo do amanhã, no reino milenial e pra lá do reino milenial eternamente, e é para isso que estamos a ser treinados, pessoas que vamos amar, e cuidar e acarinhar o próximo, temos que aprender hoje a ter cuidado como dizemos coisas, como não machucamos pessoas, como somos encorajadores, como nos damos bem com o próximo.

Você se dá bem com o próximo? Ou há muitas zangas entre você e o próximo? Paulo disse em Romanos se é possível viva em paz com todos os homens, tanto quanto é possível! Isso quer dizer que vai ser possível com muitas pessoas, mas não com todos, mas vai ser possível com muitos!

Mas se no nosso caso a maioria das pessoas está zangada conosco então temos um problema, temos que mudar! Temos que ser diferentes, temos que analisar a nós próprios, arrepender e mudar.

Por isso é importante analisarmos e aprendermos agora a prática de nos darmos bem com o próximo. Por que? Para sermos melhores líderes no reino de Deus, para a glória de Deus.

*** 1 ***

Mas se você e eu formos sinceros de uma maneira natural nós não temos esse amor, e por isso o PRIMEIRO PONTO que quero mencionar hoje, (e eu vou mencionar vários pontos para desenvolvermos estas práticas do verdadeiro cristão com amor para nos darmos bem com o próximo), mas o PRIMEIRO PONTO é: precisamos de pedir a Deus para Ele a nos dar este amor fraternal de irmandade, sim, temos que ter amor de Deus! Mas não estou aqui a falar de somente amor fraternal entre irmãos, amigos, e pessoas que estejam na igreja e que não estejam na igreja.

Vejamos aqui em RM 5:5 diz assim: “ora a esperança não confunde porque o amor de Deus é derramado em nosso coração pelo Espírito Santo que nos foi outorgado”, que nos foi dado.

O amor de Deus é derramado no nosso coração pelo Espírito Santo que nos foi dado, o Espirito Santo, o espírito de amor, o espírito de Deus é um espírito de amor, está claro é um espírito de poder, e um espírito de amor também! E o amor de Deus é derramado no nosso coração pelo seu Espírito, e se temos esse amor o que entra tem que sair, isto é, temos que usar!

Por isso temos que pedir a Deus para nos dar o seu amor, para nós termos este amor fraternal com os nossos irmãos sejam eles na igreja sejam eles o próximo mesmo que não esteja na igreja.

AT 5:32 diz que Deus dá o seu Espírito aqueles que o obedecem, AT 5.32: “ora nós somos testemunhas destes fatos e bem assim o Espírito Santo que Deus outorgou aos que lhe obedecem”, por isso Deus nos deu o seu Espírito Santo por que? Porque obedecemos a Deus! Ora as leis de Deus são o amor! E vemos aqui este círculo virtuoso, a lei de Deus é amor, e quanto mais praticamos a lei de Deus mais Deus nos dá do seu Espírito, o seu Espírito de amor, porque Ele é amor!

Vejam também em TG 1:5 e muitas vezes as pessoas dizem: olha não tenho e Deus não está a me dar, bem, precisamos de pedir com fé e TG 1:5 diz assim: “se, porém, algum de vós necessita de sabedoria peça a Deus que a todos dá liberalmente e nada lhes impropera e lhe será concedida, peça-a com fé! E nada duvidando pois o que duvida é semelhante a onda do mar impelida e agitada pelo vento não se ponha esse home que alcançará alguma coisa do Senhor, homem de ânimo dobre, inconstante nos seus caminhos”.

Precisamos de pedir a Deus amor com fé! Sim, aqui diz que precisamos de pedir sabedoria, mas o que é sabedoria de Deus irmãos?

Vejam em TG 3:17-18: “a sabedoria, porém lá do alto é, primeiramente pura, depois pacífica e indulgente, tratável, plena de misericórdia e de bons frutos, imparcial e sem fingimento”.

Queridos irmãos, não são isto atributos de amor? Não são isso características de darmos bem com o próximo? Quando somos pacíficos somos indulgentes, somos tratáveis, somos cheios de misericórdia, somos cheios de bons frutos, somos imparciais, somos sem fingimento.

Essa é a “mansidão de sabedoria”. É “quem em paz semeia o fruto da justiça!” E o que é a justiça? Obedecer às leis de Deus!

Ora se obedecer às leis de Deus é amor e quando obedecemos às leis de Deus recebemos o Espírito Santo que é amor, o fruto da prática de nos darmos bem com o próximo vai ser PAZ! Paz! Que significa “Shalom!” Paulo disse tantas vezes: “graça e paz”.

A graça, isto é, a bondade, o carinho, o amor, tudo que é bom de Deus e paz que é o resultado, o fruto desta bondade, deste amor de Deus que é ser pacificador, sim, ser pacificador.

Vejam em MT 5:9 falando acerca das bem aventuranças vemos no v.9 de MT 5 vemos: “bem aventurados os pacificadores porque serão chamados filhos de Deus”.

O propósito que Deus nos criou e que criou este universo, criou tudo, o propósito é para trazer muitos filhos a glória como lemos em HB 2:10, para sermos filhos de Deus no reino de Deus, na glória de Deus!

Para trazer muitos filhos a glória, para sermos filhos de Deus, para sermos chamados seus filhos precisamos de ser o quê? Pacificadores! Isso é, a sabedoria lá do alto, esta é uma sabedoria de amor. Isso é, o que precisamos de pedir sem dúvidas, sem falta de fé, sem duvidar.

Por isso peça a Deus para remover qualquer sentimento errado que você tenha e para dar a você os sentimentos certos, corretos, sentimentos de que sejam de nos darmos bem com o próximo, precisamos de pedir a Deus isso.

Vejam em 1 TM 1 vemos que Paulo era digamos assim um grande pecador o próprio o disse, 1 TM 1:12-14 diz assim: “sou grato para com Aquele que me fortaleceu (Cristo Jesus, Nosso Senhor) que me considerou fiel designando-me para o ministério”.

Queridos irmãos, os ministros de Deus são designados para o ministério por Jesus Cristo, não é algo de que eu me dedico, ou que eu me aponte a mim mesmo.

“A mim que noutro tempo era (isto é, Paulo) blasfemo, perseguidor e insolente”, ou em outras palavras que não se dava bem com os verdadeiros cristãos; “mas obtive misericórdia quando ainda era inimigo”, isto é o amor de Deus! “Pois o fiz na ignorância e na incredulidade”, sem acreditar em Deus!

Muitas pessoas fazem coisas que não são boas como diz aqui blasfemos, perseguidores, insolentes. Você é insolente para com as outras pessoas? Você está a machucar as outras pessoas? Está a dizer as coisas de uma maneira que magoa?

Ou você está a dizer coisas que faz com que você se dê bem com outras pessoas?

Ou você está a dizer coisas que você se dê mal com outras pessoas?

Por isso, você quer ser uma pessoa independente, escondida, digamos assim numa caverna separada dos outros? Está claro que não irmãos!

Precisamos de ser pessoas que nos damos bem com o próximo e Deus mudou a Paulo, a Saulo, como diz assim no v.14: “transbordou, porém, a graça”, a bondade, o amor, o carinho, tudo que é bom de Deus para o Paulo, do Nosso Senhor com a fé e o amor de Nosso Senhor Jesus Cristo, que há em Cristo Jesus, a fé de Cristo Jesus e o amor de Cristo Jesus.

“E por isso é fiel a palavra”, v.15, “digna de toda a aceitação que Cristo Jesus veio ao mundo”, para que? para salvar os pecadores, para salvar aqueles que eram inimigos! E queridos irmãos nós temos que seguir a Cristo, temos que aplicar,  e pôr na nossa vida à mesma maneira de viver, a atitude de Cristo para sermos pacificadores, mesmo àqueles que são inimigos; isto é muito importante irmãos, precisamos de nos dar bem com o próximo e por isso o PRIMEIRO PONTO que estou a mencionar hoje é que precisamos de pedir a Deus este amor, amor fraternal.

*** 2 ***

E em SEGUNDO LUGAR temos que orar pelo o outro regularmente, orar pelas outras pessoas, pelos nossos irmãos e amigos, e os nossos irmãos que você não reconheça como irmãos espiritualmente, orar pelos nossos inimigos, pois ao fim de contas um dia vão se arrepender, e vão ser nossos irmãos.

Quando você ora por outra pessoa é muito difícil você estar zangado com ela.

Veja em TG 5:13 começando a ler: “está alguém entre vós sofrendo?” Queridos irmãos pessoas podem estar sofrendo por várias razões, pessoas podem estar sofrendo porque estão doentes fisicamente, podem estar sofrendo porque não tem amigos, podem estar sofrendo por causa de ansiedade e de problemas emocionais, podem estar a sofrer de várias maneiras irmãos! Temos carinho por esses irmãos? Nós temos amor para com eles?

Faça a oração; queridos irmãos orar pelos outros mesmo que você não tenha dinheiro ou outra coisa, pode orar pelos outros.

“Está alguém alegre? Cante louvores. Está entre vós alguém doente? Chame os presbíteros da igreja, os ministros da igreja e estes façam a oração sobre ele ungindo com óleo em nome do Nosso Senhor Jesus Cristo.”

Isto é uma instrução que é praticada na Igreja de Deus quando uma pessoa está doente, as pessoas chamam o ministro e nós oramos por essa pessoa ungindo-a com óleo, e se a distância é grande e o ministro não pode estar presente ainda faz oração e pode enviar a essa pessoa o que chamamos um pano ungido com óleo, isto é, com AZEITE.

V.15: “e a oração da fé salvará o enfermo e o Senhor o levantará”, o ressuscitará, o fará bem! Está claro, de acordo com a vontade do Pai! De acordo com a vontade de Deus!

Ora, se Deus pensa que você precisa de passar por certas dificuldades por um certo tempo é decisão Dele, mas Ele o levantará, se não for agora será na ressurreição, mas o levantará! E se houver cometido pecados lhe serão perdoados!

V.16: “confessai vossos pecados uns aos outros e orai uns pelos outros”, ora isso não quer dizer que estou aí a dizer a vocês todos os meus pecados, não, se você magoar ou machucar uma pessoa você precisa confessar a essa pessoa e pedir desculpa, magoei-te, e não tinha essa intenção, peço-te desculpas; mas isso é particular, entre você e essa pessoa.

MT 18 também fala: se você tem um problema com uma pessoa, vá falar com ela diretamente; mas o ponto aqui é que precisamos de ter cuidado irmãos, precisamos de ter cuidado uns pelos outros e orar uns pelos outros, estamos a orar uns pelos outros? Por que? Para sermos curados, e uma das doenças pode ser esta falta de amizade, pode ser este conflito de personalidade entre pessoas e curar desta doença, que digamos assim não é uma doença física, mas é uma doença emocional e talvez espiritual! Precisamos de pedir essa cura orando uns pelos outros para sermos curados, “muito pode pela sua eficácia (da oração) a súplica do justo”.

Queridos irmãos, a oração tem muito poder! E Deus ouve, Deus ouve! A nossa doença pode ser falta de amor! Se você vê que tem falta de amor, peça! Se você pensa que não tem falta de amor, mas você diz: “olha tá todo mundo zangado comigo”, talvez seja que você tenha falta de amor! Seja qual for a razão peça por mais amor! Precisamos disso irmãos porque Deus é amor.

Veja aqui em RM 1:8-9 diz assim: “primeiramente dou graças a meu Deus mediante Jesus Cristo no tocante a todos vós por quem todo mundo é proclamada a vossa fé porque Deus a quem sirvo em meu espírito no evangelho de seu filho é minha testemunha como incessantemente faço menção de vós”; incessantemente nas minhas orações estou a orar por vocês, orando uns pelos outros nos ajuda a ter mais amor.

Quando nós temos pensamentos positivos acerca dos outros isso nos ajuda a amá-los, em vez de ter pensamentos negativos, ore pelo outro não simplesmente acerca do outro, ore pelo outro.

*** 3 ***

Vejamos um TERCEIRO PONTO, aprenda o nome das pessoas, o nome dos irmãos, alguns de nós, eu sei, eu particularmente, tenho grande dificuldade de recordar nomes, grande dificuldade de recordar nomes, peço desculpas que é um grande problema que eu tenho, dificuldade física, mas tento, tento, tento lembrar de nomes, particularmente quando seu idoso eu sei o nome da pessoa mas não vem, esquece-me muito de nomes até entre os meus filhos as vezes eu chamo um com o nome do outro e vice versa e eu sei muito bem qual o nome deles mas aquilo as vezes não sai corretamente e pode ser que uma pessoa fica ofendida, fique machucada, por isso mesmo que não consiga, ao menos tente! Esforce-se! Para lembrar o nome de outras pessoas. E Deus entende as suas dificuldades.

Veja em Jo 10:1-3 diz assim: “em verdade, em verdade vos digo o que não entra pela porta do aprisco das ovelhas, mas sobe por outra parte, esse é ladrão e salteador”; sim aquele que entra assim, às escondidas, que salta o muro ou coisa assim é ladrão ou salteador.

“Aquele, porém que entra pela porta esse é o pastor das ovelhas, para este o porteiro a abre, as ovelhas ouvem a sua voz e Ele chama pelo nome as suas próprias ovelhas e as conduz para fora”.

Chama as ovelhas por nome, cada ovelhazinha tem o seu nome, demonstra o que? Amor, amor!

“Depois de sair com todas que lhe pertencem vai adiante delas e elas o seguem porque lhe reconhecem a voz”.

Queridos irmãos, quando ouvimos a palavra de Deus do ministro de Deus mesmo que não saibamos tudo, mesmo que nem tudo saibamos, nós vemos eu reconheço esta voz porque é a voz de um servo de Deus a dizer as instruções, as palavras do verdadeiro Pastor, do grande Pastor, do grande Pastor Mestre que é Jesus Cristo!

Vejam então no capítulo 13, GO 13:14-15: “ora se Eu sendo o Senhor e o Mestre e vos lavei os pés também vós deveis lavar os pés uns dos outros porque eu vos dei o exemplo para como eu mesmo o fiz, façai vós também”.

Jesus Cisto nos deu o exemplo  de servir ao próximo, servir aos irmãos, dar carinho as pessoas de que maneira seja mas servir o outro, servir o próprio, sim você está na rua não vai começar e parar no meio da estrada: olha deixa eu lavar os teus pés mas você vai tratar a pessoa  com carinho e por isso estamos a ver aqui não só o ato do lava pés no dia de Páscoa, da Páscoa do dia 14, não é da páscoa do mundo, mas a Páscoa do dia 14 que Jesus Cristo observou nesse dia a hora correta como lemos nas escrituras mas está aqui a dar um exemplo, um princípio , um princípio da prática do verdadeiro cristão para se dar bem com o próximo! Para amar o próximo!

Vejam por exemplo em SL 147:1-4 diz assim: “louvai ao Senhor porque é bom e amável!”

Queridos irmãos nós somos amáveis aos outros? Somos amigáveis? Somos amáveis?

“Cantar louvores ao nosso Deus fica lhe bem o cântico de louvor, o Senhor edifica Jerusalém e congrega os dispersos de Israel, sara os de coração quebrantado e lhes pença as feridas”.

Queridos irmãos há muitas pessoas que as vezes não são assim tão amigáveis ou que não dizem coisas assim de uma maneira tão boa, por quê? Porque tem coração quebrantado e por isso é nossa responsabilidade como cristãos encorajar essas pessoas.

V.4 falando acerca do Senhor: “conta o número das estrelas chamando-as todas pelo seu nome”

Queridos irmãos quantas estrelas é que existem na via láctea e isso é só uma galáxia, nossa galáxia, há milhões e bilhões de estrelas na via láctea, nesta galáxia e há bilhões e bilhões de galáxias com milhões e bilhões de estrelas e diz assim o Senhor: “as chama todas pelo seu nome”.

Ora está claro para nós não é possível chegar a esse nível de conhecimento, sabedoria, inteligência e amor, mas temos que tentar o pouco que podemos e por isso temos que tentar lembrar o nome das pessoas e amá-las e deixe-me dizer peço desculpas quando esqueço alguns de vossos nomes, mas estou a tentar, estou a tentar irmãos, não sou perfeito, mas estou a tentar porque amo vocês e oro por vocês.

*** 4 ***

OUTRO PONTO: precisamos de esforçar de ser amigos, de ser amigáveis como diz ser amáveis e esforçarmo-nos ao mesmo tempo  a cumprimentar as pessoas, a dizer alô, olá, louvar, a dizer bem , como está, bom dia, , boa tarde, tudo bem, vocês veem, por exemplo, temos uma criancinha pequenina  e as pessoas assim geralmente os pais dizem: olha cumprimenta o vovô e as vezes não querem e os pais ficam muito zangados, tens que cumprimentar, tem que corrigir a criancinha, por que? Porque é uma lição importante que precisam de respeitar as outras pessoas e cumprimentar, e é a mesma coisa conosco como filhos de Deus não cumprimentamos as outras pessoas, mas quando vemos uma menina, uma criancinha que não está a cumprimentar os outros: olha, ela não está a cumprimentar, tem que aprender, é mal educada.

Queridos irmãos como filhos de Deus temos que aprender a ser amigáveis cumprimentando as pessoas.

Vejam em PV 18:24, eu vou especificamente ler na versão ACF porque quero sublinhar um ponto, PV 18:24 diz assim: “o homem de muitos amigos deve mostrar-se amigável”, é assim que está escrito na versão ACF, “mas há um amigo mais chegado do que a um irmão”.

Queridos irmãos, para termos amigos temos que ser amigáveis, isto é importante irmãos!

Vejam também 1 CO 16:19-20 diz assim: “as igrejas da Ásia vos saúdam, no Senhor muito vos saúdam, Aquila e Priscila bem sim a igreja que está na casa deles, todos os irmãos vos saúdam, saudai-vos uns aos outros com um ósculo santo”.

As pessoas as vezes estão distantes, as igrejas estão a dar saudações, estão a cumprimentar a vocês! E diz assim: com um ósculo santo. Com um beijo santo. Não quer dizer que haja nem todas as pessoas podem estar ao lado uns dos outros e beijar principalmente agora com esta doença de covid, as pessoas mantém uma distância, mas podemos mesmo assim demonstrar esta amizade, este amor de cumprimento, esta saudação de amor sem contato físico, precisamos de fazer isso, como é que cumprimentamos os irmãos? Por exemplo, alguns irmãos só tem a possibilidade de se ver pela internet ou por whatsapp vídeo, ou seja, o que for.

Mas mesmo assim podem cumprimentar de uma maneira muito amigável, muita amorosa como se fosse com um ósculo santo, entre aspas, com este amor.

Vejam também em 1 PE 5:13-14: “aquela que se encontra em Babilônia também eleita vos saúda, como igual mormente meu filho Marcos, saudai-vos uns aos outros com um ósculo de amor!”

Uma saudação com amor sincero aqui do coração.

Vejam também em RM 16 começar a ler do v.1, bem vou começar a ler do v.3: “saudai Priscila e Aquila meus cooperadores em Jesus Cristo os quais pela minha vida arriscaram a sua própria cabeça e isto eu lhes agradeço, e não somente eu mas também todas as igrejas dos gentios, saudai igualmente a igreja que se reúne na casa deles, saudai meu querido Epêneto  primícias da Ásia para Cristo, saudai Maria que muito trabalhou para vós, saudai Andrônico e Junias”, v.8: “saudai Ampliato”, v.9: “saudai Urbano”, v.10: “saudai Apeles”, v.11: “saudai meu querido parente Herodião, saudai os da casa de Narciso que estão no Senhor”, v.12: “saudai Trifena e Trifosa, saudai a estimada Pérside”, v.13: “saudai Rufo”, v.14: “saudai a Asíncrito, Flegonte, Hermes, Pátrobas, Hermas e os irmãos que se reúnem com eles”, v.15: “saudai Filologo, Julia, Nereu e sua irmã Olimpas e todos os santos que se reúnem com eles, saudai uns aos outros com um ósculo santo”.

Está ele a dar esta saudação a todos, queridos irmãos, lembra-se do nome deles? Um número grande deles e está a dar saudações, está a ser amigável, está a demonstrar amor fraternal, isto é importante irmãos.

*** 5 ***

E depois vejamos aqui outro ponto que seria o QUINTO PONTO: precisamos desenvolver um bom ouvido para ouvir realmente o que as pessoas estão a dizer.

Veja aqui em TG 1:16-19 diz assim: “não vos enganeis meus amados irmãos toda a boa dádiva e todo o bom perfeito são lá do alto descendo do Pai das luzes em que não pode existir variação e nem sombra de mudanças pois segundo o seu crer Ele nos gerou pela Palavra da verdade para que fossemos como que primícias das suas criaturas, sabeis estas coisas (v.19) meus amados irmãos todo o homem pois seja pronto para ouvir, tardio para falar, tardio para se irar”.

Queridos irmãos precisamos estar prontos a ouvir as outras pessoas, não é simplesmente ouvir as palavras, mas ouvir o significado com atenção do coração, não é só “olha estou a ouvir as palavras”, não, estou a ouvir o que ele está dizendo do coração, “estou a ouvir o sentimento”, porque no fim, afinal de contas, temos dois ouvidos e apenas uma boca, devemos ouvir mais do que falar, e por isso precisamos de estar sempre a ouvir.

Vejam em FP 2:19-20 diz assim: “espero, porém, no Senhor Jesus Cristo mandar-vos Timóteo o mais breve possível a fim de que eu me sinta animado também tendo conhecimento da vossa situação porque de ninguém tenho igual sentimento que sinceramente zele dos vossos interesses”.

Timóteo cuidava dos interesses dos outros, não só ouvia as palavras, mas ouvia o que saía do coração das outras pessoas, os interesses das outras pessoas; por isso vemos aqui Timóteo sinceramente cuida dos interesses deles, nós precisamos aprender a cuidar dos interesses do próximo.

Vejam em 1 PE 3:8 diz assim: “finalmente sedes todos de igual ânimo compadecidos fraternalmente, amigos, misericordiosos, humildes, irmãos”.

Queridos irmãos, isto é amor, é de se tratar bem com o próximo, é de ouvir o que está por trás das palavras dessa pessoa para sabermos o que a pessoa de fato está a dizer com as suas palavras, entender as coisas profundas do coração para sermos realmente amigos, por isso precisamos desenvolver um bom ouvido para ouvir o que realmente estão a dizer.

Vimos vários pontos queridos irmãos, precisamos de (1) pedir a Deus, precisamos a (2) orar pelos outros regularmente, (3) terceiro precisamos de aprender o nome das pessoas, (4) quarto esforçarmo-nos a ser amigáveis e a cumprimentar as pessoas como pessoas amigáveis e (5) quinto desenvolver um bom ouvido para ouvir o que as pessoas estão realmente a dizer.

*** 6 ***

E em SEXTO LUGAR precisamos de ter cuidado de só dar aconselhamento quando pedem aconselhamento, só dar conselho quando pedem conselho.

Vejam PV 9:7-9 ora isso de uma maneira ah assim geral tem a ver com um temos que ouvir mais do que falar, tardios a falar, quer dizer somos tardios a falar, temos que ter cuidado de não estar a dar conselho quando não pedem!!

PV 9:7-9: “o que repreende o escarnecedor traz afronta para si”; você está a repreender uma pessoa a dizer: olha você não é um bom cristão, não sei o que, não sei o que mais, queridos irmãos se você está a dizer isso, não está a ganhar um amigo.

“O que censura o perverso a si mesmo se injuria”, se você está a criticar, censurar a outra pessoa que não vê as coisas da maneira que você vê, você está a magoar-se a você próprio! Precisamos de ter cuidado irmãos!

Sim, porque uma pessoa pode ser dura, dura para nós, mas nós estamos a julgar essa pessoa e a condenar essa pessoa? Se esse é o caso, ambos estão errados! Ambos estão errados!

V.8: “não repreendas o escarnecedor para que não te aborreça, mas repreende o sábio porque ele te amará;” ...

O sábio vai pedir a você: “olha, como é que eu posso ser melhor pessoa? Dá-me um conselho eu sei que tu não és pessoa importante, digamos assim, simplesmente um outro irmão, mas estás a me ver, o que vês em mim que eu possa mudar e ser melhor cristão?

Estamos prontos a perguntar a outras pessoas? “Ah o que eu posso aprender e possa mudar?” E quando elas dizem “cuidado com isto ou aquilo”  precisamos de aceitar, ao invés de rejeitar, “não, não, não, eu não sou assim!” Aceitar é a percepção, a maneira que eles o veem, para eles é a realidade. Por isso essa é a realidade e nós temos que ver: “olha não estou a ver assim, mas vou ter que engolir a pílula [a correção) que ele está a me dar porque eu pedi [essa correção]”!!

E precisamos de ser humildes e dizer “está ok, vou entender e pedir a Deus para fazer me entender isso” em vez de rejeitar, para ser sábios temos que aceitar a correção.

V.9: “dá instrução ao sábio e ele se fará mais sábio ainda! Ensina o justo e ele crescerá em prudência ...”

Queridos irmãos, precisamos de aprender de todos e de estar prontos a aprender, mas por outro lado não dês conselho sem a pessoa te convidar ou dizer: “olha, diz-me onde eu possa ser melhor”, precisamos de ter cuidado, se ele não te deu autorização, às vezes, pode ser que eu esteja a pisar a ele nos pés! Ou ela nos pés! Quando estamos a dar conselho a ele ou a ela que eu acho que devo dar conselho, mas a pessoa não está pronta a receber, e se não está pronta, espera pela autorização e quando fizeres isso tens que fazer com amor, com mansidão, com amor, com carinho, não é: “olha, eu gosto que as pessoas me corrijam, por isso estou a te corrigir!”

Cuidado, temos que ter amor, ter amor, cautela.

Veja 1 PE 3:15: “antes santificai a Cristo no vosso coração estando sempre preparados para responder a todo aquele que vos pedir razão de esperança que há em vós”, sim, no contexto está aqui a dizer você tem de estar pronto a responder a razão da sua fé se eles perguntarem, mas não esteja a puxar pela boca abaixo da outra pessoa: “não, não, isto é o que eu acredito!!!” Se a pessoa não está a pedir isso, não lhes dês [isso] porque a pessoa vai rejeitar, vai te dizer: “Olha tu és louco, vou deixar essa pessoa.” Nesse caso tu não estás a dar glórias a Deus.

Mas quando uma pessoa vê o teu bom exemplo que estás a ser, uma boa luz, estás a ser o sal com o Jesus Cristo diz: precisamos ser o sal, bem temperados, precisamos ser uma luz, um bom exemplo, e se as pessoas estão a ver isso, vão-te perguntar: “olha, qual é a razão da esperança que há em você? Por que você acredita assim desta maneira?” Então você responde gentilmente, com mansidão, e por quê [que acredita na fé]. Porque ele lhe deu autorização a você para responder, igualmente a pessoa dá autorização para você aconselhar essa pessoa.

Estou a falar deste princípio, então você aconselha, mas se a pessoa não deu autorização a você para o aconselhar não o faça! Cuidado! Porque nesse caso é capaz de não apreciarem.

Vejam em MT 7:6: “não dês aos cães o que é santo”; está a dar a pessoas o que é santo quando não querem? “Nem lanceis antes aos porcos as vossas pérolas”; vocês estão lançando aos porcos as pérolas, a beleza, o conhecimento do reino de Deus? “Para que não as pisem com os pés e voltando-se vos dilacere”; por isso é preciso cuidado porque se não vão apreciar a você, o conselho, que é bom conselho que você está a dar ou as boas pérolas que você está a dar, se não vão apreciar a isso porque estão a rejeitar a isso, não dê!! Porque então vão deitar fora e vão te odiar por causa disso!

Então nesse caso você não está se dando bem com o próximo! E precisa-se se dar bem com o próximo, não estou a dizer para mentir, não estou a dizer para esconder a verdade, mas você tem que se conduzir de uma maneira própria, sábia, sábia.

*** 7 ***

O SÉTIMO PONTO é: não fiques ofendido assim tão facilmente, quando uma pessoa te diz uma coisa: olha tens este erro, tens [problema]  A , não fiques assim chateado, e ofendido, “ohhhh porque estás a dizer isso?” Nós como cristãos, embora a pessoa não devia fazer isso a nós, mas quando nós recebemos precisamos de ter cuidado para não ficar tão facilmente ofendidos! Não ficarmos tão facilmente assim... machucados!

Veja SL 119:165 diz assim: “grande paz tem os que amam a tua lei, para eles não há tropeço”, ou noutras palavras, para eles nada os ofenderá! Nada os machucará! Por que? Porque estão a obedecer a lei de Deus e não vão ficar ofendidos, não vão ficar machucados, e por que? Porque sabem o que é a lei de Deus e estão a ter cuidado para com Deus.  Por isso precisamos de estar sensíveis aos outros!  Mas ao mesmo tempo devemos de ter cuidado para não ficarmos super sensíveis a nós próprios! Porque estamos a ficar machucados com todas as coisas: “olha fiquei machucado, porque ele ou ela disse isso!! E fiquei machucado!!”

Você ama a Deus e ama a lei de Deus? Você não vai ficar facilmente ofendido, ponto importante para pensar nisso e meditar nisso, como diz muitas vezes na Bíblia diz assim: “selá”, quando vêm a palavra “selá” quer dizer pense nisso, pense nisso! Medite nisso!

Por isso faça que seja difícil para as pessoas ofenderem a você e assim você vai evitar muitas dores de cabeça, porque se você ficar ofendido por causa do que ele diz ou por causa disso você acaba de não entrar no reino de Deus, vale [isso] a pena? Vale mais não ficar ofendido.

Vejam MT 15:21 – temos aqui a história da mulher cananeia e então a mulher disse: “tem compaixão de mim, a minha filha está horrivelmente endemoninhada”, no v.22 diz assim e Jesus Cristo disse assim, respondeu: “os discípulos lhe disseram assim: ‘despede-a porque vem clamando  atrás de nós’ e então Jesus Cristo respondeu a ela: ‘não fui se não enviado as ovelhas perdidas da casa de Israel’, ela porém veio e o adorou dizendo: ‘socorre-me’ e então Ele respondendo disse: ‘não é bom tomar o pão dos filhos e lançá-los aos cachorrinhos’”.

O que você diria se Jesus Cristo, se Ele dissesse isso a você? Você está a aproximar de Jesus Cristo e a dizer: “por favor ajuda a minha filha que está com um problema grande” e Ele diz: “eu não venho para tratar de vocês gentios cananeus” e você diz: “ah, mas por favor me ajudar” e Ele disse: “não, eu não vim e não é bom tomar o pão dos filhos e dar aos cachorrinhos”.

Se Jesus Cristo tivesse dito isso a você, você ia ficar ofendido? E se você ficasse ofendido e não mais acreditasse em Cristo perderia a vida eterna!

Vale a pena ficar ofendido por causa disso?

Mas lembre-se ela não ficou ofendida e Jesus Cristo não a chamou um cão, um cachorrinho, mas aprenda a aceitar e ela disse: “sim, Senhor, porém os cachorrinhos comem das migalhas que caem das mesas dos seus donos” e Jesus Cristo disse: “’ó mulher grande é a tua fé, faça-se contigo como queres’, e desde aquele momento a sua filha ficou sã”.

Mas que linda história de uma mulher que não se ofendeu; e por isso não fiques ofendido facilmente.

Veja em MT 5:39: “eu, porém vos digo não resistais ao perverso, mas aquele que te ferir na face direita volta também a outra”, olha bateu na cara estou ofendido, o que Jesus Cristo diz? “Dá-lhe a outra, não te ofendas, aceita, não te revoltes”.

Veja em RM 12:3: “porque pela graça que me foi dada digo a cada um dentre vós que não pense de si mesmo além do que convém, antes pense com moderação vinda da fé eu Deus repartiu a cada um”, não pense acerca de você mesmo para além do que convém, não pense que você é assim tão importante!

“Não pense de si mesmo além do que convém”; irmãos, nós matamos Jesus Cristo, mas ninguém matou você, você e eu fizemos pior a Jesus Cristo do que outras pessoas estão a fazer agora conosco, e por isso quando pessoas dizem a nós coisas que são difíceis, que nós nos podemos sentir ofendidos facilmente, não se ofendam!

*** 8 ***

Mas por outro lado, o OITAVO PONTO: não diga nada indelicado que seja a uma pessoa, que esteja a ofender a outra pessoa.

Veja em TG 5:8-9, sim, não se sinta facilmente ofendido, mas não ofenda, não seja facilmente machucado mas não machuque; TG 5:8-9 diz assim: “sede vós também pacientes e fortalecei o vosso coração pois a vinda do Senhor está próxima, irmãos não vos queixais uns aos outros para não serdes julgados pois eis que o JUIZ está às portas”, não vos queixeis, olha esta pessoa disse isto, e aquele disse aquilo, olha aquele irmão me disse aquilo, bla, bla, bla, noutras palavras, não digas mal dele, não estejas a dar queixas acerca daquele irmão ou daquela irmã, não sejas crítico, não estejas a criticar esse irmão por que? Para não seres julgado da mesma maneira.

“Irmãos (v.9) não vos queixeis uns dos outros para não serdes julgados, eis que o JUIZ está às portas”.

EF 4:15: “mas seguindo a verdade em amor cresçamos em tudo Naquele que é a Cabeça, Cristo!”

Queridos irmãos, precisamos dizer a verdade, sim, mas precisamos de a dizer em amor, muitas pessoas dizem: ah é verdade, vou dizer, irmãos temos que dizer em amor.

Veja, por exemplo, v.31-32: “longe de vós toda a amargura, e cólera e ira, e gritaria e blasfêmias e bem assim toda a malícia” porque as vezes dizendo a verdade estamos a dizer isso com ira, com amargura, com cólera, com malícia, mas tem que ser com amor, antes de ser uns para com os outros benignos dizer com amor a verdade para sermos benignos, compassivos, perdoando-vos uns aos outros com também Deus e Cristo vos perdoou.

Vejam PV 17:9: “o que encobre a transgressão adquire amor, sim a pessoa diz uma coisa errada ou faz uma coisa errada temos que bater assim na cara dele? Olha fizeste isto errado, PUMBA!! PUMBA! Estamos a adquirir amor? Mas quando encobrimos a transgressão, adquirimos amor, mas o que traz o assunto à baila separa os maiores amigos! Aaquele que traz o assunto de novo, está a revolver o assunto? “olha [fizeste isso], [fizeste isso]”, e está a dizer outra vez, “olha, mas fizeste isso, olha, mas fizeste isso!” E isso separa os maiores amigos.

Queridos irmãos, nunca digas nada indelicado, nunca digas nada que venha a machucar a outra pessoa.

Vê por exemplo em CL 4:6: “a vossa palavra seja sempre agradável, temperada com sal para sabeis como deveis responder a cada um”.

A sua resposta é a verdade com amor, agradável, temperada com sal, respondendo da maneira correta para se dar bem com o próximo???? Ou é a palavra de uma maneira que vai machucar??

*** 9 ***

Vocês conhecerão uns aos outros se tiverem amor para com o próximo, e por isso o ÚLTIMO PONTO que eu quero mencionar hoje: é de que precisamos conviver com os outros conforme é possível, temos que esforçar a conviver com os outros conforme o possível, precisamos ser hospitaleiros.

Vejamos 1 PE 4:8-9 diz assim: “acima de tudo, porém, tende amor intenso uns para com os outros porque o amor cobre multidão de pecados sendo mutuamente hospitaleiros, sem murmuração, servindo uns aos outros cada um conforme o dom que recebeu como bons dispenseiros da multiforme graça de Deus. Recebemos essa graça de Deus, esta bondade de Deus vamos dispensar a mesma graça a outros com amor., somos hospitaleiros.

Irmãos vivemos alguns muito longe uns dos outros, mas podemos comunicarmos uns com os outros por telefone, por whatsapp, conversar, encorajar e isso é importante, servir uns aos outros.

Vejam em LC 14:12-14: ”disse também ao que havia convidado quando deres um jantar ou uma ceia, não convides os teus amigos, nem teus irmãos, nem parentes, nem vizinhos ricos para não suceder que eles por sua vez te convidem  e sejas recompensado, antes ao dares um banquete convida os pobres, os aleijados, os coxos e os cegos e serás bem aventurado pelo fato de não terem eles com que lhe recompensar-te, a tua recompensa porém tu a receberás na ressurreição dos justos”

E por isso vocês, não só pessoas que sejam cegos ou coxos fisicamente ou que sejam  pobres fisicamente, mas que sejam pobres espiritualmente e por isso estamos a servir a esses que são pobres espiritualmente e ajudar o próximo, o nosso vizinho, precisamos de aprender muito acerca disso irmãos, pois temos muito a aprender.

GL 5:13 diz assim: “porque vós irmãos fostes chamados à liberdade, porém, não useis da liberdade para dar ocasião a carne, antes serdes servos uns dos outros pelo amor”, estejam a servir uns aos outros pelo amor, como é que vocês podem servir aos outros? Sim, sabemos que estamos longe uns dos outros, mas há muitas maneiras que podemos servir, uma chamada telefônica, uma palavra de encorajamento quando temos conhecimento que as pessoas não estão bem, seja o que for, podemos servir uns aos outros.

Vejam em CL 2:1-2: “gostaria, pois, que soubesses com que grande luta venho mantendo por vós, e pelos laodicenses porquanto não me viram a face para que o coração deles seja confortado e vinculado conjuntamente com amor”.

Paulo não estava ao pé deles, mas estava para que o coração deles fosse confortado e vinculado conjuntamente com amor!

Queridos irmãos todos nós podemos fazer a nossa parte para o coração dos uns dos outros. Irmãos aqui na fé precisamos nos dar bem com outras pessoas, com os nossos vizinhos, com o próximo, porque? Para sermos uma luz, para sermos o sal da terra, para que pelo ao menos para com os irmãos, pelo menos sejamos confortados e vinculados conjuntamente em amor.

Queridos irmãos, precisamos de trabalhar nisto.

Vejam também em EF 4:16 diz assim: “da qual todo o corpo, bem ajustado, e ligado pelo auxilio de todas as juntas, segundo a justa operação de cada parte, faz o aumento do corpo, para sua edificação em amor”. Um corpo bem ajustado e consolidado segundo a justa cooperação, cada parte, cada membro da igreja cooperando, ajudando, estamos bem ajustados, bem consolidados, ajudando um ao outro ... para que? Para edificarmos o corpo de Cristo que é a igreja de Deus, que é organismo espiritual, que é a família de Deus, a noiva que vai se casar com Cristo para edificarmos um ao outro em amor!!!

Por isso irmãos precisamos de nos dar bem com o próximo, peça a Deus para lhe dar o amor fraternal, orem uns pelos outros, sejam amigáveis dando cumprimento e aprendendo os nomes uns dos outros, ou escutar mais do que dar conselhos - principalmente quando não te pedem - não sejas facilmente machucado ou ofendido, nem machuques os outros, mas encoraje os outros, convive, fala, telefone, tenha uma convivência com os outros.

Queridos irmãos, lembrem-se que vamos trabalhar com pessoas no mundo do amanhã, no reino milenial, essa é a nossa missão como filhos de Deus. E é a nossa responsabilidade AGORA para aprendermos AGORA a nos dar bem com o próximo!!