Pregando o evangelho e preparando um povo

Levanta a tua voz como a trombeta: A nossa única esperança

Você está aqui

Levanta a tua voz como a trombeta

A nossa única esperança

Download (Baixar)
MP3 Audio (24.41 MB)

Download (Baixar)

Levanta a tua voz como a trombeta: A nossa única esperança

MP3 Audio (24.41 MB)
×

O Dia do Senhor virá como um ladrão, repentinamente. Estamos envolvidos nas coisas do mundão ou estamos prontos para o retorno de Jesus Cristo, simbolizado pelo dia das Trombetas?

Transcrição

Bom dia ou boa tarde queridos irmãos aqui é Jorge Campos.

Irmãos relativamente aos tempos e as épocas não há necessidade que eu vos escreva disse Paulo quando escreveu aos tessalonicenses na sua primeira epístola no capítulo 5 v. 1 e depois continuou dizendo: “pois vós mesmos estais inteirados com precisão que o Dia do Senhor vem como o ladrão de noite”.

Ora queridos irmãos como é que um ladrão de noite vem? Ora, a maneira que um ladrão de noite vem é que é de repente, é como se não tivéssemos à espera, sim, quem está à espera diz o ladrão vem hoje a noite mas está claro é uma surpresa e estão quando não sabemos e um dia que não esperamos e por isso a minha pergunta hoje é irmãos que você realmente está vendo que Ele virá repentinamente? Subitamente? E por outro lado você está a ver realmente como Deus vê a iniquidade do mundo? Você tem os mesmos olhos, a mesma vista, a mesma visão e a mesma ira que Deus tem pelo pecado?

Queridos irmãos é tão importante que nós entendamos que só temos uma esperança e estamos realmente a por os ombros e o nosso esforço atrás da obra que está a preparar a vinda do Senhor e estamos de fato a trabalhar nesta obra? Estamos de fato a apoiar este propósito da vinda do Senhor? Ou estamos a apoiar outros propósitos e outras soluções e estamos a por nossa energia em outras soluções do homem?

E não estou a dizer que as pessoas não tenham outras soluções ou outras intenções que sejam boas mas na realidade sabemos que a única esperança é a vinda de Cristo e o estabelecimento do Reino de Deus na terra.

E queridos irmãos o dia das trombetas simboliza esta esperança e este Dia do Senhor que vai ter um ponto final na última trombeta com a vinda de Cristo e o estabelecimento do Reino de Deus na terra.

Queridos irmãos esta é a nossa única esperança.

Vamos ler então em IS 59 e vou ler na Bíblia BLH e começando no v. 1 e aliás vou ler até o v. 15 e depois vou ler até ao v. 20: “vocês estão pensando que o Deus eterno perdeu a sua força e não pode nos salvar?”

Sim, quando vemos estes problemas no mundo que começamos a pensar?

“ou pensam que Ele está surdo e não pode nos ouvir? Pois são os pecados de vocês que os separam do seu Deus”.

Os nossos pecados irmãos nos separam de Deus.

“não são as suas maldades que fazem que Ele se esconda de vocês e não atenda às suas orações”.

Quantas vezes nós pedimos a Deus coisas e é como que Ele fosse surdo mas Ele não o é, pois, os nossos pecados que fizemos é isso com o que faz que Deus não ouça, e às vezes pedimos coisas que não são exatamente de acordo com a vontade do Pai e por isso Ele não nos via responder pois precisamos pedir de acordo com a vontade Dele.

Continuando no v. 3: “vocês têm as mãos manchadas de sangue e os dedos sujos de crimes, vocês só sabem contar mentiras”.

Queridos irmãos é isto que vemos no mundo hoje, pessoas só dizerem mentiras e as manchetes são o que as pessoas hoje em dia dizem fake, quer dizer, um pouquinho verdade e um pouquinho mentira.

“e os seus lábios estão a dizer sempre coisas que não prestam”.

É o que sai da nossa boca? Asneiras e coisas que não prestam?

“não é para procurar a justiça que vão ao tribunal e ninguém diz a verdade ao juiz pois todos confiam em mentiras e falsidades e inventam maldades e praticam crimes”.

Queridos irmãos não é o nosso mundo hoje?

V. 5: “os seus planos perversos são como ovos de uma cobra venenosa”.

Os nossos planos perversos são como ovos de uma cobra venenosa.

“quem come os ovos morre e se um ovo se quebra dele sai outra cobra venenosa e os seus planos não prestam para nada pois parecem teias de aranha”.

Os planos deste mundo, dos governantes deste mundo, dos países, dos governadores são como teias de aranha.

Diz assim: “elas não servem para fazer roupa”.

Essas teias nem servem para fazer roupa.

“ninguém pode se vestir com elas e tudo o que vocês fazem é MAU e todas as nações são criminosas pois vocês correm para fazer o que é errado e se apressam para matar pessoas inocentes, vocês pensam sé em maltratar os outros e por onde passam deixam a destruição e a desgraça, não conhecem o caminho da paz e todas as vossas ações são injustas e vocês preferem seguir caminhos errados e por isso não tem segurança”.

Queridos irmãos não é isto o nosso mundo hoje?

“Deus ainda não nos salvou pois temos pecado e por isso Ele demora em nos socorrer, procuramos a luz mas só encontramos a escuridão, buscamos lugares claros mas continuamos nas trevas, andamos apalpando as paredes como fossemos cegos como se não tivéssemos olhos e ao meio dia tropeçamos como se fosse de noite e em plena flor da idade parecemos mortos, rugimos como ursos assustados, gememos como pombas e esperamos a salvação porém ela demora”.

Vocês se sentem assim? Esperamos a salvação porém ela demora?

“desejamos socorro mas Ele está longe de nós e temos pecado muito contra Ti ó Deus e os nossos pecados nos acusam e não podemos esquecer as nossas maldades e conhecemos que somos culpados”.

Reconhecemos mesmo? O mundo a nossa volta reconhece?

“não temos sido fieis pois temos nos revoltados contra Ti e afastado de Ti ó nosso Deus, temos falado em crimes e de revoltas e temos feito planos para enganar os outros, a justiça é posta de lado, o direito é afastado, a verdade anda tropeçando no tribunal e a honestidade não consegue chegar até lá, a verdade desapareceu e os que procuram ser honestos são perseguidos”.

Não é o mundo em que vivemos irmãos? Não é este mundo?

“O Deus eterno se desgostou ao ver que não havia justiça, Ele ficou espantado quando viu que não havia ninguém que socorresse seu povo e então com a sua própria força Ele, Deus, venceu e por ser um Deus justo conseguiu a vitória”.

Sim porque nenhum homem está a fazer o que é correto, o único que vai fazer e levantar a mão vai ser Deus o próprio Jesus Cristo que vai intervir por nós.

“o Eterno vestiu a couraça da justiça e pôs na cabeça o capacete da salvação, a vingança lhe serviu de roupa, a sua ira foi a capa que usou”.

A ira de Deus foi a capa que usou.

“Ele dará a cada um o castigo que merece e na sua ira castigará os seus inimigos e povos de países distantes receberão o que merecem, todos do Leste até ao oeste temerão o Deus Eterno”.

Todo mundo vai ter que respeitar a Deus e o seu poder.

“pois Ele virá como uma forte correnteza”.

Jesus Cristo virá como uma forte correnteza.

“que é levada por um vento furioso e Deus Eterno diz: Eu virei a Sião como Redentor”, isto é, Jesus Cristo, “para salvar as pessoas do meu povo que se arrependerem”.

Para salvar as pessoas do meu povo que se arrependeram, o nosso Redentor virá e esse é Jesus Cristo para salvar aqueles que se arrependerem e essa é a nossa única esperança irmãos.

Ora estamos mesmos a apoiar e a desejar e a fazer a nossa parte? Por esta única esperança? Estamos pondo toda a nossa força nesta esperança? Ou estamos a apoiar a energia de outras pessoas que estão a busca de soluções humanas?

Vejamos em MT 24 começando nos v. 11-12 diz assim: “levantar-se-ão em Sião muitos falsos profetas”.

Ministros que dizem que são ministros de Jesus Cristo, muitos falsos pastores que dizem que são pastores mas que não o são.

E diz assim: “enganarão a muitos”.

Oh vão falar, vão por coisas na internet, por coisas na mídia social, vão por coisas onde sei lá onde for, no facebook, seja o que for, e vão enganar muitos.

“e por se multiplicar a iniquidade o amor se esfriará de QUASE todos”.

Queridos irmãos estamos envolvidos nas coisas deste mundo? Estamos a ser afetados pelas coisas deste mundo? Por estas pessoas que se dizem tenho uma solução, que dizem mal disto ou aquilo, ou seja o que for, que se chamam como professores ou doutores ou seja lá o que for mas estão a enganar?

Veja no v. 45 do mesmo capítulo de MT 24: “quem é, pois, o servo fiel e prudente?”

Quem é o servo fiel e prudente que não está a tomar atenção a estas falsificações?

“a quem o Senhor confiou seus conservos para lhes dar sustento a seu tempo”.

Sim, quem é o servo fiel que Deus pode ter confiança em si para lhe dar responsabilidades? Si ao fim de contas o verdadeiro cristianismo não é só ser uma boa pessoa ou dizer palavras bonitinhas e isso tudo mas tem que ser coisas bonitinhas que são de acordo com o propósito do plano, da vontade, do desejo de Deus.

V. 46: “bem aventurado aquele servo a quem seu senhor quando vier o achar fazendo assim”.

Você está envolvido na obra de Deus ou está envolvido no que você pensa que se deve fazer? Isto é um ponto profundo irmãos e devemos de pensar.

V. 47: “em verdade vos digo que lhe confiará todos os seus bens”; se você está a fazer o que Deus quer que você faça, se você está envolvido na obra do Pai Ele vai lhe confiar quando Ele voltar os seus bens, todos os seus bens.

“se aquele servo sendo mau, no entanto, disser consigo mesmo meu senhor demora-se e passar a espancar seus companheiros e a comer com ébrios virá o senhor daquele servo em dia que não espera e em hora que não sabe como um ladrão e castigá-lo-á lançando-lhe à sorte com os hipócritas e ali haverá choro e ranger de dentes”.

Queridos irmãos quando Jesus Cristo vier vai achar você fazendo assim o que Ele quer? Fazendo a obra Dele?

Queridos irmãos precisamos de estar prontos, precisamos de estar ataviados, precisamos de estar a fazer a obra de Deus mas muitos não estão e estamos de fato preparados agora? Estamos de fato agora fazendo assim a obra do Pai? Estamos envolvidos no negócio do Pai?

Queridos irmãos vejam em 1 PE 4:17 aí é muito claro dizer onde o julgamento começa: “porque a ocasião de começar o juízo pela Casa de Deus é chegada.”

Já está aqui, você e eu somos membros do corpo espiritual de Cristo e se recebemos o Espírito Santo após o batismo pela imposição das mãos e se recebemos como disse o Espírito Santo, se somos de fato gerados pelo poder do Pai e que procede do Pai então o nosso juízo já chegou e é hoje para nós.

“ora se por nós vem primeiro o juízo qual será o fim daqueles que não obedecem ao Evangelho de Deus?”

Queridos irmãos o juízo começa ou já começou agora em nós e os outros será depois mas estamos por isso numa guerra e essa guerra é o controle das nossas mentes e o controle dos nossos pensamentos.

Queridos irmãos estamos envolvidos numa pandemia, sim estamos envolvidos numa pandemia.

Vejam em 1 PE 5 um bocadinho mais adiante onde paramos a pouco começando no v. 5: “rogo igualmente aos jovens sede submissos aos que são mais velhos outrossim no trato com os outros cinjais-vos de toda a humildade”.

Isto é não só aos jovens mas todos quando se tratam um ao outro, vistam-se, revistam-se ou ponham-se, todos nós, humildade.

“porque Deus resiste aos soberbos contudo aos humildes Deus dá (Deus concede) a sua graça, humilhai-vos, portanto, sob a poderosa mão de Deus para que Ele em tempo oportuno vos exalte”.

v. 7: “lançando sobre Ele (isto é, pondo em Deus) toda a vossa ansiedade porque Ele tem cuidado de vós”.

Queridos irmãos é isto o que estamos a fazer? Queridos irmãos estamos dentro de uma pandemia e esta pandemia causa ansiedades e qual é a pandemia que eu estou a falar? Esta pandemia de influência diabólica de satanás que está a afetar as nossas mentes!

Esta é que é a pandemia pior de todas!

Sêde sóbrios e vigilantes porque esta pandemia de satanás que está a afetar a nós temos que lutar contra ela.

“o diabo vosso adversário anda ao vosso derredor como leão que ruge procurando alguém para o devorar”.

Ele sabe, está à volta e não vemos e é uma pandemia perigosa e é um vírus perigoso, estas ideias de satanás que andam a nossa volta.

“por isso resisti (resistam a satanás) firmes na fé”, e temos que estar firmes na fé.

“certos de que sofrimentos iguais aos vossos estão se cumprindo na vossa irmandade espalhada pelo mundo”.

Queridos irmãos não são só vocês que estão a sofrer e todos os irmãos à volta do mundo estão a sofrer da mesma maneira, situações um bocadinho diferentes mas estão todos da mesma maneira a sofrer.

Recentemente eu vi um vídeo que uma pessoa me enviou e era um vídeo que fiquei muito triste de o ver não só pelo que o vídeo dizia mas pela pessoa que me enviou o vídeo porque vejo que pessoas na igreja não estão a por o foco na verdadeira guerra, na verdadeira batalha que é uma guerra espiritual de satanás.

E por isso nesse vídeo tinha um homem que se chamava pastor e que estava bem irado e zangado acerca de um assunto que nem quero mencionar mas há vários assuntos por aí hoje na mídia social, as pessoas estão a dizer eu não gosto disso, cuidado irmãos porque muitos irmãos estão envolvidos nestas batalhas que são simplesmente ciladas de satanás.

E temos que focar no verdadeiro inimigo, o verdadeiro adversário que é o diabo e por isso eu estou seriamente preocupado com várias pessoas em vários países que se dizem serem cristãos mas estão a por o foco nas coisas erradas e isto irmãos não é brincadeira isto irmãos é sério e por isso que eu estou a dar este sermão e eu sei que infelizmente a maioria das pessoas que estão nesta tendência não vão ouvir e não vão arrepender-se, infelizmente.

Mas a minha responsabilidade é de declarar bem alto os pecados do mundo como lemos em IS 58 e vejamos de novo o que li a pouco e diz assim: “grite com toda a força sem parar, grite alto como se você fosse trombeta, anuncie ao meu povo os descendentes de Jacó os seus pecados e as suas maldades”.

E depois lemos em IS 59 como o mundo está mas em IS 58 diz no v. 1: grita alto como uma trombeta.

Queridos irmãos este Sábado é o dia das trombetas e por isso estou a clamar bem alto mas não quero berrar porque depois as pessoas vão ligar e dizer olha o ministro está a berrar por aí mas espero que esta mensagem seja forte irmãos porque temos que nos arrepender e infelizmente muitos de vocês que estão a ouvir este sermão não estão a tomar nota disto ou estão a pensar que é para outro e não que é para você mesmo.

Por isso irmãos temos que estar bem focados na guerra espiritual que nos encontramos em vez de estarmos focados nas coisas deste mundo que vemos nestas lutas desnecessárias! Trívias! Coisas sem importância! Que as pessoas estão a lutar por isso e não veem que estão a se meter em coisas que não se devem meter porque isso não é importante.

E por isso estão em grande perigo mas não é no perigo que elas pensam que é isto ou aquilo mas o perigo que não estão a tomar atenção as coisas que deviam de fato tomar atenção! Esse é o perigo!

Então leiam em MT 25 faz favor a parábola das 10 virgens: “então o reino dos céus será semelhante a dez virgens (notem que são virgens, quer dizer que são pessoas basicamente estão a obedecer as leis de Deus, estão a guardar os mandamentos de Deus, estão a guardar os dias de festa, são virgens, não estão a comer carnes imundas, são virgens) que tomando as suas lâmpadas saíram a encontrar-se com o noivo (sim, olha, estamos a espera de Jesus Cristo) mas cinco delas eram néscias e cinco eram prudentes”.

Aí está o problema irmão pois “as néscias ao saírem com suas lâmpadas não levaram azeite consigo”.

Estavam a tomar atenção as coisas erradas, estavam a focar nas coisas erradas em vez de focar de terem azeite bem perto de Deus e de estarem de fato a terem contato com Deus para terem este Espírito Santo de Deus que é simbolizado pelo azeite.

Então vejam no v. 6 diz assim: “a meia noite ouviu-se um grito: eis o noivo (olha Cristo vem, uh não estou bem pronto tenho que me ataviar agora e por que? Foi apanhado desprevenido mas por que não está pronto? Quando estamos a avisar para estarem prontos sempre e não estão prontos por que? Porque estão envolvidos e a focar nas politiquices deste mundo e nessas coisas triviais deste mundo, olha usa máscaras, não usa máscaras, usa aquilo. Faz aquilo, não faz isso, seja lá o que for, estão a fazer documentos de protesto, a fazer petições, estão a escrever coisas na mídia social, estão a fazer demandas em vez de estarem envolvidos como lemos a fazer o que deviam fazer que é fazer a obra do Senhor)”.

E por isso vão ser apanhados de surpresa porque vai chegar o momento repentinamente que será como o cumprimento de DN 12 e vejamos então DN 12:12: “bem aventurado o que espera e chega a 1.335 dias”.

Aquele que espera, aquele que está acordado, aquele que está ataviado, aquele que está a espera como as cinco virgens prudentes e quando esse dia chega repentinamente está ataviado mas os outros esse dia vai chegar como um ladrão e por isso abençoado ou bem aventurado o que espera e que chega a esse dia.

É possível que seja um dia que uma decisão deva ser feita e como vemos a 45 dias antes de algo muito importante, a decisão será? Possivelmente? A decisão de que são contados dignos para escaparem da grande tribulação? Repentinamente.

Porque vejam em DN 12:11 diz assim: “depois do tempo que o sacrifício diário for tirado e posta a abominação desoladora haverá ainda 1.290 dias”.

Quer dizer que isto é 45 dias antes que o sacrifício diário seja tirado e a abominação desoladora é posta, ora mantenham o dedo aí pois vamos ver outras escrituras e depois voltar aqui a DN mantenham uma marcação ou alguma coisa desse gênero  e vamos voltar aqui a DN mas esse período 1.290 dias é basicamente como vemos um período de 30 dias antes da grande tribulação e isso está claro liga-se  a OS 5: 5 e 7 que vai ser no período do mês  que Israel e Judá vão cair e quando falo Israel estou a falar quem Israel verdadeiramente é pois não estou a falar de judeus, Israel e Judá, Judá são os judeus mas Israel são os outros a outra tribo do norte.

E por isso vemos aqui ora que depois do tempo, lemos no v. 11 em que o sacrifício diário for tirado e posta a abominação desoladora ainda haverá 1.290 dias mas o que isso a abominação desoladora?

Ora vejam por exemplo em MT 24:15-16: “quando, pois, vires o abominável da desolação de que falou o profeta Daniel no lugar santo, quem lê entenda, então os que estiverem na Judeia fujam e depois nesse tempo haverá grande tribulação”.

Ora quando é esta abominação desoladora? É 1.290 dias e fujam aqueles que estejam em Jerusalém, sim, não quer dizer que todos os cristãos estarão em Jerusalém, não, mas aqueles que estejam em Jerusalém que fujam.

Porque depois vem nesse tempo como lemos no v. 21 de MT 24 haverá grande tribulação é o sinal antes da grande tribulação.

Então vamos continuar a ler em DN 12 começar a ler no v. 3 está aqui a falar de Miguel se levantará e muitos dos que dormem diz no v. 2 diz que do pó da terra ressuscitarão.

Quer dizer é um sinal que é o começo do processo dessas ressurreições.

V. 3: “os que forem sábios pois resplandecerão como o fulgor do firmamento e os que muitos conduzem a justiça como sempre as estrelas eternamente”.

Então estamos a falar aqui da primeira ressurreição, ora a primeira ressurreição é a vinda de Cristo mas diz aqui no v. 7 de DN 12: “ouvi o homem de linho que estava vestido sobre as águas do rio quando levantou a mão direita e a esquerda ao céu e jurou por Aquele que vive eternamente que isso seria depois de um tempo”.

Isso o que? Essa ressurreição dos justos, aqueles que vão se tornar sábios.

“Que isso seria depois de um tempo, dois tempos e metade de um tempo, isto é, depois de 1.260 dias”.

Essa ressurreição seria de pois de 1.260 dias e por isso estamos aqui a 3 anos e meio antes da vinda de Cristo e o que vai acontecer na grande tribulação? Uma completa destruição do povo de Deus, o povo santo, o povo israelita e o povo judaico e quando se acabar a destruição do poder do povo santo, isto é, da força da mão dele estas coisas todas se cumprirão, isto é, a vinda de Cristo virá.

E por isso estamos a ver aqui que é um período de 1.260 dias e esse é o período da grande tribulação.

Por isso irmãos estamos aqui a ver que vai haver um período que repentinamente vai aparecer que diz: bem aventurado o que espera pelos 1.335 dias, 45 dias depois vem a abominação desoladora e um mês depois é o começo da grande tribulação.

Vemos aí uma contagem por isso diz: bem aventurado o que espera e por que? Porque aquele que espera não vai ser apanhado como um ladrão.

E vejam aqui em AP 3; 2-3 está a falar aqui a carta a igreja em Sardes e diz assim: “sê vigilante e consolida o resto que estava para morrer, não tenho achado íntegra as tuas obras na presença do meu Deus”.

Por isso está a dizer a essas pessoas dessa era para serem vigilantes e considerar pois se não diz assim: “lembra-te do que tens recebido e ouvido, guarda e te arrepende porquanto se não vigiares virei como um ladrão”.

Jesus Cristo virá como um ladrão à sua segunda vinda.

“neste período não conhecerás de modo algum em que hora virei contra ti”.

E por isso vemos aqui que este grupo muito possivelmente ainda estará a viver a vinda de Cristo e vão ter esta atitude de que sabem a verdade mas as coisas estão a morrer e não estão dedicados a verdade, as coisas estão a morrer.

As obras deles não estão íntegras e não estão perfeitas e por isso diz: arrepende-te.

Por isso irmãos será que algumas pessoas agora ao tempo do fim estão como mortas? As obras deles estão mortas e precisam de se arrepender e reviver? Ou é possível que sejam do outro grupo?  Do grupo de Laodiceia aonde diz no v. 15 do mesmo capítulo 3 de AP: “conheço as tuas obras que nem és frio e nem quente, quem deras fosses frio ou quentes, assim pois que és morno, nem és que quente nem frio, estou a ponto de vomitar-te da minha boca pois dizes estou rico e abastado e não preciso de coisa nenhuma (eu sei a verdade, ninguém me pode dizer algo a cerca da verdade pois eu sei tudo) mas nem sabes que és infeliz (pensas que sabes que não és), sim miserável, pobre, cego e nu”.

Isto me preocupa muito irmãos porque vai haver certas pessoas no tempo do fim que as obras deles estão como a morrer e outros que estão mornos, não estão quentes e nem frios e qual deles você o é?

Ou você será daqueles que guardam a Palavra de perseverança e que estão prontos e ataviados?

Queridos irmãos precisamos de estar a vigiar.

Vejam em LC 21:29-36: “a eles Lhes propôs uma parábola vede a figueira e as árvores quando começam a brotar sabeis por vós mesmos que o verão está próximo e assim também quando vires acontecerem estas coisas sabeis que está próximo o Reino de Deus; em verdade vos digo que não passará esta geração sem que tudo isto aconteça, passará o céu e a terra porém as minhas palavras não passarão, acautelai-vos por vós mesmos para que nunca vos suceda que o vosso coração fique sobrecarregado com as consequências da orgia, da embriaguez e das preocupações deste mundo”.

Queridos irmãos aí está a afetar a nós? Estamos afetados pelas preocupações deste mundo? Pelas dificuldades, pela pandemia, pela covid, por isto, por outro, por essas coisas que não a estar a andar bem, estamos ansiosos demais e diz assim: “tenham cuidado para que aquele dia não venham sobre vós repentinamente”.

Possivelmente os 1.335 dias que não venham sobre vós repentinamente, bem aventurado se estás esperando alerto nesse dia.

“porque se não virá a ti como um laço pois há de sobrevir a todos sobre toda a face da terra”.

v. 36: “vigiai pois”; vigiais a vós mesmos, vigiai a vossa atitude; “pois a todo tempo orando para que sejais vistos como dignos e que possas escapar dessas todas estas coisas que tem que suceder e estar em pé na presença do Filho do Homem”.

Estares em pé que quer dizer estares transformado ou ressuscitado em pé quando Jesus Cristo vier!! Mas emos que ser considerados ou havidos por dignos e por quem? Por Deus.

Queridos irmãos por isso precisamos de ser pacientes, precisamos de ser fortes, precisamos parar de murmurar, fungar e roncar.

Veja em TG 5:7-9: “sede pois irmãos pacientes até a vinda do Senhor, eis que o lavrador aguarda com paciência seu precioso fruto da terra, a terra receber as primeiras e as últimas chuvas e sede vós também pacientes e fortalecei o vosso coração pois a vinda do Senhor está próxima”.

“irmãos não vos queixeis uns aos outros para não seres julgados”; não estejas a resmungar, a murmurar, a roncar uns dos outros para não seres julgados.

Eis que o juiz está as portas e o juiz é Jesus Cristo.

Queridos irmãos precisamos entender que a nossa luta não é com máscaras, com covid e sei lá o que mais pois a nossa luta é mental.

Vejam em 2 CO 10:3-6 diz assim: “porque embora andando na carne não militamos segundo a carne porque as armas da nossa milícia não são carnais e poderosas em Deus para destruir fortalezas”.

Estas coisas na nossa mente são fortes bastiões que temos que anular estes sofismas, argumentos, estas argumentações que temos e devemos anular isso.

“e toda a altivez que levanta”; todo o orgulho, olha eu sei isto, etc.

Queridos irmãos não vos sei como dizer, pois, vejo tanto na internet pessoas que se dizem ser cristãs e estão cheios de orgulho.

“e por isso precisamos levar cativo todo o pensamento à obediência de Cristo”.

Todo o pensamento à obediência de Cristo e queridos irmãos não estou a falar do povo de uma nação, não estou a falar do povo de outra nação mas estou a falar de todas as nações aonde haja cristãos há esta influência demoníaca e temos de lutar contra isso.

“e por isso precisamos de estar prontos para punir toda a desobediência e uma vez completa a nossa submissão”.

Queridos irmãos é uma guerra espiritual, uma guerra mental, não é como estas coisas físicas que pessoas estão a fazer guerrinhas.

Queridos irmãos vejam em RM 14:10-13 diz assim: “tu porém porque julgas o teu irmão? (sim porque estás a dizer olha ele não devia fazer isto, nhã, nhã, eu não vou usar isto porque se eu usar isto é falta de fé e estás a julgar o teu irmão que não tem fé são coisas que não se deve dizer) E tu porque desprezas o teu pois todos compareceremos ante o tribunal de Cristo”.

Todos compareceremos ao tribunal de Cristo.

Como está escrito: “por minha vida diz o Senhor diante de Mim se dobrará todo o joelho e toda a língua dará louvores a Deus”; está a falar aqui de Jesus Cristo.

“assim pois cada um de nós dará contas de si mesmo a Deus e não nos julguemos mais uns aos outros pelo contrário tomai o propósito de não pores peso ou escândalo ao vosso irmão”.

Queridos irmãos o julgamento está a começar em nós, na igreja de Deus, como lemos a pouco em 1 PE 4:17, o dia das trombetas simboliza o Dia do Senhor, o dia que Deus virá com a sua ira e que vai culminar, que vai ter um cúmulo final com a vinda de Cristo.

Vejam por exemplo em AP 6 onde vemos os sinais celestes ao fim do capítulo 6 começando do v. 10 e ao fim desse capítulo diz onde as pessoas veem estes sinais celestes e dizem: “cai sobre nós, escondei-vos da face Daquele que Se assenta no trono e da ira do cordeiro porque chegou o grande dia da ira deles (da ira do Pai e da ira do Filho) e quem pode suster-se?”.

Vai ser o dia da ira e este dia das trombetas simboliza este dia da ira e então essas trombetas que são simbolizadas pois são várias trombetas e terminam na sétima trombeta e a vemos esta no capítulo 11 do v. 15 de AP e diz assim: “o sétimo anjo tocou a trombeta e houve no céu grandes vozes dizendo: o reino do mundo se tornou de Nosso Senhor e seu Cristo e Ele reinará pelos séculos dos séculos”.

Jesus Cristo virá para reinar e veja no v. 18: “na verdade as nações enfureceram”; as nações quiseram lutar contra Cristo porque não aceitaram Cristo e não aceitarão Cristo.

E é por isso que lemos quando Jesus Cristo vier essa é a última trombeta, a sétima trombeta,  e vejam em 1 CO 15 que diz assim nos v. 50-52: “isto afirmo irmãos que carne e sangue não podem herdar o Reino de Deus e nem corrupção e eis que vos digo um mistério: nem todos dormiremos (nem todos vamos morrer) mas todos seremos transformados (isto é, aqueles que estão a viver  na vinda de Cristo não vão morrer mas vão ser transformados) no momento no abrir e fechar dos olhos ao ressoar da última trombeta”.

A trombeta soará isso é o que lemos a pouco em em AP 11:15 “a última trombeta soará, os mortos ressuscitarão incorruptíveis e nós seremos transformados”.

Essa é a última trombeta, os dias das trombetas representam estas sete trombetas que é a ira do Senhor mas que tem um augue, um cúmulo, um ponto máximo que é a vinda de Cristo e vai ser este ponto final.

Vejam aqui em JR 25 começar a ler do v. 15: “porque assim me disse o Senhor, o Deus de Israel, toma da minha mão o cálice deste vinho do meu furor e darás a beber a todas as nações”.

O furor de Deus virá a todas as nações, não será só a América, não é só a Inglaterra, ao Brasil, a Angola, é Portugal, será a todas as nações.

“as quais eu te enviar e que bebam e tremam e enlouqueçam por causa da espada que Eu enviarei para o meio dessas nações delas”.

Vejam também no v. 30: “que pois lhes profetizarás todas estas palavras lhes dirás o Senhor lá do alto rugirá da sua santa morada e fará ouvir a sua voz e rugirá fortemente contra sua malhada com brados contra os moradores da terra como a eira dos que pisam as uvas e chegará o estrondo até a extremidade da terra porque o Senhor tem contenda com as nações e entrará em juízo contra toda a carne, os perversos entregará a espada, assim diz o Senhor dos Exércitos eis que o mal passa de nação para nação e grande tormento se levanta dos confins da terra e os que o Senhor entregar a morte naquele dia estenderão de uma a outra extremidade da terra”.

Queridos irmãos isto vai afetar o mundo todo.

“não serão pranteados e nem recolhidos e nem sepultados serão como esterco sobre a face da terra”.

Queridos irmãos como vimos em DN 12 quando o poder do povo santo vai ser completamente destruído a ira do Senhor se levantará contra todas as nações.

Vejam em IS 30:26-28: “a luz da lua será como a do sol e a luz do sol sete vezes maior como a luz de sete dias no dia em que o Senhor atar a ferida do seu povo e curar a chaga do golpe que Lhe deu”.

Quando jesus Cristo vier para curar a ferida porque o povo santo vai ser praticamente todo destruído então Jesus Cristo vai se levantar e virá e vai castigar as nações.

V. 27: “eis o nome do Senhor que vem de longe ardendo na sua ira no meio de espessas nuvens, os seus lábios estão cheios de indignação, sua língua é como fogo devorador, a sua respiração é como a torrente que transborda e chega até o pescoço para peneirar as nações como peneira e destruição, o freio de fazer errar dará nos queixos dos povos”.

E então vejam em JL 2:1 diz assim: “tocai a trombeta em Sião e dai vós de rebate no teu santo monte, perturbem-se todos os moradores da terra”, por que? Porque o Dia do Senhor vem e já está próximo e este Dia do Senhor que será o último ano do dia do período da tribulação depois dos sinais celestes que representa a ira do Senhor e que culminará na sétima trombeta que é a vinda de Cristo.

E vejamos também no v. 11: “o Senhor levanta a voz diante do seu exército porque muitíssimo grande é o seu arraial porque é poderoso quem escuta as suas ordens, sim, grande é o Dia do Senhor e muito terrível e quem poderá suportar?”

Este é o dia da ira do Senhor e quem o poderá suportar?

Veja em JL 3:1: “eis que naqueles dias e naquele tempo mudarei a sorte de Judá e Jerusalém, congregarei todas as nações e as farei descer ao vale de Josafá e ali entrarei em juízo contra elas por causa do meu povo e da minha herança e Israel a quem elas espalharam entre os povos repartindo a minha terra entre si e lançando sortes sobre o meu povo e deram meninos por meretrizes e meninas por vinho que beberam”.

Deus está furioso e vai estar furioso.

Então vejemos AP 16:12 diz assim: “derramou o sexto da sua taça (isto é, no sexto flagelo, há sete flagelos, no sexto flagelo a vinda de Cristo a sétima trombeta abre sete flagelos) sobre o grande rio Eufrates e então vi sair da boca do dragão, da boca da besta e da boca do falso profeta espíritos imundos semelhantes a rãs e esses espíritos foram juntar os reis do mundo com o fim de juntá-los para a peleja do grande dia do Deus todo Poderoso”.

Isto é o que as pessoas chamam a batalha do Armagedom mas na Bíblia não se chama assim na Bíblia se chama a batalha ou a peleja do Grande Dia do Deus Todo Poderoso.

Sim, juntaram essas pessoas no vale que em hebraico como lemos no v. 16 no vale do Armagedom e depois daí foram para Jerusalém onde foi a guerra contra Jesus Cristo.

Queridos irmãos vejam em SL 5:4 diz assim: “pois Tu não és Deus que Se agrade com iniquidade e Contigo não subsiste o mal”.

Deus é muito paciente para que as pessoas se arrependam mas vai chegar um dia que chega BASTA!

Veja também no capítulo 7 de SL 7:11: “Deus é justo juiz, Deus que sente indignação, que se ira todos os dias com os pecadores”, está claro.

Então nesse dia da ira Jesus Cristo virá.

Veja AP 19:11-20 diz assim: “vi o céu aberto e eis o cavalo branco (cavalo de guerra) e o seu cavaleiro se chama Fiel e Verdadeiro (fiel e verdadeiro é Jesus Cristo) e julga e peleja com justiça, os seus olhos são chama de fogo, na sua cabeça há muitos diademas tem um nome escrito que ninguém conhece mesmo e está vestido com um manto tinto de sangue e o seu nome se chama o VERBO DE DEUS e seguiram os exércitos que há no céu montando cavalos brancos com vestiduras de linho finíssimo, branco e puro, saiu da sua boca uma espada afiada para com ela ferir as nações e Ele mesmo regerá com cetro de ferro e pisa igualmente o lagar do vinho do furor da ira de Deus Todo Poderoso e tem no seu manto e na sua coxa um nome escrito: REI DOS REIS e SENHOR DOS SENHORES, então vi um anjo posto em pé no sol e chamou com grande voz e falando a todas as aves que voam pelo meio do céu: vinde, reuni-vos, para a grande ceia de Deus para que comam as carnes dos reis, carnes dos comandantes, carnes de poderosos, carnes de cavalos e seus cavaleiros, carnes de todos quer livres  quer escravos, tanto pequenos como grandes e vi a besta  e os reis da besta com seus exércitos congregados para pelejarem contra Aquele que estava montado no cavalo  e contra o seu exército”.

As nações do mundo vão querer pelejar contra Cristo mas como diz: “a besta foi aprisionada e com ela o falso profeta e como sinais feitos diante dela seduziu aqueles com a marca da besta e eram adoradores da sua imagem e os dois foram lançados vivos dentro do lago de fogo que arde com enxofre”.

Por isso vemos este Reis dos Reis que virá  e vemos isto em ZC 14:1: “eis que vem o Dia do Senhor  em que os teus despojos se repartirão no meio de ti porque eu ajuntarei todas as nações para a peleja contra Jerusalém (vão lutar contra Jerusalém, em Jerusalém, não é em Armagedom, lá é onde vão se reunir mas depois vão para a guerra em Jerusalém) e a cidade será tomada e as casas serão saqueadas, as mulheres forçadas  e a metade da cidade será em cativeiro e o restante do povo não será expulso da cidade e então sairá o Senhor Jesus Cristo e pelejará contra estas nações (Jesus Cristo então virá neste cavalo branco) como pelejou no dia da batalha, naquele dias estará Seus pés no Monte das Oliveiras que está defronte de Jerusalém para o oriente e o Monte das Oliveiras será fendido para o oriente e para o ocidente e haverá um vale muito grande um tanto do monte se afastará para o norte  e outra metade para o sul e fugireis pelo vale dos meus montes porque o vale dos montes chegará até Azal, sim fugireis como fugistes nos remotos dias de Uzias reis de Judá e então virá o Senhor Meu Deus e todos os santos com Ele”.

E vejam no v. 9: “O Senhor Iavé será rei sobre toda a terra (e isto é Jesus Cristo virá) e naquele dia um só será o Senhor (Iavé) e um só será o seu nome”.

V. 16: “e todos os que restarem de todas as nações que vierem contra Jerusalém subirão de ano em ano para adorar o Rei o Senhor dos Exércitos para celebrar a festa dos tabernáculos”.

Ora quem é este? Vejemos em SL 24 diz assim: “ao Senhor pertence a terra e tudo que nela se contém o mundo e os que nela habitam, fundou a Deus sobre os mares e as correntes estabeleceu e quem subirá ao monte do Senhor?”

Você vai subir o monte e ao reino de Deus?

“quem há de permanecer no seu santo lugar?”

Você vai estar a viver no Reino de Deus?

“o que é limpo de mãos e de puro coração”.

Estamos a ser limpos de mãos e puro de coração?

“o que não entrega a sua alma a falsidade”

Não diz mentiras?

“nem jura dolosamente, esse obterá do Senhor a benção e a unção de justiça do Deus da sua salvação tal é a geração dos que o buscam dos que buscam a face do Deus de Jacó, levantai ó portas as vossas cabeças, levantai ó portais eternos para que entre o Rei da Glória, e quem é o Rei da Glória? O Senhor Iavé (que é Jesus Cristo) forte e poderoso, o Senhor poderoso nas batalhas, o Senhor dos Exércitos Ele é o Rei da glória”.

Queridos irmãos esta é a nossa única esperança. O dia das trombetas representa a vinda desta esperança, o dia do Senhor para este período de um ano das sete trombetas e o cúmulo e o ápice que é a sétima trombeta e você está pronto?? Você vai ser considerado como digno??

Lembre-se que Jesus Cristo ao fim do livro de Apocalipse diz: “certamente cedo venho, Amém”.