Pregando o evangelho e preparando um povo

O lugar de segurança

Você está aqui

O lugar de segurança

Download (Baixar)
MP3 Audio (44.93 MB)

Download (Baixar)

O lugar de segurança

MP3 Audio (44.93 MB)
×

Haverá um lugar de segurança para o povo de Deus?

Transcrição

Bom dia ou boa tarde queridos irmãos aqui é Jorge Campos.

Os nossos países hoje em dia vivem em condições muito difíceis, e todos nós quando olhamos e vemos como as coisas estão a andar muitas vezes nos preocupamos com as nossas famílias, os nossos filhos, com os nossos netos e com o futuro e sabemos que Cristo virá, sabemos que o reino de Deus vai ser estabelecido na terra mas entretanto o que vai acontecer? Sim sabemos que vão acontecer coisas muito terríveis e sabemos que este evangelho do reino será pregado em todo o mundo em testemunho a todas as nações. Isso lemos em MT 24:14:”então virá o fim”. Sim, o evangelho está sendo pregado como testemunho

Depois disso se diz em MT 24 diz: “e quando vires o abominável da desolação”, vimos isso no v. 15 e depois diz: “fujam”, fujam. E depois diz que haverá uma fuga para um lugar de segurança, um lugar de proteção para o povo de Deus ao tempo do fim.

Porque é um lugar de segurança? Vemos na bíblia que serão protegidos neste período de GRANDE TRIBULAÇÃO por 1.260 dias, isto é, por 3 anos e meio desta grande tribulação.

Mas vamos ver hoje queridos irmãos algumas perguntas acerca deste assunto:

1º) Porque um lugar de segurança? Porque? Tem Deus então um povo que é especial para Ele? Para o proteger? Sim, se Deus vai proteger alguém esses tem que ser muito especiais para Deus. Faz Deus, então, uma distinção entre aqueles que o obedecem, isto é, que ouvem a Deus, que ouvem e praticam o que Ele diz comparado com aqueles que não o obedecem ou decidem não obedecer por qual razão seja, seja por causa dos cuidados do mundo, ou seja pelo que for.

Noutras palavras existem na bíblia dois grupos importantes de pessoas? Sim existem porque existem os justos e os ímpios.

Vejamos em Mq 3:16-18: “então os que temiam ao Senhor falavam uns aos outros: o Senhor atentava e ouvia”.  Havia um memorial escrito diante deles: para os que temem ao Senhor e para os que se lembrem do seu nome. “Eles serão para mim particular tesouro naquele dia que prepararei, diz o Senhor dos exércitos, poupá-los-ei como um homem poupa a seu filho que o serve. Então vereis outra vez diferença entre o justo e o perverso, entre o que serve a Deus e o que não me serve”

Aí está um ponto muito importante queridos irmãos. Precisamos de entender que isto é assunto sério; e depois diz no capítulo 4:1: “eis que vem o dia e arde como fornalha”. Queridos irmãos isto é o tempo do fim; diz: “todos os soberbos que cometem perversidade serão como o restolho, palha; o dia que vem vos abrasará diz o Senhor dos exércitos , de sorte que não lhes deixará raiz, nem ramo”. Sim, vai vir o dia do juízo, o dia final mas ao inicio desse juízo quando Deus começa a intervir no mundo; vai haver uma diferença, vai haver uma diferença.

Deus teve, Deus tem e Deus terá um povo que Ele está como diz aqui, a olhar, a ver , a ouvir o que estão a dizer. E ele diz que os poupará , é o que vemos aqui no v.17, Mq 3: “poupá-los-ei como um homem que poupa a sue filho que o serve”.

Vejam em 1 Pedro 2:6-10 1 Pedro 2:6-10 [6] Por isso, na Escritura se diz: Eis que ponho em Sião uma principal pedra angular, eleita e preciosa; e quem nela crer não será confundido. [7] E assim para vós, os que credes, é a preciosidade; mas para os descrentes, a pedra que os edificadores rejeitaram, esta foi posta como a principal da esquina, [8] e: Como uma pedra de tropeço e rocha de escândalo; porque tropeçam na palavra, sendo desobedientes; para o que também foram destinados. [9] Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as grandezas daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz; [10] vós que outrora nem éreis povo, e agora sois de Deus; vós que não tínheis alcançado misericórdia, e agora a tendes alcançado.
Almeida Atualizada×
: “pois isto está na escritura, eis que ponho em Sião uma pedra angular, eleita e preciosa. Quem nela crer de modo algum será envergonhado”. Entendemos que esta pedra angular é Jesus Cristo. “para vós outros, portanto, os que credes é a preciosidade mas para os descrentes a pedra que os construtores rejeitaram , essa veio a ser a principal pedra angular e a pedra de tropeço e rocha de ofensa, são estes os que tropeçam na palavra , sendo desobedientes, para o que também foram postos”.

Por isso está aqui a dizer irmãos, Jesus Cristo é muito precioso para nós mas para os descrentes é uma pedra de tropeço, uma rocha de ofensa porque esses são desobedientes mas para nós diz no v.9: “vós pois sois raça eleita, sacerdócio real, nação santa, povo de propriedade exclusiva de Deus a fim de proclamar as virtudes daquele que te chamou das trevas para a sua maravilhosa luz. Vós sim, que não éreis povo mas agora sois povo de Deus, que não tinhas alcançado misericórdia mas agora alcançastes misericórdia”.

Vejamos aqui o que é o povo santo, o povo escolhido , o povo de propriedade exclusiva de Deus. É um povo que merece proteção especial . E tem um nome especial , vê-se aqui vários nomes: raça eleita, nação santa, povo de propriedade exclusiva, povo de Deus. Mas há aí outro nome: é as primícias. As primícias .

Veja aqui também em TG 1:16-18: “não vos enganeis meus amados irmãos, toda a boa dádiva e todo o dom perfeito só lá do alto, descendo do pai das luzes em que não pode existir variação de mudança, pois segundo o seu querer ele nos gerou pela palavra da verdade; para que fossemos as primícias de suas criaturas”.

Para sermos as primícias de todos aqueles que foram criados e por isso nós nos tornamos a sua propriedade exclusiva. Somos santos, somos separados. Mais de 95 vezes fala no NT fala acerca de sermos santos, separados, eleitos

Em EF 2:19 diz assim: “agora que não sois mais estrangeiros ou forasteiros mas concidadãos dos santos e da família de Deus”. Somos chamados família de Deus , somos filhos Dele.

1 CO 6:2 diz: “sabeis que os santos hão de julgar o mundo?” Queridos irmãos vamos ter grandes responsabilidades. “Ora irmãos, se o mundo há de ser julgado por vós”; por isso aqui está a dizer que somos santos, somos eleitos, somos uma raça especial.

Vejam em 2 CO 6:16: “porque vós sois o templo do Deus vivente, como Deus disse, nele habitarei e entre eles andarei, e Eu serei o Deus deles e eles serão o meu povo”.

Queridos irmãos este grupo de pessoas que Deus observa e toma atenção, que vai poupar como o pai poupa a seu filho obediente, são chamados santos, são chamados o templo do Deus vivente.

Aqui também diz em 2 CO 1.22: “o qual também nos selou e deu o penhor do Espirito Santo”.

Então Deus tem um povo especial? Sim, Deus tem um povo especial. Se você é considerado digno por Deus dentre desta classe, são servos de Deus, são discípulos de Cristo? Então você é um povo especial para Deus.

Aqui está um ponto importante, precisamos estar a vigiar, a orar para que sejamos considerados dignos, para que estejamos dignos de viver uma vida agradável para Deus. E por isso nós se estamos de fato a viver desta maneira que é agradável a Deus não somos como o resto das pessoas do mundão. Se de fato somos dignos desse louvor, dessa honra, de sermos pessoas santas, então Deus vai considerar essas pessoas que são santas de uma maneira diferente. Não vai considerar da mesma maneira que o resto das pessoas ao início da grande tribulação; por isso, sim, Deus tem pessoas, pessoas existem que são um povo especial para Deus.

Então vou fazer uma segunda pergunta: Então Deus faz isso bem claro que Ele tem intenção de proteger esse povo especial Dele?

Veja comigo em SL 34:17: “clamam os justos e o Senhor os escuta e os livra de todas as suas tribulações”. Hora isso está claro que temos dificuldades e provações na vida mas quando houver esta tribulação Ele diz que nos livra.

Veja em SL 37:8-11 diz assim: “deixa a ira, abandona o furor, não te impacientes, pois certamente isto acabará mal. Porque os malfeitores serão exterminados mas os que esperam no Senhor possuirão a terra. Mais um pouco tempo e não existirá o ímpio, procurarás o seu lugar e o não acharás mas os mansos herdarão a terra e se deleitarão na abundância de paz”.

Claramente estamos a ver aqui um período do tempo do fim. Vejam também  no mesmo capítulo v. 37-40: “observa o homem integro e atenta no que é reto porquanto o homem de paz terá posteridade. Quanto aos transgressores serão a uma destruídos. A descendência dos ímpios será exterminada. Vem do Senhor a salvação dos justos. Ele é a sua fortaleza no dia da tribulação”.

“O Senhor é a fortaleza no dia da tribulação; o Senhor os ajuda e os livra dos ímpios, e os salva porque Nele buscam refúgio”. Então Deus faz bem claro que Ele tem a intenção de proteger os seus.

Veja também em SL 50:15: “invoca-me no dia da angústia, Eu te livrarei, e tu me glorificarás”. Eu te livrarei .

Veja em DN 12:1: “nesse tempo se levantará Miguel o grande príncipe , o defensor dos filhos do teu povoe haverá tempo de angústia qual nunca houve desde que houve  nação  até aquele tempo, e naquele tempo será salvo o teu povo Todo aquele que for achado inscrito no livro será salvo”. Deus ajudará o seu povo, tá aqui a falar acerca do tempo do fim; muitas palavras muito semelhantes em MT 24.21 que diz: “porque nesse tempo haverá grande tribulação como desde o princípio até agora não tem havido e nem haverá jamais”. Está a falar aqui que naquele tempo será salvo o teu povo.

E por isso vemos que há uma promessa para o seu povo. Deus faz bem claro que tem intenção de proteger o seu povo.

Agora vou fazer uma terceira pergunta: Deus tem uma história, um antecedente que tem protegido o seu povo? Vejamos aqui alguns exemplos:

GN 5:24: “e andou Enoque com Deus e não apareceu mais porquanto Deus para si o tomou.

HB 11:5 diz: “pela fé Enoque foi trasladado para não ver a morte e não foi achado porque Deus o trasladara visto que antes de sua trasladação alcançou testemunho que agradara a Deus”. Ora a palavra trasladado significa transportado, movido para outro local para não ser morto, para não ser assassinado, por isso que diz foi trasladado , foi movido para outro local para não ser morto; e não o encontraram porque iam mata-lo, iam assassiná-lo e o não encontraram. Sabemos que ele morreu mais tarde , lemos em HB 11.13: “que todos estes morreram na fé”. Por isso sabemos que ele morreu na fé. Tá claro que não sabemos a situação porque não está escrito exata do que estava a acontecer naquele período com Enoque mas é possível, talvez, como a situação de Caim e Abel, que alguém o queria matar ; só não sabemos os detalhes exatos mas só sabemos o que Deus disse; e o que Deus disse? Eu o movi. Deus o moveu para outro local. Ele era um homem justo, um  homem especial para Deus, pois Deus o moveu para um local de segurança. E assim Enoque foi protegido.

Outra pessoa protegida e posta em outro local diferente , por exemplo está aqui em GN 7:1, esta é a situação de Noé, que diz assim o Senhor a Noé: “entra na arca tu e toda a tua casa porque conheço que tens sido JUSTO diante de mim no meio desta geração.”

É um ponto importante irmãos verem a população mundial comparado com aqueles que foram protegidos; vemos Noé e só a família dele, 8 pessoas. Uma sociedade inteira, provavelmente havia milhares, senão milhões de pessoas. Por isso irmãos, vemos que Deus protege mas tem que ser pessoas justas e essas são poucas; e vemos aqui que chegou um momento que Deus disse: “entra na arca”. Na arca porque tens sido justo. Diz assim: “entra na arca tu e a tua casa”; porque? Porque você lê no capítulo anterior no v. 5 diz assim, em GN 6:5: “viu o Senhor que a maldade do homem se havia multiplicado na terra e que era continuamente mau todo o desígnio do seu coração”.

Viu a maldade do homem se havia multiplicado na terra; queridos irmãos parecem os dias em que vivemos hoje, de certeza. Então Deus olhou para Noé e disse a Noé: “é hora de entrares na arca”. Esse era o local de segurança que Deus lhe disse para construir e por isso Deus disse: “agora é a hora de tu usares”.

LC 17:26: “assim como foi nos dias de Noé será também nos dias do filho do homem . Queridos irmãos assim como foi nos dias de Noé também vai ser nos dias de hoje. Comiam, bebiam, casavam e se davam em casamento até o dia que Noé entrou na arca e veio o diluvio e destruiu a todos. Mas Deus protegeu a Noé, Deus protegeu a Noé.

Leiam no v.28: “o mesmo aconteceu nos dias de Ló comiam, bebiam, vendiam, compravam, plantavam e edificavam mas no dia em que Ló saiu de Sodoma caiu do céu fogo e enxofre e destruiu a todos”.

É como as pessoas atuam hoje, querem ir para as festas, para as farras, essas coisas, por exemplo o dia do ano bom e sei lá que mais e estão a propagar doenças e vírus . O dilúvio veio e destruiu a todos os outros . Como Noé sabia que era a hora de entrar na arca? Por que Deus lhe disse.

Ao fim do tempo quando a hora vier você não irá receber uma mensagem ou uma carta, ou um e mail ou um WhatsApp, uma mensagem pelo WhatsApp a dizer: olha, é hora de fugir!! Não!! Deus não vai permitir que esse momento seja confundido e por isso é bem possível que um ou dois anjos aparecerão e dirão: “são horas de ir”.

Como é que Ló soube que devia sair de Sodoma? Sim, sabíamos que Ló tinha seus problemas, não era 100% perfeito mas mesmo assim era um homem justo.

Vejam em GN 19:1: “ao anoitecer vieram os dois anjos a Sodoma, a cuja entrada estava Ló sentado e quando os viu, levantou-se, indo ao seu encontro e prostrou-se rosto em terra”. E depois adiante vê-se no v.15 sabem a história: “apertaram os anjos com Ló a dizer: levanta-te, toma a tua mulher e tuas filhas que aqui se encontram para que não pereças do castigo da cidade”. E vemos assim que Deus protegeu Ló e sua família. Deus não está aqui a separar famílias, mas o protegeu.  E então aqui no v.16 diz: “e como porém demorassem, pegaram-lhe os homens pela mão, a ele, a sua mulher e suas filhas, sendo o Senhor misericordioso e o tiraram e o puseram fora da cidade”. Estavam a perder tempo. E Deus em sua misericórdia disse: “anda, apressa-te”.

V.17: “havendo os tirado fora disse um deles: livra-te, salva a tua vida, não olhes para trás e nem pares em toda a campina, FOGE para o monte para que não pereças”.

Foge, salva a tua vida, não olhes para donde vens, não digas eu gosto do mundão, eu quero voltar para trás; quando é hora de sair; é hora de sair. Não somos parte deste mundo.

Vejam no v.26: “e a mulher de Ló olhou para trás e converteu-se numa estátua de sal”. Olhou para trás, talvez viu outros filhos que não quiseram irem que iam ser destruídos, quem sabe. Olhou para trás. Queridos irmãos, a mulher de Ló é como estivesse a pensar que gostaria de voltar ao mundo. Queridos irmãos temos que sair do mundo. Esses 2 anjos tomaram a mão de Ló, esposa e suas filhas para os poupar, para os proteger.

Vejam em LC 17:30: “assim será no dia que o filho do homem se manifestar, naquele dia quem estiver no eirado e tiver os seus bens em casa não desça para tirá-los; e de igual modo quem estiver no campo não volte para trás, lembrai-vos da mulher de Ló”! Por isso quando vem a hora de sair, temos que sair! Quem quiser preservar sua vida física neste mundão vai perde-la.; e quem a perder de fato, a salvará. Quem perder a sua vida neste mundão, vai salvar a sua vida eterna. “ Digo-vos dois estarão numa cama, e um será tomado e será deixado o outro; duas mulheres estarão juntas moendo, uma será tomada e outra será deixada; dois estarão no campo, um será tomado e o outro deixado”. E então lhe perguntaram: “onde será isso Senhor”? Respondeu-lhes: “onde estiver o corpo, aí se ajuntarão também os abutres”.

Onde Deus trouxer, aí será esse lugar. E por isso vemos aqui em LC 17 está a falar acerca do período antecedente da grande tribulação e vemos aqui que Deus libera , salva mas vemos aqui como no caso de Ló, e como no caso de Noé, foi a última hora, no último minuto. Não há tempo para perder. E isso nos faz desenvolver caráter , que nos faz desenvolver paciência e nos faz desenvolver fé porque temos que esperar por Deus até a hora.

Vemos também o exemplo de Pedro, foi liberado da prisão a noite, antes de ser matado, salvo por um anjo. Por isso vemos em AT 12:6: “quando Herodes estava para apresenta-lo naquela mesma noite”, vê-se que foi naquela mesma hora, naquela mesma noite antecedente.

Veja no v.7 de AT 12 diz: “porém que veio um anjo do Senhor e uma luz iluminou a prisão e tocando ele o lado de Pedro o despertou dizendo: “levanta-te depressa”; e então as cadeias caíram-lhe das mãos”.  Foi à última hora e tinham que andar nesse momento.  Sim, Deus, vemos aqui que Deus tem um histórico de proteger o seu povo.

Vejam por exemplo como Deus liberou os israelitas do Egito sob a liderança de Moisés, tá claro sob a liderança do VERBO, CRISTO, que se encarnou a vencer Cristo. E também vemos que o próprio Moisés foi salvo num cesto no Rio Nilo pela filha de faraó. E vejam por exemplo aqui 2 RS 6 começando no v.15: “tendo se levantado muito cedo o moço de um homem de Deus e saíram eis que tropas e cavalos e carros e haviam cercado a cidade e tendo o seu moço que lhe disse: “ai meu Senhor o que faremos?” Lembram-se dessa história?  A história aqui é a ação de Eliseu porque o rei da Síria estava a fazer guerra com Israel e o moço que trabalhava com o servo de Deus, o homem de Deus disse: “o que vamos fazer? Estamos cercados”.

V.16: “Eliseu respondeu: não temas pois são mais os que estão conosco do que estão com eles. Orou Eliseu e disse: Senhor peço-te que lhe abras os olhos para que veja. E o Senhor abriu os olhos do moço e ele viu que o monte estava cheio de cavalos e carros de fogo em redor de Eliseu”.

Queridos irmãos, Deus providenciou um exército para salvar o povo e queridos irmãos há estórias que isto não foi a única vez que aconteceu. Aconteceu, ouvi falar que aconteceu em outras situações, até na África do Sul ouvi falar de situações que houve estas coisas de pessoas que declaram estórias deste gênero.  O ponto é como Deus nos livrará? Como Deus nos livrará? Não sabemos, não sabemos mas Deus vai abrir a porta e vai abrir os nossos olhos no momento correto. Há muitos outros exemplos em que Deus livrou ou protegeu seu povo. Vejam em Daniel, foi liberado dos leões, vejam Davi e Golias, vejam Gideão e seu exército de 300 soldados e  tudo o que eles tinham era simplesmente trombetas e tochas, e estavam a lutar contra milhares. Vejam a história de Jonas no ventre do grande peixe, vejam a história de Sadraque, Mesaque e Abedenego no forno de Nabucodonosor; queridos irmãos Deus protegeu os seus escolhidos no passado, sim, protegeu e por isso fazemos esta pergunta: Deus protegeu seus escolhidos no passado? Sim! Temos histórico de que ele é capaz de o fazer e tem intenção de o fazer, isso tem sido um tema regular na bíblia; se buscarmos o Senhor e se procurarmos na Bíblia veremos que Deus protege e que Deus não se esquecerá de nós.

E por isso como disse a pouco não há de ser um caso de que eu não vi um e-mail ou whatsapp, quando chegar a hora Deus fará bem evidente.

E vou fazer uma 4ª. pergunta: “o povo de Deus vai ter necessidade de ser protegido ao tempo do fim? Vai ser necessário proteger o povo de Deus ao tempo do fim?

Vejam em MT 24:6-8, vemos aqui que haverá guerras, diz assim: “certamente ouvireis falar de guerras e rumores de guerras, vê não vos assusteis porque é necessário assim acontecer mas ainda não é o fim; porquanto se levantará nação contra nação, reino contra reino e haverá fomes e  terremotos em vários lugares. Porém tudo isto é o princípio das dores”. Queridos irmãos estamos a viver este período agora; o princípio das dores. Problemas, problemas haverão sim! Queridos irmãos estamos a ver o mundo a se posicionar numa situação deveras muito perigosa em que está a se estabelecer e a se por de uma maneira para controlar as pessoas.

As várias reuniões do World Economic Fórum em Davos e declarações do novo presidente dos Estados Unidos que estão mão em mão com essas coisas. Hoje em dia o coronavírus é uma crise, ou digamos assim é “uma oportunidade” usada para controlar o povo; e vão usar outra oportunidade ainda maior com a mudança do clima e do tempo, e vão usar isso para controlar o povo. E por isso estamos a beira de tempos muito, muito difíceis irmãos; isto é só o princípio das dores.

Por isso lemos em MT 24:21 diz que naquele tempo haverá grande tribulação como desde o princípio do mundo até agora não tem havido e haverá jamais. Queridos irmãos estão a se posicionar para controlar as pessoas; isto vai acontecer e por isso a igreja de Deus vai necessitar de proteção.

Vejamos aqui então uma promessa de um lugar de segurança. Vejam em SF 2:1-3: “concentra-te e examina-te ó nação que não tens pudor”, ou como na ACF diz: “nação não desejável”. O povo de Deus é uma nação não desejável pelo mundo! “Concentra-te examina-te ó nação que não é  desejável antes que saia o decreto pois o dia se vai como a palha antes que venha sobre ti o furor da ira do Senhor”. Vai haver uma grande tribulação e após o fim dessa grande tribulação vai haver o dia da ira do Senhor, sim antes que venha sobre ti o dia da ira do Senhor. “Buscai o Senhor vós todos os mansos da terra que cumpris o seu juízo, buscai a justiça, buscai a mansidão porventura lograreis, isto é, terás sucesso em esconder-vos no dia da ira do Senhor”.

Talvez, é o que diz aqui: “buscai o Senhor, buscai a mansidão, antes que venha o decreto para seres considerado digno, porque talvez sejas protegido. Lograi-vos para poder que sejas escondidos como diz na ACF e na ARC, na ARA diz apenas lograreis esconder-vos, na ACF diz: lograreis para poder que sejais escondidos. Talvez sejas protegido. Temos que fazer a nossa parte, temos que ser justos, temos que ser aqueles que estão a agradar a Deus.

Vejam SL 27:5: “pois no dia da adversidade Ele me esconderá no seu pavilhão”. A palavra aqui significa como tabernáculo ou cabana, no seu pavilhão. No recôndito do seu tabernáculo, tenda secreta de Deus; “no recôndito do seu tabernáculo me recolherá”, me esconderá como diz na ACF e na ARC e levar-me-á sobre uma rocha.

Nós vamos ter uma tenda secreta de Deus, no recôndito do seu tabernáculo nos esconderá. Uma residência temporária, uma tenda secreta, um local de segurança, um lugar de segurança. Deus pode providenciar este lugar de segurança aonde Ele queira, certamente, pode ser na cova dos leões como em Daniel, pode ser em nossas casas? Pode ser, Deus pode colocar anjos para nos proteger nas 4 quinas da nossa casa e devemos orar por esta proteção mas este período do tempo do fim antes da grande tribulação é um local específico, vamos ver isso, mas antes de ver isso vamos perguntar um ponto adicional acerca de haver necessidade de ser protegido ao tempo do fim é a pergunta: haverá mártires? Haverá pessoas que vão ser martirizadas? Que irão sofrer? Sim, lemos no AT que houve tais pessoas, por exemplo em HB 11:36-37 diz assim: “outros por sua vez passaram pela prova de escárnio e açoites, sim até algemas e grilhões, foram apedrejados, provados e serrados pelo meio, mortos a desafio da espada, andaram peregrinos vestidos de peles de ovelhas e de cabras,  necessitados, afligidos e maltratados”.

Sim, houve pessoas que foram maltratadas, foram mártires. Vejam o que o próprio Cristo disse em MT 23:35 diz assim: “para que sobre vós recaia todo sangue justo derramado sobre a terra desde o sangue do justo Abel até o sangue de Zacarias filho de Baraquias a quem mataste entre o santuário e o altar”.  Então até o próprio Cristo disse o último do AT que sofreu foi Zacarias, o primeiro foi Abel; o interessante é que vai de A a Z , o último foi Zacarias no AT a quem teus pais o mataram entre o santuário e o altar. Porque? Por que não gostaram da mensagem de Zacarias.

E também vemos aqui no NT que houve mártires; o primeiro mártir no NT foi João Batista, vocês podem ler isso em MT 14 porque João desaprovou o rei de casar-se com sua cunhada Herodias e por isso no dia do aniversário de Herodes dançou a filha de Herodias, sua enteada,  e se agradou a ele ao rei e disse-lhe que oferecia a ela o que ela quisesse; e então debaixo da inspiração da mãe pediu a cabeça de João Batista num prato, e por vemos, sim, houve mártires até no NT e o primeiro foi João Batista.

Depois vocês leem, em AT 6 e 7, vê a situação do diácono Estevão que pregou o evangelho e ele chamou esses como traidores e assassinos por matarem Jesus, e eles não gostaram da mensagem e por isso ele foi apedrejado e matado (morto). E sabem quem estava a ver isso? Foi Saulo que veio a ser Paulo. Estava ali ao pé , imaginem a consciência dele depois ao lembrar  como ele tinha ordenado morte a cristãos.

Vejam AT 12: 1-2 o discípulo Tiago, meio irmão de Jesus, foi morto pelo rei Herodes e também depois aprisionou a Pedro como vimos acima quando um anjo o livrou, mas a tradição nos diz que ele também foi um mártir.

Veja em AP 2:13 diz assim a um membro da igreja em Pérgamo (esse membro era Antipas), diz assim: “nos dias de Antipas minha fiel testemunha que foi morto dentre vós”. Era uma fiel testemunha de Deus.

Veja em MT 24:9 diz assim: “então os hão de entregar para ser atormentados e matar-vos-ão e sereis odiados por todas as gentes por causa do meu nome”.

Vejam em AP 6:9-10 diz: “durante a grande tribulação mais pessoas serão mártires”; pois está aí a descrever a grande tribulação.

E por isso também vemos em AP 11:7-11 que depois que as 2 testemunhas pregarem por 3 anos e meio durante o período da grande tribulação, pregarem por 1.260 dias vão ser mortos 3 dias e meio antes da vinda de Cristo; e por isso vemos queridos irmãos, sim, há pessoas que foram martirizadas. Mas a pergunta é a seguinte: os membros da igreja ao tempo do fim serão martirizados? Considerando que há esta promessa de proteção para um local de segurança.

Ora vejam aqui em HB 11:35: “mulheres receberam pela ressurreição os seus mortos, alguns foram torturados, não aceitando o seu resgate para obterem superior ressurreição”. Não aceitando o seu resgate, não aceitando o seu livramento. Poderiam ter sido liberados, poderiam ter sido salvos mas soube que condições? Pondo de outra maneira, recusaram de se afastar de Deus para serem liberados, recusaram se afastar de Deus, sim, porque a condição era que vocês se afastem de Deus e serão liberados. E vê-se que estes mantiveram o caminho e decidiram não se calar. E é bem possível que alguns estarão sendo chamados para essa responsabilidade, alguns nessa situação não vão recuar; e por isso diz assim: “não aceitando seu resgate para obterem superior ressurreição”.

E por isso esses são pessoas que amam a Deus tanto que não vão aceitar ser liberados, libertados.  A recompensa é uma melhor ressurreição, e por isso estamos aqui a ver em HB 11 que é o capítulo da fé e todos aqui são candidatos a primeira ressurreição mas alguns vão dar alguns passos adicionais para obterem uma melhor ressurreição. E também vemos que haverá níveis diferentes de gloria na primeira ressurreição.

Vejam comigo se faz favor 1 CO 15:40-41: “também há corpos celestiais e corpos terrestres, e sem dúvida físicos. Nós hoje em dia somos corpos terrestres, os corpos celestiais são aqueles que vão ser transformados em seres espirituais. Mas falando aqui em “corpos celestiais” em analogia diz assim: “uma é a glória do sol, outra a glória da lua e outra a das estrelas porque até entre estrela e estrela há diferenças de esplendor;” e por isso vemos que vai haver diferenças de glória no reino de Deus.  Aqui vemos que estas pessoas em HB 11:35 está a parecer que estavam dispostas a serem mártires mas sabemos por outro lado que satanás quer que nós não tenhamos confiança em Deus, isto é pensarmos que Deus não é capaz de nos proteger. E por isso, sim, haverão mártires mas parece que serão poucos em número, ora João Batista sabia o risco que ele estava tomando quando criticou Herodes, podia ter se calado. O Estevão sabia o risco quando criticou o povo judaico, um povo poderoso que estava ali e mesmo assim ele fez a obra de Deus perante esse risco. Mas o ponto aqui se a igreja toda fosse martirizada então a promessa de proteção não seria verdade. Sim, se toda a igreja fosse martirizada então não haveria lugar de segurança, de proteção, e por isso vai haver um lugar de proteção como vimos.

Agora quero fazer uma pergunta final: “é o lugar de segurança um lugar real? É mesmo um lugar, uma área, uma posição?

Vejamos em MT 24:20: “orai para que a vossa fuga não se dê no inverno e nem no Sábado”. Ponto interessante, aqui no tempo do fim. Deus ainda vê o Sábado como Sábado.

Tudo bem, “mas orai para que a vossa fuga”, a fuga significa que é uma viagem, que é para sair do lugar, uma fuga, ir a um outro local.

Vejam também em AP 12:12, começar a ler do v.12: “por isso fechai aos céus e vós que neles habitais, ai da terra e do mar pois o diabo desceu até vós com grande cólera sabendo que pouco tempo lhe resta”. “Quando o dragão se viu atirado para a terra perseguiu a mulher” (a mulher aqui representa a igreja), a igreja de Deus, que dará a luz um filho varão, “e foram dadas à mulher as duas asas da grande águia para que voasse até ao deserto ao seu lugar aí onde é sustentada por um tempo, tempos e metade de tempo fora da vista da serpente”. Ao seu lugar e aqui vemos que a mulher, a igreja, como vamos ver é a parte da igreja que no v.17 vê-se  que o dragão irou-se contra a mulher e foi pelejar com o resto da sua descendência por isso há parte da igreja que vão ser protegidos. E diz aqui ao seu lugar para que voasse ao deserto ao seu lugar. E vemos aqui que parte do corpo coletivo da igreja vão ir ao seu lugar. E depois diz até o deserto! Até o deserto, isto é, um local solitário, separado, e depois diz também aí onde é sustentada, nutrida, alimentada, treinada, preparada, local do treino final; vai ser alimentada fisicamente e espiritualmente e depois diz também no v.14: “para que voasse até ao deserto”. A palavra voasse em grego  aqui é voar, no ar, faz lembranças da situação de Enoque, como foi movido; e depois diz foram dadas à mulher as duas asas da grande águia; sim asas da águia faz lembrar EX 19:4 em que diz: “que os levei sobre asas de águia”. Mas os israelitas quando saíram do Egito andaram, foram levados debaixo dessas asas, protegidos. Mas à mulher foram dadas duas asas; e por isso podemos entender que a igreja fugirá, provavelmente anjos estarão envolvidos, será alimentada física e espiritualmente e vemos aqui que é uma promessa de Deus.

Haverá alguns que vão passar pela grande tribulação na igreja? Sim! Porque como disse à pouco no v.17 diz que o dragão foi então lutar ou pelejar com o resto da descendência da mulher, e só os que guardam os mandamentos e tem o testemunho de Jesus, sim mas há algo adicional que não têm. Sim, estão a guardar as leis de Deus, e também aqueles que estão protegidos também guardam os mandamentos, está claro e têm o testemunho de Jesus, mas têm algo mais.

Vejam em AP 3:10 está a falar daqueles que vão ser protegidos: “porque guardastes a palavra da minha perseverança”, que perseverança é essa? Sim perseverar no caminho mas possivelmente perseverar no amor de Deus, no amor da verdade, no amor de Deus, que não deixaram o amor esfriar porque sabemos que o amor de muitos vai esfriar e temos que nos manter quentes, e fervorosos e zelosos; porque se esfriar pode ser essa a razão da diferença; por isso guardaste a palavra de minha perseverança para perseverar no amor AGAPE de Deus.

Então veja aqueles que não vão ser protegidos, também em AP 3:17-19 e diz assim: “pois dizes estou rico, e abastado e não preciso de coisa alguma”, quer dizer és arrogante, pensas que sabes tudo, pensas que entendes todas as coisas da Bíblia, que és melhor do que outros ou seja o que for, é uma atitude de soberba. Conhecimento religioso e intelectual, uma soberba intelectual, cuidado com isso! “Por isso nem sabes que és infeliz, sim miserável, pobre, cego e nu e por isso te aconselho que de mim compres ouro refinado”, isto é, caráter refinado pelo fogo, qual fogo? Pela grande tribulação, para que te enriqueças, para te enriqueceres, para vires a ter um caráter mais perfeito. Por isso irmãos que diz no v.19: “eu repreendo e disciplino a quantos amo pois sou pai zeloso, arrepende-te”. Arrepende-te agora, antes disso, não sejas arrogante e soberbo, não penses sequer ser rico ou coisas desse tipo. Por isso em LC 21:36 diz: “vigiai pois todo tempo orando para que sejais havido por dignos de evitar estas coisas que hão de acontecer, e estar em pé diante do filho do homem”! Dignos de estarmos protegidos. Queridos irmãos vemos que Deus trará a igreja para um local aonde o seu povo especial que é separado, é eleito guarda a palavra de perseverança e estará seguro nesse lugar de segurança; e são aqueles a quem Ele deu a sua verdade, Deus não permitirá a sua igreja ser morta ou destruída e isso não acontecerá, não é uma opção mas temos que ser considerados dignos. Deus prometeu um local de segurança, um local de nutrição e um local de cuidado de uma maneira geral; e isso é uma continuação do que Deus tem feito durante toda a história bíblica porque Ele tem sempre demonstrado o seu amor, proteção e cuidado para com o seu próprio povo.