Pregando o evangelho e preparando um povo

Comentário Bíblico: Êxodo 24

Você está aqui

Comentário Bíblico

Êxodo 24

Sem dúvida, foi uma tarefa árdua colocar por escrito as palavras que Deus ditou a Moisés. Esses escritos foram compilados como parte de um livro chamado "O Livro da Aliança" ou, em outros lugares, "O Livro da Lei". Moisés leu as palavras de Deus para o povo, que concordou em fazer tudo o que Ele havia ordenado — confirmando assim a aliança de casamento de Deus com a nação de Israel (comparar Jeremias 3:14 Jeremias 3:14Voltai, ó filhos pérfidos, diz o Senhor; porque eu sou como esposo para vós; e vos tomarei, a um de uma cidade, e a dois de uma família; e vos levarei a Sião;
Almeida Atualizada×
; 31:32), a qual foi selada com sangue. Essa aliança, continuamente infringida por Israel, acabou sendo encerrada pelo sangue de Jesus Cristo — que deu início à Nova Aliança.

Um Jantar na Presença de Deus

A ordem de Deus nos versículos 1-2 deste capítulo, não foi cumprida até o versículo 9, quando Josué, Aarão, Nadabe, Abiú e setenta anciãos de Israel receberam permissão para subir com Moisés até certa parte do caminho do monte para adorar a Deus afastados da congregação. Entretanto, apenas Moisés teve permissão para se aproximar de Deus — aparentemente, o versículo 11 implica que Deus tocou em Moisés, mas não tocou em nenhum dos líderes escolhidos, ou seja, os anciãos. Tudo indica que os anciãos viram uma manifestação de Deus na pessoa de Jesus Cristo pré-encarnado. Também parece que eles tiveram uma visão do trono de Deus. A safira é usada em outras escrituras para descrever o trono de Deus (Ezequiel 1:26 Ezequiel 1:26E sobre o firmamento, que estava por cima das suas cabeças, havia uma semelhança de trono, como a aparência duma safira; e sobre a semelhança do trono havia como que a semelhança dum homem, no alto, sobre ele.
Almeida Atualizada×
; 10:1). Então, Moisés sobe ao monte com Josué, mas deixando-o a certa distância abaixo, e ficou com Deus no monte por quarenta dias e quarenta noites.