Ajuda para hoje e esperança para o amanhã! 

Como Podemos Obedecer Aos Mandamentos De Deus?

Você está aqui

Como Podemos Obedecer Aos Mandamentos De Deus?

Download (Baixar)
MP3 Audio (6.51 MB)

Download (Baixar)

Como Podemos Obedecer Aos Mandamentos De Deus?

MP3 Audio (6.51 MB)
×

Muitas pessoas religiosas lamentam sinceramente: "Oh, eu tenho vontade de viver pelos Dez Mandamentos, mas sei que eu não consigo". Em suas mentes, guardar os mandamentos de Deus é uma meta inatingível. Por trás dessa percepção há um grande mal-entendido sobre a natureza e o propósito dos Dez Mandamentos de Deus.

Estes mandamentos podem ser obedecidos, além da letra da lei, por pessoas comuns, mesmo que ainda não tenham recebido o Espírito Santo de Deus. Por exemplo, qualquer ser humano é capaz de não adorar um ídolo, de tratar os pais com respeito, de não assassinar outra pessoa, de não cometer adultério ou de não roubar o que pertence aos outros.

Este é o nível de obediência que Deus esperava da antiga Israel e que agora espera de uma pessoa arrependida mesmo antes de ser batizada e de receber o Espírito Santo.

Um elevado grau de justiça

Sem dúvida, desde o início Deus esperava mais dos seres humanos. Ele está mais interessado no que sai do coração e se o que está no coração é demonstrado fervorosamente por suas ações. É no coração e na mente que Ele quer escrever a plena intenção e sentido de Suas leis.

Jesus Cristo trata disso em uma parábola sobre um servo que faz somente o que exige seu mestre (Lucas 17:7-8 Lucas 17:7-8 [7] Qual de vós, tendo um servo a lavrar ou a apascentar gado, lhe dirá, ao voltar ele do campo: chega-te já, e reclina-te � mesa? [8] Não lhe dirá antes: Prepara-me a ceia, e cinge-te, e serve-me, até que eu tenha comido e bebido, e depois comerás tu e beberás?
Almeida Atualizada×
). Jesus fez esta pergunta aos Seus discípulos: “Porventura, [o mestre] dá graças ao tal servo, porque fez o que lhe foi mandado? Creio que não. Assim também vós, quando fizerdes tudo o que vos for mandado, dizei: Somos servos inúteis, porque fizemos somente o que devíamos fazer" (versículos 9-10).

Jesus salientou que há um grau maior de justiça que vai além das exigências limitadas escritas nos Dez Mandamentos — uma intenção do espírito ou espiritual da lei que vai além da mera letra da lei (2 Coríntios 3:5-6 2 Coríntios 3:5-6 [5] não que sejamos capazes, por nós, de pensar alguma coisa, como de nós mesmos; mas a nossa capacidade vem de Deus, [6] o qual também nos capacitou para sermos ministros dum novo pacto, não da letra, mas do espírito; porque a letra mata, mas o espírito vivifica.
Almeida Atualizada×
).

Jesus resumiu assim esse padrão: "Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento. Este é o primeiro e grande mandamento. E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Desses dois mandamentos dependem toda a lei e os profetas" (Mateus 22:37-40 Mateus 22:37-40 [37] Respondeu-lhe Jesus: Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento. [38] Este é o grande e primeiro mandamento. [39] E o segundo, semelhante a este, é: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo. [40] Destes dois mandamentos dependem toda a lei e os profetas.
Almeida Atualizada×
). Os dois grandes mandamentos resumem a justiça final que Deus está criando em Seus filhos.

Esse nível de amor a Deus e a nossos semelhantes excede o que qualquer pessoa é capaz de ter e expressar plenamente sem a ajuda divina, que Deus disponibiliza para nós através do poder do Seu Espírito Santo. É um nível de amor que é diretamente oposto às tendências egoístas de nossa natureza carnal (Tiago 1:13-15 Tiago 1:13-15 [13] Ninguém, sendo tentado, diga: Sou tentado por Deus; porque Deus não pode ser tentado pelo mal e ele a ninguém tenta. [14] Cada um, porém, é tentado, quando atraído e engodado pela sua própria concupiscência; [15] então a concupiscência, havendo concebido, dá � luz o pecado; e o pecado, sendo consumado, gera a morte.
Almeida Atualizada×
; 4:1-3).

Para receber o Espírito Santo, cada um de nós deve primeiro se arrepender de transgredir os Dez Mandamentos de Deus, que desde antes deveria ter se esforçado para obedecer.

Primeiros passos para o verdadeiro arrependimento

Então, quais são os passos básicos para o verdadeiro arrependimento requerido por Deus, antes de Ele nos dar o Seu Espírito?

Primeiro, temos de reconhecer a natureza espiritual dos mandamentos de Deus (Romanos 7:14 Romanos 7:14Porque bem sabemos que a lei é espiritual; mas eu sou carnal, vendido sob o pecado.
Almeida Atualizada×
), bem como ser uma pessoa santa, justa e boa (versículo 12).

Devemos reconhecer também que Deus não vai estabelecer um relacionamento eterno com alguém que, voluntariamente, opte por continuar transgredindo a Sua lei (Isaías 59:1-2 Isaías 59:1-2 [1] Eis que a mão do Senhor não está encolhida, para que não possa salvar; nem surdo o seu ouvido, para que não possa ouvir; [2] mas as vossas iniqüidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados esconderam o seu rosto de vós, de modo que não vos ouça.
Almeida Atualizada×
). Precisamos reconhecer e admitir que suas leis são maravilhosas e duram para sempre (Salmos 119:129 Salmos 119:129Maravilhosos são os teus testemunhos, por isso a minha alma os guarda.
Almeida Atualizada×
, 160). Assim, a primeira atitude de arrependimento é escolher, de livre e espontânea vontade, obedecer aos mandamentos de Deus como o único fundamento aceitável para um relacionamento correto com Ele e Jesus Cristo (Mateus 19:16-19 Mateus 19:16-19 [16] E eis que se aproximou dele um jovem, e lhe disse: Mestre, que bem farei para conseguir a vida eterna? [17] Respondeu-lhe ele: Por que me perguntas sobre o que é bom? Um só é bom; mas se é que queres entrar na vida, guarda os mandamentos. [18] Perguntou-lhe ele: Quais? Respondeu Jesus: Não matarás; não adulterarás; não furtarás; não dirás falso testemunho; [19] honra a teu pai e a tua mãe; e amarás o teu próximo como a ti mesmo.
Almeida Atualizada×
, Lucas 6:46 Lucas 6:46E por que me chamais: Senhor, Senhor, e não fazeis o que eu vos digo?
Almeida Atualizada×
).

Aceitar o sacrifício de Jesus Cristo como pagamento por nossos pecados passados ​​por meio do batismo, para que possamos receber o Espírito Santo, é o próximo grande passo. "Ouvindo eles isto, compungiram-se em seu coração e perguntaram a Pedro e aos demais apóstolos: Que faremos, varões irmãos? E disse-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo para perdão dos pecados, e recebereis o dom do Espírito Santo" (Atos 2:37-38 Atos 2:37-38 [37] E, ouvindo eles isto, compungiram-se em seu coração, e perguntaram a Pedro e aos demais apóstolos: Que faremos, irmãos? [38] Pedro então lhes respondeu: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para remissão de vossos pecados; e recebereis o dom do Espírito Santo.
Almeida Atualizada×
).

Quando isso acontece — com o entendimento espiritual genuíno e sinceridade — começa-se a desenvolver novo grau de justiça. Este é o tipo de justiça que Deus quer que nos esforcemos para desenvolver, com a ajuda que Ele torna disponível através do Seu Espírito.

Como Paulo expressou: "De sorte que, meus amados, assim como sempre obedecestes, não só na minha presença, mas muito mais agora na minha ausência, assim também operai a vossa salvação com temor e tremor; porque Deus é o que opera em vós tanto o querer como o efetuar, segundo a sua boa vontade. Fazei todas as coisas sem murmurações nem contendas; para que sejais irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus inculpáveis no meio duma geração corrompida e perversa, entre a qual resplandeceis como astros no mundo" (Filipenses 2:12-15 Filipenses 2:12-15 [12] De sorte que, meus amados, do modo como sempre obedecestes, não como na minha presença somente, mas muito mais agora na minha ausência, efetuai a vossa salvação com temor e tremor; [13] porque Deus é o que opera em vós tanto o querer como o efetuar, segundo a sua boa vontade. [14] Fazei todas as coisas sem murmurações nem contendas; [15] para que vos torneis irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus imaculados no meio de uma geração corrupta e perversa, entre a qual resplandeceis como luminares no mundo,
Almeida Atualizada×
).

Deste modo, Deus eleva o relacionamento que temos com Ele, através de Jesus Cristo, da mera obediência da letra de Sua lei para um amor profundo e altruísta a Ele, a Seu caminho de vida e a nossos companheiros seres humanos. A história da humanidade demonstra claramente que este nível de justiça nunca existiu e nunca poderá ser alcançado pelo próprio esforço humano.

Mas, se nos arrependemos de nossos caminhos egoístas, que nos conduz ao pecado, e entregarmos as nossas vidas incondicionalmente ao nosso Pai celeste, assim poderemos aceitar o sacrifício de Cristo por nossos pecados e receber o perdão. Então, Deus promete que seremos "participantes da natureza divina, havendo escapado da corrupção, que, pela concupiscência, há no mundo" (2 Pedro 1:4 2 Pedro 1:4pelas quais ele nos tem dado as suas preciosas e grandíssimas promessas, para que por elas vos torneis participantes da natureza divina, havendo escapado da corrupção, que pela concupiscência há no mundo.
Almeida Atualizada×
).