Ajuda para hoje e esperança para o amanhã! 

O Batismo de Água e o Impor de Mãos

Você está aqui

O Batismo de Água e o Impor de Mãos

Download (Baixar)
MP3 Audio (16.97 MB)

Download (Baixar)

O Batismo de Água e o Impor de Mãos

MP3 Audio (16.97 MB)
×

Depois do arrependimento em fé, um passo que se segue é o batismo de água, um princípio básico de Jesus Cristo (Hebreus 6:1-2 Hebreus 6:1-2 [1] Pelo que deixando os rudimentos da doutrina de Cristo, prossigamos até a perfeição, não lançando de novo o fundamento de arrependimento de obras mortas e de fé em Deus, [2] e o ensino sobre batismos e imposição de mãos, e sobre ressurreição de mortos e juízo eterno.
Almeida Atualizada×
). Quem desejar fazer o caminho da vida eterna tem de compreender e tomar parte em duas cerimónias básicas—o batismo de água e a imposição de mãos—para receber o Espírito Santo.

As palavras “batizar” e “batismo” derivam do verbo Grego batizo, que quer dizer “mergulhar ou imergir.” Mergulhar significa “imergir num líquido e sair dele rapidamente.” Imergir significa “mergulhar ao ponto de cobrir por completo.” A partir destas definições, é evidente que a imersão é o método bíblico batismal. O batismo por imersão simboliza a nossa morte e nosso sepultamento, enquanto o sair da água batismal simboliza a ressurreição para uma nova vida em Cristo (Romanos 6:3-5 Romanos 6:3-5 [3] Ou, porventura, ignorais que todos quantos fomos batizados em Cristo Jesus fomos batizados na sua morte? [4] Fomos, pois, sepultados com ele pelo batismo na morte, para que, como Cristo foi ressuscitado dentre os mortos pela glória do Pai, assim andemos nós também em novidade de vida. [5] Porque, se temos sido unidos a ele na semelhança da sua morte, certamente também o seremos na semelhança da sua ressurreição;
Almeida Atualizada×
).

Reparar como Filipe batizou o eunuco Etíope. Os dois pararam junto a um rio, “e desceram ambos à água, tanto Filipe como o eunuco, e o batizou. E, quando saíram da água, …” (Actos 8:38-39). Porque foi que ambos entraram na água? Para que Filipe pudesse batizar o eunuco, imergindo-o por completo na água, e, então, o eunuco saindo da água, podia começar uma nova vida em Cristo.

Jesus instruiu os Seus seguidores, “Portanto, ide, ensinai todas as nações, batizando-as em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo” (Mateus 28:19 Mateus 28:19Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo;
Almeida Atualizada×
). Aqui a palavra Grega para “em” também pode ser traduzida “no” ou “num”. Quando um ministro de Deus submerge na água um novo crente, executando o simbólico sepultar do “velho homem,” ele executa o acto em nome de, ou pela autoridade de, Jesus Cristo. Ele também põe a pessoa entrando numa nova relação com Deus.

Uma morte e sepultura simbólicas

O batismo simboliza, em parte, o estarmos unidos com Cristo na morte e na sepultura num sentido figurativo: “Ou não sabeis que todos quantos fomos batizados em Jesus Cristo fomos batizados na sua morte? De sorte que fomos sepultados com ele pelo batismo na morte” (Romanos 6:3-4 Romanos 6:3-4 [3] Ou, porventura, ignorais que todos quantos fomos batizados em Cristo Jesus fomos batizados na sua morte? [4] Fomos, pois, sepultados com ele pelo batismo na morte, para que, como Cristo foi ressuscitado dentre os mortos pela glória do Pai, assim andemos nós também em novidade de vida.
Almeida Atualizada×
).

Aos olhos de Deus nós “fomos plantados juntamente com ele na semelhança da sua morte, … sabendo isto: que o nosso velho homem [a pessoa pecaminosa que éramos antes do arrependimento] foi com ele crucificado, para que o corpo do pecado seja desfeito, a fim de que não sirvamos mais ao pecado” (versículos 5-6).

Antes do milagre do arrependimento, nós somos escravos do pecado. Paulo explicou aos Romanos que, uma vez que somos batizados em Cristo, deixamos de ser presa do pecado (Romanos 6:3-4 Romanos 6:3-4 [3] Ou, porventura, ignorais que todos quantos fomos batizados em Cristo Jesus fomos batizados na sua morte? [4] Fomos, pois, sepultados com ele pelo batismo na morte, para que, como Cristo foi ressuscitado dentre os mortos pela glória do Pai, assim andemos nós também em novidade de vida.
Almeida Atualizada×
). “O nosso velho homem foi com ele crucificado, para que o corpo do pecado seja desfeito, a fim de que não sirvamos mais ao pecado. Porque aquele que está morto [através da morte simbólica do batismo e do erradicar dos nossos velhos caminhos] está justificado do pecado” (versículos 6-7).

Mas nós estamos remidos—resgatados—da escravatura do  pecado pelo sacrifício de Jesus Cristo (1 Pedro 1:18-19 1 Pedro 1:18-19 [18] sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver, que por tradição recebestes dos vossos pais, [19] mas com precioso sangue, como de um cordeiro sem defeito e sem mancha, o sangue de Cristo,
Almeida Atualizada×
; Apocalipse 5:9 Apocalipse 5:9E cantavam um cântico novo, dizendo: Digno és de tomar o livro, e de abrir os seus selos; porque foste morto, e com o teu sangue compraste para Deus homens de toda tribo, e língua, e povo e nação;
Almeida Atualizada×
) tendo sido comprados por Deus, pertencemos agora a Ele:  “Porque fostes comprado s por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus” (1 Coríntios 6:20 1 Coríntios 6:20Porque fostes comprados por preço; glorificai pois a Deus no vosso corpo.
Almeida Atualizada×
).

Sendo convertidos de escravos do pecado para escravo da justiça, já não servimos o pecado (Romanos 6:18 Romanos 6:18e libertos do pecado, fostes feitos servos da justiça.
Almeida Atualizada×
). A nossa nova maneira de pensar produz o fruto do arrependimento (ver Gálatas 5:22-23 Gálatas 5:22-23 [22] Mas o fruto do Espírito é: o amor, o gozo, a paz, a longanimidade, a benignidade, a bondade, a fidelidade. [23] a mansidão, o domínio próprio; contra estas coisas não há lei.
Almeida Atualizada×
). Como se lê em Gálatas 5:24-25 Gálatas 5:24-25 [24] E os que são de Cristo Jesus crucificaram a carne com as suas paixões e concupiscências. [25] Se vivemos pelo Espírito, andemos também pelo Espírito.
Almeida Atualizada×
: “E os que são de Cristo crucificaram a carne com as suas paixões e concupiscências. Se vivemos no Espírito, andemos também no Espírito.”

Ressurreição para uma nova vida

Esta vida do Espírito também é simbolizada na cerimónia batismal. Porque o batismo não representa só a nossa morte para o pecado, mas também o sermos ressuscitados para uma nova vida em Cristo: “como Cristo ressuscitou dos mortos pela glória do Pai, assim andemos nós também em novidade de vida” (Romanos 6:4 Romanos 6:4Fomos, pois, sepultados com ele pelo batismo na morte, para que, como Cristo foi ressuscitado dentre os mortos pela glória do Pai, assim andemos nós também em novidade de vida.
Almeida Atualizada×
). Uma vez batizados e a imposição de mãos realizados por um ministro de Deus, Ele nos dá o Seu Espírito Santo, como um “depósito” da nossa futura transformação para espírito e recebimento da vida eterna, “como garantia do que está por vir” (2 Coríntios 1:22 2 Coríntios 1:22o qual também nos selou e nos deu como penhor o Espírito em nossos corações.
Almeida Atualizada×
, NVI). Assim, o batismo é o sepultar simbólico do nosso velho ser e o raiar de uma vida nova num servo obediente a Deus.

Paulo compara a nossa renovação de vida a uma mudança de vestuário: “porque todos quantos fostes batizados em Cristo já vos revestistes de Cristo” (Gálatas 3:27 Gálatas 3:27Porque todos quantos fostes batizados em Cristo vos revestistes de Cristo.
Almeida Atualizada×
). Nós vestimo-nos, ou cobrimo-nos com Cristo substituindo atitudes, acções e hábitos maus por certos e justos. Colossenses 3:12 Colossenses 3:12Revestí-vos, pois, como eleitos de Deus, santos e amados, de coração compassivo, de benignidade, humildade, mansidão, longanimidade,
Almeida Atualizada×
diz: “Revesti-vos, pois, como eleitos de Deus, santos e amados, de entranhas de misericórdia, de benignidade, humildade, mansidão, longanimidade.”

A nossa nova vida abre-nos o caminho que por fim nos conduz à vida eterna e à entrada no Reino de Deus aquando da ressurreição dos justos, quando Jesus regressar. “Pois, se fomos unidos com ele por uma morte igual à dele, assim também seremos unidos com ele por uma ressurreição igual à dele” (Romanos 6:5 Romanos 6:5Porque, se temos sido unidos a ele na semelhança da sua morte, certamente também o seremos na semelhança da sua ressurreição;
Almeida Atualizada×
, BLH).

De reparar que a nossa ressurreição ainda é futura, na altura em que seremos transformados em espírito (1 Coríntios 15:42-55 1 Coríntios 15:42-55 [42] Assim também é a ressurreição, é ressuscitado em incorrupção. [43] Semeia-se em ignomínia, é ressuscitado em glória. Semeia-se em fraqueza, é ressuscitado em poder. [44] Semeia-se corpo animal, é ressuscitado corpo espiritual. Se há corpo animal, há também corpo espiritual. [45] Assim também está escrito: O primeiro homem, Adão, tornou-se alma vivente; o último Adão, espírito vivificante. [46] Mas não é primeiro o espíritual, senão o animal; depois o espiritual. [47] O primeiro homem, sendo da terra, é terreno; o segundo homem é do céu. [48] Qual o terreno, tais também os terrenos; e, qual o celestial, tais também os celestiais. [49] E, assim como trouxemos a imagem do terreno, traremos também a imagem do celestial. [50] Mas digo isto, irmãos, que carne e sangue não podem herdar o reino de Deus; nem a corrupção herda a incorrupção. [51] Eis aqui vos digo um mistério: Nem todos dormiremos mas todos seremos transformados, [52] num momento, num abrir e fechar de olhos, ao som da última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos serão ressuscitados incorruptíveis, e nós seremos transformados. [53] Porque é necessário que isto que é corruptível se revista da incorruptibilidade e que isto que é mortal se revista da imortalidade. [54] Mas, quando isto que é corruptível se revestir da incorruptibilidade, e isto que é mortal se revestir da imortalidade, então se cumprirá a palavra que está escrito: Tragada foi a morte na vitória. [55] Onde está, ó morte, a tua vitória? Onde está, ó morte, o teu aguilhão?
Almeida Atualizada×
). Apesar de não podermos compreender o que significa ser mudado em espírito, podemos todavia confiar nas palavras de João: “Amados, agora somos filhos de Deus, e ainda não é manifesto o que havemos de ser. Mas sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele; porque assim como é o veremos”  (1 João 3:2 1 João 3:2Amados, agora somos filhos de Deus, e ainda não é manifesto o que havemos de ser. Mas sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele; porque assim como é, o veremos.
Almeida Atualizada×
).

O Espírito de Deus dado pelo impor de mãos

O passo que se segue no nosso caminho para a vida eterna é o de receber o Espírito Santo de Deus, o qual vem pelo “impor de mãos,” como está descrito em Hebreus 6:2 Hebreus 6:2e o ensino sobre batismos e imposição de mãos, e sobre ressurreição de mortos e juízo eterno.
Almeida Atualizada×
. A partir das Escrituras, nós vemos que o batismo da água é seguido pela cerimónia da imposição de mãos, ocasião em que recebemos o Espírito de Deus. Actos 19:6 diz: “E, impondo-lhes Paulo as mãos, veio sobre eles o Espírito Santo.”

Em Samaria, Actos 8:12 mostra que “mulheres e homens” compreendiam o arrependimento e eram batizados. Contudo, o Espírito Santo não foi dado até que Pedro e João oraram e impuseram as mãos neles. Os versículos 15-17 dizem: “os quais [Pedro e João] tendo descido, oraram por eles para que recebessem o Espírito Santo. (Porque sobre nenhum deles tinha ainda descido, mas somente eram batizados em nome do Senhor Jesus.) Então, lhes impuseram as mãos, e receberam o Espírito Santo.”

Vemos que o Espírito Santo de Deus nos é dado pela oração e pelo impor de mãos por ministros ordenados de Deus, actuando como Seus representantes.

Aqui, o aspecto da representatividade é importante ter em mente. No impor de mãos, é o poder e a autoridade divinos de Deus que conferem o seu Espírito. Os Seus representantes humanos não têm em si poder sobrenatural. É Deus quem actua através deles. Não obstante, Deus quer que reconheçamos o facto de que Ele actua por intermédio de representantes humanos.

Isto é parte de um quadro maior da Igreja de Deus, trabalhando em conjunto, de um modo organizado. Todos estão incumbidos com a responsabilidade em assistir e cuidar, e entregarem-se uns aos outros. Mas alguns têm a responsabilidade especial de servir outros através de liderança e ensino. O impor de mãos requerido por Deus ajuda-nos a vermos isso. (Para mais sobre tornando-se parte da Igreja de Deus, ver “Somos batizados num Corpo Espiritual” na página 40).

Porque precisamos do Espírito de Deus

Qual é a função do Espírito de Deus na nossa vida? Nós por nós próprios podemos esforçar-nos, lutar e orar fervorosamente para vencermos o hábito pecaminoso, mas acontece que isso ainda não chega. Depois do batismo e do impor de mãos, o mesmo Espírito que nos leva ao arrependimento continua a trabalhar em nós, ainda mais poderosamente, para nos ajudar a vencer os nossos pecados  e defeitos.

Posto que é impossível guardarmos por nós próprios a lei de Deus em seu completo intento espiritual, e assim vencermos o pecado, Jesus disse que nos enviaria o Espírito Santo para nos guiar e ajudar (João 14:16-18 João 14:16-18 [16] E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Ajudador, para que fique convosco para sempre. [17] a saber, o Espírito da verdade, o qual o mundo não pode receber; porque não o vê nem o conhece; mas vós o conheceis, porque ele habita convosco, e estará em vós. [18] Não vos deixarei órfãos; voltarei a vós.
Almeida Atualizada×
). Quando nós fazemos tudo quanto é humanamente possível para obedecer, Deus dá-nos, através do Seu Espírito Santo, a ajuda adicional que precisamos para obedecer à Sua verdade e ter uma mente sã reflectindo o amor de Deus (Actos 5:32; João 16:13 João 16:13Quando vier, porém, aquele, o Espírito da verdade, ele vos guiará a toda a verdade; porque não falará por si mesmo, mas dirá o que tiver ouvido, e vos anunciará as coisas vindouras.
Almeida Atualizada×
; 2 Timóteo 1:7 2 Timóteo 1:7Porque Deus não nos deu o espírito de covardia, mas de poder, de amor e de moderação.
Almeida Atualizada×
).

O Seu Espírito ajuda-nos a superarmos as fraquezas e os desejos interesseiros da natureza humana (Romanos 7:13-20 Romanos 7:13-20 [13] Logo o bom tornou-se morte para mim? De modo nenhum; mas o pecado, para que se mostrasse pecado, operou em mim a morte por meio do bem; a fim de que pelo mandamento o pecado se manifestasse excessivamente maligno. [14] Porque bem sabemos que a lei é espiritual; mas eu sou carnal, vendido sob o pecado. [15] Pois o que faço, não o entendo; porque o que quero, isso não pratico; mas o que aborreço, isso faço. [16] E, se faço o que não quero, consinto com a lei, que é boa. [17] Agora, porém, não sou mais eu que faço isto, mas o pecado que habita em mim. [18] Porque eu sei que em mim, isto é, na minha carne, não habita bem algum; com efeito o querer o bem está em mim, mas o efetuá-lo não está. [19] Pois não faço o bem que quero, mas o mal que não quero, esse pratico. [20] Ora, se eu faço o que não quero, já o não faço eu, mas o pecado que habita em mim.
Almeida Atualizada×
). Ele ajuda-nos a adorar a Deus em espírito e em verdade (João 4:23-24 João 4:23-24 [23] Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem. [24] Deus é Espírito, e é necessário que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade.
Almeida Atualizada×
). Ele dá-nos conforto nas dificuldades e permite a vontade de Cristo trabalhar em nós (Filipenses 2:5 Filipenses 2:5Tende em vós aquele sentimento que houve também em Cristo Jesus,
Almeida Atualizada×
). Por intermédio do Seu Espírito, Deus inspira-nos, guia-nos e conduz-nos, e faz-nos seus verdadeiros filhos (Romanos 8:13-14 Romanos 8:13-14 [13] porque se viverdes segundo a carne, haveis de morrer; mas, se pelo Espírito mortificardes as obras do corpo, vivereis. [14] Pois todos os que são guiados pelo Espírito de Deus, esses são filhos de Deus.
Almeida Atualizada×
; 1 Coríntios 2:10-11 1 Coríntios 2:10-11 [10] Porque Deus no-las revelou pelo seu Espírito; pois o Espírito esquadrinha todas as coisas, mesmos as profundezas de Deus. [11] Pois, qual dos homens entende as coisas do homem, senão o espírito do homem que nele está? assim também as coisas de Deus, ninguém as compreendeu, senão o Espírito de Deus.
Almeida Atualizada×
).

Vencer os nossos pecados habituais e a nossa natureza egoísta não acontece instantaneamente. É um processo para o resto da vida inteira, muitas vezes envolvendo grande esforço. O apóstolo Paulo, mais de 20 anos depois da sua miraculosa conversão, descreveu a sua luta contínua para vencer os maus desejos em si mesmo. Aquelas influências egoístas eram tão fortes que lhes chamou uma outra “lei” operando dentro dele próprio.

“Eu sei que em mim, isto é, na minha carne, não habita bem algum; e, com efeito, o querer está em mim, mas não consigo realizar o bem. Porque não faço o bem que quero, mas o mal que não quero, esse faço …

“Acho, então, esta lei em mim: que, quando quero fazer o bem, o mal está comigo. Porque, segundo o homem interior, tenho prazer na lei de Deus. Mas vejo nos meus membros outra lei que batalha contra a lei do meu entendimento e me prende debaixo da lei do pecado que está nos meus membros” (Romanos 7:18-19 Romanos 7:18-19 [18] Porque eu sei que em mim, isto é, na minha carne, não habita bem algum; com efeito o querer o bem está em mim, mas o efetuá-lo não está. [19] Pois não faço o bem que quero, mas o mal que não quero, esse pratico.
Almeida Atualizada×
, 21-23).

Mas Paulo também reparou que, com a ajuda do Espírito de Deus, a nossa natureza pecaminosa pode ser subjugada: “porque, se viverdes segundo a carne, morrereis; mas, se pelo espírito mortificardes as obras do corpo, vivereis” (Romanos 8:13 Romanos 8:13porque se viverdes segundo a carne, haveis de morrer; mas, se pelo Espírito mortificardes as obras do corpo, vivereis.
Almeida Atualizada×
).

Erradamente, alguns crêem que Deus toma o comando e faz tudo mais, uma vez que uma pessoa se batiza. Isto é um conceito enganador e perigoso. Deus espera de nós que resistamos ao pecado e que lutemos para fazermos o Seu Espírito uma parte activa do nosso quotidiano.

Em 2 Timóteo 1:6 2 Timóteo 1:6Por esta razão te lembro que despertes o dom de Deus, que há em ti pela imposição das minhas mãos.
Almeida Atualizada×
, Paulo encorajou Timóteo a “que despertes o dom de Deus, que existe em ti pela imposição das minhas mãos,” mostrando que temos uma responsabilidade pessoal na nossa salvação. Timóteo precisava de “despertar” o Espírito de Deus, não tomando, pois, uma atitude de “deixa correr” e que Deus fizesse tudo. Paulo fala novamente sobre isto, em Filipenses 2:12 Filipenses 2:12De sorte que, meus amados, do modo como sempre obedecestes, não como na minha presença somente, mas muito mais agora na minha ausência, efetuai a vossa salvação com temor e tremor;
Almeida Atualizada×
, dizendo que temos de desenvolver a nossa própria salvação com  respeito e temor.

O milagre da transformação

O espírito de Deus operando em nós ajuda-nos a mudar e a começar a produzir bom fruto na nossa vida. Gálatas 5:22-23 Gálatas 5:22-23 [22] Mas o fruto do Espírito é: o amor, o gozo, a paz, a longanimidade, a benignidade, a bondade, a fidelidade. [23] a mansidão, o domínio próprio; contra estas coisas não há lei.
Almeida Atualizada×
; lista várias qualidades do fruto do Espírito de Deus—amor, alegria, paz, benignidade, bondade e domínio próprio, entre outros—que  se tornam progressivamente evidentes em nós conforme  crescemos espiritualmente.

Produzir o fruto da justiça é importante. Também é importante entendermos que o crédito desse fruto pertence a Deus. Paulo expressou aos Filipenses o desejo de ser aceito por Deus “não tendo a minha justiça que vem da lei [a lei que procuro guardar por mim próprio], mas a que vem pela fé em Cristo, a saber, a justiça que vem de Deus, pela fé”—isto é, obediência produzida através da fé de Cristo nele [Paulo] pelo Espírito Santo (Filipenses 3:9 Filipenses 3:9e seja achado nele, não tendo como minha justiça a que vem da lei, mas a que vem pela fé em Cristo, a saber, a justiça que vem de Deus pela fé;
Almeida Atualizada×
).

Repare-se que Paulo confia em Deus para criar justiça nele, sabendo que “Deus é o que opera em vós tanto o querer como o efectuar, segundo a sua boa vontade” (Filipenses 2:13 Filipenses 2:13porque Deus é o que opera em vós tanto o querer como o efetuar, segundo a sua boa vontade.
Almeida Atualizada×
). Todavia  ele entendia que isto era uma sociedade na qual ele tinha de cooperar. Como escreveu em Colossenses 1:29 Colossenses 1:29para isso também trabalho, lutando segundo a sua eficácia, que opera em mim poderosamente.
Almeida Atualizada×
: “para isto também trabalho, combatendo segundo a sua eficácia, que opera em  mim poderosamente.”

Quando Deus nos chama para sermos Seus filhos, Ele inicia em nós uma mudança, nos nossos caminhos anteriormente orgulhosos, egoístas e desobedientes. Ele transforma-nos mudando, ou renovando, a nossa mente—um processo ao qual temos de nos render. Paulo disse aos Romanos: “não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus” (Romanos 12:2 Romanos 12:2E não vos conformeis a este mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.
Almeida Atualizada×
).

Paulo disse que esta transformação não é instantânea. Ela requer mudança contínua no nosso pensar e na nossa observação do mundo que permanentemente afecta a maneira de viver. Nós tornamo-nos um “sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional” (versículo 1).

Paulo também alertou: “De sorte que haja em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus” (Filipenses 2:5 Filipenses 2:5Tende em vós aquele sentimento que houve também em Cristo Jesus,
Almeida Atualizada×
). Ele antes descrevera a atitude e o comportamento que deveria ser evidente na mente convertida:

“Completai o meu gozo, para que sintais o mesmo, tendo o mesmo amor, o mesmo ânimo, sentindo uma mesma coisa. Nada façais por contenda ou por vanglória, mas por humildade; cada um considere os outros superiores a si mesmo. Não atente cada um para o que é propriamente seu, mas cada qual também para o que é dos outros” (versículos 2-4).

Ter a mente de Jesus Cristo é o que torna possível este grande milagre da transformação.

Por isso, o significado simbólico do batismo é profundo. Ele representa o perdão dos pecados e a renovação da vida em Cristo. Ele deve mudar as nossas vidas para sempre—particularmente quando nos lembramos que estas bênçãos vieram por um alto preço. Jesus Cristo sacrificou a Sua própria vida para nós podermos ganhar a nossa através do perdão dos nossos pecados—um assunto que consideraremos mais no próximo capítulo.