Ajuda para hoje e esperança para o amanhã! 

Introdução

Introdução

“Quando virdes acontecer essas coisas, sabei que o Reino de Deus está perto” (Lucas 21:31 Lucas 21:31Assim também vós, quando virdes acontecerem estas coisas, sabei que o reino de Deus está próximo.
Almeida Atualizada×
).

O mundo precisa desesperadamente de boas novas. As manchetes dos tempos atuais estão repletas de más notícias — as guerras assolam o globo; a fome devasta países inteiros; catástrofes ambientais e desastres naturais, como terremotos, secas, e inundações matam milhares de pessoas; a pobreza persistente mantém nações inteiras sob o seu jugo; o crime violento tem aumentado mesmo diante dos melhores esforços do homem para lidar com ele — uma lista quase infindável de tragédias, sofrimento e más notícias.

Acidentes e epidemias matam milhares todos os dias. Tragicamente, os acidentes, os suicídios e os assassinatos são a maior causa de morte entre adolescentes e jovens adultos em nações desenvolvidas. O abuso de drogas e álcool e a promiscuidade sexual são desmedidos, espalhando a praga que destrói matrimônios, lares e vidas.

Em todo o mundo surgem novas e espantosas doenças, que desafiam os cientistas a buscarem cura ou contenção. E têm surgido outras doenças, há muito tempo erradicadas pela medicina, cada vez mais mortais e resistentes aos medicamentos tradicionais, que eram eficazes há algumas décadas.

Até mesmo a religião que muitos viam com uma solução, muitas vezes torna-se parte do problema. A todo instante surgem guerras e conflitos armados desencadeados pelo fanatismo religioso. E guerras têm sido travadas não apenas entre as principais religiões, mas também entre seitas de mesma religião, supostamente por devoção e serviço ao mesmo Deus.

A ameaça à existência humana

No último século, mais de 150 milhões de pessoas foram mortas apenas em guerras. Número bem maior do que os mais de 100 milhões que morreram de doenças e desastres naturais. Existem terríveis armas nucleares, químicas e biológicas que têm a capacidade de dizimar exércitos — até nações inteiras — em segundos. Os líderes mundiais estão cada vez mais preocupados com a possibilidade de essas assustadoras armas de destruição em massa cairem nas mãos de terroristas, que têm feito de tudo para alcançar seus objetivos.

Por que vemos tanta tristeza, dor e sofrimento à nossa volta? Onde isso vai parar? Por que o mundo está nessa situação tão precária? E, diante de todas essas más notícias, será que há realmente alguma esperança para o futuro da humanidade?

Há quase dois mil anos, Jesus Cristo, o próprio Filho de Deus, veio à Terra e profetizou um maravilhoso futuro para a humanidade, mas depois de um intenso período de terríveis calamidades. A Sua mensagem, chamada “o evangelho”, quer dizer “boas novas” — a verdadeira boa notícia que o mundo precisa desesperadamente.

O que é exatamente essa boa nova — esse evangelho — que Jesus Cristo pregou? Será que ele diz respeito apenas a admirável história do nascimento, da vida, das realizações, da morte e da ressurreição de Jesus Cristo? Certamente isso também faz parte da boa notícia do plano de Deus para a humanidade (Marcos 1:1 Marcos 1:1Princípio do evangelho de Jesus Cristo, Filho de Deus.
Almeida Atualizada×
). Mas essa mensagem tem muito mais informações.

A mensagem de salvação

Veremos que a boa nova que Jesus Cristo trouxe não foi somente uma mensagem sobre a Sua vida e morte para nos levar à salvação; a Sua mensagem também diz respeito ao significado da salvação e como Ele pretende salvar a raça humana dos atuais problemas. O evangelho revela o glorioso destino da humanidade!

Infelizmente, a humanidade tem reduzido o evangelho a uma simples história acerca da pessoa de Jesus Cristo negligenciando e ignorando Sua mais profunda, vasta e abrangente mensagem. É claro que Ele trouxe boas notícias — as notícias mais extraordinárias que este mundo cansado e transtornado poderia ouvir!

Uma seção inteira do Novo Testamento foi dedicada ao registo histórico da mensagem trazida por Jesus Cristo. Essa parte da Bíblia, apropriadamente chamada de “os Evangelhos”, comporta os quatro primeiros livros do Novo Testamento: Mateus, Marcos, Lucas e João. Todos os escritores registraram que a principal mensagem de Jesus foi o evangelho do Reino de Deus.

Marcos disse: “Veio Jesus para a Galileia, pregando o evangelho do Reino de Deus e dizendo: O tempo está cumprido, e o Reino de Deus está próximo. Arrependei-vos e crede no evangelho” (Marcos 1:14-15 Marcos 1:14-15 [14] Ora, depois que João foi entregue, veio Jesus para a Galiléia pregando o evangelho de Deus [15] e dizendo: O tempo está cumprido, e é chegado o reino de Deus. Arrependei-vos, e crede no evangelho.
Almeida Atualizada×
). Jesus Cristo instruiu Seus seguidores a crerem na mensagem do “evangelho do Reino de Deus”. Este guia de estudo bíblico  vai ajudá-lo a compreender e crer nessa extraordinária boa nova que Jesus Cristo anunciou à humanidade!