Ajuda para hoje e esperança para o amanhã! 

A Festa dos Tabernáculos: Jesus Cristo Reina sobre Toda a Terra

Você está aqui

A Festa dos Tabernáculos

Jesus Cristo Reina sobre Toda a Terra

Mas o que são esses “tempos de refrigério” e “tempos de restauração” de que falou Pedro?

O plano de Deus para a humanidade inclui uma restauração. A Festa dos Tabernáculos simboliza o processo de restauração, o qual começa com o regresso de Jesus Cristo, representado pela Festa das Trombetas, e a expulsão de Satanás, representada pelo Dia de Expiação. Uma vez que ocorram estes eventos, como representados pelos Dias Santos anteriores, a base estará pronta para a restauração da paz e da harmonia com Deus.

Os sete dias da Festa dos Tabernáculos (Levítico 23:34-35 Levítico 23:34-35 [34] Fala aos filhos de Israel, dizendo: Desde o dia quinze desse sétimo mês haverá a festa dos tabernáculos ao Senhor por sete dias. [35] No primeiro dia haverá santa convocação; nenhum trabalho servil fareis.
Almeida Atualizada×
) representam o reino de Jesus Cristo de mil anos sobre a Terra, depois de Sua segunda vinda (ver Apocalipse 20:4 Apocalipse 20:4Então vi uns tronos; e aos que se assentaram sobre eles foi dado o poder de julgar; e vi as almas daqueles que foram degolados por causa do testemunho de Jesus e da palavra de Deus, e que não adoraram a besta nem a sua imagem, e não receberam o sinal na fronte nem nas mãos; e reviveram, e reinaram com Cristo durante mil anos.
Almeida Atualizada×
). Este período é chamado, muitas vezes, de o Milênio, que simplesmente significa “mil anos”.

Esta festa também reflete o “descanso” simbolizado pelo sábado semanal (Hebreus 4:1-11 Hebreus 4:1-11 [1] Portanto, tendo-nos sido deixada a promessa de entrarmos no seu descanso, temamos não haja algum de vós que pareça ter falhado. [2] Porque também a nós foram pregadas as boas novas, assim como a eles; mas a palavra da pregação nada lhes aproveitou, porquanto não chegou a ser unida com a fé, naqueles que a ouviram. [3] Porque nós, os que temos crido, é que entramos no descanso, tal como disse: Assim jurei na minha ira: Não entrarão no meu descanso; embora as suas obras estivessem acabadas desde a fundação do mundo; [4] pois em certo lugar disse ele assim do sétimo dia: E descansou Deus, no sétimo dia, de todas as suas obras; [5] e outra vez, neste lugar: Não entrarão no meu descanso. [6] Visto, pois, restar que alguns entrem nele, e que aqueles a quem anteriormente foram pregadas as boas novas não entraram por causa da desobediência, [7] determina outra vez um certo dia, Hoje, dizendo por Davi, depois de tanto tempo, como antes fora dito: Hoje, se ouvirdes a sua voz, não endureçais os vossos corações. [8] Porque, se Josué lhes houvesse dado descanso, não teria falado depois disso de outro dia. [9] Portanto resta ainda um repouso sabático para o povo de Deus. [10] Pois aquele que entrou no descanso de Deus, esse também descansou de suas obras, assim como Deus das suas. [11] Ora, � vista disso, procuremos diligentemente entrar naquele descanso, para que ninguém caia no mesmo exemplo de desobediência.
Almeida Atualizada×
), que celebra a grande colheita da humanidade, quando todas as pessoas então vivas aprenderão os caminhos de Deus. A humanidade finalmente será restaurada a um relacionamento correto com Deus (Isaías 11:9-10 Isaías 11:9-10 [9] Não se fará mal nem dano algum em todo o meu santo monte; porque a terra se encherá do conhecimento do Senhor, como as águas cobrem o mar. [10] Naquele dia a raiz de Jessé será posta por estandarte dos povos, � qual recorrerão as nações; gloriosas lhe serão as suas moradas.
Almeida Atualizada×
).

No princípio, Deus criou a humanidade para cooperar com Ele em um belo relacionamento caracterizado pelo amor, pela paz e pela obediência às Suas leis. Quando completou a Sua criação “viu Deus tudo quanto tinha feito, e eis que era muito bom” (Gênesis 1:31 Gênesis 1:31E viu Deus tudo quanto fizera, e eis que era muito bom. E foi a tarde e a manhã, o dia sexto.
Almeida Atualizada×
). Esse tempo de paz e harmonia terminou abruptamente por causa da intervenção de Satanás e da desobediência do homem (Gênesis 3:1-6 Gênesis 3:1-6 [1] Ora, a serpente era o mais astuto de todos os animais do campo, que o Senhor Deus tinha feito. E esta disse � mulher: É assim que Deus disse: Não comereis de toda árvore do jardim? [2] Respondeu a mulher � serpente: Do fruto das árvores do jardim podemos comer, [3] mas do fruto da árvore que está no meio do jardim, disse Deus: Não comereis dele, nem nele tocareis, para que não morrais. [4] Disse a serpente � mulher: Certamente não morrereis. [5] Porque Deus sabe que no dia em que comerdes desse fruto, vossos olhos se abrirão, e sereis como Deus, conhecendo o bem e o mal. [6] Então, vendo a mulher que aquela árvore era boa para se comer, e agradável aos olhos, e árvore desejável para dar entendimento, tomou do seu fruto, comeu, e deu a seu marido, e ele também comeu.
Almeida Atualizada×
). A desobediência afastou a humanidade do caminho de Deus (versículos 21-24). Assim a Bíblia descreve esse trágico incidente: “E viu o SENHOR que a maldade do homem se multiplicara sobre a terra e que toda imaginação dos pensamentos de seu coração era só má continuamente” (Gênesis 6:5 Gênesis 6:5Viu o Senhor que era grande a maldade do homem na terra, e que toda a imaginação dos pensamentos de seu coração era má continuamente.
Almeida Atualizada×
).

O rompimento desse relacionamento entre Deus e o homem tem persistido através da história até hoje. Paulo refletiu sobre essa condição: “O pecado entrou no mundo por meio de um só homem [Adão], e o seu pecado trouxe consigo a morte. Como resultado, a morte se espalhou por toda a raça humana porque todos pecaram” (Romanos 5:12 Romanos 5:12Portanto, assim como por um só homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens, porquanto todos pecaram.
Almeida Atualizada×
BLH).

Paulo sabia que Jesus Cristo tinha fechado a brecha criada pela desobediência do homem: “Porque, assim como a morte veio por um homem [Adão], também a ressurreição dos mortos veio por um homem [Cristo]. Porque, assim como todos morrem em Adão, assim também todos serão vivificados em Cristo” (1 Coríntios 15:21-22 1 Coríntios 15:21-22 [21] Porque, assim como por um homem veio a morte, também por um homem veio a ressurreição dos mortos. [22] Pois como em Adão todos morrem, do mesmo modo em Cristo todos serão vivificados.
Almeida Atualizada×
).

Isaías profetizou a restauração do mundo

Deus usou o profeta Isaías para revelar partes do Seu magnífico plano para restaurar o mundo. O livro de Isaías foi escrito durante um tempo em que Israel sofria a punição por sua contínua desobediência e foi inspirado por Deus para dar encorajamento à nação através da promessa de um mundo melhor no futuro. Depois ler na sinagoga uma das profecias de Isaías, Jesus Cristo reconheceu que Isaias recebeu um entendimento especial: “Isaías disse isso quando viu a Sua glória e falou dEle” (João 12:41 João 12:41Estas coisas disse Isaías, porque viu a sua glória, e dele falou.
Almeida Atualizada×
). Isaías não só profetizou do ministério de Cristo na terra, como também escreveu do regresso de Cristo em poder e glória (Isaías 66:15-16 Isaías 66:15-16 [15] Pois, eis que o Senhor virá com fogo, e os seus carros serão como o torvelinho, para retribuir a sua ira com furor, e a sua repreensão com chamas de fogo. [16] Porque com fogo e com a sua espada entrará o Senhor em juízo com toda a carne; e os que forem mortos pelo Senhor serão muitos.
Almeida Atualizada×
).

A base do governo messiânico de Jesus será a lei de Deus. Pois, assim Isaías profetizou: “E acontecerá, nos últimos dias, que se firmará o monte da Casa do SENHOR no cume dos montes e se exalçará por cima dos outeiros; e concorrerão a ele todas as nações. E virão muitos povos e dirão: Vinde, subamos ao monte do SENHOR, à casa do Deus de Jacó, para que nos ensine o que concerne aos seus caminhos, e andemos nas suas veredas; porque de Sião sairá a lei, e de Jerusalém, a palavra do SENHOR” (Isaías 2:2-3 Isaías 2:2-3 [2] Acontecerá nos últimos dias que se firmará o monte da casa do Senhor, será estabelecido como o mais alto dos montes e se elevará por cima dos outeiros; e concorrerão a ele todas as nações. [3] Irão muitos povos, e dirão: Vinde, e subamos ao monte do Senhor, � casa do Deus de Jacó, para que nos ensine os seus caminhos, e andemos nas suas veredas; porque de Sião sairá a lei, e de Jerusalém a palavra do Senhor.
Almeida Atualizada×
).

Um mundo de paz e abundância

Após regressar, Cristo fará com que a criação volte à sua total harmonia com Deus, e paz jamais voltará a ser exceção. O rei Davi disse: “Muita paz têm os que amam a tua lei” (Salmos 119:165 Salmos 119:165Muita paz têm os que amam a tua lei, e não há nada que os faça tropeçar.
Almeida Atualizada×
). Imagine-se como será o mundo quando todos souberem da lei de Deus e viverem de acordo com ela!

Evidentemente, será preciso mais do que conhecimento para se alcançar essa transformação. Uma mudança espiritual ocorrerá nas pessoas. Deus, falando por intermédio de Ezequiel, descreve como isso acontecerá: “E vos darei um coração novo e porei dentro de vós um espírito novo; e tirarei o coração de pedra da vossa carne e vos darei um coração de carne. E porei dentro de vós o meu espírito e farei que andeis nos meus estatutos, e guardeis os meus juízos, e os observeis” (Ezequiel 36:26-27 Ezequiel 36:26-27 [26] Também vos darei um coração novo, e porei dentro de vós um espírito novo; e tirarei da vossa carne o coração de pedra, e vos darei um coração de carne. [27] Ainda porei dentro de vós o meu Espírito, e farei que andeis nos meus estatutos, e guardeis as minhas ordenanças, e as observeis.
Almeida Atualizada×
).

O Espírito Santo influenciará as pessoas a obedecer, voluntária e entusiasticamente a Deus de todo o seu coração. Elas vão começar a se interessar mais pelas outras do que por elas próprias. Começarão a ver as outras pessoas como “superiores a si mesmo” (Filipenses 2:3 Filipenses 2:3nada façais por contenda ou por vanglória, mas com humildade cada um considere os outros superiores a si mesmo;
Almeida Atualizada×
). O seu objetivo será o de ajudar o seu semelhante em vez de cuidar do seu próprio interesse. Não haverá mais roubo. O desrespeito pela propriedade e os sentimentos dos outros vão acabar. E o mundo finalmente viverá em paz, porque as nações “converterão as suas espadas em enxadões e as suas lanças, em foices; não levantará espada nação contra nação, nem aprenderão mais a guerrear” (Isaías 2:4 Isaías 2:4E ele julgará entre as nações, e repreenderá a muitos povos; e estes converterão as suas espadas em relhas de arado, e as suas lanças em foices; uma nação não levantará espada contra outra nação, nem aprenderão mais a guerra.
Almeida Atualizada×
; Miquéias 4:3 Miquéias 4:3E julgará entre muitos povos, e arbitrará entre nações poderosas e longínquas; e converterão as suas espadas em relhas de arado, e as suas lanças em podadeiras; uma nação não levantará a espada contra outra nação, nem aprenderão mais a guerra.
Almeida Atualizada×
).

Durante esse período de mil anos, Deus mudará até a natureza dos animais selvagens, refletindo a paz que virá sobre a sociedade. Descrevendo esse tempo idílico, Isaías 11:7-9 Isaías 11:7-9 [7] A vaca e a ursa pastarão juntas, e as suas crias juntas se deitarão; e o leão comerá palha como o boi. [8] A criança de peito brincará sobre a toca da áspide, e a desmamada meterá a sua mão na cova do basilisco. [9] Não se fará mal nem dano algum em todo o meu santo monte; porque a terra se encherá do conhecimento do Senhor, como as águas cobrem o mar.
Almeida Atualizada×
diz: “A vaca e a ursa pastarão juntas, e seus filhos juntos se deitarão; e o leão comerá palha como o boi. E brincará a criança de peito sobre a toca da áspide, e o já desmamado meterá a mão na cova do basilisco. Não se fará mal nem dano algum em todo o monte da Minha santidade…”

Revertendo os efeitos do pecado

Deus também vai curar as enfermidades físicas das pessoas. Isaías 35:5-6 Isaías 35:5-6 [5] Então os olhos dos cegos serão abertos, e os ouvidos dos surdos se desimpedirão. [6] Então o coxo saltará como o cervo, e a língua do mudo cantará de alegria; porque águas arrebentarão no deserto e ribeiros no ermo.
Almeida Atualizada×
profetiza sobre isto: “Então, os olhos dos cegos serão abertos, e os ouvidos dos surdos se abrirão...os coxos saltarão como cervos, e a língua dos mudos cantará.”

E o mais importante será a cura espiritual que acontecerá. Isaías profetiza que Jesus Cristo completará a cura que começou durante o Seu ministério na Terra: “O Espírito do SENHOR Deus está sobre mim, porque o SENHOR me ungiu para pregar boas-novas aos quebrantados, enviou-me a curar os quebrantados de coração, a proclamar libertação aos cativos e a pôr em liberdade os algemados; a apregoar o ano aceitável do SENHOR e o dia da vingança do nosso Deus; a consolar todos os que choram e a pôr sobre os que em Sião estão de luto uma coroa em vez de cinzas, óleo de alegria, em vez de pranto, veste de louvor, em vez de espírito angustiado...” (Isaías 61:1-3 Isaías 61:1-3 [1] O Espírito do Senhor Deus está sobre mim, porque o Senhor me ungiu para pregar boas-novas aos mansos; enviou-me a restaurar os contritos de coração, a proclamar liberdade aos cativos, e a abertura de prisão aos presos; [2] a apregoar o ano aceitável do Senhor e o dia da vingança do nosso Deus; a consolar todos os tristes; [3] a ordenar acerca dos que choram em Sião que se lhes dê uma grinalda em vez de cinzas, óleo de gozo em vez de pranto, vestidos de louvor em vez de espírito angustiado; a fim de que se chamem árvores de justiça, plantação do Senhor, para que ele seja glorificado.
Almeida Atualizada×
, ARA; Lucas 4:18-19 Lucas 4:18-19 [18] O Espírito do Senhor está sobre mim, porquanto me ungiu para anunciar boas novas aos pobres; enviou-me para proclamar libertação aos cativos, e restauração da vista aos cegos, para pôr em liberdade os oprimidos, [19] e para proclamar o ano aceitável do Senhor.
Almeida Atualizada×
). Os maus resultados acumulados por gerações que viveram nos caminhos pecaminosos de Satanás serão revertidos.

A festa dos Tabernáculos também se chama Festa da Colheita (Êxodo 23:16 Êxodo 23:16também guardarás a festa da sega, a das primícias do teu trabalho, que houveres semeado no campo; igualmente guardarás a festa da colheita � saída do ano, quando tiveres colhido do campo os frutos do teu trabalho.
Almeida Atualizada×
). Este nome significa a conclusão da colheita agrícola anual de Israel. Neste cenário disse Deus: “Vos alegrareis perante o SENHOR, vosso Deus” (Deuteronômio 12:12 Deuteronômio 12:12E vos alegrareis perante o Senhor vosso Deus, vós, vossos filhos e vossas filhas, vossos servos e vossas servas, bem como o levita que está dentro das vossas portas, pois convosco não tem parte nem herança.
Almeida Atualizada×
, 18; 14:26). Essa Festa é uma ocasião para celebrar a abundância dada por Deus.

Esse mesmo tema da generosa colheita continua na futura realização dessa festa. Através de Isaías, Deus diz que o deserto se tornará terra produtiva: “Águas arrebentarão no deserto, e ribeiros, no ermo. E a terra seca se transformará em tanques, e a terra sedenta, em mananciais de águas” (Isaías 35:6-7 Isaías 35:6-7 [6] Então o coxo saltará como o cervo, e a língua do mudo cantará de alegria; porque águas arrebentarão no deserto e ribeiros no ermo. [7] E a miragem tornar-se-á em lago, e a terra sedenta em mananciais de águas; e nas habitações em que jaziam os chacais haverá erva com canas e juncos.
Almeida Atualizada×
).

Nessa altura a terra produzirá abundantes colheitas. “Eis que vêm dias, diz o SENHOR, em que o que lavra alcançará ao que sega, e o que pisa as uvas, ao que lança a semente; e os montes destilarão mosto, e todos os outeiros se derreterão” (Amós 9:13 Amós 9:13Eis que vêm os dias, diz o Senhor, em que o que lavra alcançará ao que sega, e o que pisa as uvas ao que lança a semente; :e os montes destilarão mosto, e todos os outeiros se derreterão.
Almeida Atualizada×
).

O significado de tabernáculos

O nome Festa dos Tabernáculos deriva da ordem que Deus deu à antiga Israel para erguer “tabernáculos” temporários, às vezes chamados de “barracas” ou “cabanas”, para viverem durante a festa. Os israelitas deixavam as suas casas e construíam residências temporárias (do hebraico succah que significa “barraca de ramos entrelaçados”) para nelas residirem enquanto festejavam perante Deus. Isto recordava-lhes de sua libertação da escravidão e de quando viveram em tendas quando Deus os tirou do Egito (Levítico 23:34 Levítico 23:34Fala aos filhos de Israel, dizendo: Desde o dia quinze desse sétimo mês haverá a festa dos tabernáculos ao Senhor por sete dias.
Almeida Atualizada×
, 41-43). Contrastando completamente com o sofrimento da escravidão essa festa ressalta o descanso, a paz e a prosperidade ao satisfazer as necessidades do povo, inclusive de estrangeiros, viúvas e pobres.

A Bíblia realça que, tal como as cabanas ou residências temporárias, a nossa vida física é transitória. Os registros do apóstolo Paulo refletem esse tema: “Porque sabemos que, se a nossa casa terrestre deste tabernáculo se desfizer, temos de Deus um edifício, uma casa não feita por mãos, eterna, nos céus. E, por isso, também gememos, desejando ser revestidos da nossa habitação, que é do céu” (2 Coríntios 5:1-2 2 Coríntios 5:1-2 [1] Porque sabemos que, se a nossa casa terrestre deste tabernáculo se desfizer, temos de Deus um edifício, uma casa não feita por mãos, eterna, nos céus. [2] Pois neste tabernáculo nós gememos, desejando muito ser revestidos da nossa habitação que é do céu,
Almeida Atualizada×
).

O livro de Hebreus relata exemplos de muitos servidores fiéis de Deus através dos séculos, e conclui: “Todos estes morreram na fé, sem terem recebido as promessas, mas, vendo-as de longe, e crendo nelas, e abraçando-as, confessaram que eram estrangeiros e peregrinos na terra” (Hebreus 11:13 Hebreus 11:13Todos estes morreram na fé, sem terem alcançado as promessas; mas tendo-as visto e saudado, de longe, confessaram que eram estrangeiros e peregrinos na terra.
Almeida Atualizada×
).

A Festa dos Tabernáculos é uma lembrança anual do nosso estado temporário e de que também nós “buscamos uma pátria” (versículo 14). Esta lição é reforçada quando viajamos para algum local da Festa dos Tabernáculos e celebramos o festival em habitações temporárias como hotéis e acampamentos.

Essa festa nos lembra que, independente de nossas posses materiais, ainda somos mortais com uma necessidade de ser transformados para obter a vida eterna (1 Coríntios 15:50-54 1 Coríntios 15:50-54 [50] Mas digo isto, irmãos, que carne e sangue não podem herdar o reino de Deus; nem a corrupção herda a incorrupção. [51] Eis aqui vos digo um mistério: Nem todos dormiremos mas todos seremos transformados, [52] num momento, num abrir e fechar de olhos, ao som da última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos serão ressuscitados incorruptíveis, e nós seremos transformados. [53] Porque é necessário que isto que é corruptível se revista da incorruptibilidade e que isto que é mortal se revista da imortalidade. [54] Mas, quando isto que é corruptível se revestir da incorruptibilidade, e isto que é mortal se revestir da imortalidade, então se cumprirá a palavra que está escrito: Tragada foi a morte na vitória.
Almeida Atualizada×
).

Nos registros da visão conhecida por “transfiguração,” Jesus deu um vislumbre do Reino de Deus a Pedro, Tiago e João. Cristo apareceu em glória e falava com Moisés e Elias. A reação imediata de Pedro foi sugerir que fossem feitos rapidamente três tabernáculos (cabanas). Tudo indica que ele compreendeu a importância da ligação entre tabernáculos e a nossa busca pela vida eterna no Reino de Deus (ver Mateus 17:1-9 Mateus 17:1-9 [1] Seis dias depois, tomou Jesus consigo a Pedro, a Tiago e a João, irmão deste, e os conduziu � parte a um alto monte; [2] e foi transfigurado diante deles; o seu rosto resplandeceu como o sol, e as suas vestes tornaram-se brancas como a luz. [3] E eis que lhes apareceram Moisés e Elias, falando com ele. [4] Pedro, tomando a palavra, disse a Jesus: Senhor, bom é estarmos aqui; se queres, farei aqui três cabanas, uma para ti, outra para Moisés, e outra para Elias. [5] Estando ele ainda a falar, eis que uma nuvem luminosa os cobriu; e dela saiu uma voz que dizia: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo; a ele ouvi. [6] Os discípulos, ouvindo isso, cairam com o rosto em terra, e ficaram grandemente atemorizados. [7] Chegou-se, pois, Jesus e, tocando-os, disse: Levantai-vos e não temais. [8] E, erguendo eles os olhos, não viram a ninguém senão a Jesus somente. [9] Enquanto desciam do monte, Jesus lhes ordenou: A ninguém conteis a visão, até que o Filho do homem seja levantado dentre os mortos.
Almeida Atualizada×
; Lucas 9:27-36 Lucas 9:27-36 [27] Mas em verdade vos digo: Alguns há, dos que estão aqui, que de modo nenhum provarão a morte até que vejam o reino de Deus. [28] Cerca de oito dias depois de ter proferido essas palavras, tomou Jesus consigo a Pedro, a João e a Tiago, e subiu ao monte para orar. [29] Enquanto ele orava, mudou-se a aparência do seu rosto, e a sua roupa tornou-se branca e resplandecente. [30] E eis que estavam falando com ele dois varões, que eram Moisés e Elias, [31] os quais apareceram com glória, e falavam da sua partida que estava para cumprir-se em Jerusalém. [32] Ora, Pedro e os que estavam com ele se haviam deixado vencer pelo sono; despertando, porém, viram a sua glória e os dois varões que estavam com ele. [33] E, quando estes se apartavam dele, disse Pedro a Jesus: Mestre, bom é estarmos nós aqui: façamos, pois, três cabanas, uma para ti, uma para Moisés, e uma para Elias, não sabendo o que dizia. [34] Enquanto ele ainda falava, veio uma nuvem que os cobriu; e se atemorizaram ao entrarem na nuvem. [35] E da nuvem saiu uma voz que dizia: Este é o meu Filho, o meu eleito; a ele ouvi. [36] Ao soar esta voz, Jesus foi achado sozinho; e eles calaram-se, e por aqueles dias não contaram a ninguém nada do que tinham visto.
Almeida Atualizada×
).

A função no Milênio dos santos ressuscitados

O julgamento dos habitantes da Terra que vão viver durante os mil anos, como retrata a Festa dos Tabernáculos, (Isaías 2:4 Isaías 2:4E ele julgará entre as nações, e repreenderá a muitos povos; e estes converterão as suas espadas em relhas de arado, e as suas lanças em foices; uma nação não levantará espada contra outra nação, nem aprenderão mais a guerra.
Almeida Atualizada×
; 51:4-5) começará logo após Cristo trazer “muitos filhos à glória” (Hebreus 2:10 Hebreus 2:10Porque convinha que aquele, para quem são todas as coisas, e por meio de quem tudo existe, em trazendo muitos filhos � glória, aperfeiçoasse pelos sofrimentos o autor da salvação deles.
Almeida Atualizada×
). Estas escrituras mostram que esse julgamento é um tempo de oportunidade universal para salvação. Por isso, Deus determinou mil anos em que os santos ressuscitados, as primícias da colheita de Deus, reinarão com Cristo na Terra como reis e sacerdotes para que muitos outros possam entrar no Reino de Deus (Apocalipse 5:10 Apocalipse 5:10e para o nosso Deus os fizeste reino, e sacerdotes; e eles reinarão sobre a terra.
Almeida Atualizada×
; 20:6).

Jesus prometeu que “ao que vencer e guardar até ao fim as minhas obras, eu lhe darei poder sobre as nações” (Apocalipse 2:26 Apocalipse 2:26Ao que vencer, e ao que guardar as minhas obras até o fim, eu lhe darei autoridade sobre as nações,
Almeida Atualizada×
). Aqueles que Deus ressuscitar, no regresso de Cristo, terão a estupenda oportunidade de trabalhar com Ele para ajudar todas as nações a desenvolverem um relacionamento com Deus. (Para mais detalhes, solicite nosso guia de estudo bíblico gratuito Qual é o Seu Destino?).

A base para essa relação começa com a instrução da lei de Deus e dos próprios Dias Santos. Observe as palavras de Zacarias: “E acontecerá que, todos os que restarem de todas as nações que vieram contra Jerusalém, subirão de ano em ano para adorarem o Rei, o SENHOR dos Exércitos, e para celebrarem a Festa dos Tabernáculos” (Zacarias 14:16 Zacarias 14:16Então todos os que restarem de todas as nações que vieram contra Jerusalém, subirão de ano em ano para adorarem o Rei, o Senhor dos exércitos, e para celebrarem a festa dos tabernáculos.
Almeida Atualizada×
ACF). Outros profetas descrevem esse período como uma era em que a lei de Deus cobrirá a Terra “como as águas cobrem o mar” (Isaías 11:9 Isaías 11:9Não se fará mal nem dano algum em todo o meu santo monte; porque a terra se encherá do conhecimento do Senhor, como as águas cobrem o mar.
Almeida Atualizada×
; Habacuque 2:14 Habacuque 2:14Pois a terra se encherá do conhecimento da glória do Senhor, como as águas cobrem o mar.
Almeida Atualizada×
).

Muitos ajudarão a Jesus Cristo nesse programa educacional universal que tem o objetivo de auxiliar aos outros a compreender o caminho de Deus. Ao falar sobre esse tempo, Isaías diz que os “...instruidores nunca mais fugirão de ti, como voando com asas; antes, os teus olhos verão a todos os teus mestres. E os teus ouvidos ouvirão a palavra que está por detrás de ti, dizendo: Este é o caminho; andai nele, sem vos desviardes nem para a direita nem para a esquerda” (Isaías 30:20-21 Isaías 30:20-21 [20] Embora vos dê o Senhor pão de angústia e água de aperto, contudo não se esconderão mais os teus mestres; antes os teus olhos os verão; [21] e os teus ouvidos ouvirão a palavra do que está por detrás de ti, dizendo: Este é o caminho, andai nele; quando vos desviardes para a direita ou para a esquerda.
Almeida Atualizada×
).

A oportunidade de ajudar a outros a compreender e a reconciliar-se com Deus é um maravilhoso chamado. E aquele que fizer parte desse processo será chamado “Reparador das Roturas e Restaurador de Veredas para Morar” (Isaías 58:12 Isaías 58:12E os que de ti procederem edificarão as ruínas antigas; e tu levantarás os fundamentos de muitas gerações; e serás chamado reparador da brecha, e restaurador de veredas para morar.
Almeida Atualizada×
).

Atualmente, Deus está chamando algumas pessoas para sair deste mundo e tornar-se Seu povo escolhido, santificado e redimido (2 Coríntios 6:16 2 Coríntios 6:16E que consenso tem o santuário de Deus com ídolos? Pois nós somos santuário de Deus vivo, como Deus disse: Neles habitarei, e entre eles andarei; e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo.
Almeida Atualizada×
; 7:1). Essas pessoas devem viver uma vida exemplar enquanto Deus as prepara para servirem durante e depois do reino milenar de Cristo.

“Amados, peço-vos, como a peregrinos e forasteiros, que vos abstenhais das concupiscências carnais, que combatem contra a alma,” escreveu o apóstolo Pedro, “tendo o vosso viver honesto entre os gentios, para que, naquilo em que falam mal de vós, como de malfeitores, glorifiquem a Deus no Dia da visitação, pelas boas obras que em vós observem” (1 Pedro 2:11-12 1 Pedro 2:11-12 [11] Amados, exorto-vos, como a peregrinos e forasteiros, que vos abstenhais das concupiscências da carne, as quais combatem contra a alma; [12] tendo o vosso procedimento correto entre os gentios, para que naquilo em que falam mal de vós, como de malfeitores, observando as vossas boas obras, glorifiquem a Deus no dia da visitação.
Almeida Atualizada×
).

Um conflito final

Através de todo Seu plano para salvar a humanidade, Deus nunca força alguém a obedecer-Lhe. Todas as pessoas são livres para escolher o que farão e se aceitarão ou rejeitarão o Seu caminho de vida.

Depois desses mil anos, Deus permitirá a Satanás testar as convicções espirituais dos habitantes da Terra. Apocalipse 20:7-10 Apocalipse 20:7-10 [7] Ora, quando se completarem os mil anos, Satanás será solto da sua prisão, [8] e sairá a enganar as nações que estão nos quatro cantos da terra, Gogue e Magogue, cujo número é como a areia do mar, a fim de ajuntá-las para a batalha. [9] E subiram sobre a largura da terra, e cercaram o arraial dos santos e a cidade querida; mas desceu fogo do céu, e os devorou; [10] e o Diabo, que os enganava, foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde estão a besta e o falso profeta; e de dia e de noite serão atormentados pelos séculos dos séculos.
Almeida Atualizada×
descreve esse tempo. Deus soltará o diabo da prisão e permitirá que ele engane aqueles que não estão convictos da perfeita retidão do caminho de Deus. Então, Deus destruirá, com fogo, os que seguirem a Satanás nessa rebelião. O esforço fútil do diabo terminará em um fracasso. Essa última e trágica rebelião contra Deus resultará em nada e a influência destrutiva e enganadora de Satanás sobre a humanidade chegará ao fim.

Agora, o palco está pronto para os acontecimentos descritos por outro Dia Santo. A Festa dos Tabernáculos oferece uma maravilhosa oportunidade de salvação para os que ficarem vivos no regresso de Cristo, bem como para os seus descendentes físicos, durante o Milênio. Mas, o que vai acontecer com milhões de pessoas das gerações passadas que viveram e morreram sem nunca compreender — ou até mesmo ouvir — a verdade de Deus? O que vai acontecer com aqueles que vão morrer no cataclismo que precederá o regresso de Cristo? Como Deus vai oferecer-lhes a salvação? No próximo capítulo teremos a resposta.