Ajuda para hoje e esperança para o amanhã! 

Aliança de Deus com Davi

Aliança de Deus com Davi

Em seus 71 anos de idade, da pobreza a riqueza, Davi passou de o oitavo filho de uma família média, ligado ao trabalho de cuidar das ovelhas da família, para líder governante da nação. Ele lutou com animais selvagens para mantê-los afastados de suas ovelhas, correu para livrar sua vida de Saul e liderou soldados em batalha; tudo isso é mais aventura do que alguém poderia querer.

No entanto, Davi tinha um lado criativo. Ele era poeta, músico e compositor. Nós encontramos muitas de suas obras no livro de Salmos. Em seu zelo por Deus ele adquiriu materiais para a construção de um templo, uma estrutura formal padronizada para o culto em Israel através de seus sacerdotes e músicos. No entanto, ele teve sua cota de fraquezas — pecados, falhas e disputas familiares.

Por mais emocionante que nos pareçam os aspectos da vida de Davi, Deus foi atraído para este homem por outro motivo. Depois do fracasso de Saul como rei para servir da maneira que Deus deseja, a Bíblia nos diz que Deus procurou "um homem segundo o Seu coração" (1 Samuel 13:14 1 Samuel 13:14agora, porém, não subsistirá o teu reino; já tem o Senhor buscado para si um homem segundo o seu coração, e já o tem destinado para ser príncipe sobre o seu povo, porquanto não guardaste o que o Senhor te ordenou.
Almeida Atualizada×
). Deus escolheu Davi para suceder a Saul por este motivo. Embora Davi tenha cometido erros graves, no final, ele sempre se arrependia de seus pecados e pedia perdão a Deus (Salmo 51). Embora rei de Israel, ele levava Deus mais a sério do que a si mesmo.

Uma promessa surpreendente

Porque Davi era um homem segundo o coração de Deus, um homem com uma consciência sensível ao seu Criador, Deus fez uma aliança separada e distinta com ele, além da aliança que fizera com Israel. Assim, quando Davi quis construir uma casa para Deus, o Todo-Poderoso lhe enviou uma mensagem através do profeta Natã:

"Quando teus dias forem completos, e vieres a dormir com teus pais, então, farei levantar depois de ti a tua semente, que procederá de ti, e estabelecerei o seu reino. Este edificará uma casa ao meu nome, e confirmarei o trono do seu reino para sempre. Eu lhe serei por pai, e ele me será por filho; e, se vier a transgredir, castigá-lo-ei com vara de homens e com açoites de filhos de homens. Mas a minha benignidade se não apartará dele, como a tirei de Saul, a quem tirei de diante de ti. Porém a tua casa e o teu reino serão firmados para sempre diante de ti; teu trono será firme para sempre" (2 Samuel 7:12-16 2 Samuel 7:12-16 [12] Quando teus dias forem completos, e vieres a dormir com teus pais, então farei levantar depois de ti um dentre a tua descendência, que sair das tuas entranhas, e estabelecerei o seu reino. [13] Este edificará uma casa ao meu nome, e eu estabelecerei para sempre o trono do seu reino. [14] Eu lhe serei pai, e ele me será filho. E, se vier a transgredir, castigá-lo-ei com vara de homens, e com açoites de filhos de homens; [15] mas não retirarei dele a minha benignidade como a retirei de Saul, a quem tirei de diante de ti. [16] A tua casa, porém, e o teu reino serão firmados para sempre diante de ti; teu trono será estabelecido para sempre.
Almeida Atualizada×
).

Entender o intuito desta promessa — que Deus estabeleceria o trono de Davi para sempre — é um estudo desafiador. O aspecto mais entendido desta aliança se completará em Jesus, o Messias — nascido de Maria, um descendente literal de Davi — governando no Reino de Deus.

Através do profeta Jeremias, Deus profetiza sobre esse tempo: "Eis que vêm dias... em que levantarei a Davi um Renovo justo; sendo rei, reinará, e prosperará, e praticará o juízo e a justiça na terra. Nos seus dias, Judá será salvo, e Israel habitará seguro; e este será o nome com que o nomearão: O SENHOR, Justiça Nossa" (Jeremias 23:5-6 Jeremias 23:5-6 [5] Eis que vêm dias, diz o Senhor, em que levantarei a Davi um Renovo justo; e, sendo rei, reinará e procederá sabiamente, executando o juízo e a justiça na terra. [6] Nos seus dias Judá será salvo, e Israel habitará seguro; e este é o nome de que será chamado: O SENHOR JUSTIÇA NOSSA.
Almeida Atualizada×
).

Antes de Maria conceber a Jesus, um anjo lhe disse: "E eis que em teu ventre conceberás, e darás à luz um filho, e pôr-lhe-ás o nome de Jesus. Este será grande e será chamado Filho do Altíssimo; e o Senhor Deus lhe dará o trono de Davi, seu pai" (Lucas 1:31-32 Lucas 1:31-32 [31] Eis que conceberás e darás � luz um filho, ao qual porás o nome de Jesus. [32] Este será grande e será chamado filho do Altíssimo; o Senhor Deus lhe dará o trono de Davi seu pai;
Almeida Atualizada×
).

Essas passagens mostram que Jesus estava destinado a se sentar no trono de Davi. Embora esses eventos sejam certos de acontecer, muitos acreditam erroneamente que isso já foi cumprido em Cristo. No entanto, só será cumprido integralmente quando Ele voltar.

Governantes humanos no trono de Davi

Outra parte da promessa de Deus a Davi foi que os seus descendentes continuariam a governar o povo de Israel, até que Deus estabelecesse o Seu Reino na Terra. Um mal-entendido sobre quando Deus vai estabelecer o Reino tem levado muitos a supor, erradamente, que esta promessa foi cumprida há muito tempo por Cristo e que já não tem nenhum significado.

Ao contrário do conceito das pessoas de que o Reino de Deus já está na terra representado pela igreja ou no coração dos seres humanos, a Bíblia diz que Deus vai estabelecer o Seu Reino quando Cristo vier pela segunda vez à Terra (Daniel 2:44 Daniel 2:44Mas, nos dias desses reis, o Deus do céu suscitará um reino que não será jamais destruído; nem passará a soberania deste reino a outro povo; mas esmiuçará e consumirá todos esses reinos, e subsistirá para sempre.
Almeida Atualizada×
; Apocalipse 11:15 Apocalipse 11:15E tocou o sétimo anjo a sua trombeta, e houve no céu grandes vozes, que diziam: O reino do mundo passou a ser de nosso Senhor e do seu Cristo, e ele reinará pelos séculos dos séculos.
Almeida Atualizada×
). Embora os homens tenham pregado a mensagem do Reino, com diferentes níveis de compreensão por milhares de anos, o estabelecimento do Reino na Terra ainda não ocorreu. Quando isso acontecer, o Reino de Deus substituirá os governos humanos do mundo (para uma explicação mais completa sobre este assunto, por favor, solicite nosso guia de estudo bíblico gratuito O Evangelho do Reino de Deus).

A adoração religiosa instituída por Deus à antiga Israel — com Seu Sábado do sétimo dia e os Dias Santos anuais também revelam muito sobre a forma como os países vão adorar a Deus, quando Ele estabelecer o Seu Reino na Terra. (Para estudar a maneira que Deus estabeleceu para adorá-Lo, por favor, solicite os nossos guias de estudo bíblico gratuitos O Sábado: de Pôr-do-sol a Pôr-do-sol, O Dia do Descanso de Deus e O Plano dos Dias Santos de Deus: A Promessa de Esperança para toda a Humanidade. Todos os nossos guias estão disponíveis para ser enviados a você gratuitamente ou para baixar através da biblioteca de literatura em nosso site www.revistaboanova.org/literatura).

Com o entendimento de que Deus ainda não estabeleceu Seu Reino na Terra, vamos analisar algumas das promessas na Bíblia acerca de que um descendente de Davi continuaria governando os descendentes de Israel. Em 2 Crônicas 13:5 2 Crônicas 13:5Porventura não vos convém saber que o Senhor Deus de Israel deu para sempre a Davi a soberania sobre Israel, a ele e a seus filhos, por um pacto de sal?
Almeida Atualizada×
descobrimos "que o SENHOR, Deus de Israel, deu para sempre a Davi a soberania de Israel, a ele e a seus filhos, por uma aliança de sal" (ARA). Como as propriedades de conservação do sal, uma aliança de sal seria duradoura. Deus garantiu que a "casa de Davi" — sua descendência — continuaria a existir para sempre (2 Crônicas 21:7 2 Crônicas 21:7Contudo o Senhor não quis destruir a casa de Davi, em atenção ao pacto que tinha feito com ele, e porque tinha dito que lhe daria por todos os dias uma lâmpada, a ele e a seus filhos.
Almeida Atualizada×
).

Porque os descendentes de Davi não continuaram a obedecer a Deus, alguns equivocadamente acreditam que Deus tenha sido liberado de Sua aliança com Davi. No entanto, este não foi o caso. Deus disse sobre Davi: "Conservar-lhe-ei para sempre a minha graça e, firme com ele, a minha aliança. Farei durar para sempre a sua descendência; e, o seu trono, como os dias do céu.

"Se os seus filhos desprezarem a minha lei e não andarem nos meus juízos, se violarem os meus preceitos e não guardarem os meus mandamentos, então, punirei com vara as suas transgressões e com açoites, a sua iniquidade. Mas jamais retirarei dele a minha bondade, nem desmentirei a minha fidelidade.

"Não violarei a minha aliança, nem modificarei o que os meus lábios proferiram. Uma vez jurei por minha santidade (e serei eu falso a Davi?): A sua posteridade durará para sempre, e o seu trono, como o sol perante mim. Ele será estabelecido para sempre como a lua e fiel como a testemunha no espaço" (Salmo 89:28-37, ARA; comparar Jeremias 33:15-21 Jeremias 33:15-21 [15] Naqueles dias e naquele tempo farei que brote a Davi um Renovo de justiça; ele executará juízo e justiça na terra. [16] Naqueles dias Judá será salvo e Jerusalém habitará em segurança; e este é o nome que lhe chamarão: O SENHOR É NOSSA JUSTIÇA. [17] Pois assim diz o Senhor: Nunca faltará a Davi varão que se assente sobre o trono da casa de Israel; [18] nem aos sacerdotes levíticos faltará varão diante de mim para oferecer holocaustos, e queimar ofertas de cereais e oferecer sacrifícios continuamente. [19] E veio a palavra do Senhor a Jeremias, dizendo: [20] Assim diz o Senhor: se puderdes invalidar o meu pacto com o dia, e o meu pacto com a noite, de tal modo que não haja dia e noite a seu tempo, [21] também se poderá invalidar o meu pacto com Davi, meu servo, para que não tenha filho que reine no seu trono; como também o pacto com os sacerdotes levíticos, meus ministros.
Almeida Atualizada×
).

Através da aliança de Deus com Davi, encontramos mais uma prova bíblica de que os descendentes de Abraão, os israelitas, continuam existindo. Eles não se extinguiram, não desapareceram da superfície da Terra. Mais uma vez, a credibilidade do próprio Deus está em jogo. Ele nos diz em Sua Palavra que os descendentes de Davi e sua antiga nação continuarão existindo.