Ajuda para hoje e esperança para o amanhã! 

O Armagedom e o Dia do Senhor

Você está aqui

O Armagedom e o Dia do Senhor

Login or Create an Account

With a UCG.org account you will be able to save items to read and study later!

Sign In | Sign Up

×

Esta é a lição 13 da série “A Profecia Bíblica e Você”.

“Armagedom!” Muitas pessoas já ouviram predições assustadoras ou especulações sobre o Armagedom, mas o que isso significa?

Aqui está uma definição do Dicionário Michaelis: “Cenário da derradeira batalha entre o Bem e o Mal”.

Esse dicionário também tem uma segunda definição porque “Armagedom” se tornou uma metáfora comum: “Guerra final devastadora; confronto decisivo”. Mas o que a Bíblia diz sobre isso?

A maioria das pessoas também está confusa sobre o significado do “Dia do Senhor”. Será que isso vai durar um dia, um ano, muitos anos ou toda a eternidade? Quando isso vai começar? Quando Cristo retornará? E quais são os selos, trombetas e pragas proféticas descritos no livro de Apocalipse?

Vamos nos aprofundar na busca das respostas para essas e outras perguntas.

A Bíblia tem muitas profecias do tempo do fim. Neste momento, pode parecer que o cumprimento delas esteja ocorrendo em um ritmo lento, mas chegará o momento em que elas vão acontecer de forma rápida e sucessiva!

Além de Jesus Cristo dizer que devemos ficar atentos aos “sinais dos tempos”, Ele também deixou claro que devemos permanecer focados, assim como Ele, em “fazer a vontade Daquele que Me enviou e realizar a Sua obra” (João 4:34 João 4:34Disse-lhes Jesus: A minha comida é fazer a vontade daquele que me enviou, e completar a sua obra.
Almeida Atualizada×
). Enquanto aguardamos a segunda vinda de Cristo, em vez de nos distrairmos, devemos servir a Deus de tal maneira que Cristo, quando voltar, diga: “Muito bem, servo bom e fiel” (Mateus 25:21 Mateus 25:21Disse-lhe o seu senhor: Muito bem, servo bom e fiel; sobre o pouco foste fiel, sobre muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor.
Almeida Atualizada×
, ARA).

O que a Bíblia diz sobre o Dia do Senhor?

Esta lição é baseada nos fundamentos apresentados nas últimas cinco lições. Se alguma coisa nesta lição não estiver clara para você, então reveja as lições anteriores desta série “A Profecia Bíblica e Você” publicadas nesta revista, especialmente as lições 8 a 12.

O livro de Apocalipse oferece uma visão ampla sobre como esses assuntos se conectam e descreve a sequência das tendências e eventos do fim dos tempos. Para uma boa compreensão de Apocalipse, nós recomendamos que você leia nosso guia de estudo bíblico gratuito O Livro de Apocalipse Revelado .

O que a Bíblia quer dizer com “o dia do Senhor”?

“Uivai, porque o dia do SENHOR está perto; vem do Todo-poderoso como assolação. Pelo que todas as mãos se debilitarão, e o coração de todos os homens se desanimará. E assombrar-se-ão, e apoderar-se-ão deles dores e ais, e se angustiarão como a mulher parturiente; cada um se espantará do seu próximo; o seu rosto será rosto flamejante.

“Eis que o dia do SENHOR vem, horrendo, com furor e ira ardente, para pôr a terra em assolação e destruir os pecadores dela. Porque as estrelas dos céus e os astros não deixarão brilhar a sua luz; o sol se escurecerá ao nascer, e a lua não fará resplandecer a sua luz.

“E visitarei sobre o mundo a maldade e, sobre os ímpios, a sua iniquidade; e farei cessar a arrogância dos atrevidos e abaterei a soberba dos tiranos. Farei que um homem seja mais precioso do que o ouro puro e mais raro do que o ouro fino de Ofir. Pelo que farei estremecer os céus; e a terra se moverá do seu lugar, por causa do furor do SENHOR dos Exércitos e por causa do dia da sua ardente ira” (Isaías 13:6-13 Isaías 13:6-13 6 Uivai, porque o dia do Senhor está perto; virá do Todo-Poderoso como assolação. 7 Pelo que todas as mãos se debilitarão, e se derreterá o coração de todos os homens. 8 E ficarão desanimados; e deles se apoderarão dores e ais; e se angustiarão, como a mulher que está de parto; olharão atônitos uns para os outros; os seus rostos serão rostos flamejantes. 9 Eis que o dia do Senhor vem, horrendo, com furor e ira ardente; para pôr a terra em assolação e para destruir do meio dela os seus pecadores. 10 Pois as estrelas do céu e as suas constelações não deixarão brilhar a sua luz; o sol se escurecerá ao nascer, e a lua não fará resplandecer a sua luz. 11 E visitarei sobre o mundo a sua maldade, e sobre os ímpios a sua iniqüidade; e farei cessar a arrogância dos atrevidos, e abaterei a soberba dos cruéis. 12 Farei que os homens sejam mais raros do que o ouro puro, sim mais raros do que o ouro fino de Ofir. 13 Pelo que farei estremecer o céu, e a terra se movera do seu lugar, por causa do furor do Senhor dos exércitos, e por causa do dia da sua ardente ira.
Almeida Atualizada×
).

Geralmente, o Dia do Senhor se refere a um tempo em que Deus e Cristo vão intervir poderosamente no mundo para punir a maldade. Isso também é chamado de “o grande e terrível dia do SENHOR”, que “está prestes a vir sobre todas as nações”, imediatamente antes da segunda vinda de Cristo (Malaquias 4:5 Malaquias 4:5Eis que eu vos enviarei o profeta Elias, antes que venha o grande e terrível dia do Senhor;
Almeida Atualizada×
; Obadias 1:15 Obadias 1:15Porquanto o dia do Senhor está perto, sobre todas as nações, como tu fizeste, assim se fará contigo; o teu feito tornará sobre a tua cabeça.
Almeida Atualizada×
, grifo nosso). Às vezes, o termo é quase sinônimo de “o tempo do fim”, que foi explicado na primeira lição desta série.

No entanto, ocasionalmente, isso tem um duplo cumprimento. Isaías 13 começa com um aviso de como Deus punirá a Babilônia, o que, provavelmente, se refere à sua destruição nos tempos do Antigo Testamento (versículos 1-6). Mas, sem dúvida, os versículos 9-13 estão descrevendo mais especificamente o “dia do SENHOR” do fim dos tempos, quando Deus fará com que haja sinais celestiais espetaculares e “punirá o mundo por sua maldade”.

Além disso, a partir do início da futura intervenção de Cristo, o Dia do SENHOR, em certo sentido, pode ser considerado perene, porque Deus, através de Cristo, governará o mundo para sempre. Nunca mais Satanás será “aquele que manda neste mundo” (ver João 12:31 João 12:31Agora é o juízo deste mundo; agora será expulso o príncipe deste mundo.
Almeida Atualizada×
[BLH]; 14:30; 16:11).

Será que passagens sinônimas do Dia do Senhor também mostram que essa será uma época de punição apavorante e terrível?

“Eis que o dia do SENHOR vem, horrendo, com furor e ira ardente, para pôr a terra em assolação e destruir os pecadores dela… Pelo que farei estremecer os céus; e a terra se moverá do seu lugar, por causa do furor do SENHOR dos Exércitos e por causa do dia da sua ardente ira” (Isaías 13:9 Isaías 13:9Eis que o dia do Senhor vem, horrendo, com furor e ira ardente; para pôr a terra em assolação e para destruir do meio dela os seus pecadores.
Almeida Atualizada×
, 13).

“Porque será o dia da vingança do SENHOR, ano de retribuições, pela luta de Sião” (Isaías 34: 8).

“Seja entregue a Satanás para destruição da carne, para que o espírito seja salvo no Dia do Senhor Jesus” (1 Coríntios 5:5 1 Coríntios 5:5seja entregue a Satanás para destruição da carne, para que o espírito seja salvo no dia do Senhor Jesus.
Almeida Atualizada×
).

Claramente, a Bíblia usa várias outras expressões para o Dia do SENHOR, incluindo o “dia de Sua ira ardente”, o “dia da vingança do SENHOR” e o “dia do Senhor Jesus”.

Qual é a relação entre a Grande Tribulação e o Dia do Senhor?

“Logo em seguida à tribulação daqueles dias, o sol escurecerá, a lua não dará a sua claridade, as estrelas cairão do firmamento, e os poderes dos céus serão abalados. Então, aparecerá no céu o sinal do Filho do Homem; todos os povos da terra se lamentarão e verão o Filho do Homem vindo sobre as nuvens do céu, com poder e muita glória” (Mateus 24:29-30 Mateus 24:29-30 29 Logo depois da tribulação daqueles dias, escurecerá o sol, e a lua não dará a sua luz; as estrelas cairão do céu e os poderes dos céus serão abalados. 30 Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem, e todas as tribos da terra se lamentarão, e verão vir o Filho do homem sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória.
Almeida Atualizada×
, ARA).

“O sol se converterá em trevas, e a lua, em sangue, antes que venha o grande e terrível dia do SENHOR” (Joel 2:31 Joel 2:31O sol se converterá em trevas, e a lua em sangue, antes que venha o grande e terrível dia do Senhor.
Almeida Atualizada×
).

Jesus disse que os terríveis sinais celestiais vão ocorrer “Logo em seguida à [grande] tribulação daqueles dias”. E, por meio de Joel, Deus disse que esses sinais celestiais ocorrerão “antes que venha o grande e terrível dia do SENHOR”. Então, cronologicamente falando, a Grande Tribulação vem à cena mundial antes do Dia do Senhor (comparar Apocalipse 6:12-17 Apocalipse 6:12-17 12 E vi quando abriu o sexto selo, e houve um grande terremoto; e o sol tornou-se negro como saco de cilício, e a lua toda tornou-se como sangue; 13 e as estrelas do céu caíram sobre a terra, como quando a figueira, sacudida por um vento forte, deixa cair os seus figos verdes. 14 E o céu recolheu-se como um livro que se enrola; e todos os montes e ilhas foram removidos dos seus lugares. 15 E os reis da terra, e os grandes, e os chefes militares, e os ricos, e os poderosos, e todo escravo, e todo livre, se esconderam nas cavernas e nas rochas das montanhas; 16 e diziam aos montes e aos rochedos: Caí sobre nós, e escondei-nos da face daquele que está assentado sobre o trono, e da ira do Cordeiro; 17 porque é vindo o grande dia da ira deles; e quem poderá subsistir?
Almeida Atualizada×
).

Como vimos na Lição 11, durante a Grande Tribulação, as nações inimigas irão punir, através da guerra e do cativeiro, os Estados Unidos, a Grã-Bretanha e outras nações cujos povos são, em grande parte, descendentes dos antigos israelitas.

O Dia do Senhor será o castigo de Jesus Cristo sobre o restante da humanidade impenitente (Apocalipse 16:9 Apocalipse 16:9E os homens foram abrasados com grande calor; e blasfemaram o nome de Deus, que tem poder sobre estas pragas; e não se arrependeram para lhe darem glória.
Almeida Atualizada×
), especialmente as nações que fazem parte da esfera política, religiosa e comercial da “Babilônia, a Grande” e qualquer outro povo que se oponha a Cristo. (Apocalipse 17:5 Apocalipse 17:5e na sua fronte estava escrito um nome simbólico: A grande Babilônia, a mãe das prostituições e das abominações da terra.
Almeida Atualizada×
; 18:2).

Quando começará o Dia do Senhor?

“A apregoar o ano aceitável do SENHOR e o dia da vingança do nosso Deus; a consolar todos os que choram…” (Isaías 61:2 Isaías 61:2a apregoar o ano aceitável do Senhor e o dia da vingança do nosso Deus; a consolar todos os tristes;
Almeida Atualizada×
, ARA).

“Porque o dia da vingança estava no Meu coração, e o ano dos Meus redimidos é chegado” (Isaías 63:4 Isaías 63:4Porque o dia da vingança estava no meu coração, e o ano dos meus remidos é chegado.
Almeida Atualizada×
).

A Bíblia não informa claramente quando começará o Dia do Senhor, entretanto, na profecia bíblica, a palavra dia, às vezes, pode representar um ano (Números 14:34 Números 14:34Segundo o número dos dias em que espiastes a terra, a saber, quarenta dias, levareis sobre vós as vossas iniqüidades por quarenta anos, um ano por um dia, e conhecereis a minha oposição.
Almeida Atualizada×
; Ezequiel 4:6 Ezequiel 4:6E quando tiveres cumprido estes dias, deitar-te-ás sobre o teu lado direito, e levarás a iniqüidade da casa de Judá; quarenta dias te dei, cada dia por um ano.
Almeida Atualizada×
).

Além disso, outras escrituras parecem indicar que o Dia do Senhor começará um ano antes do retorno de Cristo. Por exemplo, lemos em Isaías 34:8 Isaías 34:8Pois o Senhor tem um dia de vingança, um ano de retribuições pela causa de Sião.
Almeida Atualizada×
: “Porque será o dia da vingança do SENHOR, ano de retribuições, pela luta de Sião”. E também, em Isaías 61:2 Isaías 61:2a apregoar o ano aceitável do Senhor e o dia da vingança do nosso Deus; a consolar todos os tristes;
Almeida Atualizada×
, “o ano aceitável do SENHOR” parece estar associado ao “dia da vingança do nosso Deus”.

Na última lição, vimos que a Grande Tribulação começará três anos e meio antes do retorno de Cristo. Então, tudo indica que o último ano desse período será o Dia do SENHOR. Assim, parece que os primeiros dois anos e meio têm a ver com a ira de Satanás, seguido por um ano da vingança de Deus.

Sabemos com certeza que “os servos do nosso Deus” serão protegidos do “dano” que Cristo causará à Terra durante esse último período (Apocalipse 7:3 Apocalipse 7:3dizendo: Não danifiques a terra, nem o mar, nem as árvores, até que selemos na sua fronte os servos do nosso Deus.
Almeida Atualizada×
; ver também 3:10 e 12:14-17). Muitas escrituras nos asseguram a vontade e o poder de Deus para proteger o Seu povo.

O que representam os sete “selos” de Apocalipse?

“E vi na destra do que estava assentado sobre o trono um livro escrito por dentro e por fora, selado com sete selos” (Apocalipse 5:1 Apocalipse 5:1Vi na destra do que estava assentado sobre o trono um livro escrito por dentro e por fora, bem selado com sete selos.
Almeida Atualizada×
).

A primeira regra de interpretação da Bíblia é deixar a Bíblia interpretar-se a si mesma. Uma comparação entre os sete “selos” e a sequência de eventos que Jesus predisse na profecia, que Ele mesmo proferiu no Monte das Oliveiras, a Profecia do Monte das Oliveiras, em Mateus 24:4-9 Mateus 24:4-9 4 Respondeu-lhes Jesus: Acautelai-vos, que ninguém vos engane. 5 Porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; a muitos enganarão. 6 E ouvireis falar de guerras e rumores de guerras; olhai não vos perturbeis; porque forçoso é que assim aconteça; mas ainda não é o fim. 7 Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino; e haverá fomes e terremotos em vários lugares. 8 Mas todas essas coisas são o princípio das dores. 9 Então sereis entregues � tortura, e vos matarão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.
Almeida Atualizada×
, nos proporciona uma compreensão clara. Aqui está um breve resumo do que retrata a abertura dos selos:

• Primeiro Selo (Apocalipse 6:1-2 Apocalipse 6:1-2 1 E vi quando o Cordeiro abriu um dos sete selos, e ouvi um dos quatro seres viventes dizer numa voz como de trovão: Vem! 2 Olhei, e eis um cavalo branco; e o que estava montado nele tinha um arco; e foi-lhe dada uma coroa, e saiu vencendo, e para vencer.
Almeida Atualizada×
; Mateus 24:4-5 Mateus 24:4-5 4 Respondeu-lhes Jesus: Acautelai-vos, que ninguém vos engane. 5 Porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; a muitos enganarão.
Almeida Atualizada×
): O aumento do engano religioso do falso cristianismo.

• Segundo Selo (Apocalipse 6:3-4 Apocalipse 6:3-4 3 Quando ele abriu o segundo selo, ouvi o segundo ser vivente dizer: Vem! 4 E saiu outro cavalo, um cavalo vermelho; e ao que estava montado nele foi dado que tirasse a paz da terra, de modo que os homens se matassem uns aos outros; e foi-lhe dada uma grande espada.
Almeida Atualizada×
; Mateus 24:6-7 Mateus 24:6-7 6 E ouvireis falar de guerras e rumores de guerras; olhai não vos perturbeis; porque forçoso é que assim aconteça; mas ainda não é o fim. 7 Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino; e haverá fomes e terremotos em vários lugares.
Almeida Atualizada×
): Aumenta a frequência de guerras e devastação.

• Terceiro Selo (Apocalipse 6:5-6 Apocalipse 6:5-6 5 Quando abriu o terceiro selo, ouvi o terceiro ser vivente dizer: Vem! E olhei, e eis um cavalo preto; e o que estava montado nele tinha uma balança na mão. 6 E ouvi como que uma voz no meio dos quatro seres viventes, que dizia: Um queniz de trigo por um denário, e três quenizes de cevada por um denário; e não danifiques o azeite e o vinho.
Almeida Atualizada×
; Mateus 24:7 Mateus 24:7Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino; e haverá fomes e terremotos em vários lugares.
Almeida Atualizada×
): Escassez de alimentos e o aumento da fome no mundo.

• Quarto Selo (Apocalipse 6:7-8 Apocalipse 6:7-8 7 Quando abriu o quarto selo, ouvi a voz do quarto ser vivente dizer: Vem! 8 E olhei, e eis um cavalo amarelo, e o que estava montado nele chamava-se Morte; e o hades seguia com ele; e foi-lhe dada autoridade sobre a quarta parte da terra, para matar com a espada, e com a fome, e com a peste, e com as feras da terra.
Almeida Atualizada×
; Mateus 24:7 Mateus 24:7Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino; e haverá fomes e terremotos em vários lugares.
Almeida Atualizada×
): As pragas, como epidemias de doenças, e os desastres naturais aumentam e se tornam mais letais.

• Quinto Selo (Apocalipse 6:9-11 Apocalipse 6:9-11 9 Quando abriu o quinto selo, vi debaixo do altar as almas dos que tinham sido mortos por causa da palavra de Deus e por causa do testemunho que deram. 10 E clamaram com grande voz, dizendo: Até quando, ó Soberano, santo e verdadeiro, não julgas e vingas o nosso sangue dos que habitam sobre a terra?. 11 E foram dadas a cada um deles compridas vestes brancas e foi-lhes dito que repousassem ainda por um pouco de tempo, até que se completasse o número de seus conservos, que haviam de ser mortos, como também eles o foram.
Almeida Atualizada×
; Mateus 24:9 Mateus 24:9Então sereis entregues � tortura, e vos matarão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.
Almeida Atualizada×
): Aumenta a perseguição aos cristãos, atingindo o clímax na Grande Tribulação.

• Sexto Selo (Apocalipse 6:12-16 Apocalipse 6:12-16 12 E vi quando abriu o sexto selo, e houve um grande terremoto; e o sol tornou-se negro como saco de cilício, e a lua toda tornou-se como sangue; 13 e as estrelas do céu caíram sobre a terra, como quando a figueira, sacudida por um vento forte, deixa cair os seus figos verdes. 14 E o céu recolheu-se como um livro que se enrola; e todos os montes e ilhas foram removidos dos seus lugares. 15 E os reis da terra, e os grandes, e os chefes militares, e os ricos, e os poderosos, e todo escravo, e todo livre, se esconderam nas cavernas e nas rochas das montanhas; 16 e diziam aos montes e aos rochedos: Caí sobre nós, e escondei-nos da face daquele que está assentado sobre o trono, e da ira do Cordeiro;
Almeida Atualizada×
; Mateus 24:29 Mateus 24:29Logo depois da tribulação daqueles dias, escurecerá o sol, e a lua não dará a sua luz; as estrelas cairão do céu e os poderes dos céus serão abalados.
Almeida Atualizada×
): Um grande terremoto e terríveis sinais celestes.

• Sétimo Selo (Apocalipse 6:17 Apocalipse 6:17porque é vindo o grande dia da ira deles; e quem poderá subsistir?
Almeida Atualizada×
; 8:1-2, 6; Mateus 24:30 Mateus 24:30Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem, e todas as tribos da terra se lamentarão, e verão vir o Filho do homem sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória.
Almeida Atualizada×
): O Dia do Senhor (“o grande dia de Sua ira”), incluindo as pragas das sete trombetas.

O que são as sete trombetas do sétimo selo (o Dia do Senhor)?

“E, havendo aberto o sétimo selo, fez-se silêncio no céu quase por meia hora. E vi os sete anjos que estavam diante de Deus, e foram-lhes dadas sete trombetas” (Apocalipse 8:1-2 Apocalipse 8:1-2 1 Quando abriu o sétimo selo, fez-se silêncio no céu, quase por meia hora. 2 E vi os sete anjos que estavam em pé diante de Deus, e lhes foram dadas sete trombetas.
Almeida Atualizada×
).

A abertura do sétimo selo inclui sete anjos soprando suas trombetas, uma após outra. Depois de cada trombeta, há um evento cataclísmico. Os quatro primeiros são descritos em Apocalipse 8:

• Destruição da vegetação (versículo 7).

• Devastação dos oceanos e da vida marinha (versículos 8 e 9).

• Devastação de rios e da água doce (versículos 10-11).

• O sol, a lua e as estrelas se escurecem (versículo 12).

A “praga” da quinta trombeta é descrita em Apocalipse 9:1-12 Apocalipse 9:1-12 1 O quinto anjo tocou a sua trombeta, e vi uma estrela que do céu caíra sobre a terra; e foi-lhe dada a chave do poço do abismo. 2 E abriu o poço do abismo, e subiu fumaça do poço, como fumaça de uma grande fornalha; e com a fumaça do poço escureceram-se o sol e o ar. 3 Da fumaça saíram gafanhotos sobre a terra; e foi-lhes dado poder, como o que têm os escorpiões da terra. 4 Foi-lhes dito que não fizessem dano � erva da terra, nem a verdura alguma, nem a árvore alguma, mas somente aos homens que não têm na fronte o selo de Deus. 5 Foi-lhes permitido, não que os matassem, mas que por cinco meses os atormentassem. E o seu tormento era semelhante ao tormento do escorpião, quando fere o homem. 6 Naqueles dias os homens buscarão a morte, e de modo algum a acharão; e desejarão morrer, e a morte fugirá deles. 7 A aparência dos gafanhotos era semelhante � de cavalos aparelhados para a guerra; e sobre as suas cabeças havia como que umas coroas semelhantes ao ouro; e os seus rostos eram como rostos de homens. 8 Tinham cabelos como cabelos de mulheres, e os seus dentes eram como os de leões. 9 Tinham couraças como couraças de ferro; e o ruído das suas asas era como o ruído de carros de muitos cavalos que correm ao combate. 10 Tinham caudas com ferrões, semelhantes �s caudas dos escorpiões; e nas suas caudas estava o seu poder para fazer dano aos homens por cinco meses. 11 Tinham sobre si como rei o anjo do abismo, cujo nome em hebraico é Abadom e em grego Apoliom. 12 Passado é já um ai; eis que depois disso vêm ainda dois ais.
Almeida Atualizada×
. Citando o nosso guia de estudo O Livro do Apocalipse Desvelado: “O dirigente ou “rei” desta onda de angústia é descrito como ‘anjo do Abismo, cujo nome, em hebraico, é Abadom e, em grego, Apoliom’. (versículo 11, NVI). Esses títulos, em hebraico e grego, significam “destruição” e “destruidor”, respectivamente. E nós vemos depois que o poder satânico da “besta” emerge deste abismo ou poço sem fundo (Apocalipse 17:8 Apocalipse 17:8A besta que viste era e já não é; todavia está para subir do abismo, e vai-se para a perdição; e os que habitam sobre a terra e cujos nomes não estão escritos no livro da vida desde a fundação do mundo se admirarão, quando virem a besta que era e já não é, e que tornará a vir.
Almeida Atualizada×
), aqui mostrando que os gafanhotos são provavelmente as forças deste poderoso bloco centralizado na Europa e guiado por Satanás”.

A “praga” da sexta trombeta é descrita em Apocalipse 9:13-21 Apocalipse 9:13-21 13 O sexto anjo tocou a sua trombeta; e ouvi uma voz que vinha das quatro pontas do altar de ouro que estava diante de Deus, 14 a qual dizia ao sexto anjo, que tinha a trombeta: Solta os quatro anjos que se acham presos junto do grande rio Eufrates. 15 E foram soltos os quatro anjos que haviam sido preparados para aquela hora e dia e mês e ano, a fim de matarem a terça parte dos homens. 16 O número dos exércitos dos cavaleiros era de duas miríades de miríades; pois ouvi o número deles. 17 E assim vi os cavalos nesta visão: os que sobre eles estavam montados tinham couraças de fogo, e de jacinto, e de enxofre; e as cabeças dos cavalos eram como cabeças de leões; e de suas bocas saíam fogo, fumaça e enxofre. 18 Por estas três pragas foi morta a terça parte dos homens, isto é, pelo fogo, pela fumaça e pelo enxofre, que saíam das suas bocas. 19 Porque o poder dos cavalos estava nas suas bocas e nas suas caudas. Porquanto as suas caudas eram semelhantes a serpentes, e tinham cabeças, e com elas causavam dano. 20 Os outros homens, que não foram mortos por estas pragas, não se arrependeram das obras das suas mãos, para deixarem de adorar aos demônios, e aos ídolos de ouro, de prata, de bronze, de pedra e de madeira, que nem podem ver, nem ouvir, nem andar. 21 Também não se arrependeram dos seus homicídios, nem das suas feitiçarias, nem da sua prostituição, nem dos seus furtos.
Almeida Atualizada×
. E, incrivelmente, descreve um exército de duzentos milhões de homens que “matará um terço da humanidade”! Aparentemente, este exército vem de nações ao leste do rio Eufrates. Citando novamente o capítulo “Finalmente a Chegada do Dia do Senhor” do mesmo guia de estudo bíblico: “Este evento, o segundo ai ou praga da sexta trombeta, parece ser um pesado contra-ataque contra as forças europeias do primeiro ai ou praga da quinta trombeta”.

A sétima trombeta anuncia “sete anjos que tinham as sete últimas pragas, porque nelas é consumada a ira de Deus” (15:1). Cada anjo tem uma taça cheia da ira de Deus, e cada taça é despejada sobre a Terra. Estas sete últimas pragas são descritas em Apocalipse 15 e 16. O quinto anjo derrama “sua taça sobre o trono da besta” (16:10). O sexto anjo prepara o caminho para a batalha culminante conhecida comumente como “Armagedom” (16:12-16).

O que significa “Armagedom” e o que a profecia diz a respeito disso?

“E o sexto anjo derramou a sua taça sobre o grande rio Eufrates; e a sua água secou-se, para que se preparasse o caminho dos reis do Oriente. E da boca do dragão, e da boca da besta, e da boca do falso profeta vi saírem três espíritos imundos, semelhantes a rãs, porque são espíritos de demônios, que fazem prodígios; os quais vão ao encontro dos reis de todo o mundo para os congregar para a batalha, naquele grande Dia do Deus Todo-poderoso.

“Eis que venho como ladrão. Bem-aventurado aquele que vigia e guarda as suas vestes, para que não ande nu, e não se vejam as suas vergonhas. E os congregaram no lugar que em hebreu se chama Armagedom” (Apocalipse 16:12-16 Apocalipse 16:12-16 12 O sexto anjo derramou a sua taça sobre o grande rio Eufrates; e a sua água secou-se, para que se preparasse o caminho dos reis que vêm do oriente. 13 E da boca do dragão, e da boca da besta, e da boca do falso profeta, vi saírem três espíritos imundos, semelhantes a rãs. 14 Pois são espíritos de demônios, que operam sinais; os quais vão ao encontro dos reis de todo o mundo, para os congregar para a batalha do grande dia do Deus Todo-Poderoso. 15 (Eis que venho como ladrão. Bem-aventurado aquele que vigia, e guarda as suas vestes, para que não ande nu, e não se veja a sua nudez.) 16 E eles os congregaram no lugar que em hebraico se chama Armagedom.
Almeida Atualizada×
).

Embora Satanás e os demônios estejam fadados a perder qualquer batalha contra Cristo, eles nunca desistem de tentar derrotá-Lo. Mais uma vez, Cristo usará Seus meios para cumprir Seus propósitos. Os “espíritos de demônios”, agindo sob Satanás e através da Besta e do Falso Profeta, “vão ao encontro dos reis de todo o mundo para os congregar para a batalha, naquele grande Dia do Deus Todo-poderoso” (Apocalipse 16:13-14 Apocalipse 16:13-14 13 E da boca do dragão, e da boca da besta, e da boca do falso profeta, vi saírem três espíritos imundos, semelhantes a rãs. 14 Pois são espíritos de demônios, que operam sinais; os quais vão ao encontro dos reis de todo o mundo, para os congregar para a batalha do grande dia do Deus Todo-Poderoso.
Almeida Atualizada×
). Esse é o nome correto da batalha decisiva entre Cristo e os exércitos do mundo.

Jesus Cristo aproveita essas influências demoníacas “para ajuntar as nações…para sobre eles derramar a Minha indignação e todo o ardor da Minha ira” (Sofonias 3:8 Sofonias 3:8Portanto esperai-me a mim, diz o Senhor, no dia em que eu me levantar para o despojo; porque o meu intento é ajuntar nações e congregar reinos, para sobre eles derramar a minha indignação, e todo o ardor da minha ira; pois esta terra toda será consumida pelo fogo do meu zelo.
Almeida Atualizada×
). Todas as nações, inclusive os exércitos da Besta, “combaterão contra o Cordeiro, e o Cordeiro os vencerá, porque é o Senhor dos senhores e o Rei dos reis” (Apocalipse 17:14 Apocalipse 17:14Estes combaterão contra o Cordeiro, e o Cordeiro os vencerá, porque é o Senhor dos senhores e o Rei dos reis; vencerão também os que estão com ele, os chamados, e eleitos, e fiéis.
Almeida Atualizada×
).

“E os [os demônios] congregaram no lugar que em hebreu se chama Armagedom” (Apocalipse 16:16 Apocalipse 16:16E eles os congregaram no lugar que em hebraico se chama Armagedom.
Almeida Atualizada×
). Armagedom literalmente significa “Monte Megido”. De fato, o Texto Majoritário do Novo Testamento diz simplesmente Magedon ou “Megido”. Esta é uma antiga cidade arrasada a noroeste de Jerusalém. Ao leste dela há um extenso vale ou planície, chamado Jezreel ou Esdraelon, onde numerosas batalhas foram travadas no passado. Um de seus nomes é “vale de Megido” (Zacarias 12:11 Zacarias 12:11Naquele dia será grande o pranto em Jerusalém, como o pranto de Hadade-Rimom no vale de Megidom.
Almeida Atualizada×
). Este será o ponto de encontro, mas, evidentemente, esses enormes exércitos estarão espalhados por uma área muito maior.

Quando Cristo descer em direção a Jerusalém, a área ao redor de Jerusalém se tornará o principal campo de batalha. “Eis que vem o Dia do SENHOR…Porque eu ajuntarei todas as nações para a peleja contra Jerusalém…Então, sairá o SENHOR e pelejará contra essas nações…Naquele dia, estarão os seus pés sobre o monte das Oliveiras…O SENHOR será Rei sobre toda a terra” (Zacarias 14:1-4 Zacarias 14:1-4 1 Eis que vem um dia do Senhor, em que os teus despojos se repartirão no meio de ti. 2 Pois eu ajuntarei todas as nações para a peleja contra Jerusalém; e a cidade será tomada, e as casas serão saqueadas, e as mulheres forçadas; e metade da cidade sairá para o cativeiro mas o resto do povo não será exterminado da cidade. 3 Então o Senhor sairá, e pelejará contra estas nações, como quando peleja no dia da batalha. 4 Naquele dia estarão os seus pés sobre o monte das Oliveiras, que está defronte de Jerusalém para o oriente; se o monte das Oliveiras será fendido pelo meio, do oriente para o ocidente e haverá um vale muito grande; e metade do monte se removerá para o norte, e a outra metade dele para o sul.
Almeida Atualizada×
, 9).

A verdadeira batalha começa quando o sétimo anjo derramar sua taça. Então haverá o mais devastador terremoto de todos os tempos! Ilhas e montanhas desaparecerão! As “cidades das nações” vão ruir, inclusive a principal cidade que a Bíblia se refere como “Babilônia”, uma referência ao último renascimento de Roma, como vimos em outras lições. E cairá uma chuva de granizo com pedras pesando talvez 35 a 45 quilos cada uma (Apocalipse 16:17-21 Apocalipse 16:17-21 17 O sétimo anjo derramou a sua taça no ar; e saiu uma grande voz do santuário, da parte do trono, dizendo: Está feito. 18 E houve relâmpagos e vozes e trovões; houve também um grande terremoto, qual nunca houvera desde que há homens sobre a terra, terremoto tão forte quão grande; 19 e a grande cidade fendeu-se em três partes, e as cidades das nações caíram; e Deus lembrou-se da grande Babilônia, para lhe dar o cálice do vinho do furor da sua ira. 20 Todas ilhas fugiram, e os montes não mais se acharam. 21 E sobre os homens caiu do céu uma grande saraivada, pedras quase do peso de um talento; e os homens blasfemaram de Deus por causa da praga da saraivada; porque a sua praga era mui grande.
Almeida Atualizada×
). A queda da Babilônia é descrita detalhadamente em Apocalipse 18.

Cristo vai capturar a Besta e o Falso Profeta — os anticristos confirmados descritos na última lição — e jogá-los em um lago de fogo e matará todos os exércitos opositores (Apocalipse 19:19-21 Apocalipse 19:19-21 19 E vi a besta, e os reis da terra, e os seus exércitos reunidos para fazerem guerra �quele que estava montado no cavalo, e ao seu exército. 20 E a besta foi presa, e com ela o falso profeta que fizera diante dela os sinais com que enganou os que receberam o sinal da besta e os que adoraram a sua imagem. Estes dois foram lançados vivos no lago de fogo que arde com enxofre. 21 E os demais foram mortos pela espada que saía da boca daquele que estava montado no cavalo; e todas as aves se fartaram das carnes deles.
Almeida Atualizada×
).

O profeta Zacarias registra o destino desses exércitos que vão lutar contra Cristo, aparentemente sendo atingido por uma imensa explosão de poder: “E esta será a praga com que o SENHOR ferirá todos os povos que guerrearam contra Jerusalém: a sua carne será consumida, estando eles de pé, e lhes apodrecerão os olhos nas suas órbitas, e lhes apodrecerá a língua na sua boca” (Zacarias 14:12 Zacarias 14:12Esta será a praga com que o Senhor ferirá todos os povos que guerrearam contra Jerusalém: apodrecer-se-á a sua carne, estando eles de pé, e se lhes apodrecerão os olhos nas suas órbitas, e a língua se lhes apodrecerá na boca,
Almeida Atualizada×
).

Qual será o grande ápice triunfante do Dia do Senhor?

“E tocou o sétimo anjo a trombeta, e houve no céu grandes vozes, que diziam: Os reinos do mundo vieram a ser de nosso Senhor e do seu Cristo, e Ele reinará para todo o sempre” (Apocalipse 11:15 Apocalipse 11:15E tocou o sétimo anjo a sua trombeta, e houve no céu grandes vozes, que diziam: O reino do mundo passou a ser de nosso Senhor e do seu Cristo, e ele reinará pelos séculos dos séculos.
Almeida Atualizada×
).

“E os vinte e quatro anciãos, que estão assentados em seu trono, diante de Deus, prostraram-se sobre seu rosto e adoraram a Deus, dizendo: Graças te damos, Senhor, Deus Todo-poderoso, que és, e que eras, e que hás de vir, que tomaste o Teu grande poder e reinaste. E iraram-se as nações, e veio a tua ira, e o tempo dos mortos, para que sejam julgados, e o tempo de dares o galardão aos profetas, Teus servos, e aos santos, e aos que temem o Teu nome, a pequenos e a grandes, e o tempo de destruíres os que destroem a terra” (versículos 16-18).

“E vi o céu aberto, e eis um cavalo branco. O que estava assentado sobre ele chama-se Fiel e Verdadeiro e julga e peleja com justiça. E os seus olhos eram como chama de fogo; e sobre a sua cabeça havia muitos diademas; e tinha um nome escrito que ninguém sabia, senão ele mesmo. E estava vestido de uma veste salpicada de sangue, e o nome pelo qual se chama é a Palavra de Deus. E seguiam-no os exércitos que há no céu em cavalos brancos e vestidos de linho fino, branco e puro”.

“E da sua boca saía uma aguda espada, para ferir com ela as nações; e ele as regerá com vara de ferro e ele mesmo é o que pisa o lagar do vinho do furor e da ira do Deus Todo-poderoso. E na veste e na sua coxa tem escrito este nome: REI DOS REIS E SENHOR DOS SENHORES” (Apocalipse 19:11-16 Apocalipse 19:11-16 11 E vi o céu aberto, e eis um cavalo branco; e o que estava montado nele chama-se Fiel e Verdadeiro; e julga a peleja com justiça. 12 Os seus olhos eram como chama de fogo; sobre a sua cabeça havia muitos diademas; e tinha um nome escrito, que ninguém sabia sabia senão ele mesmo. 13 Estava vestido de um manto salpicado de sangue; e o nome pelo qual se chama é o Verbo de Deus. 14 Seguiam-no os exércitos que estão no céu, em cavalos brancos, e vestidos de linho fino, branco e puro. 15 Da sua boca saía uma espada afiada, para ferir com ela as nações; ele as regerá com vara de ferro; e ele mesmo é o que pisa o lagar do vinho do furor da ira do Deus Todo-Poderoso. 16 No manto, sobre a sua coxa tem escrito o nome: Rei dos reis e Senhor dos senhores.
Almeida Atualizada×
).

“E, agora, digo isto, irmãos: que carne e sangue não podem herdar o Reino de Deus, nem a corrupção herda a incorrupção. Eis aqui vos digo um mistério: Na verdade, nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados, num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados.

“Porque convém que isto que é corruptível se revista da incorruptibilidade e que isto que é mortal se revista da imortalidade. E, quando isto que é corruptível se revestir da incorruptibilidade, e isto que é mortal se revestir da imortalidade, então, cumprir-se-á a palavra que está escrita: Tragada foi a morte na vitória” (1 Coríntios 15:50-54 1 Coríntios 15:50-54 50 Mas digo isto, irmãos, que carne e sangue não podem herdar o reino de Deus; nem a corrupção herda a incorrupção. 51 Eis aqui vos digo um mistério: Nem todos dormiremos mas todos seremos transformados, 52 num momento, num abrir e fechar de olhos, ao som da última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos serão ressuscitados incorruptíveis, e nós seremos transformados. 53 Porque é necessário que isto que é corruptível se revista da incorruptibilidade e que isto que é mortal se revista da imortalidade. 54 Mas, quando isto que é corruptível se revestir da incorruptibilidade, e isto que é mortal se revestir da imortalidade, então se cumprirá a palavra que está escrito: Tragada foi a morte na vitória.
Almeida Atualizada×
).

“Mas eu não quero que ignoreis, irmãos, sobre os que dormem, para que não sofres como os outros que não têm esperança. Porque, se cremos que Jesus morreu e ressuscitou, assim também Deus trará consigo aqueles que dormem em Jesus.

“Não quero, porém, irmãos, que sejais ignorantes acerca dos que já dormem, para que não vos entristeçais, como os demais, que não têm esperança. Porque, se cremos que Jesus morreu e ressuscitou, assim também aos que em Jesus dormem Deus os tornará a trazer com ele. Dizemo-vos, pois, isto pela palavra do Senhor: que nós, os que ficarmos vivos para a vinda do Senhor, não precederemos os que dormem. Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro; depois, nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor. Portanto, consolai-vos uns aos outros com estas palavras” (1 Tessalonicenses 4:13-18 1 Tessalonicenses 4:13-18 13 Não queremos, porém, irmãos, que sejais ignorantes acerca dos que já dormem, para que não vos entristeçais como os outros que não têm esperança. 14 Porque, se cremos que Jesus morreu e ressurgiu, assim também aos que dormem, Deus, mediante Jesus, os tornará a trazer juntamente com ele. 15 Dizemo-vos, pois, isto pela palavra do Senhor: que nós, os que ficarmos vivos para a vinda do Senhor, de modo algum precederemos os que já dormem. 16 Porque o Senhor mesmo descerá do céu com grande brado, � voz do arcanjo, ao som da trombeta de Deus, e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro. 17 Depois nós, os que ficarmos vivos seremos arrebatados juntamente com eles, nas nuvens, ao encontro do Senhor nos ares, e assim estaremos para sempre com o Senhor. 18 Portanto, consolai-vos uns aos outros com estas palavras.
Almeida Atualizada×
).

E ao toque da sétima trombeta vem o anúncio de notícias maravilhosas para os santos e para o futuro do mundo: Jesus Cristo reivindica Seu domínio sobre a Terra! Os vinte e quatro anciãos celestiais anunciam que é tempo de dar “o galardão aos profetas, Teus servos, e aos santos”!

O grande clímax do Dia do Senhor será o incrível retorno de Cristo, descrito tão vividamente em Apocalipse 19, e a ressurreição dos mortos dos santos, que é “a primeira ressurreição” (20:6). Quase todo o capítulo quinze de 1 Coríntios discute a ressurreição. Ali nos diz que o toque da “última trombeta” anunciará a ressurreição (versículo 52). A ressurreição dos santos também é descrita em 1 Tessalonicenses 4:16-17 1 Tessalonicenses 4:16-17 16 Porque o Senhor mesmo descerá do céu com grande brado, � voz do arcanjo, ao som da trombeta de Deus, e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro. 17 Depois nós, os que ficarmos vivos seremos arrebatados juntamente com eles, nas nuvens, ao encontro do Senhor nos ares, e assim estaremos para sempre com o Senhor.
Almeida Atualizada×
e também é mencionada em muitas outras escrituras.

Como vimos antes, essa sétima trombeta também anuncia o derramamento das sete últimas pragas. Essas pragas, que incluem reunir a Besta, o Falso Profeta e outras forças, seguirão a ressurreição, com Cristo e os santos descendo para a batalha final.

Que festa anual ordenada por Deus retrata o Dia do Senhor?

“E falou o SENHOR a Moisés, dizendo: Fala aos filhos de Israel, dizendo: No mês sétimo, ao primeiro do mês, tereis descanso, memória de jubilação, santa convocação. Nenhuma obra servil fareis, mas oferecereis oferta queimada ao SENHOR” (Levítico 23:23-25 Levítico 23:23-25 23 Disse mais o Senhor a Moisés: 24 Fala aos filhos de Israel: No sétimo mês, no primeiro dia do mês, haverá para vós descanso solene, em memorial, com sonido de trombetas, uma santa convocação. 25 Nenhum trabalho servil fareis, e oferecereis oferta queimada ao Senhor.
Almeida Atualizada×
).

Esta passagem se refere brevemente à Festa das Trombetas, que prenuncia o cumprimento das trombetas de Apocalipse, especialmente a última, que marca o retorno de Cristo e a ressurreição dos santos. A Festa das Trombetas e as seis outras festas anuais e Dias Sagrados ordenados por Deus são explicados em nosso guia de estudo bíblico gratuito: O Plano dos Dias Santos de Deus: A Promessa de Esperança para Toda a Humanidade . Todas elas são ocasiões alegres e profundamente significativas. Depois de entendê-las, você vai querer celebrá-las!

Praticando a fé

Depois de falar sobre a ressurreição, em 1 Tessalonicenses 4, o apóstolo Paulo continua falando sobre “o dia do Senhor” em 1 Tessalonicenses 5. Ele deixa claro que quando esse tempo finalmente chegar, acontecerá repentinamente, por isso é importante manter-se espiritualmente preparado. Depois disso, Paulo entrega uma magnífica lista de instruções simples para se viver uma verdadeira vida cristã.

A partir de agora, reserve algum tempo para ler 1 Tessalonicenses 5. Aproveite e inspire-se! Além disso, escolha duas ou três instruções da lista de Paulo, escreva-as e defina uma meta para concentrar-se em praticá-las em sua vida diária na próxima semana.