Pregando o evangelho e preparando um povo

Comentário Bíblico: Gênesis 44

Você está aqui

Comentário Bíblico

Gênesis 44

Os irmãos de José ainda não tinham ideia do que está acontecendo, mas procuravam manter-se muito cooperativos e humildes. Porém, nada disso parecia aliviar a situação deles. José acusa seus irmãos de um crime ofensivo e flagrante: o roubo do copo especial de seu benevolente anfitrião.

Quando o servo de José confronta os irmãos por esse suposto crime, ele é instruído a perguntar: “Não é este o copo por que bebe meu senhor? E em que ele bem adivinha?” (versículo 5). Será que José realmente usava esse copo para predição ou interpretação de presságios? Certamente, Deus não teria aprovado isso. Sobre esse copo de adivinhação, o Jamieson-Fausset-Brown Bible Commentary (Comentário Bíblico Jamieson-Fausset-Brown) observa: “A adivinhação por copos para determinar o curso do futuro era uma das superstições predominantes no antigo Egito, e ainda persiste nos países orientais. Mas é improvável que José, um fiel devoto do verdadeiro Deus, tenha se envolvido nessa prática supersticiosa. Entretanto, ele poderia ter se aproveitado dessa crença popular para executar com sucesso sua estratégia nesse último e decisivo julgamento de seus irmãos” (nota de Gênesis 44:5 Gênesis 44:5Não é esta a taça por que bebe meu senhor, e de que se serve para adivinhar? Fizestes mal no que fizestes.
Almeida Atualizada×
). Em outras palavras, José pode ter deixado que eles pensassem que ele praticava adivinhação com aquele copo para incutir mais medo neles — pois iria parecer que seriam acusados ​​de roubar algo de grande importância no Egito.

Observe também que José não ordenou que seu mordomo contasse uma mentira — em vez disso, ele simplesmente lhe disse para fazer uma pergunta. A resposta correta deveria ter sido não. Mas, os irmãos de José não sabiam disso.