Ajuda para hoje e esperança para o amanhã! 

O Sacrifício de Jesus Cristo

O Sacrifício de Jesus Cristo

Transferência

Transferência

O Sacrifício de Jesus Cristo

×

Jesus Cristo é o ponto focal do Cristianismo. Conforme Atos 4:12 Atos 4:12E em nenhum outro há salvação; porque debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, em que devamos ser salvos.
Almeida Atualizada×
afirma, “em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos.” O perdão dos pecados e, finalmente, o dom da vida eterna são acessíveis somente através do Seu sacrifício. Nós somos reconciliados a Deus pela morte de Cristo, mas salvos pela Sua vida (Romanos 5:10 Romanos 5:10Porque se nós, quando éramos inimigos, fomos reconciliados com Deus pela morte de seu Filho, muito mais, estando já reconciliados, seremos salvos pela sua vida.
Almeida Atualizada×
).

As Escrituras descrevem Jesus Cristo usando vários títulos distintivos, incluindo: o Verbo de Deus (João 1:1 João 1:1No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.
Almeida Atualizada×
, 14; Apocalipse 1:13 Apocalipse 1:13e no meio dos candeeiros um semelhante a filho de homem, vestido de uma roupa talar, e cingido � altura do peito com um cinto de ouro;
Almeida Atualizada×
ARA), nosso Salvador (1 João 4:14 1 João 4:14E nós temos visto, e testificamos que o Pai enviou seu Filho como Salvador do mundo.
Almeida Atualizada×
), nosso Sumo Sacerdote (Hebreus 9:11 Hebreus 9:11Mas Cristo, tendo vindo como sumo sacerdote dos bens já realizados, por meio do maior e mais perfeito tabernáculo (não feito por mãos, isto é, não desta criação),
Almeida Atualizada×
), nosso Senhor (Apocalipse 22:21 Apocalipse 22:21A graça do Senhor Jesus seja com todos.
Almeida Atualizada×
), o Filho de Deus (Apocalipse 2:18 Apocalipse 2:18Ao anjo da igreja em Tiatira escreve: Isto diz o Filho de Deus, que tem os olhos como chama de fogo, e os pés semelhantes a latão reluzente:
Almeida Atualizada×
; 1 João 5:5 1 João 5:5Quem é o que vence o mundo, senão aquele que crê que Jesus é o Filho de Deus?
Almeida Atualizada×
), nosso Cordeiro Pascal (1 Coríntios 5:7 1 Coríntios 5:7Expurgai o fermento velho, para que sejais massa nova, assim como sois sem fermento. Porque Cristo, nossa páscoa, já foi sacrificado.
Almeida Atualizada×
ARA), o Filho do Homem (Apocalipse 14:14 Apocalipse 14:14E olhei, e eis uma nuvem branca, e assentado sobre a nuvem um semelhante a filho de homem, que tinha sobre a cabeça uma coroa de ouro, e na mão uma foice afiada.
Almeida Atualizada×
), e Rei dos reis e Senhor dos senhores (Apocalipse 19:16 Apocalipse 19:16No manto, sobre a sua coxa tem escrito o nome: Rei dos reis e Senhor dos senhores.
Almeida Atualizada×
). (Veja o capítulo intitulado “Deus Pai, Jesus Cristo e o Espírito Santo”, começando na página 4.)

Cristo é o nosso Salvador e o sacrifício final para o pecado. Apesar de Ele ser divino, Jesus tornou-se um ser humano para sofrer e morrer pelos pecados da humanidade (Filipenses 2:5-7 Filipenses 2:5-7 5 Tende em vós aquele sentimento que houve também em Cristo Jesus, 6 o qual, subsistindo em forma de Deus, não considerou o ser igual a Deus coisa a que se devia aferrar, 7 mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, tornando-se semelhante aos homens;
Almeida Atualizada×
; Hebreus 2:9 Hebreus 2:9vemos, porém, aquele que foi feito um pouco menor que os anjos, Jesus, coroado de glória e honra, por causa da paixão da morte, para que, pela graça de Deus, provasse a morte por todos.
Almeida Atualizada×
). Como o Filho do Homem, Ele foi capaz de conhecer todas as aflições da vida humana (Hebreus 4:15 Hebreus 4:15Porque não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer- se das nossas fraquezas; porém um que, como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado.
Almeida Atualizada×
) para melhor nos compreender como nosso misericordioso Sumo Sacerdote (Hebreus 2:17 Hebreus 2:17Pelo que convinha que em tudo fosse feito semelhante a seus irmãos, para se tornar um sumo sacerdote misericordioso e fiel nas coisas concernentes a Deus, a fim de fazer propiciação pelos pecados do povo.
Almeida Atualizada×
).

Cristo como o nosso Salvador deu a Sua vida para que nós possamos viver. Ele morreu uma morte horrível, como nosso Cordeiro Pascal (prefigurado no cordeiro pascal sacrificado no Antigo Testamento), para que tenhamos entendimento da magnitude do pecado e do significado monumental do Seu sacrifício, que foi feito para cada ser humano. Ele foi “o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo”. (João 1:29 João 1:29No dia seguinte João viu a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo.
Almeida Atualizada×
; compare com Apocalipse 5:6 Apocalipse 5:6Nisto vi, entre o trono e os quatro seres viventes, no meio dos anciãos, um Cordeiro em pé, como havendo sido morto, e tinha sete chifres e sete olhos, que são os sete espíritos de Deus, enviados por toda a terra.
Almeida Atualizada×
, 12; 7:14; 12:11). (Veja o capítulo intitulado “A Páscoa Bíblica”, começando na página 35.)

O pecado, a transgressão da lei de Deus (1 João 3:4 1 João 3:4Todo aquele que vive habitualmente no pecado também vive na rebeldia, pois o pecado é rebeldia.
Almeida Atualizada×
), é realmente horrível. Desobediência à lei de Deus trouxe dor e miséria incalculáveis, bem como a sua pena máxima, a morte (Romanos 6:23 Romanos 6:23Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus nosso Senhor.
Almeida Atualizada×
). (Veja o capítulo intitulado “A Lei de Deus e o Pecado”, começando na página 18)

Jesus viveu uma vida perfeita e por consequência não mereceu ter a pena da morte. No entanto, Ele foi predestinado desde a fundação do mundo a morrer (Apocalipse 13:8 Apocalipse 13:8E adora-la-ão todos os que habitam sobre a terra, esses cujos nomes não estão escritos no livro do Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo.
Almeida Atualizada×
). Embora Cristo, como o perfeito sacrifício para o pecado, tenha sido acusado de violar a lei de Deus em mais do que numa ocasião, Ele nunca quebrou a lei de Deus.

Aceitamos o Seu sacrifício como essencial para nossa salvação. Conforme modelamos as nossas vidas à moda de Jesus Cristo, nós “levamos a nossa cruz” e seguimo-Lo (Lucas 14:27 Lucas 14:27Quem não leva a sua cruz e não me segue, não pode ser meu discípulo.
Almeida Atualizada×
), incluindo-se nisto a disposição de virmos a sofrer e de sermos perseguidos como Ele nos mostrou pelo Seu exemplo (1 Pedro 2:19-23 1 Pedro 2:19-23 19 Porque isto é agradável, que alguém, por causa da consciência para com Deus, suporte tristezas, padecendo injustamente. 20 Pois, que glória é essa, se, quando cometeis pecado e sois por isso esbofeteados, sofreis com paciência? Mas se, quando fazeis o bem e sois afligidos, o sofreis com paciência, isso é agradável a Deus. 21 Porque para isso fostes chamados, porquanto também Cristo padeceu por vós, deixando-vos exemplo, para que sigais as suas pisadas. 22 Ele não cometeu pecado, nem na sua boca se achou engano; 23 sendo injuriado, não injuriava, e quando padecia não ameaçava, mas entregava-se �quele que julga justamente;
Almeida Atualizada×
). Agradecemos ao Deus Pai por ter dado o Seu Filho Jesus Cristo para ser aquele sacrifício perfeito para toda a humanidade (João 3:16 João 3:16Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.
Almeida Atualizada×
; Romanos 8:32 Romanos 8:32Aquele que nem mesmo a seu próprio Filho poupou, antes o entregou por todos nós, como não nos dará também com ele todas as coisas?
Almeida Atualizada×
).

Todo o pecado é perdoado após o arrependimento e a aceitação do sacrifício de Cristo. (Veja o capítulo intitulado “O Arrependimento e Fé”, começando na página 28.) O perdão do pecado requer o sacrifício supremo—a morte de Jesus Cristo. A Sua crucificação, há quase 2.000 anos, foi essencial para o plano de Deus da redenção e salvação.

Através de Seu sacrifício, Jesus tomou sobre si a pena final do pecado, a morte, libertando-nos desse destino final, a nossa morte eterna, se aceitarmos o Seu sacrifício em arrependimento continuo (Hebreus 2:9 Hebreus 2:9vemos, porém, aquele que foi feito um pouco menor que os anjos, Jesus, coroado de glória e honra, por causa da paixão da morte, para que, pela graça de Deus, provasse a morte por todos.
Almeida Atualizada×
; 9:14-15). E, pelo ato de Jesus Cristo dar de Si mesmo durante a Sua vida para cuidar dos outros, até ao ponto final de que, através do tormento angustiante que Ele sofreu ao fim, Jesus também tomou sobre si as conseqüências adicionais do pecado—nomeadamente as dores e o sofrimento.

É como Isaías 53:4 Isaías 53:4Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e carregou com as nossas dores; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido.
Almeida Atualizada×
diz: “Verdadeiramente, ele tomou sobre si as nossas enfermidades e as nossas dores levou sobre si.” Mateus 8:17 Mateus 8:17para que se cumprisse o que fora dito pelo profeta Isaías: Ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e levou as nossas doenças.
Almeida Atualizada×
escreve desta maneira: “Ele tomou sobre si as nossas enfermidades e levou as nossas doenças.” E, finalmente, Isaías 53:5 Isaías 53:5Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e esmagado por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.
Almeida Atualizada×
conclui: “o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e, pelas suas pisaduras, fomos sarados.” Jesus suportou brutalidade e miséria, como base para a nossa libertação do sofrimento, inclusive através da cura.

Enquanto Deus não remove todo o sofrimento agora, assim como ele ainda não tenha retirado a morte de nós, às vezes ele aliviará alguns dos sofrimentos agora se nós fielmente confiarmos nEle—como, por exemplo, ser fisicamente curado da doença através da unção (Tiago 5:13 Tiago 5:13Está aflito alguém entre vós? Ore. Está alguém contente? Cante louvores.
Almeida Atualizada×
-16). E nós temos a promessa de Deus que um dia a morte e o sofrimento deixarão de existir (1 Coríntios 15:54 1 Coríntios 15:54Mas, quando isto que é corruptível se revestir da incorruptibilidade, e isto que é mortal se revestir da imortalidade, então se cumprirá a palavra que está escrito: Tragada foi a morte na vitória.
Almeida Atualizada×
, Romanos 8:18 Romanos 8:18Pois tenho para mim que as aflições deste tempo presente não se podem comparar com a glória que em nós há de ser revelada.
Almeida Atualizada×
, Apocalipse 21:4 Apocalipse 21:4Ele enxugará de seus olhos toda lágrima; e não haverá mais morte, nem haverá mais pranto, nem lamento, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas.
Almeida Atualizada×
).

Pelo entendimento e aceitação do sacrifício de Jesus Cristo em arrependimento e fé, podemos estar assegurados de que os nossos pecados estão apagados. Poderemos avançar nas nossas vidas Cristãs com confiança, sabendo que através do sacrifício de Jesus Cristo podemos ser reconciliados com o Pai.

Como um resultado desta reconciliação, podemos desenvolver um parentesco com o Pai que nos fornece esperança e confiança para o nosso futuro. Podemos aguardar a vida eterna no Reino de Deus como um dom da graça de Deus por causa do sacrifício que Cristo voluntariamente fez por cada um de nós.