Pregando o evangelho e preparando um povo

Você está sendo desviado do Caminho?: Esteja firme contra as astutas ciladas do diabo!

Você está aqui

Você está sendo desviado do Caminho?

Esteja firme contra as astutas ciladas do diabo!

Download (Baixar)
MP3 Audio (49.92 MB)

Download (Baixar)

Você está sendo desviado do Caminho?: Esteja firme contra as astutas ciladas do diabo!

MP3 Audio (49.92 MB)
×

Mantenha-se firme contra as astutas ciladas do Malígno. Este sermão aborda cinco estratégicas de Satanás. Reconhece-as para se defender efetivamente.

Transcrição

Bom dia ou boa tarde queridos irmãos aqui é Jorge Campos.

Uma ocasião das muitas ocasiões em que eu e minha esposa estivemos a visitar um parque na África do Sul com animais selvagens com uma grande área houve uma ocasião que vi uma caça de um grupo de leoas a caçar um veado e foi interessante ver como se aproximavam as leoas e estavam a fazer uma estratégia de atacar o veado de uma maneira de surpresa e através disso estavam a separar um deles para depois atacar a esse.

Uma das coisas que fazem (quando no momento do ataque) um ataque repentino causando pânico e isso burlando a presa para a qual buscam.

Queridos irmãos, nós nesta vida em que vivemos somos como esse veado ou essa presa e o atacante é nada mais nada menos que o diabo, satanás que nos quer destruir, que nos quer isolar, que nos quer separar, que nos quer desviar do caminho e destruir e matar, isso é a estratégia dele.

Ora em que área é que satanás nos vai atacar? As vezes pode variar individualmente porque somos pessoas com certas fraquezas e a fraqueza de uma pessoa pode ser diferente da fraqueza de outra pessoa.

E muitas vezes ele ataca e depois espera um pouco antes de iniciar um outro ataque mas de uma maneira geral há certos métodos gerais, há certas estratégias gerais que satanás usa para nos atacar.

E hoje queridos irmãos eu quero analisar algumas dessas estratégias de satanás para atacar a nós como povo de Deus.

Vamos ver alguns desses métodos que ele usa, reconhecendo-os e nós então reconhecendo-os podemos possivelmente se estivermos atentos desenvolver um plano de defesa para nos defendermos mais e efetivamente de uma maneira mais eficaz, isto é, para nos defendermos das ciladas do diabo e dos seus métodos.

Ora o 1º método que ele usa talvez seja o mais velho e mais usado é a fraqueza da nossa carne e a fraqueza da nossa natureza humana e dos nossos pensamentos e isso é ligado a uma atitude de soberba que por outro lado, digamos assim, é falta de humildade.

Vejamos então em EF 2 começando a ler do v. 1: “Ele nos deu vida estando vós mortos nos vossos delitos e pecados”, quer dizer, que nós devemos estar mortos nos nossos desvios da verdade e devemos estar mortos a dos pecados, isto é, de errar o alvo, precisamos de evitar isso.

“Nos quais andastes outrora segundo o curso deste mundo, segundo o curso do príncipe da potestade do ar” (que nada mais nada menos é satanás, príncipe dos poderes do ar) do espírito que agora atua nos filhos da desobediência (sim, o inimigo está a atuar nesta sociedade) entre os quais todos nós andamos outrora (sim, nós antes de sermos batizados, antes de estarmos na igreja, andávamos nesse caminho) segundo as inclinações da nossa carne”.

“Segundo as inclinações da nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos pensamentos e éramos por natureza filhos da ira como também os demais” (os que estão no mundão hoje em dia).

E qual é problema da carne? Probblema que nós temos? Um dos problemas da carne que temos é o desejo de fazermos o que nós queremos! É de satisfazer os nossos desejos! É uma preocupação de mim próprio! Você próprio, uma preocupação de nós!

Um desejo por isso da carne e da mente, uma preocupação não só no que é proibido pela lei de Deus mas além disso é um foco no interno, no próprio, em mim, em nós, é a atitude, esta maneira de ser que queremos ganhar, queremos receber em vez de dar!

Vejam aqui em 1 JO 2 onde João menciona mais um bocadinho acerca destes desejos da carne e diz assim, no cap. 2 começando v. 13-17 diz assim: “pais eu vos escrevo porque conheceis Aquele que existe desde o princípio, jovens eu vos escrevo porque tendes vencido o maligno”.

Aí um dos propósitos da carne é estando que estamos cientes dos propósitos do maligno, estamos a batalhar ativamente nesta luta contra o maligno.

“Filhinhos eu vos escrevi porque conheceis o Pai, pais eu vos escrevi porque conheceis Aquele que existe desde o princípio, jovens eu vos escrevi porque sois fortes e a palavra de Deus permanece em vós e tendes vencido o maligno”.

Queridos irmãos estamos a vencer o maligno ou ele está a nos desviar da verdade?

E depois diz assim no v. 15: “não ameis o mundo nem as coisas que há no mundo, se alguém amar o mundo o amor do Pai não está nele porque tudo que há no mundo (quer dizer toda a vontade, todo o desejo que há no mundo, no mundão), isto é, a concupiscência da carne, isto é, os desejos da carne, a concupiscência dos olhos”, e aqui se vê que João está a adicionar a esta vontade da carne também a vontade dos olhos.

Por isso irmãos precisemos de ter cuidado com estes desejos não só da carne, as paixões, desejos da carne, mas os desejos dos olhos; o que que os nossos olhos querem?

Seguir, por exemplo, vemos uma coisa e queremos, e os mandamentos de Deus descrevem isso como uma cobiça, o último mandamento das leis de Deus é COBIÇAR, NÃO COBICES!

Isto é, estes desejos da vista, dos olhos de querer uma coisa que não é nossa e não tenhamos direito a essa coisa e depois diz: “a soberba, isto é, o orgulho da vida que não procedem do Pai mas procedem do mundo”.

A soberba, o orgulho da vida.

Queridos irmãos, isto é, o orgulho da vida, isto que vem dos pensamentos, é isto que vem de uma pessoa decente ou quer ser mais importante que os outros, que quer glorificar-se e por isso temos que ter cuidado com isso irmãos.

“Ora o mundo passa com sua concupiscência, porém aquele que faz a vontade de Deus permanece eternamente”.

Queridos irmãos, estas são partes das áreas em que satanás nos ataca neste método, digamos assim, que é o mais velho, usado, isto é, as fraquezas da nossa carne, esta cobiça dos olhos, este orgulho mental da mente.

Vejam também em 1 TM 3:6 diz assim falando acerca de uma pessoa que não seja neófito na igreja, não seja uma pessoa não ainda experiente na igreja: “para ter cuidado para não suceder que se ensoberbeça e incorra a condenação do diabo”.

Queridos irmãos, esta vontade, este orgulho mental, esta soberba mental são um perigo muito grande e são uma das condenações do diabo porque ele não foi humilde e quis ser mais do que ele era e por isso tem a condenação que ele tem e por isso precisamos de nos humilhar.

Vemos por exemplo em IS 53:6 está a falar que tosos nós andávamos desgarrados como ovelhas, cada um se desviava pelo seu caminho como diz na ACF, isto é, seguindo o seu próprio caminho, o caminho do EU, de mim, o seu caminho, se desviava pelo seu caminho.

Queridos irmãos, satanás transmite, tem esta atitude dos ares, deste poder dos ares, transmite! digamos assim, uma transmissão, um apelo internacional no mundo todo que não há fronteiras, no mundo todo!

Para que? Para você na sua mente querer fazer o que você quer! É este desejo de satanás para puxar você para o seu orgulho, para o seu desejo, de pra mim, de satisfazer a mim, isto é o que acontece com todos nós, queridos irmãos.

E por isso temos que reconhecer este método de satanás, vemos em 1 JO 2:17: “aquele que faz a vontade de Deus (e não a sua própria vontade) permanece para sempre”.

Queridos irmãos, isto é o que devemos de mudar dos desejos da nossa vontade da nossa carne, da soberba mental na nossa mente, a vontade da nossa carne e de nossos pensamentos.

Por isso irmãos, se permitimos esta vontade na nossa carne e nos nossos pensamentos, se permitimos a nossa vontade de nossos pensamentos guiarem-nos então seremos desviados do caminho de Deus! E isso é o que satanás quer! E essa é a 1ª. estratégia que eu estou a mencionar hoje do método que satanás usa para nos desviar, é desta maneira usando este método, digamos assim, muito velho, muito antigo mas muito efetivo.

Uma outra estratégia de satanás é usar uma atitude de uma pessoa se sentir ofendida, escandalizada, desapontada e através disso criar uma atitude de amargura e isso é uma outra condenação do diabo.

Vejam em AT 8:23 e vê-se a história de Simão, o mágico, que queria ter poderes e depois vê-se aqui que Pedro disse a ele no v. 23 disse assim: “pois vejo que estás em fel de amargura (estás, digamos assim, no rancor, nesta cólera de amargura) e laço de iniquidade”.

Queridos irmãos, vemos que existe uma conexão, uma ligação entre o pecado e a amargura, satanás ficou amargo possivelmente quando reconheceu que Deus ia levar a a humanidade a uma posição acima da dos anjos então a soberba de ser o governante do mundo ficou machucada e assim ficou ofendido, e assim esta amargura cresceu, este fel de amargura foi crescendo e então começou a usar , digamos assim, palavras maliciosas, começou a ter desacordos com Deus e depois isso conduziu a uma conduta incorreta e também maliciosa, isso é o que acontece com pessoas ofendidas por qualquer coisa, permitem esta ofensa, este escândalo a se tornar em uma raiz de amargura, essa raiz de amargura ou de mágoa, de sentimentos de mágoa acabam por causar que essa pessoa pare de ir à igreja e acabam depois de um tempo ou menos tempo, depende, começam a ter um certo ódio e atitude de separação.

E uma vez estando separados é exatamente o que satanás quer como o veado quando é separado, pode atacar aquele que está sozinho, separado; então como é que devemos tratar as nossas ofensas?

Vejam em HB 12 começando a ler do v. 12-15: “por isso restabelecei as mãos caídas e os joelhos trôpegos”, quer dizer, trabalhem assim que não estejam desencorajados, precisamos de restabelecer um senso são mental, “e fazei caminhos retos para os pés para que não se extravie o que é manco mas antes seja curado, segui a paz com todos e a santificação sem a qual ninguém verá o Senhor atentando diligentemente porque ninguém seja faltoso separando-se da graça de Deus nem aja alguma raiz de amargura que brotando vos perturbe e por meio dela muitos sejam contaminados”.

Aqui vê-se queridos irmãos, que a resposta correta de um cristão é ter cuidado com o próximo, ter cuidado, por exemplo com as mãos, os joelhos, as mãos descaídas e os joelhos trôpegos, quer dizer, pensando como uma pessoa que está doente de mãos fracas, tem joelhos fracos, precisamos ter cuidado para se curarem, para não cairmos e espiritualmente precisamos de cuidar do próximo porque não queremos, por exemplo, fazer com que essas mãos fracas e esses joelhos fracos sejam deslocados e quebrados, espiritualmente não queremos deslocar e quebrar os relacionamentos com os nossos irmãos.

Vejam no v. 14: “segui a paz com todos”; vemos aqui que temos que ir a busca da paz! E com todos! E isso é relacionado com a santificação, com a santidade, para sermos santos, para sermos diferentes do mundo, precisamos de ser pacificadores e diz assim: “sem a qual (atitude de seguir a paz, sem a atitude de ser um pacificador) ninguém verá o Senhor”; isto em outras palavras se não formos um pacificador nunca estaremos na família de Deus eternamente.

Como sabem em MT 5:9 na seção das bem aventuranças Jesus Cristo disse: “os pacificadores serão chamados filhos de Deus”, estarão na família de Deus e por isso serão chamados filhos de Deus!

Continuando a ler aqui no v. 15 de HB 12: “atentando diligentemente   porque ninguém seja faltoso separando-se da graça de Deus nem aja nenhuma raiz de amargura”, e está a nos avisar para não nos separarmos e para ter cuidado com esta raiz de amargura; não deixarmos esta amargura crescer.

Esta amargura é o resultado lógico de falhar e fazer paz!

Amargura é um resultado lógico, é uma conclusão lógica de falhar e de fazer paz, ser um pacificador.

Por isso vemos que a amargura causa problemas e também causa fraturas de relacionamentos entre irmãos, isto é, como vimos aqui ter cuidado com as mãos, os joelhos, para serem curados; para este relacionamento entre irmãos e de irmãs ser curado, como? Sendo um pacificador e para isso precisamos de humildade também.

E por isso a amargura deixa uma pessoa no estado de contaminação espiritual.

Diz aqui: “alguma raiz de amargura brotando-vos, perturbe, e por meio dela sejam contaminados”, espiritualmente está claro, corrompidos.

Em AT 24:16 Paulo disse: “procura sempre (ele disse que procurava sempre) ter uma consciência sem ofensa tanto para Deus como para os homens”; ele tentava tanto quanto possível, vemos aqui, sempre, procurava sempre ter uma consciência sem estar ofendido, fazendo paz, para com Deus e para com os homens.

Também em RM 12:18 Paulo disse também: “se for possível quando estiver em vós tende paz com todos os homens”, se for possível torna-te um pacificador.

Tiago também disse: “confessai as vossas culpas uns aos outros”, a instrução de Tiago é uma de nós corrigirmos o que tenhamos feito errado com o nosso irmão e pedir desculpas.

Admitir o que fizemos de errado para que os irmãos nos perdoem.

Vejam em LC 17 começando no v. 1 disse Jesus aos seus discípulos: “é inevitável que venham escândalos”; é inevitável que venham ofensas, é inevitável que pessoas venham a estar ofendidas; continuando: “mas aí do homem pelo qual esse escândalo ou essas ofensas vêm”.

V. 2: “melhor fora que se lhe pendurasse ao pescoço uma pedra de moinho e fosse atirado no mar do que fazer tropeçar (do que ofender) um desses pequeninos”.

Queridos irmãos, ofensas virão.

Continuando no v. 3: “acautelai-vos, se o teu irmão pecar contra ti, repreende-o”; sim, precisas de ter uma conversa, resolver, ser um pacificador, “e se ele se arrepender, perdoa-o! E se 7 vezes no dia pecar contra ti e 7 vezes vier falar contigo: estou arrependido, perdoa-lhe!”

Aqui vemos irmãos que aquele que causa ofensas está em grande perigo, espiritualmente, podem essas ofensas causar a que uma pessoa se separe para estar sozinho ou sozinha.

Você, por exemplo, está a ofender ou escandalizar um irmão ou uma irmã e esse irmão ou irmã começa a se separar, você passa a não ter um relacionamento com essa pessoa que tinha, fica assim um pouco esfriado este relacionamento.

Quando essa pessoa se separa então é um alvo fácil para o maligno, para o diabo

Veja em MT 13:41-42 e diz assim: “mandará o Filho do Homem os seus anjos que ajuntarão do seu reino todos os que causam escândalos?”; todos os que causam ofensas, continuando: “e os que praticam iniquidade os lançarei na fornalha acesa, ali haverá choro e ranger de dentes”.

Aqui vemos que não há ninguém no reino de Deus que está a causar ofensas por isso ofensas e permitir que isso se desenvolva para uma amargura podem nos desviar do caminho, esse então é o segundo ponto que devemos ter cuidado.

O terceiro ponto que quero mencionar hoje é para ter cuidado com que prioridade é que nós temos na nossa vida, isto é, que sistema de valores é que temos na nossa vida para esses valores não ficarem, digamos assim, torcidos, oblíquos, enviesados, cuidado com esses valores, sim, todos nós temos certas prioridades na vida que não são necessariamente erradas mas o problema é quando pomos essas prioridades antes de Deus, o problema é quando pomos essas prioridades que como disse não são necessariamente erradas mas o problema é quando essas prioridades se tornam a prioridade número 1!! Em vez de Deus ser o número 1!!

Por exemplo, dar aqui alguns exemplos de prioridades que não estou a dizer que são erradas, mas que precisamos ter cuidado para que não as ponhamos essas prioridades como número 1 a frente de Deus, por exemplo:

  1. Eu quero ter um namorado ou uma namorada ou eu quero me casar, está essa prioridade em primeiro lugar? E Deus em segundo?
  2. Um casal, por exemplo, quer ter filhos, tudo bem, mas é essa prioridade à frente da prioridade de ter um relacionamento com Deus?
  3. Talvez as pessoas tenham a prioridade na vida de ter um título, ah por exemplo, ser um senhor diretor ou ser um senhor presidente ou ser o vice presidente, ou ser o chefe, ou ser um tuchal ou ser o segundo tuchal ou ser um pastor, não estou a dizer que algumas dessas prioridades não sejam válidas a questão que estou  a falar é o que vem primeiro, sim, numa posição, por exemplo de liderança, liderança para servir, é para servir o próximo, não é para dominar os outros é para servir o próximo, e se você tem uma atitude de serviço, carinho e cuidado para com os próximos tudo bem! Mas cuidado com esta soberba de títulos.
  4. Ou talvez você tenha uma prioridade que quer perder peso e quer ser mais magro ou mais magra, tudo bem, mas qual é a prioridade número 1? É Deus?
  5. Ou você tenha uma prioridade de ter músculos, levantar peso, ter músculos, ser forte, não há nada errado em ser uma pessoa forte e saudável, mas qual é a nossa prioridade número 1?
  6. Ou talvez a sua prioridade seja a de ir a uma festa na comunidade e ainda pior uma festa pagã, sim, se é uma festa com amigos e se é tudo conduzido de uma maneira correta não há problema desde que seja conduzido de uma maneira correta, desde que não esteja a ficar bêbado ou embriagar-se , sei lá que mais e dizer palavrões e ser um mau exemplo e desde que não seja uma festa pagã mas se você tem uma festazinha na família e coisa assim, tudo bem, uma celebração, por exemplo, de 25 anos de casados e tem uma festa e uma celebração por esse aniversário, tudo bem, mas a prioridade número 1 tem que ser Deus.
  7. Ou você tem uma prioridade de ter um telemóvel novo então isso se torna uma prioridade mais importante? Do que estar a orar e estar perto de Deus?
  8. Ou você quer ver uma série de programas na televisão, por exemplo, você quer ver uma série de telenovelas, isso é uma prioridade à frente de Deus? E se as telenovelas estão a ensinar um caminho desobediente a Deus será realmente isso bom para os seus pensamentos e para a sua mente?
  9. Ou você talvez tenha uma prioridade de ser rico, cuidado!

Queridos irmão, eu estou simplesmente a mostrar que a nossa primeira prioridade tem que ser Deus e a sua justiça, MT 6:33.

Vejamos também em CL 3:1: “portanto se fostes ressuscitados juntamente com Cristo”; se fostes batizado com Cristo e saíste da água simbolicamente ressuscitados neste ato de compromisso a Deus desta nova aliança que você fez com Deus através do batismo; “buscai as coisas lá do alto”; se você se comprometeu a seguir a Cristo busque as coisas lá do alto onde Cristo vive sentado à direita de Deus.

“Pensai nas coisas lá do alto não nas que são aqui da terra”; por isso o seu velho EU morreu ou não? Ou suas vontades e seus desejos estão a voltar?

V. 3: “porque morreste, e a nossa vida está oculta juntamente com Cristo e em Deus quando Cristo que é a nossa vida se manifestar então vós também sereis manifestados com ele em glória”.

Ressuscitados na PRIMEIRA RESSURREIÇÃO como filhos e filhas de Deus na glória de filhos e filhas de Deus.

Então a pergunta é: este velho EU está a voltar? Sim, parece que este velho EU gosta de nos visitar de vez em quando e por isso precisamos de ter cuidado temos que nos tornar como Cristo é!!

Em LC 14:33 lemos: “assim pois qualquer de vós que não renuncia a tudo quanto tem não pode ser meu discípulo”; qual é a sua prioridade?

Lembram-se em LC 18 onde vemos um homem rico que se aproximou de Cristo a perguntar como posso entrar na vida eterna? E Cristo deu o teste ao jovem rico para vender tudo o que tinha e a seguir a Cristo.

Vejam, por exemplo, em FP 3:8 Paulo está a dizer que considerou tudo que queria para ganhar Cristo, isto é, tudo é uma porcaria além da nossa chamada para sermos cristãos.

Estamos de fato assim tão comprometidos a nossa chamada? Estamos realmente assim tão comprometidos a nossa chamada pondo nossa chamada como prioridade número 1?? Pondo Deus primeiro??

Vejam em MC 4:14: “o semeador semeia a palavra, são estes os da beira do caminho semeada e quando a ouvem logo vem satanás e tira a palavra semeada neles”; sim o semeador semeia a palavra, sim, nós ouvimos a palavra, ouvimos a Boa Nova do Reino de Deus e algumas pessoas estão todas excitadas, todas animadas, óh isto é a Verdade, todas animadas, e nos primeiros meses, no primeiro ano, óh isto é grande coisa mas depois esse grande entusiasmo desaparece, por que? Porque logo vem satanás e tira a palavra semeada neles.

Por outro lado, v. 16: “semelhantemente são estes os semeados em solo rochoso os quais ouvindo a palavra logo a recebem com alegria mas não tem raiz em si mesmo sendo antes de pouca duração (como eu mencionei antes a pouco) e lhes chegando à angústia ou a perseguição por causa da palavra logo se escandalizam”.

Sim, alguns ficam animados mas quando há umas certas dificuldades, certas dificuldades na família ao fim de um ano, ao fim de dois, têm testes, tem doenças, seja o que for e não se mantém fieis, desviam-se.

“Outros semeados entre os espinhos são os que ouvem a palavra mas os cuidados do mundo, a fascinação da riqueza e as demais ambições concorrendo (isto é, estas atrações do mundo, estas coisas do mundo, um telemóvel novo, uma festa, uma festa mundana, vir a ser um presidente ou um líder da comunidade, ver uma telenovela, ou seja o que for, estas coisas tornam-se prioridades) todas ao mesmo tempo sufocam a palavra”, tornam-se uma prioridade em vez da PALAVRA DE DEUS, dicando ela, a Palavra de Deus infrutífera.

V. 20: “mas os que foram semeados em boa terra são aqueles que ouvem a Palavra e a recebem frutificando a 30, a 60 e a 100%”, 100 por 1.

Imaginem irmãos que haja assim uma linha (reta) e na ponta desta linha são os cuidados do mundo d na outra ponta desta linha é ser frutífero 100%, e AONDE você está nessa linha? Aonde você está nesta linha? Está do lado dos cuidados do mundo ou está do lado produzindo fruto 100%?  Ou está algo no meio? Aonde estamos? Temos que nos analisar, temos que nos ARREPENDER, estes cuidados do mundo estão a sufocar o nosso crescimento espiritual ou estamos a crescer pondo a Palavra em prioridade número 1??

O problema é que a nossa natureza humana faz com que nós pensemos que estamos do lado de produzir muito fruto mas temos que nos analisar cuidadosamente e com cuidado porque é possível que estejamos mais do lado com os cuidados do mundo e assim estamos a ser desviados do Caminho isso é outra cilada de satanás.

Vejamos uma quarta cilada de satanás: estamos a ser distorcidos por erros e falsas verdades? Estamos a ser desviados por erros e falsas verdades?

Vejam CL 2 começando no v. 4 diz assim: “assim digo que ninguém vos enganem com raciocínios falazes”; ninguém vos engane através de palavras persuasivas mas são raciocínios falazes, fake, falsos!

“Pois embora ausente quanto ao corpo contudo em espírito (sim, embora eu não esteja presente convosco, por exemplo, eu vou falar convosco, mas estou convosco em espírito, em pensamento, pensando em vocês, orando por vocês) alegrando-me e verificando a vossa boa ordem e firmeza da vossa fé em Cristo”; Paulo estava aí a dizer: estou muito grato por vocês, os colossenses, estão firmes na fé.

Depois diz no v. 6: “ora, como recebestes Cristo Jesus, o Senhor, assim andai Nele”; assim como vocês estão animados, estão ansiosos, desejosos de seguir a Cristo, de dizer o que Cristo quer, tenham cuidado, de fato andeis em Cristo, pratiquem este Caminho.

No v. 7: “pratiquem este Caminho Nele radicados e edificados, e confirmados na fé tal como fostes instruídos”; tal como fostes instruídos; “crescendo em orações e graças”.

Vocês estão a ser instruídos pela Palavra de Deus e pela Bíblia particularmente pelo NT que são as palavras de Cristo, que os apóstolos escreveram para nós e aqui é o que nós estamos a ser instruídos e também os servos, os ministros da Igreja de Deus, os verdadeiros ministros estão a apontar, a sublinhar, a mencionar, uma vez, e outra e novamente para seguirmos o Caminho e crescendo em ações de graças, estamos a crescer em ações de graças de gratidão, estamos?

“Cuidado que ninguém vos venha a enredar por sua filosofia e vãs sutilezas”, ninguém venha a enganar com suas filosofias humanas! E vãs sutilezas! São muito sutis, parecem verdade, tal como satanás foi sutil com a Eva, “vãs sutilezas conforme a tradição dos homens, conforme os rudimentos do mundo e não segundo a Cristo”.

Queridos irmãos, o ensino inspirado de Deus e de Cristo é digamos assim o fundamento básico da filosofia do verdadeiro cristão! Isto é, o nosso ensino, a nossa maneira de seguir tem que ser inspirado por Deus e por Cristo., e através dos seus apóstolos e das epístolas que temos pela Palavra de Deus que é a Bíblia.

Por isso quando estamos, digamos assim, como diz aqui, quando estamos bem firmados, bem radicados como diz no v. 7, edificados, bem confirmados na fé como fostes instruídos então estamos a ver as coisas com a prioridade, com a visão de Cristo; mas a filosofia deste mundo é completamente diferente, as tradições de homens são simplesmente em completo desacordo com os ensinos de Deus.

A grande maioria dos ensinos religiosos, sim, a grande maioria dos ensinos das igrejas chamadas cristãs deste mundo são simplesmente ensinos de homens, a grande maioria dos ensinos religiosos e cristãos nas igrejas deste mundo são simplesmente ensinos de homens!

Não são ensinos de Deus e por isso podemos ser desviados por ensinos, por filosofia e vãs sutilezas conforme a tradição dos homens como lemos no v. 8; cuidado como diz que ninguém vos engane, cuidado.

Vejamos então em 2 TS 2:15: “assim pois irmãos permanecei firmes, guardai as tradições que vos foram ensinadas”; as tradições de Deus, as tradições que nos foram ensinadas por Jesus Cristo e pelos apóstolos.

“Seja por palavra (pela Bíblia, pela palavra de Jesus Cristo) ou seja por estas epístolas que estamos a ler”.

Temos que guardar estas tradições segundo Deus que foram ensinadas e não as tradições dos homens, precisamos ensinar as tradições do ensino que Jesus Cristo nos deu através dos apóstolos e através da Igreja de Deus.

Temos que nos agarrar aos ensinos dos ministros de Jesus Cristo, a Palavra que foi dada por Jesus Cristo e a Palavra que foi dita pelos apóstolos e que é pregada na Igreja de Deus que é tradição da Igreja, temos que nos agarrar a isso!

Vejam, por exemplo, lemos mas não vou ver agora mas 1 CO 11:2 diz assim: “retendes as tradições assim como voa-la as entreguei”; mantenham as tradições que nos foram dadas por Paulo, pelos apóstolos, por Cristo e não as tradições de homens.

Vejam em 2 TM 3:13: “mas os homens perversos e impostores irão de mal a pior”.

Queridos irmãos, este é o mundo em que vivemos hoje, enganando e sendo enganados.

Queridos irmãos, isto é o que vemos hoje em dia, na politiquice deste mundo, os homens perversos e impostores irão de mal a pior! Enganando e sendo enganados.

“Tu, porém, permanece naquilo no que aprendeste e que fostes inteirado sabendo de quem o aprendeste e que desde a infância sabes as sagradas letras (escrituras) que podem tornar-te sábio para a salvação pela fé que há em Cristo Jesus”.

Queridos irmãos, aqui estamos a ver, precisamos de permanecer naquilo que fomos inteirados, um dos problemas que existem hoje em dia e principalmente por causa do COVID estão a começar a existir muitas igrejas na sala de estar! Olha vou guardar o Sábado de pijamas e vou ver o vídeo mas queridos irmãos estamos realmente a por uma reverência correta quando estamos perante Deus? E além disso muitas pessoas estão a fazer, olha eu vou reunir, eu vou fazer o meu próprio estudo, umas de nós vamos nos reunir e vamos fazer o nosso próprio estudo, e o que é que se passa? Estão a estudar sem uma direção sã dos ministros de Jesus Cristo e começam a permitir a entrar na mente deles ideias estranhas e assim começam a se desviar da verdade e assim fazem conclusões e vão para além do ensino de Cristo!

Mas como lemos em 2 PE 1:20 diz: “nenhuma escritura procede de uma interpretação particular”, interpretação, não podemos ter a nossa interpretação privativa, não podemos ter a nossa Nova Verdade, cuidado! Se você tem uma Nova Verdade porque a VERDADE é Cristo e é o que Ele nos deu! E que é ensinado pelos apóstolos e é isso, e é isso!

E por isso muitas pessoas tem esse desejo mental de se elevar e de serem, digamos assim, mais sábios que os ministros.

E vejam em 2 TM 4 começando a ler no v. 1: “conjuro-te perante Deus e Cristo Jesus que há de julgar os vivos e os mortos pela sua manifestação e pelo seu reino, prega a VERDADE, prega a palavra, insta quer seja oportuno quer não, corrige, repreende, exorta com toda a longanimidade e doutrina pois haverá tempo que não suportarão a SÃ DOUTRINA”.

“Pelo contrário se cercarão de mestres segundo as suas próprias cobiças como que sentindo coceira nos ouvidos”.

E depois vem, oh isto é uma Nova Verdade, suas próprias novas ideias e depois quando são confrontados, ah, mas isto não é uma questão de salvação, é simplesmente um ponto interessante mas este ponto interessante e depois mais aquele ponto interessante, e depois mais o outro ponto interessante que eles dizem ah não são pontos de salvação estão a corroer a Verdade, não estão a amar a Verdade!

A Verdade da Bíblia! E começam a se desviar da Verdade e de fato vai afetar a salvação! E quando nos desviamos da Verdade acabamos somente com fábulas, com mentiras e queridos irmãos é difícil se manter firme em cima de mentiras e por isso precisamos de ter cuidado de estudar a Bíblia e de dividir corretamente a Palavra da Verdade. E isso, digamos assim, é o quarto ponto que precisamos de ter cuidado porque se não satanás vai nos desviar da Verdade.

E o quinto ponto é que precisamos de entender que Deus e Jesus Cristo disseram: nunca, nunca nos deixarão sozinhos ou desampararão.

Veja por exemplo em HB 13:5 diz assim: “seja a vossa vida sem avareza, contentai-vos com as coisas que tendes porque ele tem dito de alguma maneira te deixarei, nunca jamais te abandonarei”; mas cuidado irmãos porque o problema é que nós podemos nos separar de Deus como diz em IS 59:2: “as nossas iniquidades (os nossos pecados) nos separam de Deus”.

Em HB 3:12 diz assim: “cuidado que não tenham coração errado em que não acreditam e que comecem a desviar de Deus”; e vemos que Deus não nos desamparará ou não nos deixará MAS deixamos nós a Deus? Estamos nós a correr e a fugir, esconder de Deus? Estamos muito ocupados que não temos tempo de orar? Estamos a nos desviar?

Acabei de ler em HB 13:5 que diz: “de alguma maneira te deixarei, nunca mais te abandonarei”; ora isto é citado de DT 31:6, vejamos então DT 31:6 e vê-se que Moisés, a vida de Moisés está se aproximando do seu fim e Deus diz assim: “sêde fortes e corajosos, não temais nem vos atemorizeis diante deles (isto é, diante dos gigantes, dessas pessoas que vão encontrar na terra prometida) porque o Senhor vosso Deus é que vai convosco e não vos deixará e nem desamparará”.

Mas vejam também no v. 16 disse o Senhor a Moisés: “eis que estás para dormir com teus pais e este povo se levantará e se prostituirá indo após deuses estranhos na terra para cujo meio vai e me deixará e anulará a aliança que fiz com eles”.

Ora quem está a se desviar de Deus? Foi Deus que se desviou do povo ou foi o povo que se desviou de Deus?

V. 17: “nesse dia a minha ira se acenderá contra ele e desampará-lo-ei, deles esconderei o meu rosto”, ah, ah Deus não nos desampara mas se nós fugirmos de Deus e desviarmos de Deus então Ele nos desamparará, a culpa é nossa.

“E deles esconderei o rosto para que seja devorado e tantos males e angústias o alcançarão lá naquele dia, não nos alcançaram estes males porque nosso Deus não estava no meio de nós? Oh isto aconteceu porque Deus não estava no meio de nós.

V. 18: “esconderei o rosto certamente naquele dia”, sim, Deus disse: “esconderei o meu rosto por todo o mal que tiveram feito por saberem tornado a outros deuses”.

Deus diz: “nunca te deixarei ou desampararei”; mas isso não é uma coisa unilateral mas é condicional, essa promessa é condicional que nós não rejeitemos a Deus.

Veja em 1 CR 28:9-10 diz assim: “tu meu filho Salomão conhece o Deus do teu pai e serve-o de todo o coração em tua alma voluntária pois o Senhor esquadrinha todos os corações e penetra em todos os desígnios do pensamento”; “se buscares Ele deixará achar-se por ti, se o deixares Ele te rejeitará para sempre”; isso é forte irmãos, a decisão é nossa e nós temos livre arbítrio, Deus não nos deixará, não nos desamparará mas a responsabilidade está nas nossas costas.

v. 10: “agora pois atenda a tudo porque o Senhor te escolheu para edificares casa para  o santuário, sê forte e faz a obra”, está a dizer isso a nós na Igreja de Deus, Deus nos escolheu para estar na Igreja de Deus , sejas forte e faz a obra, tens que fazer e quando a obra que fazeres é estar perto de Deus e preparar-te para seres uma melhor pessoa, para seres santificado e santo através da santificação do Espirito Santo para seres uma pessoa melhor.

Jesus morreu para nós sermos salvos, sim, Ele busca os corações e as mentes e Ele quer que nós façamos o mesmo que o busquemos, a Deus, e qual é a grande esperança e alegria de Paulo, e qual é a esperança e a alegria de nós pastores?

1 TS 2:19: “pois quem é a nossa esperança ou alegria ou coroa em que exaltamos na presença de Nosso Senhor Jesus Cristo em sua vinda?”, à vinda de Cristo o que é que vai ser a nossa alegria, a nossa coroa, a nossa coroa vão ser vocês!

Vocês por se manterem fieis até o fim; essa é a nossa esperança e alegria que vocês se mantenham fieis até o fim, vocês estejam a mudar do velho EU para o novo EU, que vocês não se desviem do Caminho!

Para nós podermos estar na presença do Senhor como se lê em SL 16:11 diz assim: “tu farás ver os caminhos da vida na tua presença a plenitude da alegria, na tua destra delicias perpetuamente”.

Queridos irmãos no reino de Deus, na presença de Deus vai haver uma completa alegria, essa é a nossa meta; essa é a prioridade que temos que dar para o nosso relacionamento com Deus agora!

Então queremos que Deus diga: não te conheço ou queremos que Deus te diga: eu te amarei, Eu e Jesus Cristo viveremos dentro de você??  Como se lê por exemplo em JO 14:23, o que você quer?

Queridos irmãos lembrem-se que satanás quer nos destruir, quer nos confundir e separar para que? Para nos destruir! Para nos matar!

As estratégias que ele usa para cumprir o seu propósito são várias e eu hoje mencionei CINCO:

  1. Primeiro precisamos ter cuidado com nosso desejo da carne, dos olhos e da mente.
  2. Segundo temos que ter cuidado para não ofendermos e ficarmos ofendidos, para não desenvolver assim uma raiz de amargura
  3. A terceira estratégia que satanás tem é para nos encorajar a ter prioridades incorretas e por isso precisamos de ter cuidado de não buscar prioridade erradas na vida que nos desviem de buscar o reino de Deus e a sua justiça primeiro
  4. Quarto, satanás quer que sejamos ignorantes da Palavra de Deus para que possamos ser distorcidos, desviados por erros e falsas verdades ouvindo professores e ensinadores e ministros, sim, até pastores que são falsos pastores (ih é o que tem mais!!!) que estão a ensinar coisas erradas.
  5. E finalmente satanás quer que abandonemos a Deus e que vivamos então esta vida por nós próprios por quando abandonamos a Deus, Deus vai nos abandonar.

Então a pergunta final queridos irmãos é a seguinte: vocês estão sendo desviados da Verdade?

Por isso irmão reconheça essas ciladas deste leão, deste leão destruidor que busca a oportunidade de não só desviar você da verdade, não só de separar você do Caminho, não só o de conquistar mas que busca a oportunidade de destruir a você e a mim!