Ajuda para hoje e esperança para o amanhã! 

Você Está Sendo Manipulado?

Você está aqui

Você Está Sendo Manipulado?

Enquanto encerravam o turbulento ano de 2020, muitos esperavam que 2021 fosse um ano melhor. Mas como andam as coisas no começo do ano, isso não parece provável. Ao nosso redor vemos caos, confusão, contenda, animosidade, ódio e violência. As nossas nações parecem estar fora de controle, e isso perturba a vida de pessoas que não desejam nada mais do que viver em paz, desfrutar de suas famílias e saborear o melhor que nossas vidas têm a oferecer.

Em nosso mundo interconectado é quase impossível escapar do caos. Praticamente, seria preciso se esconder em uma cabana nas montanhas para bloquear o barulho.

Aliás, milhões de pessoas que durante um ano ouviram que é para ficar em casa e evitar o contato social por causa das preocupações da Covid-19 estão sedentas por contato com outras pessoas e com o mundo exterior. Aquelas que estão enclausuradas descobrem que a TV, a Internet, o Youtube, o Twitter, o Facebook e outras mídias são seus únicos companheiros em um mundo aparentemente enlouquecido.

Talvez você tenha se perguntado, o que realmente está acontecendo? Seria apenas coincidência que o Brasil, Portugal, Angola, Moçambique assim como outras nações estejam sendo devastadas por toda essa turbulência? Tudo parecia normal até recentemente. O que ou quem está por trás de tudo isso?

O fato é que um instigador extremamente poderoso está provocando o caos, a confusão, o ódio e a divisão entre os povos. Ele é um ser extremamente maligno que tem vivido por eras — desde antes de o mundo existir.

A Bíblia se refere a ele como Satanás ou diabo, além de outras definições.

Embora muitos pensem que o diabo é um mito, ele é um poder que não pode ser subestimado. O próprio nome de Satanás significa adversário ou inimigo. Ele está em guerra conosco e quer nos derrotar. Ele trabalha de maneira invisível para influenciar os pensamentos e as atitudes de bilhões de seres humanos.

A maioria das pessoas ridicularizam a influência de Satanás

A maior arma de Satanás pode ser o fato de que a maioria das pessoas não acredita que ele exista ou não acredita que tenha um grande impacto na sociedade. (Se você duvida de sua existência e influência, e gostaria de saber mais sobre esse assunto, baixe ou peça nosso guia de estudo bíblico gratuito Existe Realmente um Diabo?).

A sua Bíblia revela que, ao longo dos tempos, Satanás tem sido o causador de conflitos, ódio e de todos os males que atormentam a humanidade. Todos os dias ele tem como alvo as mentes humanas, atacando de forma coordenada à nossa compreensão, pensamentos e atitudes. Como um mestre da influência e do controle de pensamentos, ele “transmite” espiritualmente sua própria influência e, ao mesmo tempo, age por meio de pessoas influentes da sociedade, que milhões de pessoas seguem.

Para começar a entender sua influência sobre a humanidade, devemos perceber que este mundo, esta sociedade moderna, por enquanto está sob seu controle. A Bíblia descreve Satanás como o “príncipe das potestades do ar, do espírito que, agora, opera nos filhos da desobediência" (Efésios 2:2 Efésios 2:2nos quais outrora andastes, segundo o curso deste mundo, segundo o príncipe das potestades do ar, do espírito que agora opera nos filhos de desobediência,
Almeida Atualizada×
) e "o deus deste século" (2 Coríntios 4:4 2 Coríntios 4:4nos quais o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, o qual é a imagem de Deus.
Almeida Atualizada×
, grifo nosso). Por ser invisível e indetectável, Satanás manipula e controla grande parte do pensamento da humanidade. Ele é o principal responsável pelas lutas raciais, disputas ideológicas, ódio e animosidade que vemos nos países do mundo de hoje.

Este ser poderosíssimo tem enganado o mundo todo. O apóstolo João diz o seguinte sobre Satanás: “O mundo todo está sob o poder do Maligno” (1 João 5:19 1 João 5:19Sabemos que somos de Deus, e que o mundo inteiro jaz no Maligno.
Almeida Atualizada×
, NVI). A admoestação de Deus para "não se deixar enganar" pode ser encontrada em toda a Bíblia (ver Deuteronômio 11:16 Deuteronômio 11:16Guardai-vos para que o vosso coração não se engane, e vos desvieis, e sirvais a outros deuses, e os adoreis;
Almeida Atualizada×
; Lucas 21:8 Lucas 21:8Respondeu então ele: Acautelai-vos; não sejais enganados; porque virão muitos em meu nome, dizendo: Sou eu; e: O tempo é chegado; não vades após eles.
Almeida Atualizada×
; 1 Coríntios 6:9 1 Coríntios 6:9Não sabeis que os injustos não herdarão o reino de Deus? Não vos enganeis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas,
Almeida Atualizada×
). O apóstolo João, no último livro da Bíblia, escreveu que Satanás “engana todo o mundo", e ele continuará fazendo isso até o retorno de Cristo (Apocalipse 12:9 Apocalipse 12:9E foi precipitado o grande dragão, a antiga serpente, que se chama o Diabo e Satanás, que engana todo o mundo; foi precipitado na terra, e os seus anjos foram precipitados com ele.
Almeida Atualizada×
; 20:2-3).

Como Satanás conseguiu fazer isso? Paulo advertiu os coríntios para não “ignorar os seus ardis” (2 Coríntios 2:11 2 Coríntios 2:11porque não ignoramos as suas maquinações.
Almeida Atualizada×
) — ou, conforme outras traduções, seus esquemas, intenções, desígnios ou planos. Satanás emprega vários métodos e instrumentos na execução de seus planos para corromper e destruir a humanidade. Vejamos três poderosas forças de influência social que Satanás utiliza para iludir e controlar o pensamento de bilhões de pessoas hoje em dia.

Educação: A doutrinação dos jovens

Quando se trata de doutrinação, os líderes totalitários há muito reconheceram a importância de começar com a mente das crianças. O fundador do estado comunista soviético, Vladimir Lenin, disse ao Partido Comunista Russo: “Deem-me quatro anos para ensinar às crianças, e as sementes que eu plantar jamais serão extirpadas”. O ditador nazista Adolf Hitler supostamente disse: “Somente aquele que detém a juventude conquista o futuro”.

E também é dessa forma que Satanás exerce grande influência sobre a humanidade através dos sistemas educacionais. Um de seus principais objetivos é eliminar a crença em Deus ou torná-la sem efeito. A principal maneira de fazer isso hoje é doutrinando gerações de jovens com uma forma de pensar humanística e evolucionista, que nega a existência de Deus e a revelação divina.

Essa filosofia orienta as instituições e as organizações que regem a educação ocidental de hoje. Nas últimas duas ou três gerações, a educação moderna tem sido incrivelmente bem-sucedida em doutrinar os jovens. As ideias distorcidas que eles têm alimentado levaram à guerra cultural que ocorre no Brasil, Estados Unidos e em muitas outras nações ocidentais.

A doutrinação humanista institucional começa na programação da TV aberta já na idade pré-escolar e depois na escola primária, quando as crianças aprendem uma visão de mundo totalmente diferente daquela ensinada em apenas algumas gerações antes. Os valores tradicionais ensinados a seus pais, avós e gerações anteriores são sistematicamente substituídos por uma estrutura de valores que tira Deus de cena a favor de visões humanísticas e até niilistas.

Obviamente, se Deus não existe e também não há nenhuma fonte absoluta de lei, ética ou moral, então os seres humanos devem decidir por si mesmos o que é legal, ético ou moral. Então, a educação moderna ensina que os sistemas de valores baseados na religião são, na melhor das hipóteses, arcaicos e, na pior delas, cruéis. Karl Marx, o pai do comunismo no século 19, disse a famosa frase que “A religião é o suspiro da criatura oprimida . . . Ela é o ópio do povo”. Ao negar a existência de um Deus criador todo-poderoso, o humanismo situa o homem — não Deus — como o centro de todo pensamento.

(Para combater essa filosofia ímpia e provar a existência de Deus, nós o convidamos a baixar ou pedir nosso guia de estudo bíblico gratuito A Questão Fundamental da Vida: Deus Existe?)

Manifesto sem sentido e reformulação da história

A negação da existência de um Deus todo-poderoso apresenta uma série de oportunidades para os educadores ateus. Assim, eles podem negar a lei de Deus, que define o certo e o errado, deixando as pessoas sem restrições morais. Ao negar que a vida tenha algum propósito ou significado real, eles deixam as pessoas decidirem sobre o próprio significado dela, por mais destrutivo que seja para si mesmas e para os outros.

Em seu livro Fins e Meios: Uma Investigação da Natureza dos Ideais e dos Métodos Empregados na Sua Realização (tradução livre), o ateu e filósofo inglês Aldous Huxley, que muitos poderiam considerar um herói humanista, falou sobre essa filosofia de falta de sentido e como ela afetou sua própria moralidade:

“Para mim, e certamente para a maioria dos meus amigos, a filosofia da falta de sentido era essencialmente um instrumento de libertação de um sistema de moralidade. Nós nos opusemos à moralidade porque ela interferia com a nossa liberdade sexual... Havia um método admiravelmente simples de refutar as pessoas [religiosas] e nos justificar em nossa revolta erótica: negaríamos que o mundo tivesse qualquer significado”.

Em um mundo de pessoas que escolhem seu próprio significado ou nenhum significado da vida, todos os estilos de vida são igualmente válidos — exceto aqueles que optam por declarar que as coisas não são assim. Como o humanismo promove o livre pensamento e a não existência de regras definidas, então é um princípio fundamental não julgar ou condenar qualquer estilo de vida ou preferência sexual. Assim, o adultério, a homossexualidade, o transgenerismo, a zoofilia ou outras coisas que Deus condena são vistos como aceitáveis e até elogiáveis.

Nas últimas décadas, as crianças estadunidenses têm aprendido cada vez mais uma perspectiva diferente sobre a história da nação — que os Estados Unidos é uma sociedade inerentemente malvada, onde a grandeza e a riqueza foram alcançadas apenas pelos ricos que exploraram os pobres. Nessa visão de mundo, os estadunidenses brancos, especialmente os homens com mais de cinquenta anos, são vistos como opressores.

Essas opiniões são precisamente da National Education Association, o sindicato nacional de professores que representa a maior parte dos mais de três milhões de educadores das universidades e das pré-escolas dos Estados Unidos. Por meio da doutrinação da juventude estadunidense, eles negam ativamente a grandeza e a benevolência desse país.

Tradicionalmente, os estadunidenses acreditavam que a independência, a liberdade e o sistema de livre iniciativa ajudaram a criar uma nação com o mais alto padrão de vida da história da humanidade. No entanto, as crianças estadunidenses de hoje estão aprendendo que um sistema econômico que trouxe prosperidade a centenas de milhões é mau porque existe desigualdade. Em seus esforços para colocar os estadunidenses uns contra os outros, milhares de educadores acreditam fervorosamente e ensinam a política de identidade, a “guerra de classes” e a falsa alegação de que os Estados Unidos são uma terra onde há “racismo sistêmico”.

Além de tudo isso, talvez o maior dano da mudança educacional para o progressismo nos Estados Unidos seja o crescente movimento na sala de aula para acabar com todos os dissidentes contra a visão liberal "aceita". E como os pais, em grande parte, tem sido privado de seus direitos de monitorar o que estão ensinando aos seus filhos, geralmente esses estudantes são submetidos apenas à perspectiva amoral e socialista “aceita” sobre a história, a ciência, a sociologia, o governo e a economia. Lamentavelmente, esse silenciamento da dissidência está indo além da sala de aula e se espalhando rapidamente por toda a sociedade. (Para saber mais sobre o rumo que as coisas estão tomando, leia “A Iminente Guinada dos Estados Unidos Para O Progressismo Socialista").

Outro grande instrumento de Satanás: A mídia de hoje

Satanás, o mestre do engano (João 8:44 João 8:44Vós tendes por pai o Diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai; ele é homicida desde o princípio, e nunca se firmou na verdade, porque nele não há verdade; quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio; porque é mentiroso, e pai da mentira.
Almeida Atualizada×
; 2 Tessalonicenses 2:9-10 2 Tessalonicenses 2:9-10 [9] a esse iníquo cuja vinda é segundo a eficácia de Satanás com todo o poder e sinais e prodígios de mentira, [10] e com todo o engano da injustiça para os que perecem, porque não receberam o amor da verdade para serem salvos.
Almeida Atualizada×
), entende o valor de um ataque coordenado. Enquanto usa a falsa educação para atacar as mentes da juventude, ao mesmo tempo, ele ataca toda a sociedade em uma frente mais ampla por meio da mídia e da cultura de massa. Durante anos temos visto uma determinada mudança para os valores liberais na grande mídia impressa e digital. Mais recentemente, testemunhamos essa mudança nesses novos veículos de mídia social. Desde a corrida eleitoral de 2020 nos Estados Unidos, testemunhamos o triste espetáculo do Twitter, Facebook e Youtube do Google, mídia social usada por milhões, sufocando e censurando abertamente pontos de vista e vozes conservadores — até mesmo suprimindo notícias importantes.

E não é segredo que tem havido um declínio, desde o início dos anos 2000, do jornalismo impresso dos Estados Unidos, pois o número total de jornais diários diminuiu quase pela metade desde 1990. Por conseguinte, durante esse período a influência da mídia digital tem crescido na internet, especialmente os principais jornais como The New York Times, The Washington Post, Chicago Tribune e Los Angeles Times, que defendem e ampliam uma orientação liberal na política, na educação e na cultura de massa.

Contudo, assim como as forças militares às vezes mudam de tática durante uma batalha, Satanás também muda de tática para aumentar o uso de notícias na TV a cabo ou em mídias sociais, que hoje são as fontes mais buscadas para descobrir o que está acontecendo no país e no mundo. Essa mudança, em curso há anos, acelerou-se em 2020, quando a epidemia do coronavírus deu poder aos governos para decretar e obrigar o cumprimento do isolamento social.

Realmente é assustador perceber o martelo mental dessas mídias gigantescas atingindo tantas pessoas. Com exceção de poucas redes de rádio e TV, a maioria da mídia eletrônica apenas reproduz essa orientação liberal. O que aconteceu com o compromisso de ouvir ambas as partes em uma reportagem, que por décadas foi uma regra de imparcialidade?

O fim da imparcialidade nas notícias

Ainda na década de 1980, muitos estudantes de jornalismo aprendiam a relatar as notícias de forma clara, imparcial e direta. Quando comecei minha carreira de repórter em um jornal diário, os repórteres deveriam trazer à tona os dois lados de uma notícia ao relatar a história e ignorar suas próprias opiniões. As opiniões deveriam ser reservadas às colunas de opinião, e não divulgadas nas páginas de notícias.

Mas essa última metade do século assistiu a mudanças massivas nas abordagens, ética e padrões jornalísticos. Hoje, muitos jornalistas, especialmente os mais jovens doutrinados por um sistema educacional de tendência liberal, incutem livremente seus preconceitos, sistemas de crenças pessoais e opiniões políticas em suas reportagens. Jovens jornalistas iniciantes se graduam com uma visão de mundo humanista secular, que influencia a maneira como relatam os eventos. Pessoalmente, fiquei chocado há alguns anos ao aprender que a escola de jornalismo onde obtive meu diploma elogiou alguns alunos que desenvolveram um projeto para promover o estilo de vida LGBTQ.

Agora está claro que existe um preconceito incrustrado na grande mídia. E isso está bem documentado até mesmo na própria indústria de notícias. (Para saber mais sobre isso, consulte “O Conflito dos Pensamentos” e “Os Bastidores da Crescente Guerra Cultural” — ambos os artigos podem ser lidos e/ou baixados neste link:  https://portugues.ucg.org/revista-boa-nova/a-boa-nova-janeiro-fevereiro-2019).

Nas universidades, na política, nos negócios e na indústria do entretenimento, o conceito de “liderança inovadora” tem se tornado muito proeminente. Todos os dias, milhões de pessoas olham para os “formadores de opinião” como sendo guias da maneira que devem pensar e agir. E o que molda suas opiniões desses guias? Basta olhar para a mídia que esses formadores de opinião leem, assistem ou ouvem.

O elitismo e a ideologia corrupta

A conexão entre a influência de Satanás na educação e na mídia é evidente. Quase todos os jornalistas e comentaristas de hoje (e a distinção dessas categorias tornou-se amplamente confusa) são produtos do estabelecimento educacional de tendência progressista. Os jornalistas e editores experientes, que dirigem as redações de jornais nos Estados Unidos e controlam o que deve ser noticiado e como deve ser relatado, foram para a faculdade durante os tempos turbulentos dos anos 1960 e 70, quando muitos foram pegos por causas antissistema, que eram populares na época.

Quase todas as principais organizações de notícias dos Estados Unidos estão concentradas na Costa Leste e Oeste, regiões que são baluartes do pensamento progressivo estadunidense. Um artigo de 2016 na revista The Atlantic contém um mapa mostrando que metade dos jornalistas da atualidade vive e trabalha no corredor de Washington, D.C. e Boston (“U.S. Media’s Real Elitism Problem” [O Problema do Elitismo na Mídia dos Estados Unidos], 19 de novembro de 2016).

Pouco antes da eleição de 2016 que levou Donald Trump à Casa Branca, o colunista do New York Times, Jim Rutenberg, previu uma queda cada vez maior da objetividade diante da possível vitória de Trump: “Se alguém vê a presidência de Trump como algo potencialmente perigoso, então sua reportagem vai refletir isso. Assim essa pessoa se aproximaria mais do que nunca da oposição. Esse é um território desconfortável e desconhecido para todos os jornalistas imparciais que já conheci . . .” (Trump Is Testing the Norms of Objectivity in Journalism [“Trump Está Testando As Normas de Objetividade no Jornalismo"], jornal New York Times, 7 de agosto de 2016).

Concentrados nas áreas de entretenimento, negócios e da mídia das elites dos Estados Unidos, e percebendo sua crescente influência sobre a opinião pública, muitos jornalistas estadunidenses se tornaram parte dessa elite. Aparentemente bem-educados e orgulhosos e muitas vezes hipócritas, muitos dos jornalistas de hoje consideram que é seu dever formar opiniões de acordo com os pontos de vista que compartilham com seus companheiros e colegas da elite sobre o que é aceitável e politicamente correto. Esse tipo de jornalista está em todos os canais de TV a cabo no horário nobre.

Aqueles que estão no topo da cadeia do jornalismo, se isso ainda pode ser chamado assim, foram levados ao status de celebridade. Muitos se tornam imensamente ricos por meio de contratos de TV e ofertas de livros. Seu poder de estrela permite que eles se socializem com figuras populares do entretenimento, que abraçam muitas dessas tendências liberais. Revistas como a People, tabloides e colunistas de fofoca escrevem sobre essas celebridades que são encontradas em festas, arrecadações de fundos e outros eventos sociais com as elites de Hollywood, da televisão e do mundo dos esportes.

Isso nos leva a mais uma poderosa área influenciada pelo diabo.

A cultura pop: O canto da sereia mais eficiente

Sabemos que há décadas Hollywood e os figurões do entretenimento vêm zombando, menosprezando e denegrindo a moralidade tradicional. Poucos são os filmes famosos da indústria cinematográfica que não são repletos de imoralidade. Atores e cantores sobem ao palco em premiações anuais para celebrar geralmente imundícies. Muitos emitem comentários políticos e sociais de esquerda — algo considerado cada vez mais interessante e chique. E milhões de cidadãos comuns acham essas pessoas deslumbrantes, cativantes e persuasivas.

Eles também se juntam às fileiras dos formadores de opinião. Mas, por que mesmo devemos nos importar com o que cantores, atores e atrizes pensam sobre política ou acontecimentos mundiais? Ainda assim, muitos deles fazem isso. Novamente, Satanás usa os famosos, ricos, poderosos e celebridades deste mundo para espalhar suas mentiras e propaganda enganosa para milhões de pessoas.

Os programas de entrevistas e entretenimento das principais redes de TV se tornaram ícones da televisão estadunidense e têm grande audiência. Esses programas um dia foram genuinamente divertidos. Mas eles foram deturpados e agora servem de vitrine para comediantes criticarem e satirizarem a moralidade e as pessoas públicas que não compartilham de seus valores liberais. Evidentemente, isso é popular o suficiente para mantê-los no ar, embora às vezes pareça que a indústria do entretenimento está mais preocupada em promover uma agenda social do que lucrar.

Em todo caso, há poucas dúvidas sobre a influência do canto da sereia de Satanás no pensamento das massas. O adversário de Deus e da humanidade aperfeiçoou suas estratégias e táticas para alcançar o máximo de sucesso. E como a sociedade parece estar se corrompendo cada vez mais rápido, então é preciso coragem e convicção para nadar contra essa maré. Você será um dos que entende que o inimigo é real e que pretende controlar seu pensamento e, finalmente, destruí-lo?

Há quase dois mil anos, o apóstolo Pedro reconheceu essa ameaça de Satanás e alertou os cristãos daquela época: “Sede sóbrios e vigilantes. O diabo, vosso adversário, anda em derredor, como leão que ruge procurando alguém para devorar” (1 Pedro 5:8 1 Pedro 5:8Sede sóbrios, vigiai. O vosso adversário, o Diabo, anda em derredor, rugindo como leão, e procurando a quem possa tragar;
Almeida Atualizada×
, ARA). E o apóstolo Tiago acrescenta que, se você se submeter a Deus, então conseguirá resistir ao diabo “e ele fugirá de vós” (Tiago 4:7 Tiago 4:7Sujeitai-vos, pois, a Deus; mas resisti ao Diabo, e ele fugirá de vós.
Almeida Atualizada×
; ver também Efésios 6:11 Efésios 6:11Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para poderdes permanecer firmes contra as ciladas do Diabo;
Almeida Atualizada×
).

A escolha é difícil: Ser sóbrio, diligente e resistir com a ajuda de Deus ou ser devorado pelo poderoso inimigo espiritual da humanidade! Submeta-se a Deus e resista ao diabo, escolhendo a verdadeira sabedoria e vida!

Descubra mais

Será que você está aprisionado pelo pensamento, valores e prioridades deste mundo? Deus o chama para sair disso! Ele vai te ajudar. Nada poderia ser mais importante na vida. Para entender melhor, baixe ou peça nossos guias de estudo bíblico gratuitos Existe Realmente um Diabo? e Transformando A Sua Vida: O Processo de Conversão. Exemplares grátis estão esperando por você!